sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Apollo 20 [3 de 5] - Mistérios da Lua – Ufo

Missão Apollo 20
(Parte 3)

Índice do artigo:

Parte [1] Clique Aqui

Parte [2] Clique Aqui

Parte [3] Clique Aqui

Parte [4] Clique Aqui

Parte [5] Clique Aqui



Entrevista (continuação):

L. S. – Há alguém nos EUA, na Rússia ou na Europa que possa confirmar a sua história? E você não tem medo que alguém possa ameaçar seus amigos ou parentes?

W. R. – Nos EUA, honestamente, não sei quem está vivendo lá agora. Conrad morreu de uma maneira estranha, a morte dele foi terrível. Irwin está morto, acho que Van Braun e James Fletcher também. Leona Marieta Snyder está viva, nos comunicamos e ela me apóia neste trabalho.

Na Rússia tem Valentin Alekseiev e Alexei Leonov. Leonov é aposentado, não estou certo disso, mas é por causa dos problemas de saúde dele. Sobre segurança, sem problema já que vivo em Ruanda, eu tive problemas só agora na Europa, minha família está morta. Fui para Ruanda em 1990, e fiquei durante três anos.

Os meses de abril a julho foram os piores da minha vida, mas agora tenho amigos verdadeiros na comunidade Tootsie e no governo. Não sou conhecido em Ruanda como William Rutledge e cidadão Americano, tenho uma vida toda nova. Mantive meu sinal da Lua, nomeado de tecido Beta.

L. S. – O que soube sobre o não oficial instituto de pesquisa Warwinck informado no Programa de Aclamação Públicalançado em 1992 para o MUFO?

W. R. – Não tinha conhecimento desta informação, 1992 foi um ano muito difícil para mim, estava desconectado de tudo isso.

L. S. – Agora podemos discutir sobre a “nave alienígena” e “a cidade” no lado distante da Lua. Você entrou dentro da nave espacial? Que tamanho era? Encontrou algo lá dentro?

W. R. – Entramos dentro da nave gigante, e também dentro de uma triangular. As principais partes da exploração eram essas. Era uma nave mãe muito antiga que cruzou o universo à pelo menos um bilhão de anos atrás (1.5 estimados).

Havia muitos sinais biológicos, restos antigos de vegetação em uma seção de “motor”, rochas especiais que emitiam “lágrimas” de um líquido amarelo que tinham algumas propriedades medicinais especiais e, claro, sinais de criaturas extra-solares.

Encontramos restos de pequenos corpos (10 cm) vivendo de principio, em tubos de vidros da nave, mas a principal descoberta foi de dois corpos, sendo que um intacto.

Poster artistico sobre a Missão Apollo 20, bonito não?


L. S. – Você visitou a “cidade” na Lua? Onde é? Você entendeu se havia alguma conexão com a nave espacial? A “cidade” e a “nave” ainda estão lá?

W. R. – A “cidade” foi nomeada na Terra e programada como Estação 1, mas pareceu ser um lixo espacial real, cheio de pedaços, peças de ouro, somente uma construção parecia intacta (colocamos o nome de Catedral). Fizemos fotos com pedaços de metais, de toda peça revestida de caligrafia exposta ao sol. No vídeo, as fotos na tela fazem os artefatos parecerem maiores.

L. S. – E o que me diz da “Mona Lisa EBE”? [O nome correto em italiano é Mona Lisa]. Como ela é e onde ela estava na hora que a encontrou na Lua? Onde você acha que ela está agora?

W. R. – Mona Lisa. Não me lembro quem a deu este nome, Leonov ou eu, era o EBE intacto. Humanóide, fêmea, com 1,65 m de altura, cabeluda, seis dedos.

Função: piloto, pilotar dispositivo fixado para dedos e olhos, sem roupas, tínhamos que cortar dois cabos ligados ao nariz. Não havia narinas. Leonov soltou o dispositivo dos olhos.
Concreções de sangue ou biolíquido estourou e congelou a boca, nariz, olhos e algumas partes do corpo.

Algumas partes do corpo estavam em boas condições e não muito comum, (cabelo) e a pele estavam protegidos por uma capa fina transparente.
Com dissemos para o controle de missão, as condições do corpo pareciam não vivas e não mortas.

Não tínhamos nada de equipamentos médicos, muito menos experiência, mas eu e Leonov fizemos um teste, fixamos nosso bio equipamento no EBE, e telemetricamente as ajudas recebidas pelo cirurgião (médicos da missão de controle) foram positivas.

Há outra história, algumas partes poderiam estar inacreditáveis agora, prefiro contar a historia completa quando outro vídeo estiver on-line.

Esta experiência foi filmada no LM, encontramos um segundo corpo destruído, trouxemos a cabeça a bordo. A cor da pele era cinza azulado, um pastel azul. A pele tinha detalhes estranhos acima dos olhos e a frente, uma fita ao redor da cabeça não que havia inscrição.

A “cabine do piloto” estava cheia de caligrafias e era formado por longos tubos semi-hexagonal. Ela está na terra, não esta morta, mas prefiro postar outros vídeos antes de dizer o que aconteceu depois.

Outra foto da cidade na Lua, notem que nessa imagem é possivel ver uma Nave Triangular, ela é bem menor que a primeira mas, será que foi essa que os exploradores da Apollo 20 foram investigar? Infelizmente o Willian Rutledge não esclareceu isso muito bem, quem sabe agora que ele deu sinal de vida ele não diz mais?


L. S. – Você pôde identificar a origem da nave e a idade da mesma?

W. R. – A idade foi estimada em 1.5 bilhões de anos que foi confirmado durante a exploração. Encontramos expulsões da crosta original, e em outros lugares, feldspato em espiral, que veio do impacto que formou Isack D; A densidade dos impactos de meteoros na nave validou a idade e também alguns pequenos impactos brancos na colina de Mônaco ao oeste da nave ajudaram.

L. S. – Pode dar detalhes técnicos para cada material que postou no YouTube? Quero dizer, você pode distinguir entre as transmissões de TV do módulo lunar e as câmaras fotográficas durante esses vôos? Eu precisaria saber de detalhes das fotografias para todos os vídeos que você espalhou na web. Qual o significado dos números estranhos visíveis nos vídeos que às vezes lentamente sai de foco do vôo da Lua?

W. R. – Tenho respondido muitas vezes sobre isso, especialmente para os astronautas da Agência Espacial Européia (ESA). A transferência foi feita em Ruanda com codificação, e a recuperação do som não foi muito boa, mas depois se tornou melhor.

Os subtítulos não são originais, os coloquei no vídeo após a transferência. Pedi para remover algumas vozes para proteger uma pessoa do controle de missão.

Usávamos três câmeras de vídeo na Apollo, uma para o itinerante, chamada GTCA, isto não é o nome de uma companhia, mas uma câmera colorida Westinghouse.
Todas as três câmeras de cor têm uma roda colorida, que produziu um atraso de tempo quando transmitido para a terra.

Acho que poderia ser possível para uma empresa restabelecer a qualidade da imagem da TV. A câmera CSM tinha um monitor preto e branco e produzia imagens estáveis e afiadas, porque o foco era visível na tela. A câmera LM tinha um visor de vidro.

A câmera foi usada uma vez com o visor AGC, usando as coordenadas, eu transmiti o vídeo durante o vôo. O vídeo do vôo foi feito em gravidade zero.

Eu estava na janela esquerda, na horizontal, com as pernas em volta da rede de dormir e lentes de vidro. As câmeras tinham um tubo de vidicon sensível a luz, na verdade a uma grande quantidade de luz.
As marcas e números são usados para executar uma boa aterrissagem.

Durante o programa 64, quando quase que na vertical, tínhamos que colocar o número 60 no lugar da aterrissagem e esperar lá minutos depois da aterrissagem.

Estas marcas estão em ambas as janelas, você pode verificar isso no site da NASA. Por favor, no site original da NASA.

Tenho uma foto de alguém que viu no filme da Apollo 13u mudando os diafragmas colocando* durante as transmisso controle de miss de misstados ao nariz. e a marca tinha uma inclinação num ângulo especial. Se der uma olhada, você terá uma idéia da minha posição precisa durante a seqüência.

Foto oficial da NASA (abaixo em preto e branco) e as imagens coloridas liberadas por Willian Rutledge no Youtube (vídeos), notem que as imagens são PRECISAS, elas batem perfeitamente com a realidade da superficie da Lua. A perfeição é tanta que reproduzir isso em estudio custaria muitos milhões de dolares



L. S. – Como conseguiu nesses anos as cópias das fotografias da missão?

W. R. – Um dia, alguém que conheço me disse que era o encarregado de manter a segurança ao redor de um container.

Uma construção havia sido destruída, e arquivos teriam de ser queimados por uma tocha de plasma. O container estava cheio de coisas interessantes durante esses dias.

Como o ser humano é naturalmente curioso, as pessoas encarregadas da segurança entraram no container. Meu amigo pegou uma filmadora de vídeo, um par de pratos de 16 mm, caixas de papel B/W e dois ampliadores.

Ele me contatou para vender o papel novo, e foi como descobri as outras coisas. Já havia visto algumas fotos antes, 11*16 e as fotos eram violeta/azul, fotografias RC antigas, assisti aos vídeos, não eram tarefas empresariais, coloquei-os em segurança, a única coisa importante para mim eram as folhas de papel BW. Isso foi há 15 anos.

L. S. – Você já encontrou alguma vez o senhor Clark McClelland, engenheiro formado da NASA que perdeu seu emprego alguns anos atrás por causa do que ele descobriu na KSC (suponho corpos alienígenas ou objetos do espaço)?

W. R. – Os documentos podem estar na KSC, mas corpos ou nave alienígena eu acho que não.

L. S. – Você mencionou em uma carta formal as iniciais C.M e M. Quem são eles?

W. R. – C.M é o website oficial dos oceanos da NASA [
http://oceancolor.gsfc.nasa.gov/]; M. também. A.M é a coordenada 508 .

No momento eu só tenho as cartas que troco com o centro espacial Johnson. Penso que há um momento de pânico desde 18 de maio. Cheque a coordenada 508 na ferramenta de busca da NASA. A declaração 508 é uma maneira de empurrar a NASA para um material secreto. Esperei uma reação.

É parte da minha estratégia. A NASA tem o direito de me bloquear se eu baixar informações não autorizadas. Se eles explicarem por que me bloquearam, eles reconhecem que os vídeos podem ser obtidos através deles.

Se eu os processo por violação da declaração 508, eles serão forçados a provar que baixei um material não autorizado, mas isso não é o caso, nunca vou em frente no site da NASA.

Desde 18 de maio, não tenho uma resposta precisa, tenho que esperar por uma decisão das sedes. Até mesmo como um cidadão Italiano você tem o direito de pedir material de uma agencia federal como a NASA, veja a declaração 508 no link:
http://www.section508.nasa.gov/

Equipe Apollo 20, aqui não aparece os rostos, mas nos novos videos liberados por Willian Rutledge os rostos de todos os tripulantes aparecem, pena não estarem mais online.


L. S. – Você não tem medo da reação do governo americano?
E por que falou sobre a data de setembro de 2007, quando a NASA e USAF, segundo você, serão forçadas a contar toda a história antes deste dia?
O que significa e quem é sua “garganta profunda”?
Em um recente encontro entre nós, você falou sobre o ano de 2012, você disse “em 2012 os fracos morrerão e o governo quer dar uma mordida na herança deles, todos tem que estar preparados para 2012”. Há alguma conexão com o retorno do “planeta X” (o ancião Nibiru, adorado pelos sumerianos na mesopotâmia?)
O que soube sobre isso?

W. R. – Eu estou na garganta profunda. O que a NASA e a USAF podem fazer agora? Bloquear-me e processar-me seria um reconhecimento.

Eles podem falar de brincadeira ou ficção.

O único medo que tenho é que eles poderiam abrir um site ou outra conta com meu nome ou colocar vídeos falsos quase perfeitos com erros voluntários para desinformar (
causar confusão). Felizmente, a burocracia e o tempo trabalham a meu favor.

É uma corrida. Por isso que a idéia de colocar os arquivos de Leonov é uma idéia boa, sem mais controvérsias.

Não há fotografias do Leonov, nenhum vídeo dele neste período na LM ou na base da NASA e USAF. Isto relacionado é inimaginável como versão oficial. Sou apaixonado pelo período Sumeriano, da gênese, relatado pelos Sumerianos. Eles explicam claramente como Deus criou o homem.

Mas não tenho nenhuma indicação da cosmologia Sumeriana.

Tem uma questão que você não me perguntou e estou sempre surpreso porque ninguém a faz. Por que é necessário esconder os UFOs? Por que
desinformação? Por que colocar tudo isso debaixo de um carpete?

Isto é uma pergunta de economia. Todas as moedas na terra são baseadas no valor do ouro. Muitos cidadãos não sabem disso, mas o ouro é um metal extraterrestre que vem da morte de uma estrela.

Quando uma estrela está morrendo e a sua massa esta crescendo, seus átomos estão comprimidos, e quando a estrela explode, ela espalha grandes quantidades de ouro novo no sistema solar.

Por isso que o ouro não é um mineral para negociar, mas sim um metal perfeito de carbono grátis. Isto significa que a substancia mais comum no universo não vale mais que um pedaço de plástico. Isto seria suficiente para derrubar todas as moedas do mundo.

Imagine também que um EBE dissesse que “o café tem um ótimo gosto, raro nesta galáxia”. Só a perspectiva de comercializar o café através do universo deslocaria o poder econômico para os países do sul em um dia. Veja, não é problema de pânico, mas simplesmente um problema de economia.


Esse texto acima é de Luca Scantamburlo repórter Italiano e Ufólogo muito respeitado pela coerência investigativa.

Aqui uma critica muito boa que li num site que acho desnecessário citar:

Novamente a foto original da Nave abatida ou acidentada na Lua, e prestem atenção essa é a foto ORIGINAL DA NASA! Tem numero de indentificação e tudo! Cliquem Aqui para Vê-la no site oficial do orgão americano.


Esta ótima critica foi feita pelo Gabriel num site de PseudoCéticos que não merece ser citado:


"...Amigos céticos, vocês acreditam demais no Governo Norte-Americano…! Até agora, a maioria das restrições à história dessas 2 viagens à Lua (
a Apollo 19 e a Apollo 20) parece somente ser criticada por eventuais imperfeições nas imagens dos vídeos liberados em vários sites (quase que simultaneamente).

Na verdade, as entrevistas concedidas por William Rutledge (
codnome “retiredafb”, auto-declarado astronauta da Apollo 20) a um jornalista italiano (Luca Scantamburlo, ufologista respeitado pela sua coerência investigativa) são riquíssimas em detalhes: provavelmente, somente quem tenha estado dentro do Programa Apollo saberia de tudo aquilo.

Além disso, trata-se obviamente de alguém que teve contato muito próximo com a tecnologia “
de ponta” daquele tempo.

Adicionalmente, a data de viagem, o curso e as imagens de dentro do módulo lunar são absolutamente realísticos (
vejam a matéria sobre o “aprofundamento do caso” no site desse jornalista).

Os “
defeitos” das filmagem podem dever-se, facilmente, a que os amigos de Rutledge são videomakers amadores, que não possuem mais do que algumas placas em seus PCs para fazer a digitalização dos filmes (perfeitamente compatível com o fato de não estarem apoiados por organizações “oficiais” e por terem de trabalhar em sigilo).

Assim, plausivelmente, o que parece ter ocorrido foi um “
falso cancelamento” de 3 vôos do Projeto Apollo, substituídos por missões reprogramadas bem mais interessantes (melhor trazer EBEs do que pedras da Lua, não?!).

O vôo Apollo-Soyuz não foi apenas um caro e extravagante “
aperto de mãos” no espaço, como afirmado naquela altura, mas uma efetiva celebração da aliança para alavancar (e financiar conjuntamente?) os 2 vôos ao lado oculto da Lua - e para concretizar a presença de um soviético na Lua.

Para a URSS, isso já seria um ganho em si, mesmo que tivessem de manter segredo por longo tempo, já que não pareciam dispor da tecnologia necessária para o pouso lunar (
tiveram alguns desastres com o projeto Lunakhod, inclusive, com uma supostamente enviada para pesquisar a astronave alienígena).

Para o Governo norte-americano, seria certamente criticável pela população o fato de terem levado um soviético à Lua, mesmo que “
na carona”, mas era um “trade-off” razoável, pois o local exato da presença da nave alienígena somente havia sido bem mapeado pelos russos (segundo Rutledge), razão pela qual os norte-americanos precisariam das informações dos mesmos para planejar as missões (ficaria caro demais mandar mais um vôo à Lua somente para sobrevoar e mapear o local…).

Além disso, o preço da “
passagem” aos soviéticos ser também o silêncio seria razoável, pois o segredo, em si, justifica-se plenamente no mundo ocidental: a revelação da existência de uma astronave de 1,5 bilhão de anos na Lua poria em cheque toda a concepção religiosa-cultural da nossa civilização, pois muitos entenderiam que não fomos criados por um Deus, mas por antigos EBEs.

O fato dos astronautas selecionados serem ligados à USAF também é perfeitamente compatível com o caráter de sigilo da missão.

Nenhum dos embevecidos astronautas do Programa Apollo teria aceito a missão de viajar e ter de manter segredo depois. Como oficiais da USAF, os astronautas da Apollo 19 e 20 enfrentariam corte marcial, na altura, se viessem a revelar o segredo.

O mesmo dificilmente se aplicaria a astronautas alocados na NASA, que se sentiam senhores do mundo e que, muitas vezes, mantinham comportamentos pouco discretos na sua vida pessoal… O fato, mencionado por Rutledge, de que ser ateu também contribuiu para a escolha como astronauta, também se justifica nessas circunstâncias “
culturais” do vôo.

Alguns acreditam que Rutledge possa estar sendo caçado pelos governos norte-americano, russo e alguns europeus neste momento, o que seria bem razoável, dado o segredo revelado. Se ele foi mesmo astronauta da Apollo 20, ou se é apenas um “
garganta profunda” desta história, talvez, alguém ligado a essas missões, mas noutra posição, isto é outra questão.

Mas definitivamente, até aqui, esta história parece estar bem mais para realidade do que para “hoax”. Aliás, explicaria bem o súbito cancelamento das missões restantes do Projeto Apollo e também aquele estranho “
acoplamento” Apollo-Soyuz no espaço, em plena Guerra fria… Naquela altura, ninguém havia entendido ou aceito bem quaisquer dos 2 fatos…!”


Excelente Gabriel! Concordo com você meu amigo. Segue agora uma galeria de fotos da Missão Apollo 20 e de suas FANTASTICAS descobertas.


Ir para a Parte (4)? Clique Aqui!

Índice do artigo:

Parte [1] Clique Aqui

Parte [2] Clique Aqui

Parte [3] Clique Aqui

Parte [4] Clique Aqui

Parte [5] Clique Aqui


Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordináriamente obstinado para pensar com clareza...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]