domingo, 4 de agosto de 2019

Data Limite Segundo Chico Xavier e as Teorias New Age - 50 anos do Homem na Lua - Nova Era

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Eu aqui no Sete Antigos Heptá fiz há meses atrás um artigo sobre a 'Data Limite'. Uma pessoa leu esse nosso artigo e veio me indicar um vídeo que fala do mesmo assunto. Se trata da Palestra do Laércio Fonseca (segue abaixo) e me pediu opinião sobre, e fez diversas perguntas muito pertinentes, eu as respondi já pensando em fazer uma página com o texto. (Obs. respostas baseadas nas memórias ativadas através do método o 'Salto').

Assuntos Relacionados: [Data Limite] [New Age Gnósticos] [Lua Oca] [Maior Revelação]

Debate: (dia 25/07/2019)
Data Limite segundo Chico Xavier, muita gente está pegando carona nesse “bonde”.

Esse é o vídeo indicado:
 Tudo que você precisa saber sobre a Data Limite (Assista se aguentar...):

Respondendo: Afffff... vi 15 minutos até agora dessa palestra, e esse Laércio se revelou ser um New Age cabeça de vento.

Já ouvi falar dele aqui e acolá, mas nunca dei a mínima. E agora vejo que tenho total razão para isso. Ele disse que “especialistas” disseram que a Terra tinha apenas 4 bilhões de almas... quer dizer que tem um instituto IBGE no plano das almas?

Mas que viagem em... só por que um suposto “mestre” falou isso ou aquilo, temos de acreditar por Fé? Que fundamento tem essa afirmação? Nem sei se quero continuar vendo a palestra, pois vai ser uma imensa perda de tempo, estou (como sempre) muito ocupado.

Ele em vez de ir direto ao ponto, dizer que o Chico Xavier canalizou a ideia que a humanidade receberia 50 anos para se mostrar pacífica, (se corrigir) caso contrário as civilizações do nosso entorno vão agir para nos conter/deter.

Mas não... ele vai lá na antiguidade, e enrola, enrola, enrola... lavagem cerebral new age. Me desanimei em continuar a ver a palestra, mas vou responder o que levantou. (Obs. A leitora postou o link do vídeo, e depois escreveu diversas perguntas, e vamos responder a essas perguntas uma a uma de agora em diante).

Leitora: Ué, mas isso não é questão de fé, estudos não revelam a quantidade aproximada de habitantes na Terra de acordo com a época?

Bruno GM: Ps. Laércio acredita em Jesus?

Leitora: Sim, acredita em Jesus como um médium eu acho... Ou como um avatar mesmo. Mas não como um Deus, alguém com superpoderes. Mas ainda assim realmente acredita que essa figura existiu.

Bruno GM: Qual fonte? IBGE do plano das almas? Que provas tem disso? Isso é pura inferência.

Menos mal ele acreditar que foi apenas um médium, e não dizer que se trata do - “Super, Mega, Power, Blazer, Plus, Estrambólica” alma galáctica que veio do universo mais elevado e se fez homem, e Blá, blá, blá... (essas montanhas de asneiras delirantes que os New Age inventa sobre a fraude do império romano).

Ou é isso mesmo? O Laercio acredita na divindade suprema e incontestável de “Jesus”? Por que se acredita, então a credibilidade dele perde muitos pontos... Que “grande sábio” é esse que não sabe que Jesus é uma fraude?

Leitora: Não, não acredita. No final dessa palestra, ele diz Chico Xavier disse que Jesus quem intercedeu pela Terra e pediu esses 50 anos, mas que não é verdade, ele mesmo desfaz disso, fala que Jesus não teve nada a ver.

Bruno GM: Menos mal... talvez ele "suaviza" as opiniões sobre Jesus para não despertar o Ódio e ira sanguinolenta dos "pacíficos cristãos". Já eu prefiro ser bem mais pragmático, e foda-se as consequências, a verdade deve imperar, as pessoas gostando ou não.

Leitora: Sim... Quem nega Jesus não ganha visibilidade, somente entre os ateus mesmo.

Bruno GM: Pois é, a pessoa tem de ter uma Robusta filosofia para sobreviver nesse oceano de ignorantes sem pegar carona na fraude Jesus. Isso é sinal que ele não tem essa robustez toda, o “couro” dele não é grosso...

Jesus Cristo, promessas vazias... alienação e enganação

Leitora: Mas aí o Laércio fala sobre a tal intervenção alienígena, que no caso são as 4 bilhões de novas almas que vieram para a Terra nos últimos 50 anos.

Bruno GM:  4 bilhões de almas novinhas em folha, vieram para esse mundo nos últimos 50 anos? Tudo gente boa? Então não sei por que o mundo ainda é uma grande “merda” (como diz Saramago). Elegendo Trump, Bolsonaro, Duterte...

Leitora: fala também que até 1969 estava previsto acontecer o dia do juízo final na Terra, e esse plano foi abortado pelo comando interestelar.

Bruno GM: Dia do Juízo final? Ele usou um termo bem tosco né? O que aconteceu em 1962 foi a crise dos misseis de Cuba, depois houve o assassinato de Kennedy em 1963, então a tensão máxima da Guerra fria foi nessa época. Existe a possibilidade de uma entidade muito benigna ter interferido para não acontecer a 3 Guerra mundial. A entidade misteriosa que apareceu em Fátima. Veja nesse documentário a partir de 24 minutos AQUI.

Sobre essa interferência do tal “comando estrelar” aí já é suposição dele, sem qualquer fundamentação. A Fátima tem mais credibilidade por que profetizou mais de 30 anos ANTES do acontecimento.

Fica fácil falar que “fulano fez isso ou aquilo” depois que já aconteceu, bom mesmo é prever os acontecimentos anos antes de ocorrer, e esse foi o caso da misteriosa entidade de Fátima, a “incrível menina”. Artigo sobre AQUI.

Trecho: afirmam a aparição ter cerca de 1,10 m de altura e a aparência duma criança de 12 a 15 anos, de uma beleza extraordinária. Tinha olhos pretos. Vinha vestida de um branco que dava luz e feria a vista. Conta a vidente Lúcia que a saia (sic: págs. 30, 32, 33 e 35 da citada “Documentação Crítica de Fátima) era branca e dourada, aos cordõezinhos ao comprido e atravessados e era curta, pelos joelhos ou um pouco abaixo, e justa (travada). Tinha meias brancas. O casaco era branco e tinha também um manto branco, que da cabeça descia até à orla da saia, dourado aos cordõezinhos de alto a baixo e atravessados. O casaco tinha dois ou três cordõezinhos nos punhos. Trazia um cordão doirado ao pescoço, que terminava com uma medalha, ou uma borla ou até uma bola (os testemunhos nesta parte são confusos); tinha nas orelhas uns botões (ou argolas) muito pequeninos e amarelos. Nas mãos trazia um rosário de contas brancas, também luminoso, que terminava numa cruz. Sobre a cabeça, tinha como que um cestinho de ouro “riquíssimo e deslumbrante” que também irradiava luz. Conta ainda Francisco que falava sem mexer os lábios.

A misteriosa entidade de Fátima tinha uma aparência COMPLETAMENTE DIFERENTE do que é divulgado em ilustrações pela Igreja Católica, sobre as profecias de Fátima CLIQUE AQUI

Leitora: E pelo que entendi, segundo o Laércio, esse seria o motivo para a população da Terra ter dobrado nos últimos 50 anos. Essas almas passaram a QUERER viver aqui. E de fato, agora estamos nessa trégua, sem guerras mundiais. Apesar que, convenhamos, as condições aqui não são tão apaziguadoras né? Até pode já ter sido pior, mas o atual estado me assusta, e tem as guerras dentro dos países, como na Síria.

Bruno GM:  A população da Terra dobrou nos últimos 50 anos, e ele especula que foi por que houve esse acordo, e 4 bilhões vieram para se sacrificar pelos outros 4 bilhões que são maus e sanguinolentos... e qual a explicação da multiplicação fenomenal que houve da população humana a partir da revolução industrial (1760)? A população era de uns 600 milhões e em 1840 já ultrapassava 1 bilhões, (resultado da melhor tecnologia, ciência e medicina gerada pela indústria). Houve um acordo também em idos de 1700 para mais de 500 milhões de almas “piedosas” viessem morar na Terra?

Isso que ele especula é pura sofisma... esse aí é o rei da sofisma. O motivo da população ter dobrado nos últimos 50 anos é resultado de acontecimentos que já vem ocorrendo desde 1500 d.C.com as grandes navegações. Ai ocorre ao mesmo tempo a Renascença, que tornou possível o nascimento da ciência moderna, que então resultou na revolução industrial, que resultou na revolução da medicina, ampliou enormemente o comércio mundial, e tudo só foi melhorando, e melhorando, e aqui estamos nós, na revolução digital.

Esse “milagre” da multiplicação de pessoas não ocorreu apenas por que misticamente uns seres aí, supostos “mestres ascensos”, resolveram que seria assim em 1969. Esse aceleramento do número de habitantes da Terra já vem ocorrendo desde a Renascença e continua... (sobre crescimento da população mundial CLIQUE AQUI).

Leitora: Você confirma no artigo que alguns seres vieram mesmo com essa missão de trazer paz, pacificidade... E que aparentemente obtiveram sucesso. E o objetivo era aumentar a população para gerar mais energia densa? Mas essa energia densa que você fala não se trata das causadas por emoções ruins e sim as emoções humanas em geral? É isso?

Bruno GM: Vejamos... como vou responder isso de forma resumida? Você leu mesmo o artigo todo? Ou será que achou que tinha acabado, mas tinha mais assunto abaixo de uma das fotos?

A Terra é como um grande presídio, aqui é presídio de segurança máxima misturado com campo de concentração para extermínio, como nos moldes da segunda guerra mundial.

Eu acho possível que essa “reunião” aconteceu? Acho... mas tenho certeza? Não... supondo que de fato a tal “reunião das autoridades do sistema solar” ocorreu. A decisão deles de “tentar apaziguar a natureza sanguinolenta da humanidade”  é como uma reunião de bairro onde tem um presidio, já que os donos do presidio resolveram deixar os presos terem mais liberdade, se fez necessário a comunidade se reunir para apaziguar os presos, se enturmar com os presos para adequá-los para uma convivência mutua que se tornou forçada.

Lembrando que os bilhões de prisioneiros da Terra são geralmente almas inocentes, capturados para serem escravos, exatamente como aconteceu nos campos de concentração da segunda guerra mundial.

Eu acredito que mais do que simplesmente almas se encarnarem para “mudar o consciente coletivo”, foi feito também mudanças no DNA de toda a humanidade para tornar as pessoas menos agressivas.

Leitora: Porque se os escravizadores precisam dessa matéria prima para mais GUERRAS, e nós a produzimos, então só por sentir emoções (seja qual for), nós geramos "armas" para as guerras do universo local?

Bruno GM: O que a humanidade fornece aos escravizadores é as emoções negativas. É uma matéria prima parecida com o petróleo (para eles), essa frequência emocional baixa gera uma energia densa, e essa energia é como “petróleo” e tem mil e uma utilidades, entre as quais, construir planetas e estrelas artificiais, criar implantes, e criar armas para suas intermináveis guerras de expansão pelo Universo local.

Leitora: Nós temos a potencialidade de apenas por existir, ajudar a manter a destruição pelo universo a fora?

Bruno GM:  Sim, pois assim como acontece com as ovelhas, com as vacas, bichos da seda, etc... apenas por vivermos a gente produz a matéria prima que eles precisam. Basta estar vivo para produzir a frequência baixa das emoções negativas. Os animais também produzem, porém em bem menor escala.

Leitora: Que vida no mínimo medíocre né? Mas tudo bem, é claro que já li e já conversei com você sobre isso várias e várias vezes sobre isso, e estava ciente dessa condição tão mesquinha a qual estamos submetidos.

Bruno GM:  Sim, uma vida tão “sem sentido” como a vida de prisioneiros de um campo de concentração, trabalhando para fazer uniformes, armas, etc... para os seus inimigos que os prendem ali, e estão empenhados em capturar mais pessoas, para manda-las para lá.

Leitora: Mas de todo modo, a questão que fica é: por que almas benévolas aceitam fazer esse serviço ao chegar aqui? Por que elas estão ajudando os escravizadores?

Bruno GM:  Não estão ajudando os escravizadores, estão ajudando os escravizados...

Leitora: Elas podem até não escolher vir ou não, mas ao chegar, por que não tacam o foda-se pra pacificidade e deixa que todos se destruam como forma de não colaborar com os escravizadores?

Bruno GM:  Por causa da piedade, e da possibilidade de eventualmente uma parcela desses prisioneiros serem liberados da cadeia. As almas mais brilhantes acabam se destacando em meio a multidão, e estas são “separadas” e então liberadas.

Leitora: O médium Laércio Fonseca fala uma coisa interessante. Ele relembra que exatamente todas as doutrinas ao redor do mundo possuem a profecia do final dos tempos, o dia do juízo final, e fala que essa profecia foi abortada pelas autoridades superiores. Ainda que você, Bruno, não acredite nessa profecia tão difundida ao longo da história de todo o mundo, não parece realmente intrigante que ela exista de forma tão absurdamente falada?

Apocalipse? Fim do Mundo? Fim dos Tempos? Juízo Final? Profecias do Fim do Mundo? Volta de Jesus?

Bruno GM: Essas “profecias do fim do mundo” são populares porque de fato ocorre periodicamente “fins” de Eras, de “mundos” de tempos em tempos. Por exemplo, a civilização Maia/Asteca chegou no seu fim, eles passaram pelo seu “apocalipse”. Quando os Europeus chegaram nas Américas espalharam sem querer doenças incuráveis em meio a população, e esta foi exterminada, restando poucos sobreviventes. Foi um tipo de “guerra de armas biológicas para extermínio” sem intenção premeditada.

A civilização Egípcia que durou milhares de anos, (uns 10 mil anos), sofreu o seu “apocalipse”, o deserto do Saara avançou sob as terras férteis, as tornando deserto, o Egito se enfraqueceu por causa disso, sofreu com prolongadas secas, e finalmente foi dominado pelos Gregos e depois pelos Romanos.

Então isso de “fim do mundo” periodicamente acontece de tempos em tempos, em parte do planeta. Inclusive podemos dizer que para os Judeus ocorreu o 'fim do mundo', pois eles foram completamente aniquilados depois de três guerras judaico/romanas, só sobrou as mulheres e as crianças que foram feitos de escravos.

Guerras Judaico/RomanoJudeus Exterminados
O Império Romano revidou a agressão dos Judeus, mais de 1 Milhão de Judeus foram mortos, o Templo de Salomão demolido, toda a Jerusalém também demolida, e foi construída sob as ruínas a cidade de Élia Capitolina. Nem Jesus nem o ‘Deus de Israel’ apareceram para ajudar o seu ‘Povo escolhido’, cristianismo nasceu em meio a essa desgraça toda...

Leitora: E, logo após supostamente a profecia ser abortada, dentro de 50 anos a população da Terra dobrou? Almas que não estavam aqui ao longo de 10.000 anos, de repente em apenas 50, chegaram.

Bruno GM:  Já estava havendo um processo de superpopulação bem antes de 1969, o que aconteceu foi que esse processo continuou. Onde estava todas essas almas? Boa parte aqui mesmo na Terra, presas nos planos astrais. E outra parte veio de outros planetas prisões, e de guerras onde foram capturadas como prisioneiras e trazidas para a prisão de extermínio.

Leitora: E se essa profecia era somente balela, qual era então a real utilidade dela existir? Levando em consideração que essa mesma profecia foi falada por povos de diferentes localidades, de diversas condições de vida diferente, então não dá pra simplesmente presumir que o objetivo era um controle das elites, porque essa profecia foi feita por espiritualistas ao redor de todo o mundo, ela é realmente uma informação que vem de outra dimensão.

Bruno GM:  Concordo, esses tais espiritualistas de todas as regiões da Terra tiveram a percepção do “fim do mundo”, em cada tempo e civilização, o fim do mundo daquela época, o que de fato ocorreu. Aliás, não sei se sabe, mas o Apocalipse previsto em João, já aconteceu, foi o fim do império Romano e domínio da igreja católica. O “fim dos tempos” ocorreu em 500 d.C. por causa de epidemias diversas, trazidas pelos invasores mongóis. O império Romano perdeu uma enorme quantidade de sua população e finalmente se desfragmentou. Então digamos que os judeus ‘tiveram a sua vingança’...

Leitora: Qual o objetivo dos escravizadores (ou de quaisquer outros seres não humanos) de transmitir essa informação, se ela não fosse verdadeira?

Bruno GM: Não foram eles que transmitiram, são as pessoas que tem essas percepções, as premonições, o poder paranormal é da natureza humana... é isso que somos, paranormais. Uns mais ativos, outros menos, mas todos somos em algum grau. 


Leitora: Sei que essa questão da profecia não tem nada a ver com a explicação que você dá no artigo. Você fala que as almas foram enviadas apenas pela necessidade dos escravizadores conseguirem mais matéria prima... Mas ainda assim te questiono sobre essa profecia, porque eu mesma sempre refleti muito em cima disso e não consigo entender. Há aproximadamente 5.000 anos atrás, umas das primeiras escrituras encontradas, já havia relatos do tal dia do juízo final.

Bruno GM:  Sim, e de qual civilização é essa escritura? Dos Babilônios? Dos Persas? Do Egito?  E de fato ocorreu para eles o “fim do mundo”, certo? O fim do mundo deles, e o inicio de outro...

Leitora: Caramba, agora eu lembrei, é a tal da nova Era? Mas a nova Era é um fenômeno astrológico que não há como deixar de acontecer. Mas por que tantas especulações de acontecimentos sobrenaturais em cima do fato de que o sol vai passar a nascer na frente da constelação de aquário? Não pode se tratar de apenas uma histeria.

Bruno GM:  Se pensar bem, o que ocorreu no fim da era de Touro para Áries? O fim da grande e poderosa civilização Egípcia que tinha durado milênios, e o aparecimento de outra superpotência a Grécia que resultou em Roma mais tarde. E perdurou essa potência por dois mil anos, pois a igreja católica nada mais é que um prosseguimento do império romano.

A cultura Grega/Romana foi a fundadora do ocidente, e perdura até hoje, o conceito de democracia foi criado na Grécia antiga. Os principais prédios em Washington, D.C. é de estilo Grego... então aconteceu uma mudança radical há 2 mil anos atrás, e agora novamente ocorre, com a revolução industrial e digital. Essa é a tal “nova era”, a era da tecnologia e da informação, e já estamos vivendo nela.

Leitora: Sei que falei demais. Mas saiba que é porque amo suas explicações e me sinto super a vontade para devanear meus pensamentos e dúvidas com você.

Bruno GM: Ok, ótimo. Então concluindo, na minha modesta opinião o Laércio Fonseca tá viajando na maionese... ele tá é sofismando, devaneando... fantasiando... entendendo tudo errado, e sendo bastante desonesto (ou burro mesmo).

Pegou carona nessa estória de profecia da Data Limite e tá surfando nela... não merece credibilidade.

Eu concordo com Saramago:
“Estamos afundados na merda do mundo e não se pode ser otimista. O otimista, ou é estúpido, ou insensível ou milionário”.
[José Saramago - (Nobel de Literatura de 1998) - Frase dita em dezembro de 2008, durante apresentação em Madri de ‘As pequenas memórias’, obra em que recorda sua triste infância entre os 5 há 14 anos].


José Saramago, ganhador do Prêmio Nobel de Literatura era forte critico contra as religiões, se concentrando naturalmente no cristianismo, afinal ele é português

Leitora: Sobre essas almas brilhantes que se destacam, parte delas são as que driblam as emoções negativas? Pessoas que buscam eliminar esse tipo de sentimento? Como os monges por exemplo... Pessoas que vivem reclusos da sociedade para viver de meditação, boa alimentação, em meio a natureza?

Bruno GM: Se tivesse participado do “Salto” já saberia todas essas respostas. Mas vamos lá.
Falando bem resumidamente... existe um acordo de “paz armada” entre duas superpotências do universo local, é uma situação parecida com a Guerra Fria, (como houve na Terra), duas superpotências que não tem interesse em se confrontarem diretamente pois senão irão se auto aniquilar. Então eles fazem acordos de paz armada, e mútuas concessões. Eu chamo (apelidei) de o Grande Império da Escravidão e do outro lado está a Grande Liga das Galáxias.

As pessoas aqui da Terra geralmente são almas da Grande Liga capturadas em Guerras contra o império, e trazidas para cá pois aqui é um presídio de segurança máxima do império da Escravidão.

Existe então um acordo para que o império da escravidão libere algumas almas mais “brilhantes”, e em troca eles recebem também benefícios, tipo serem deixados em paz para fazer todos os experimentos que eles queiram em territórios já invadidos e com os seres já capturados.

Para se destacar como “almas brilhantes” é preciso dar ouvidos e seguir a SupraConsciência, que é o Deus Interior. Que é basicamente o que o Budismo ensina não é verdade? (mais detalhes sobre isso no Livro, e em seminários o “Salto”).  

Leitora: Mas se os escravizadores liberam alguns, então eles possuem compaixão? Se importam com algumas almas? Ou estas apenas não lhes servem por não gerar matéria prima? (Foi a única coisa que pensei para justificar).

Bruno GM: Sim, os escravistas tem compaixão sim... não são de todo maus. Na verdade eles/elas são cientistas em busca de respostas para os mistérios da criação. E para desvendar muitos desses mistérios é preciso realizar experimentos cruéis, porém necessários. Sem esses experimentos não há como ter avanço científico e nem obter respostas para os mistérios do universo, desvendando os enigmas eternos.

Leitora: Se a maioria de nós somos almas inocentes, por que somos tão sanguinolentos?

Bruno GM: O instinto selvagem de violência não tem a ver tanto com as almas, mas sim com o corpo de carne e osso. A raça de humanos da Terra são híbridos felinos, (de grandes felinos) tais como Leões e Tigres. E o comportamento desses animais, como sabe muito bem, é EXTREMAMENTE VIOLENTA, mesmo os gatos domésticos são violentos, matam passarinhos, ratos e também pequenos animais. E a raça humana da Terra tem uma porcentagem de DNA felino. E é desse percentual animal que vem toda a violência que se manifesta.

Um alma avançada (brilhante) deverá ser capaz de domar esse “monstro interior”, de refrear seus mais obscuros instintos animais em nome da compaixão, compreensão e puro amor fraternal.

Aqueles que não cultivam a bondade, fatalmente se entregam ao seu lado animal, e com isso vão cometer grandes atrocidades. O melhor jeito de domar o “monstro interior” é despertar e cultivar a comunicação com o Eu Superior que é o Deus que somos.
    
Leitora: E por que nossos vizinhos teriam medo de nós?

Bruno GM:  Por motivos óbvios... na década de 60 tinha acontecido a segunda guerra mundial fazia apenas 20 anos! O mundo todo tinha se metido numa guerra generalizada onde todos se mataram mutuamente. 

Atrocidades sem fim foram cometidas, estupros em massa, experimentos macabros em massa, torturas em massa, um sem fim das piores atrocidades possíveis ou imagináveis, um oceano de sangue foi derramado (como Jung previu). Cerca de 100 milhões de pessoas mortas, e a guerra terminou com a detonação de duas bombas atômicas sobre cidades cheias de civis.

Perante esse recente histórico é obvio que essas civilizações do nosso entorno ficariam preocupados vendo esses “monstros assassinos” se espalhando pelo sistema solar. Então se não se pudesse mudá-los, teriam de no mínimo serem contidos/detidos.

É interesse do império da escravidão que a raça humana da Terra se torne mais “dócil”? Sim, pois de qualquer modo eles/elas precisam super lotar o planeta para produzir a matéria prima em massa, as emoções negativas. 

E mesmo sem guerras as pessoas produzem a energia negativa, veja como o Trump e Bolsonaro dividem e causam conflitos entre as pessoas. Não ocorre guerras, mas as emoções de ira, ódio, tristeza, etc... é ativado da mesma forma, como se de fato estivesse ocorrendo uma verdadeira guerra civil.

É as emoções ruins que realmente interessa aos escravizadores, não o conflito literal em si. Não precisa de fato matar para gerar a energia negativa, só o desejo de matar é suficiente.

Primeira Guerra Mundial (28 de jul de 1914 - 11 de nov de 1918) mais de 20 milhões de mortos, cerca de 10 milhões de feridos

Segunda Guerra Mundial (01 de set de 1939 - 02 de set de 1945) mais de 100 milhões de mortos, cerca de 30 milhões de feridos

Fim dos Tempos? O Juízo Final? Apocalipse??

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Data Limite Segundo Chico Xavier, Teorias New Age, 50 anos do Homem na Lua, Nova Era, Apocalipse, Fim do Mundo, Fim dos Tempos, Profecias do Fim do Mundo, Laércio Fonseca,

sábado, 27 de julho de 2019

Terra Bola de Neve - Super Extinção em Massa - 650 milhões de anos Atrás a Terra ficou Congelada por 25 milhões de anos

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]


Terra Bola de Neve - Super Extinção em Massa:

A Terra ficou 100% congelada por mais de 25 milhões de anos, toda a vida foi extinta, e depois reinserida no Planeta por panspermia direta

Esse documentário é de ideologia Darwinista, (a Teoria furada da evolução), por isso os idolatras de Darwin tentam explicar esse fenômeno (do total congelamento da Terra) tentando defender a teoria evolutiva. Mas é obvio que não conseguem.

A cerca de 650 milhões de anos atrás a Terra ficou completamente congelada, e isso perdurou por 25 milhões de anos. O motivo foi porque só havia Cianobactérias como formas de vida, e essas bactérias calcificaram o pouco dióxido de carbono que havia. Assim iniciou uma “Era do Gelo Eterna”.

Outra razão (não citada no DOC) para o super congelamento foi a muito pouca atividade vulcânica nessa época, o que causa IMENSO ESTRANHAMENTO! Tanto que os evolucionistas nem cita essa questão como uma das causadoras da Era do Gelo Eterna.

Afinal não faz qualquer sentido, pois segundo a Teoria dos Ateus/Materialistas tudo é produto do mero acaso, e “por acaso” a Terra ainda se encontra quente, com o interior ainda em atividade, basicamente moramos numa bola de rocha incandescente com uma fina casca endurecida e o interior todo em lava.

Mas isso depois de 4 Bilhões e 500 milhões de anos... já era para ter congelado né? E parece que congelou mesmo, isso há mais de 650 milhões de anos atrás. A atividade vulcânica era escassa... e por isso não foi produzido mais dióxido de carbono pelos Vulcões.

A Terra toda congela e fica coberta por quilômetros de gelo! Por mais de 25 milhões de anos! A pouca vida que havia morre...

Ai... por um grande 'milagre' simplesmente a atividade vulcânica volta, como se fosse mágica! Sim!! Estava sem atividade vulcânica por milhões de anos, muito provavelmente porque o núcleo da Terra ficou mais frio, e essa atividade simplesmente volta com carga total, tanto que surgiu vários super vulcões que então aqueceram a Terra, e a mantém aquecida até hoje.

Sendo que devemos pensar num problema aqui... quando há uma grande erupção vulcânica, o que se segue é um inverno rigoroso certo? Pois até as cinzas se assentarem as partículas de vidro refletem o Sol e por isso a Terra esfria... então? Por que maior vulcanismo fez a Terra descongelar? Ela descongela inicialmente, mas depois deveria se seguir MAIS CONGELAMENTO. Certo? (veja mais abaixo sobre o caso dos vulcões). 

Descongelou de forma miraculosa, por um milagre os vulcões passaram a voltar a ativa, e logo em seguida explode a vida em todos os reinos animais, vegetais e marinhos... só “acidentes aleatórios”? Ou na verdade foi Design inteligente?

Bem... eu acho que não é tão simples, o núcleo da Terra de alguma forma foi aquecido e isso sim fez o gelo derreter. Passou a ter mais atividade vulcânica? Naturalmente, mas isso não foi o processo principal. O núcleo mais ativo, resulta em maior vulcanismo.

Mas e a vida? Como que sobreviveu? A hipótese dos macacos pelados é dizer que ela sobreviveu dentro de cavernas congeladas, e pasmem... foi a Terra descongelar que aconteceu miraculosamente (por mágica) a chamada Explosão do Cambriano que foi o surgimento abrupto de todas as formas de vidas, em toda a sua complexidade. Vida mais complexa do que a que existe atualmente!  

Então as cianobactérias do nada, (do dia para a noite) evoluíram espantosamente e se transformaram em seres multicelulares, animais, plantas, pássaros, animais marinhos e terrestres, etc... mas elas tinham vivido na Terra por pelo menos 3 bilhões de anos e nada tinha acontecido, foi descongelar e 'abra-cada-bra' viraram seres multicelulares! A hipótese é que por mágica criou-se oxigênio, e só por causa da maior quantidade de oxigênio as cianobactérias viraram tubarões... tudo claro pela “mágica da evolução”... (é rir para não chorar!).

É caso de perguntar a esses 'cientistas': Quer dizer que basta mais oxigênio e as cianobactérias 'explode de evoluir'? Então por que temos ainda cianobactérias? Por que essas cianobactérias não viraram pássaros, elefantes e macacos? Continuam cianobactérias mesmo com essas quantidade de oxigênio que temos atualmente? Era para uma cianobactéria ser colocada num laboratório e depois de alguns dias virar um cachorro não é mesmo? Mas isso não acontece, por que será...

Será que não está obvio que o cenário demonstra claramente que a Terra foi modificada artificialmente? Que alguma supercivilização extraterrestre agiu para descongelar a Terra reativando o núcleo e mantendo a Terra incandescente de novo? 

O processo natural agiu e a Terra congelou... veio os Aliens e de alguma forma ativaram o centro da Terra novamente, e o mantém regulado até hoje, ajustando para “mais” ou para “menos” a atividade segundo a necessidade.

Feito o descongelamento da Terra, vieram aqui e passaram a usá-la como laboratório de experimentações genéticas para formas de vida com base carbono. Por isso ocorreu o evento da Explosão do Cambriano.

Difícil de entender? Acho que não né?

Mas como a Teoria da Evolução não passa de uma religião, então os idolatras precisam criar as mais mirabolantes hipóteses naturalistas, baseadas em pura fantasia para não terem de admitir que sua religião está provada falsa.

Triste ciência... que está ainda sob o jugo e domínio desses fanáticos religiosos que não permite maiores avanços, pois estão mais preocupados em manter a crença deles de pé do que descobrir a verdade obvia e simples. A verdade sempre negada...

Nessa Reportagem mais Recente é citado as muitas Eras de Gelo da Terra, onde a pior foi a “Terra Bola de Neve” há cerca de 650 milhões de anos atrás. Mas notem as controvérsias entre os cientistas:

(Matéria de Capa | Segredos da Terra | 17/02/2019)

A Terra é um planeta artificial, construído para ser um laboratório de experimentação genética da forma de vida base carbono, foi ajustada finamente para poder sustentar esse tipo de vida extremamente frágil

A erupção vulcânica que poderá esfriar o planeta:
 Em 26.nov.2017 – O vulcão Mount Agung é visto expelindo fumaça e cinza em Bali, Indonésia. Mais de 30.000 habitantes da ilha turística de Karangasem abandonaram suas casas por medo da erupção, segundo as autoridades indonésias. As nuvens de cinza alcançaram até 4.000 metros de altura, provocando alerta máxima para aviação. A última erupção do Agung aconteceu em 1963.

As erupções vulcânicas podem espalhar milhões de toneladas de gases e partículas na atmosfera, de tal forma que são capazes de reduzir temporariamente a temperatura planetária. Atualmente, cientistas do mundo inteiro estão em alerta por causa do vulcão indonésio Agung, em Bali, que está em fase crítica de atividade.

De acordo com a publicação realizada pelo meteorólogo da NASA Chris Colose, em sua conta do Twitter, “para ter um impacto climático significativo, deve haver uma erupção suficientemente explosiva, capaz de acumular material na estratosfera, e uma erupção rica em enxofre (o dióxido de enxofre se transforma em aerossol de sulfato, que é o que importa em termos de radiação solar)”.

No caso de ambas as condições ocorrerem durante a erupção do vulcão Agung, a troposfera poderia então esfriar e a estratosfera esquentar. De qualquer modo, ambos os fenômenos teriam uma duração limitada. As erupções vulcânicas liberam dióxido de carbono, que absorve o calor, além de partículas de cinzas e gases que funcionam como uma camada refratária da luz solar.

Ainda é impossível prever se a provável erupção do vulcão Agung expulsará quantidades suficientes de gás e cinzas para ter um impacto considerável na temperatura do planeta, embora haja registros do ocorrido na erupção de 1963, quando as temperaturas foram reduzidas de 0,1 a 0,2 graus Celsius por um ano.

Vulcões podem ajudar no resfriamento da Terra:
(Henry Fountain, do The New York Times)
Vulcão indonésio Agung, em Bali, erupção poderá esfriar o planeta Terra 

Anos atrás, o vulcão filipino Pinatubo entrou em erupção em grande estilo: expeliu mais de 4 km3 de rochas e cinzas e 20 milhões de toneladas de dióxido de enxofre na atmosfera. O gás se espalhou pelo mundo e se combinou com vapor d’água, formando aerossóis, gotículas que refletem um pouco da luz solar para longe da Terra. Como resultado, a média da temperatura global diminuiu cerca de 1ºF durante vários anos.

Erupções vulcânicas poderosas como essa, em 1991, são uma das maiores influências naturais sobre o clima. Por isso, pesquisadores da Nasa e outros cientistas estão planejando um programa de resposta rápida para estudar o próximo evento.

Mas o impacto climático de uma erupção das dimensões da do Pinatubo pode também ser naturalmente comparado à ideia já existente à margem da ciência há anos: a geoengenharia, ou a intervenção deliberada na atmosfera para resfriar o planeta.

Uma dessas abordagens usaria jatos a grandes altitudes para pulverizar produtos químicos similares na estratosfera; então, com o estudo da próxima grande erupção vulcânica, os cientistas conseguiriam mais informações sobre como esse esquema, conhecido como gestão de radiação solar, ou SRM na sigla em inglês, poderia funcionar.

“Isso é importante caso a ideia seja trabalhar com a geoengenharia, mas, mesmo que ela não existisse, ainda assim é vital entender como os vulcões afetam o clima”, disse Alan Robock, pesquisador da Universidade Rutgers que desenvolve modelos dos efeitos de erupções e que esteve envolvido nas discussões sobre o projeto de resposta rápida.

Estudando os efeitos naturais de uma grande erupção, cientistas podem aprender como nós podemos esfriar deliberadamente o planeta no futuro. Essa iniciativa envolveria balões voando a grande altitude, além de outros métodos, para coletar dados sobre uma erupção no momento em que ela se inicia, e durante vários anos após sua ocorrência.

A ideia ganhou certa urgência de algumas semanas para cá, desde que o Monte Agung, um vulcão em Bali, começou sua erupção, no final de novembro. A última ocorreu em 1963, e se a atual tiver a mesma fúria, poderá lançar uma quantidade suficiente de dióxido de enxofre na atmosfera para causar um efeito de resfriamento mensurável. Uma erupção enorme pode também danificar temporariamente a camada de ozônio, algo que os cientistas também estudariam.

O poder relativo de uma erupção é classificado em um “índice de explosividade”, uma escala de 0-8 que depende do volume de cinzas e gases liberados, e qual a altitude que atingem – 30 mil metros ou mais em alguns casos. A erupção do Agung de 1963 chegou ao nível 5 da escala, assim como a do Pinatubo em 1991.

Mas o índice não necessariamente está relacionado ao impacto sobre o clima: a erupção do Monte Santa Helena, em Washington, em 1980, teve uma explosividade semelhante, mas gerou pouca refrigeração porque a maior parte das cinzas e do gás foi expulsa horizontal, e não para verticalmente.


Pesquisadores da NASA estão trabalhando no plano para monitorar um evento semelhante ao do Pinatubo – “a escala da erupção que levaria à diminuição do ozônio e a um grande resfriamento da superfície”, disse Paul A. Newman, cientista da agência que está ajudando a desenvolver o planejamento.

Medir a quantidade de dióxido de enxofre nas primeiras semanas, antes que o gás se combine com vapor d’água gerando os aerossóis reflexivos, é particularmente interessante. Seria importante também monitorar os aerossóis ao longo do tempo, para ver a que tamanho chegariam e como acabariam por fim se rompendo. Os aerossóis maiores sairiam da atmosfera mais cedo, diminuindo o impacto do resfriamento.

Alguns satélites ambientais podem monitorar as erupções vulcânicas, mas o balão seria um componente importante de qualquer programa de resposta rápida, já que têm um custo relativamente baixo e podem ser lançados de vários locais. Seria importante fazê-los voar perto da mesma latitude que o vulcão em erupção, porque a nuvem de gás tende a se espalhar primeiramente no sentido leste-oeste.

Em longo prazo, um programa de monitoramento robusto precisaria de aeronaves da NASA e outras agências, de acordo com Jack Kaye, diretor adjunto de pesquisa na divisão de Ciências da Terra da agência, ou seja, provavelmente envolveria aquelas que estão sendo utilizadas em outros projetos de pesquisa. “Pode significar o remanejamento dos planos de algumas pessoas”.

A maioria dos aviões não voa alto o suficiente para alcançar a parte da atmosfera onde os aerossóis se formam, embora possam ser equipados com sensores para fazer as medições por baixo. “Seria um redirecionamento enorme de recursos, e só aconteceria se algo realmente grande pudesse ser observado”, disse Newman.

As autoridades da Nasa menosprezam os benefícios de um projeto de estudo de vulcões da geoengenharia. Esse ramo da ciência não tem uma imagem muito boa em grande parte da comunidade científica, pois é visto como uma medida arriscada utilizada como último recurso para resolver problemas climáticos, que seriam mais bem tratados com a redução das emissões de gases de efeito estufa. O debate sobre conceitos de geoengenharia é considerado um tabu para muitos cientistas.

“Do meu ponto de vista, a grande questão na verdade é o impacto dos vulcões, não a SRM propriamente dita”, disse Newman.

Super Vulcão Agung, indonésia ilha de Bali

Nos últimos anos, porém, alguns cientistas e decisores políticos começaram a discutir uma pesquisa direta limitada de conceitos de geoengenharia para melhor entender seu potencial, além de seus riscos, para que estejamos mais bem preparados caso o aquecimento global chegue ao ponto onde uma ação de emergência seja considerada necessária.

Alguns cientistas propuseram experiências ao ar livre, em pequena escala, para estudar aspectos da gestão de radiação solar e, no mês passado, a União Geofísica Americana, uma das maiores sociedades científicas dos EUA, endossou a ideia de pesquisar o que chama de “intervenção climática”.

Os cientistas não podem prever com precisão quando um vulcão vai explodir. Mesmo que o Monte Agung esteja sendo monitorado de perto desde que voltou a dar sinais de vida, eles não podem dizer ao certo quando ― ou se ― vai entrar em erupção.

E mesmo que isso aconteça em breve, não há nenhuma garantia de que teria o poder de enviar quantidades significativas de gás e cinzas a uma altura suficiente para que o monitoramento valesse a pena. Na verdade, alguns vulcanologistas sugerem que, porque o Agung teve uma erupção poderosa há apenas meio século, qualquer erupção agora pode não ser grande o suficiente.

Da mesma forma, não se espera que a atual erupção do Vulcão Mayon, nas Filipinas, tenha algum impacto climático.

Mas Robock afirmou que, mais cedo ou mais tarde, algum grande vulcão acabará tendo uma erupção do mesmo nível da do Pinatubo em 1991. “Provavelmente será algo sem precedentes”, disse ele. Vulcões assustam e criam belas imagens pelo mundo.


Localização do Vulcão Agung, na ilha de Bali Indonésia:

No Google Mapa AQUI 

Fonte: The New York Times/UOL Notícias > Ciência e Saúde

Terra Bola de Neve (Snowball Earth) Planeta Congelado








Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Terra Bola de Neve, Super Extinção em Massa, 650 milhões, Terra ficou Congelada, Extinção em Massa, era do gelo, Cianobactéria, prehistoric disasters, Snowball Earth,  

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. (Bruno Guerreiro de Moraes)