domingo, 25 de junho de 2017

O Ataque do Super Vírus WannaCry (o maior da história) se trata de um Viral para propagandear o Bitcoin, e assim valorizar muito a Moeda

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Bitcoin (moeda virtual) criada por Japoneses em 2008 (lançada no inicio de 2009) como resposta a grande crise bancaria de 2008 (quebra do mercado de imóveis dos EUA), tem a pretensão de derrubar todas as moedas de ‘curso forçado’ do Mundo. Até o momento tudo está ocorrendo como o planejado...

Super Ataque Hacker com o Vírus WannaCry foi Viral para promover as Moedas Virtuais, onde a mais famosa é o Bitcoin. Golpe de Publicidade Global

Depois de um pouco mais de um mês do ataque em massa do Super vírus de computador o WannaCry (aconteceu no dia 12 do 05 de 2017, escrevo isso em 23 do 06 de 2017) já está mais do que claro que tal ataque se trata de um Viral. Esse ataque (o maior da história) se trata de um Viral para propagandear o Bitcoin, e assim valorizar muito a moeda, não só ela como todas as Criptomoedas (Moedas Digitais). Seja quem for o Grupo que perpetrou o ataque Hacker eles tiveram muito sucesso, o Bitcoin triplicou de preço em apenas 1 mês, e continua a valorizar, sem sinais que vá abaixar. Todas as Criptomoedas estão indo junto com ele, com o mesmo nível de valorização. (o Bitcoin estava em torno de $ 1.000,00 mil dólares antes do ataque, hoje enquanto escrevo isso está em uma média de $ 2.697,1 chegando a picos de 3 mil dólares, e subindo...) Isso por que o grande público agora descobriu as moedas digitais graças a imensa cobertura da mídia sobre o WannaCry que pedia resgate em Bitcoins para liberar os PCs sequestrados, e assim milhares e até milhões de pessoas novas ficaram sabendo do negócio, passando a investir, minerar, etc... esse golpe de publicidade então foi um sucesso retumbante.

O Bitcoin não é a única criptomoeda, mas é a mais antiga e conhecida. As moedas virtuais tem um plano ousado que é bem ganancioso, eles simplesmente querem substituir todas as moedas do planeta por criptomoedas. Se trata de uma revolução que só começou a ser levado a sério agora, por conta do super ataque hacker, e com CERTEZA outros ataques semelhantes (ou pior) virão, agora o mundo está vendo o nascimento de mais uma frente de batalha, mais uma célula de instabilidades e revoluções que deverão resultar num mundo bem diferente do que as elites globais tem idealizado até o momento.

- “Tem muita gente que pensa que 'não é possível'. Isso é uma coisa boa. Nós não precisamos nos preocupar com essas pessoas, porque como elas pensam 'não ser possível' elas não vão nos levar a sério, e não vão tentar nos impedir até que já seja tarde demais...”. [Peter Thiel, criador do Paypal, fala sobre Bitcoins[Clique Aqui]

(Clique na imagem para vê-la ampliada)
Vejam o Gráfico, o Bitcoin seguiu sempre com valorização fraca no fim de 2016 valendo “” uns 600 dólares, depois seguiu assim tímido, dando picos e depois voltando, mas em 2017 ele estourou, e vejam que depois do ataque em 12 de Maio de 2017 o estouro dele foi sem precedentes, e continua assim, ele não baixou e segue se valorizando como nunca aconteceu desde que foi criado, veja esse gráfico ao vivo [Clique Aqui]

Banking of Bitcoin (Banco ou Bitcoin?) - Legendado para o Português PT BR - Criptomoedas - Revolução da Economia:

Uma revolução que deverá ser tão grande quanto a revolução iluminista, tão grande como a revolução industrial, tão grande quanto o advento da internet... parece exagero? Então é melhor você começar a se inteirar melhor do assunto, antes que fique para trás. A Globalização com o advento das criptomoedas ganha um forte e poderoso impulso, o Bitcoin (assim como as outras moedas) são o autêntico dinheiro global, aceito em todos os países, por todas as culturas, e nisso ensaia um verdadeiro e autêntico mundo unificado, um governo mundial, com uma só moeda, com um só governo, um só exército, toda a sociedade nivela por cima e não com todos esses desníveis como atualmente verificamos, os chineses especialmente estão adotando as moedas digitais com entusiasmo. Esse golpe de publicidade foi um sucesso, e outros virão, e isso demostra como as moedas virtuais são importantes e como, cada vez mais, ganharão mais e mais importância, advindo então uma mudança de paradigma, quem tiver intuição e verdadeira vidência dará a importância devida ao que ocorre agora. Esses são os primeiros passos equivalente aos primeiros anos da revolução industrial, quem aproveitar esse ‘Boom’ vai se dar muito bem, quem não aproveitar terá o resto da eternidade para se lamentar. Fica a dica...

Dinheiro depositado nas contas indicadas pelos Hackers até agora não foi transferido/gastado isso é clara indicação que o motivo do ataque não era roubar, mas sim promover o Bitcoin para esse valorizar e assim os investidores lucrarem milhões e até bilhões. O Golpe de Publicidade foi um imenso SUCESSO!

[Minha história com o Bitcoin - por Fernando Ulrich]
(Mestre em Economia, com experiência em mercados financeiro e imobiliário. É conselheiro do Instituto Mises Brasil, estudioso de teoria monetária e entusiasta de moedas digitais. É autor do livro “Bitcoin - a moeda na era digital”).


O pequeno investidor, Daniel, fala no dia 12 de Maio de 2017 sobre o ataque hacker
Ele mal suspeitou no dia que se tratava de um viral (golpe de publicidade)
[Ataque hacker btc envolvido no meio - por Daniel DOS BTC]

Nota: Vejam que ele fala em 5:00 de duração do vídeo que ele achava “difícil o Bitcoin voltar a mil dólares”, depois de um mês tá batendo 3 mil dólares! [Clique Aqui]

Reportagens:

WannaCry foi um esquema para valorizar a Moeda Bitcoin?, [Fonte Aqui]


Super Ataque Hacker foi o maior da história, milhares de PC pelo mundo todo, em todos os continentes, foram afetados, foi notícia em todo o planeta, alta do Bitcoin está exponencial desde então...

Como se costuma dizer, há coincidências que fazem todo o sentido e esta é uma delas. Desde que o ransomware WannaCry foi conhecido, a valorização da moeda digital Bitcoin não parou de crescer tendo atingido valores históricos que ultrapassam, por exemplo, o valor do ouro. Será que o objetivo do WannaCry, o primeiro ransomware com worm incluído, não era um ataque propriamente dito mas sim a valorização da criptomoeda Bitcoin? Se sim, então a missão foi cumprida! A moeda virtual Bitcoin veio abrir novas portas à transação e investimento de dinheiro. Lançada para o mundo em 2009, como invenção de um guru de informática misterioso, que se remeteu ao seu pseudónimo Satoshi Nakamoto, esta moeda surge por meio de uma fórmula matemática bastante complexa. Recentemente, segundo o site Coinbase, a bitcoin chegou aos $2,766.56, tendo a sua subida significativa começado após o ataque massivo do Ransomware WannaCry. Para Joseph Cars, investigador da Digital Forensics, esta subida repentina deve-se essencialmente ao ransomware, tendo esse o seu principal objetivo, ele afirmou: “O WannaCry, foi um truque de mão, uma enganação. O ransomware era apenas um mecanismo para obter um grande número de pessoas para abrir uma carteira Bitcoin - e que, por si só, elevaria o valor da Bitcoin”.

Depois este não foi um ataque de ransomware tradicional, uma vez que foi direcionado a empresas, especialmente na área das comunicações justamente para fazer estardalhaço na mídia. De acordo com várias fontes que contatamos, os estragos do WannaCry não foram assim tão significativos, em escala mundial, e até o retorno financeiro para os hackers foi reduzido (na ordem dos US$ 100 mil até o momento). Neste momento ainda não se sabe qual a origem do WannaCry e há quem diga inclusive que nunca se saberemos... Juntando as peças que existem até ao momento, percebe-se que o ataque de “engenharia social” lançado pelos atacantes à escala mundial funcionou com perfeição! O WannaCry teve impacto, fez ruído, mas parece que tudo não passa de um imenso golpe publicitário para o Bitcoin, e agora fica a expectativa do que poderá estar a ser preparado para os próximos ataques. Relativamente a moeda Bitcoin os números não mentem e de facto a valorização da moeda Bitcoin é uma evidência clara.

Só existe Bitcoin? Conheça outras moedas digitais que tentam ganhar espaço após ciberataques, [Fonte Aqui]

Existe outras criptomoedas (moedas digitais) como por exemplo o Litecoin, Monero, Ethereum, Dash, Z-Cash, Ripple, Doge, etc...

O Bitcoin tem sido o meio de pagamento preferido de hackers que desenvolveram o vírus WannaCry, ataque que atingiu mais de 300 mil computadores no mundo na semana passada, mas as moedas digitais que oferecem mais anonimato estão ameaçando superá-la. Uma das principais razões para o domínio do Bitcoin no submundo online, dizem especialistas em crimes digitais, é o valor total das bitcoins em circulação, mais que o dobro da mais próxima rival entre centenas de concorrentes. Isso facilita para as vítimas pagarem os resgates exigidos, e o saque dos valores pelos hackers via trocas online para gastar o dinheiro no mundo físico. No ataque WannaCry, os endereços de três carteiras anônimas bitcoin foram dadas às vítimas, com demanda de resgate de US$ 300 em bitcoins com a promessa de que as máquinas afetadas seriam liberadas, promessa que nenhuma evidência mostrou que foi cumprida. Mas uma vez que a bitcoin funciona através da tecnologia blockchain, com registro compartilhado de todas as transações feitas, os pagamentos podem ser rastreados se os usuários não têm a sofisticação para tomar medidas adicionais para se protegerem usando ferramentas de anonimato. Os endereços de bitcoin são anônimos, mas os usuários podem ser rastreados através de endereços IP ou analisando fluxos de dinheiro. Se usuários de bitcoin quiserem ficar totalmente anônimos, eles têm que passar por uma série de passos adicionais complexos para se certificarem de que não serão pegos. Ainda não está claro qual nível de sofisticação dos hackers responsáveis pelo WannaCry uma vez que ainda nenhum valor foi movido para fora das três carteiras de Bitcoin ligadas ao vírus. As carteiras receberam mais de US$ 80 mil em bitcoins até agora.

Outras Criptomoedas:

Mais simples, talvez, seria os hackers terem usado moedas digitais de próxima geração que têm o anonimato como preocupação desde o início de seu desenvolvimento, como Monero, Ethereum, Dash e Z-Cash, etc... E, de fato, especialistas afirmaram no final da terça-feira que um vírus de computador que explora a mesma vulnerabilidade aproveitada pelo WannaCry, foi usado em infecções de mais de 200 mil computadores, que passaram a ser utilizados para mineração de Monero. Mas com um valor total de cerca de US$ 425 milhões, um pouco mais que 1 por cento do total de bitcoins, converter Moneros em moeda que pode ser gasta pode não ser tão simples. É por isso que o ataque que utilizou a Monero não exigiu resgate das máquinas infectadas, optando por usar os recursos computacionais delas para criar novas Moneros. Se a Monero for mais adotada e ser tão grande e líquida (quanto a Bitcoin), isso significa que o crime vai parar de usar computadores para minerar e vai ingressar em extorsão, disse o presidente-executivo da Chainalysis, Jonathan Levin.

Pesquisador impede acidentalmente a propagação de WannaCry, mas diz que é temporário, [Fonte Aqui]

Ataque massivo se trata de Golpe de Publicidade, milhares de pessoas estão lucrando com isso no mundo todo, principalmente os chineses 

Desde ontem, o mundo tem sofrido com uma onda de ataques de um ransomware conhecido como WannaCry ou WannaCrypt. No entanto, houve uma queda drástica neste sábado (13/05/2017) graças a uma ação acidental. O pesquisador inglês de cibersegurança responsável pelo site MalwareTech (e que prefere ser identificado por este nome) conseguiu impedir que o programa malicioso se espalhasse mais ao, acidentalmente, ativar um “botão de desligamento” do vírus. Em entrevista para o The Guardian, ele revelou que conseguiu isso por acaso ao comprar um domínio específico na internet por US$ 10,69 (cerca de R$ 33 reais). Na hora, ele fez isso como uma das formas de acompanhar a movimentação do WannaCry pelo mundo. Disse ele: “Eu estava almoçando com um amigo e voltei por volta das 15h e vi um fluxo de notícias sobre o NHS e várias organizações sendo afetadas. Eu pesquisei um pouco e então achei uma amostra do malware por trás disso e vi que estava se conectando a um domínio específico, que não estava registrado. Então eu o comprei sem saber o que isso fez na hora” - Segundo ele, o malware tenta se conectar a um domínio específico sem registro. No entanto, ele estava programado para parar de se espalhar caso identificasse um registro do domínio. Ele acredita que este fator existia como uma medida para manter o WannaCry sob controle.

Apesar do sucesso acidental, MalwareTech afirma que o problema ainda não acabou, avisando para que as pessoas atualizem seus Windows. Isso ainda não acabou. Os atacantes vão perceber como paramos isso, mudarão o código e começarão de novo. Ative a atualização do Windows e reinicie. O site MalwareTech atualmente está com uma página especial mostrando um gráfico com os ataques relacionados ao WannaCry. Também é possível acompanhar em tempo real um mapa com os ataques do ransomware em tempo real. Ataques do WannaCry já se espalharam para mais de 70 países. O WannaCry é um tipo ransomware, ou seja, um software malicioso que se infiltra nas máquinas e criptografa todos os arquivos do computador, pedindo um valor para devolvê-los. Entre os países afetados está o Brasil, ele atacou redes da Telefônica, além de levar ao desligamento dos servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo. Os sequestradores pedem US$300 em Bitcoins para cada computador infectado, que já somam mais de 70 mil máquinas ao redor do mundo. O vírus se aproveita de uma vulnerabilidade de diferentes versões do Windows que permite executar um código remotamente através do protocolo de compartilhamento de arquivos. A falha foi corrigida para todos que fizeram a atualização do sistema em março desse ano e a Microsoft até mesmo lançou uma atualização para o Windows XP, que também foi afetado.

Por que nos ciberataques o resgate é pedido em Bitcoins? É uma moeda difícil de rastrear. Mas peritos alertam: Bitcoin não é culpado nem protege crime. [Fonte Aqui]
Bitcoin moeda virtual criada por Japoneses em 2008 (lançada em 2009) como resposta a grande crise bancaria de 2008 (quebra do mercado de imóveis dos EUA), tem a pretensão de derrubar todas as moedas de ‘curso forçado’ do Mundo.

Esses ataques vêm sendo feitos desde o final dos anos 80, com a entrada em cena do PC Cyborg Trojan. A partir daí, há hackers que tentam bloquear os sistemas através de um arquivo infestado e, posteriormente, extorquir a empresa em troca da descodificação, explica Santiago Márquez Solís, consultor tecnológico especializado em blockchain e autor de livros como Bitcoin, Guía Completa de la Moneda del Futuro (bitcoin, guia completo da moeda do futuro). O ataque desta sexta-feira, com ransomware - um programa maligno que restringe o acesso a determinadas partes ou arquivos do sistema infectado e pede em troca um resgate (ransom, em inglês), trouxe novidades perigosas: permaneceu um tempo latente até ser ativado e foi capaz de infectar computadores da rede. Em troca da descriptografia, pediram bitcoins.

Por que bitcoins? Esta é uma criptomoeda digital, pseudoanônima e muito segura, explica Álex Preukshcat, consultor Blockchain, especialista em modelos de negócio digitais de cibersegurança e coautor de Bitcoincomic.org e de Blockchain: la Revolución Industrial de Internet (Blockchain: a revolução industrial da Internet). “Existem meios de retraçar (rastrear), mas também há formas de dificultar sua localização”. O fato de querer cobrar os resgates em bitcoin é um facilitador para o crime cibernético? Há algumas vozes que garantem que sim e que isso possibilitou um boom desde 2016. Tanto Preukschat como Márquez, porém, questionam isso com contundência: “O bitcoin não é algo que se destine a sistemas criminais. É uma ferramenta que pode ser usada por redes criminosas como a que operou nesta sexta-feira”, explica Preukschat, Márquez Solís afirma que o fato de que tenham sido usados bitcoins “é completamente curioso” e observa que haveria criptomoedas melhores para o pedido de resgate, como a Monero, que permite um anonimato completo. “Ou até mesmo dólares, uma moeda usada por redes criminosas e do narcotráfico em todo o mundo sem que ninguém suspeite de sua conveniência”.

Gêmeos Winklevoss (que ajudaram a criar o Facebook) entraram no negócio de Criptomoedas com tudo!

Os Gêmeos Winklevoss aqueles que brigaram com o fundador do Facebook dizendo que foram eles os criadores verdadeiros da rede social, e que o Zuckerberg tinha roubado a ideia deles, esses caras estão mergulhados no negócio de Bitcoin: 

ETF Bitcoin dos gêmeos Winklevoss pode elevar o preço do Bitcoin a US$ 1.600,00 (hoje dia 23 do 06 de 2017 está em cerca de 3 mil dólares).


Artigo: Os gêmeos Tyler e Cameron Winklevoss afirmam que o Bitcoin será maior que o Facebook. Em entrevista ao jornal The Guardian, os irmãos que são conhecidos por ganharem um processo de US$ 65 milhões contra Mark Zuckerberg, ao afirmar que ele roubou a ideia do Facebook deles, dizem que a moeda virtual tem “potencialmente mais impacto” que a rede social – atualmente com um valor de US$ 151 bilhões no mercado. Os irmãos gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss ainda preveem que este ano o mercado financeiro de Wall Street deve entrar no mercado dos Bitcoins.

“Bitcoin tem potencialmente mais impacto, pois uma pessoa que pode doar cinquenta centavos para outro indivíduo do outro lado do mundo tem mais impacto que uma pessoa que compartilha uma foto”, explica Tyler Winklevoss. Ainda na visão dos gêmeos a principal característica da moeda virtual é a descentralização, com os pagamentos sem serem interceptados por instituições financeiras e os países em desenvolvimento com a mesma fatia nos mercados globais. Eles ainda rechaçam a ideia de que a moeda seja volátil e explica que se afastou da Mt. Gox, site de câmbio na internet que perdeu bilhões de dólares para hackers e teve que encerrar suas operações. Para eles, o site "estava muito lerdo" para fazer retirar o dinheiro e ainda declara que o Mt.Gox tinha uma "operação pobre". Os gêmeos Winklevoss ainda preveem que este ano Wall Street deve entrar no mercado dos bitcoins. Eles comparam a moeda ao advento da internet em 1994. “Se uma nova tecnologia aparece e algum apoiador não se envolve, então eles geralmente perdem”, diz Tyler Winklevoss. Atualmente o Bitcoin dispõe de US$ 57,2 bilhões em unidades sendo negociadas no mundo.

- Gêmeos do Facebook viram magnatas do Bitcoin, noticia de 15 Abril 2013: Desafetos de Zuckerberg, irmãos Winklevoss despontam como os maiores apostadores da moeda virtual, que teve valorização de 628% em um mês, e vem agitando Wall Street. Cameron e Tyler Winklevoss foram muitas coisas num curto espaço de tempo: remadores olímpicos, adversários de Mark Zuckerberg no Facebook e até personagens de Os Simpsons. Agora, eles ganharam um novo rótulo: de magnatas do bitcoin (moeda virtual trocada por pessoas anônimas na internet). Os gêmeos idênticos, de 31 anos, juntaram desde o último verão americano o que parece ser um dos maiores portfólios particulares da moeda online que causa tanto alvoroço em Wall Street e no Vale do Silício. Trata-se de uma quantia de US$ 11 milhões - ou ao menos tratava-se até a manhã de quinta-feira passada, quando as negociações foram temporariamente suspensas após uma queda abrupta ter levado o preço de 1 Bitcoin para US$ 120 e seu mercado inteiro para US$ 1,3 bilhão. 

O valor da moeda (que no intervalo de um mês subiu de US$ 35 para US$ 255) chegou a cair 60%.
Para os céticos, a agitação em torno da rede do bitcoin se parece mais com a euforia especulativa das tulipas na Holanda dos anos 1600, quando o preço exorbitante da flor levou a uma crise, do que com o começo de uma moeda real. "Dizer que ela é altamente especulativa seria o eufemismo do século", diz Steve Hanke, professor da Universidade Johns Hopkins especializado em moedas alternativas. Seja lá o que for, o bitcoin se tornou o fenômeno financeiro do momento. Além dos gêmeos, empresas de investimento de risco do Vale do Silício estão começando a mostrar interesse pela tecnologia, embora não usem a moeda. Na semana passada, um grupo de investidores, incluindo Andreessen Horowitz, anunciou que estava financiando a jovem empresa OpenCoin, que está desenvolvendo um sistema global de pagamento virtual.

Para os irmãos Winklevoss, o tumulto nas negociações da semana passada são apenas os efeitos colaterais de uma moeda digital que eles acreditam que se tornará uma espécie de ouro para os especialistas em computação. "Alguns dizem que é um esquema de pirâmide, uma bolha", disse Cameron Winklevoss. "Alguns realmente não querem levá-la a sério. Em algum ponto, essa narrativa vai mudar para 'as moedas virtuais vieram para ficar'. Estamos nos primórdios."


Bitcoin vai ser mais importante, e revolucionário que o Facebook (Redes Sociais) diz Gêmeos Winklevoss 

Aposta. Embora pouco se saiba sobre o criador (ou criadores) do Bitcoin, é perceptível que o trabalho exigiu um alto nível de programação. O sistema se sustenta a partir de computadores 'emprestados' ao redor do mundo - usuários com máquinas potentes cedem seu poder de processamento para a rede.
Esse espaço virtual pode abarcar uma quantidade finita de moedas (21 milhões), que hoje está ao redor de 11 milhões. Novas moedas são "garimpadas" quando programadores resolvem problemas matemáticos. Eles podem, então, iniciar novas relações de troca. Por enquanto, poucas empresas reais aceitam bitcoins como pagamento. Mas os defensores da moeda acreditam num futuro em que o dinheiro virtual possa ser usado no Starbucks. Os Winklevoss usaram parte de seus bitcoins para pagar os serviços prestados por um programador ucraniano que trabalhou no site deles. "Escolhemos colocar nosso dinheiro e nossa fé num arcabouço matemático que é livre de política e de erro humano", disse Tyler.

O Bitcoin não é a primeira aposta dos irmãos numa tecnologia emergente. Quando eram alunos de Harvard, eles fundaram a rede social ConnectU e contrataram o colega Mark Zuckerberg para ajudá-los a criar a companhia. Depois que Zuckerberg saiu para iniciar o Facebook, os irmãos o processaram, acusando-o de roubar sua ideia. O caso foi acertado, e os irmãos receberam US$ 20 milhões em dinheiro e ações do Facebook que hoje valem mais de US$ 200 milhões. Segurança. Os irmãos começaram a se aventurar no bitcoin no meio do ano passado, quando o valor em dólar de cada moeda ainda era de um dígito. Para manter suas posses protegidas de hackers, os gêmeos retiraram esses códigos complexos de qualquer computador conectado em rede, salvaram-nos em pen drives e guardaram esses pen drives em cofres de segurança em bancos de três cidades diferentes.

É difícil verificar se as posses dos Winklevoss se comparam às de outros negociadores, dado o anonimato das contas. E os gêmeos acreditam que alguns dos primeiros usuários do sistema provavelmente têm contas tão grandes quanto as suas. Durante a oscilação de preços na última semana, eles disseram ter aproveitado para comprar mais bitcoins a valores mais baixos. "Ele (o Bitcoin) tem apenas quatro anos e ainda não foi desacreditado como uma alternativa viável ao papel-moeda", disse Tyler Winklevoss. "Podemos estar redondamente enganados, mas estamos curiosos para ver isso avançar um pouco mais” TRADUÇÃO CELSO PACIORNIK. 

Mais notícias sobre o assunto? Pesquise no Google, [Clique Aqui]







Super Mineradora de Moedas Digitais, os Chineses estão na linha de frente na criação de criptomoedas, e são eles que as estão adotando em massa, mais de 90% dos Bitcoins novos são criados na China

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: O Ataque, do Super, Vírus, WannaCry, o maior, da história, se trata, Viral, publicidade,  para propagandear, Bitcoin, valorizar, muito a moeda,moeda virtual, criptomoeda, mercado, virtual,Monero, Ethereum, Dash,Z-Cash, mineração, venda e compra, dinheiro, dólares, mercado, como comprar, como vender, como conseguir, do que se trata, bitcoin,Banking of Bitcoin (Banco ou Bitcoin?) - Legendado para o Português PT BR - Criptomoedas - Revolução da Economia,

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Sobre a Realidade, Lei da Atração, ‘crença modifica a matéria’, ‘moldar a nossa realidade’, Força da Mente - Debate

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Força da Mente? Lei da Atração? A Crença Molda a Realidade? Crie seu próprio Universo?

Lucas Bacelar: Sr. Bruno, tu já teve acesso à área do teu Ser que contém as suas crenças? Isso diz respeito não somente a você, mas a tudo o que "está" à sua volta. Porque antes tu achava que a crença é inerte, que a verdade é aquela que tu busca fora de si, que por mais que se acredite o mundo à sua volta será sempre o mesmo... Isso também é uma crença, e te limita!

Estamos num paradigma onde qualquer coisa que tu acredite de verdade, pode acontecer na realidade holográfica, na realidade física que nós projetamos por meio do subconsciente, onde estão nossas crenças. Por isso perguntei se tu tem acesso a essa área, pergunto mais: Tu és capaz de modificar essas crenças? Ou tu vai continuar acreditando no que o sistema lhe impôs? Olha, não importa qual é a religião que tu acredita, a religião tem certos princípios orientadores universais, em toda religião existe isso:

- O confronto da dualidade entre o bem e o mal.
- A busca pela "verdade"
- A "salvação/libertação" da condição de escravo do mal
- A eternidade após a morte

Está bem claro que você é só mais um “religioso” não é mesmo? Sr. Bruno, veja uma de minhas máximas: “O desconhecido é sempre indeterminado”. Assim, tu está procurando fora o que sempre esteve dentro de você, lê frases bonitas mas não é capaz de acreditar e vivê-las. E mesmo com acesso à sua condição transcendental, não consegue se livrar do paradigma do sistema. Só pra ouvir/ver essa mesma frase que está na minha tela sem internet nesse momento: “Algo errado aconteceu. Tente novamente”.

E lá vai você de novo encarnar/reconectar com a mente reprogramada. Ou tu acha que aquelas experiências de quase morte provam que tu consegue atuar sem o corpo? Ah, já ia me esquecendo que tu não é materialista! Rsrsrrsrsrs. Não precisa ser materialista para compreender que nenhum morto voltou senão reencarnado para nem dizer o que tem do outro lado. Esses espíritos alados que tu vê devem ter muito a te dizer, isto é, se eles não forem mentirosos, pois a maioria são. Espero ansiosamente a sua resposta, estas foram minhas impressões sobre você, me corrija em qualquer ponto onde eu possa ter errado.

Resposta - Bruno: Lucas faz assim, prove que pode “modificar o mundo” só pela “crença” como diz ser possível (anda vendo palestras sobre física quântica?) então faça isso, como por exemplo mover uma montanha com a força da “crença”. Documente isso, faça na frente de todos. E aí serei seu seguidor, e humilde servo.

- “O Universo responde ao que você vibra, responde o que você é, e não ao que você quer! A pergunta é: Você está sendo o que você quer?” -

Lucas Bacelar: Já li alguns conceitos de física quântica, algo que apenas traduz com outras palavras o que o mito Cristão ensina, ou seja, é apenas um paradigma à mais. Eu gostei do teu paradigma, tanto que já te sigo a vários anos. No paradigma quântico o ser humano não consegue trabalhar com o conhecido, apenas com o desconhecido, por isso não é possível remover uma montanha de forma literal, pois as mudanças nunca acontecem diante de seus olhos, afinal de contas esse é o paradigma Cristão Bruno, é aquela fé estranha lá que a maioria dos Cristãos pensam que tem, mas não tem.

Se tu for capaz de elaborar uma teoria lógica bem articulada, tu mesmo pode criar um novo paradigma, é só tu pensar e formular bem o mesmo, e esquecer. Quando tu esquece as possibilidades de mudança paradigmática surgem e tu precisa decidir passar pela mudança. À muito tempo atrás, quando me revoltei com a religião, tive aquela tal síndrome de Deus, fiquei tão louco e obstinado, que acreditava ser o Deus da música, que iria salvar todos os condenados do inferno. Foi depois, e somente depois de levantar meus questionamentos contra a religião e reformular as minhas crenças, que tive a oportunidade de conhecer o trabalho do Din e também o seu trabalho pelo qual me interessei e ainda me interesso.

Eu perguntei se tu tem acesso à área de teu Ser que tem suas crenças e se pode modificar livremente, porque se tu puder me ajudar com isso, podemos juntos descobrir muita coisa acerca desse paradigma estranho, porém real. O Din por exemplo, faz a reprogramação telepática do subconsciente, que também é um trabalho de mudança de crença, com poder de interferir na realidade do sujeito.
Se a gente pudesse mudar também o conhecido Bruno, ficaríamos loucos, o nosso mundo ficaria torto, por isso, toda mudança é baseada no desconhecido, nesse universo de infinitas dimensões paralelas. Outra pergunta, tu tem acesso às dimensões de realidade tridimensionais paralelas? Isso deixa o cara louco se for levar à sério!

Pergunta isso à tua SupraConsciência Bruno: “SupraConsciência, o que posso fazer para ter acesso às minhas crenças e modificar cada uma delas?”. Tenta fazer essa pergunta de outras maneiras também, do jeito que tu sabe que ela pode responder ou lhe dar algum sinal.

Modificar o mundo, as leis do universo, a realidade, apenas pela força da crença?

Resposta - Bruno: Modificar crenças? Diz ver um gato, mas colocar na cabeça que é um dinossauro? Ver uma árvore mas colocar na cabeça que é um pássaro gigante?

Isso é caminho para desenvolver uma esquizofrenia né? Existe essa "Matrix" um programa, e nós estamos dentro do programa, e podemos fazer algumas poucas modificações no cenário, mas tudo muito limitado, restrito. No geral a "Regra Majoritária" é aquela estabelecida pelo programador Master. E é isso... (não me pergunte quem é o programador Master, eu não sei...), eu posso me jogar de um prédio acreditando piamente que "com a força da minha crença" eu vou sobreviver a queda, não quebrarei nenhum osso, e minha carne e Órgãos não ficarão espalhados pelo asfalto. Mas... qual a possibilidade disso funcionar? Você ariscaria fazer o teste?

Se sim faça, e prove para mim que a "crença" cria a realidade, simplesmente, assim como os "físicos quânticos" vivem falando nas palestras. Eu acredito na lei da atração, não no conceito radical mágico que diz que assim como os fótons uma hora são partículas outra hora são ondas eu posso "modificar a matéria a meu bel prazer" bastando ‘acreditar’ mentalizando. (Jesus ensinou física quântica? Eu tenho de rir...).

Infelizmente não é ao ‘meu bel prazer’, eu posso cultivar uma "boa vibração" e assim ter mais sorte, e atrair pessoas melhores, situações melhores, mas é só... falar de mudar uma montanha de lugar, infelizmente isso não é possível por que existe um limite de restrição bastante severo que é imposto pelo programa estabelecido onde estamos afundados/inseridos/presos.

Lucas Bacelar: É verdade Bruno!! Existem muitas restrições, a pior de todas é a que eu já disse: "Você só consegue alterar o desconhecido, e assim atrair as oportunidades que tu precisa para provocar as mudanças". Se você já sabe que existe uma força que despedaça o corpo quando tu se atira de certa altura, trabalhar com o desconhecido nesse sentido seria tentar de alguma forma neutralizar essa força. Fiquei sabendo que tu tem um escudo etéreo Bruno, tu é quem poderia fazer esse teste, ou não. Quais são as limitações do escudo que tu tem?

Resposta - Bruno: Apenas "crer" que "a parede não existe", não faz a gente atravessa-la... o que faria a gente atravessar seria um "Item de poder". Na verdade é muito fácil entender o que acontece no universo, compare o universo com um jogo de videogame/computador. Tal como esses jogos mais sofisticados onde você pode comprar equipamentos, roupas, e até poderes para o personagem. Você participa do Jogo e se pagar, pode ter um item ou outro que vai te facilitar para passar de fase e fazer seu personagem dentro do jogo ganhar mais poder.

O jogo Pokemon GO é um desses, você baixa de graça o jogo no smartfone, e pode usar uma quantidade limitada de recursos gratuitamente. Mas se quiser realmente competir, ser relevante dentro do jogo, precisa botar a mão no bolso, e comprar com cartão de credito mais pokebolas, mais aparelhos especiais tais como o ‘incenso de invocação’, as ‘incubadoras de ovos’, módulos atrair, etc... então o exemplo do pokemon GO é perfeito, pois qualquer pessoa com um smartfone que suporte o jogo pode saber como é.

Se a pessoa baixa o jogo (equivalente a nascer) mas não compra nada, apenas usa os recursos gratuitos, então essa pessoa nunca se destaca dentro do jogo, ela vai ser "medíocre". Já a pessoa que compra, faz as caminhadas, disputa os ginásios, etc...  essa se destaca, e terá uma existência/participação dentro do jogo muito interessante.

A vida no universo é muito semelhante há um jogo assim, se você apenas nasce e faz o que todo mundo faz, vive apenas por viver, não procura coisa melhor para fazer com a sua existência, então você será medíocre, e simplesmente vai viver uma vida sem graça e sem sentido, uma vida de animal, vai morrer de velho(a) como qualquer outro animal. Mas se você vai atrás, quer desvendar os mistérios, saber o que de fato está ocorrendo nesse mundo (e no universo) então sua vida será altamente interessante, você se destacará na multidão.

Como se "compra recursos especiais" na vida real? Esses recursos especiais tem de ser merecidos, eles tem de ser cultivados, e muitas vezes as pessoas precisam literalmente gastar dinheiro para ir atrás de recursos especiais. O "Salto" se inclui nisso, outros pode ser por exemplo: Passar com sucesso pelo Viver de Luz, Ser aceito e praticar o Chikung das linhas especializadas, tais como os MO-PAI, procurar saber e dominar as técnicas dos Russos que dizem reconstruir órgãos, fazer a iniciação da Reconexão (TRF), fazer a tatuagem mágica da Tailândia, conseguir o favorecimento de forças invocadas na autêntica magia, seja africana, seja Vodu, ou de qualquer outra cultura, desde que seja autêntica, etc... Para fazer tudo isso precisa de dinheiro, mas também de tempo, de esforço, de confiança, de equilíbrio, perseverança, etc... Se por exemplo você for admitido na escola de mistérios dos praticantes do Chikung da linha Mo-Pai poderá desenvolver capacidades tais como essas exibidas por John Chang e companhia - Vídeo AQUI - Artigo Sobre AQUI  

No Facebook: S.Z.,:  Nossa eu tô ferrada hahha pq quando eu jogava GTA eu só ficava matando as pessoas e fazendo manobra com carro, não me interessava em fazer nenhuma missão.

Resposta: Pois é S.Z, se fizesse a mesma coisa na vida 'real' então é por que tá levando na brincadeira, e quem leva a vida na brincadeira fica preso na prisão por tempo indeterminado, e sofrendo as consequências. Criando imprints, sendo implantado, e vivendo uma vida de muito sofrimento, para tudo no final terminar em cinzas.

Dons especiais podem ser ativados caso façamos esforço, estudo, e persevere na busca para despertar os poderes do Deus Interior, a Presença Divina que nós somos

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Sobre a, Realidade, Lei da Atração, crença modifica, a matéria, moldar, a nossa, realidade, Força da Mente,Debate, Sobre a Realidade, Lei da Atração, ‘crença modifica a matéria’, ‘moldar a nossa realidade’, Força da Mente - Debate

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. (Bruno Guerreiro de Moraes)