quinta-feira, 26 de maio de 2011

Dominique Strauss Kahn Vitima de Conspiração? - Ouro Norte Americano - Bancos - Banqueiros - Illuminatis

Documentário sobre o assunto que explica por que da Conspiração:

[Nota: O termo “illuminatis” é uma palavra genérica que é usada para identificar um pequeno grupo de homens e mulheres super ricos que praticam ocultismo, e pelo que tudo indica, dominam o mundo profundamente... Mais sobre eles? Clique Aqui]

[Nota em 17/07/2011]: Como eu já suspeitava quando escrevi o texto abaixo, as acusações contra Strauss Kahn são falsas, veja diversas noticias sobre o desmascaramento do complô: [Clique Aqui] culparam um "traficante", mas sei não... nunca dá para acreditar nas versões "oficiais", vide esta: [Clique Aqui]

Strauss Kahn e sua Mulher Anne

Infelizmente não pude estudar melhor o caso, não tenho certeza sobre a fundamentação da acusação de agressão sexual contra ele, mas recebi esse texto por email, e ao lê-lo fez todo o sentido.

De fato o Strauss Kahn estava fazendo movimentos positivos dentro do FMI para diminuir as diferenças sociais, defendendo um capitalismo menos radical, e mais moderado para o bem geral da população mundial.

Leia o texto abaixo, e busque maiores pesquisas, vai ver que realmente há fundamentação no que é argumentado.

Não digo que ele é “Santo”, mas certamente esse escândalo que o derrubou está com todas as características de ser uma conspiração, que nem foi bem orquestrada... leia reflita, e decida por si mesmo...




Texto [Nota: Autor desconhecido, artigo anônimo]:

Strauss Kahn estava ameaçando a elite financeira mundial...

Dominique Strauss Kahn foi vítima de uma conspiração construída ao mais alto nível por se ter tornado uma ameaça crescente aos grandes grupos financeiros mundiais. As suas recentes declarações como a necessidade de regular os mercados e as taxas de transações financeiras, assim como uma distribuição mais equitativa da riqueza, assustaram os que manipulam, especulam e mandam na economia mundial.

Não vale a pena pronunciar-nos sobre a culpa ou inocência pelo crime sexual de que Dominique Strauss Kahn é acusado, os media já o lincharam. De qualquer maneira este caso criminal parece demasiado bem orquestrado para ser verdadeiro, as incongruências são muitas e é difícil acreditar nesta história.

O que interessa aqui salientar é: quem beneficia com a saída de cena de Strauss Kahn?

Convém lembrar que quando em 2007 ele foi designado para ser o patrão do FMI, foi eleito pelo o grupo do clube Bilderberg, do qual faz parte. Na altura, ele não representava qualquer "perigo" para as elites econômicas e financeiras mundiais com as quais partilhava as mesmas idéias.

Em 2008, surge a crise financeira mundial e com ela, passados alguns meses, as vozes criticas quanto à culpa da banca mundial e à ao papel permissivo e até colaborante do governo norte-americano. Pouco a pouco, o diretor do FMI começou a demarcar-se da política seguida pelos seus antecessores e do domínio que os Estados Unidos sempre tiveram no seio da organização.

Ainda no início deste mês, passou despercebido nos media o discurso de Dominique Strauss Kahn. Ele estava agora bem longe do que sempre foi a orientação do FMI.

Progressivamente o FMI estava a abandonar parte das suas grandes linhas de orientação: o controlo dos capitais e a flexibilização do emprego. A liberalização das finanças, dos capitais e dos mercados era cada vez mais, aos olhos de Strauss Kahn, a responsável pela proliferação da crise "made in América".

O patrão do FMI mostrava agora nos seus discursos uma via mais "suave" de "ajuda" financeira aos países que dela necessitavam, permitia um desemprego menor e um consumo sustentado, e que portanto não seria necessário recorrer às privatizações desenfreadas que só atrasavam a retoma econômica. Claro que os banqueiros mundiais não viam com bons olhos esta mudança, achavam que está tudo bem como sempre tinha estado, a saber: que a política seguida até então pelo FMI tinha tido os resultados esperados, isto é os lucros dos grandes grupos financeiros estavam garantidos.

Esta reviravolta era bem-vinda para economistas progressistas como Joseph Stiglitz que num recente discurso no Brooklings Institution, poderá ter dado a sentença de morte ao elogiar o trabalho do seu amigo Dominique Strauss Kahn. Nessa reunião Strauss Kahn concluiu dizendo: "Afinal, o emprego e a justiça são as bases da estabilidade e da prosperidade econômica, de uma política de estabilidade e da paz. Isto são as bases do mandato do FMI. Esta é a base do nosso programa".

Era impensável o poder financeiro mundial aceitar um tal discurso, o FMI não podia transformar-se numa organização distribuidora de riqueza. Dominique Strauss Kahn tinha-se tornado num problema.

Recentemente tinha declarado:

Ainda só fizemos metade do caminho. Temos que reforçar o controle dos mercados pelos Estados, as políticas globais devem produzir uma melhor distribuição dos rendimentos, os bancos centrais devem limitar a expansão demasiado rápida dos créditos e dos preços imobiliários Progressivamente deve existir um regresso dos mercados ao estado”.

A semana passada, Dominique Strauss Kahn, na George Washington University, foi mais longe nas suas declarações:

A mundialização conseguiu muitos resultados...mas ela também um lado sombrio: o fosso cavado entre os ricos e os pobres. Parece evidente que temos que criar uma nova forma de mundialização para impedir que a "mão invisível” dos mercados se torne num “punho invisível”.

Dominique Strauss Kahn assinou aqui a sua sentença de morte, pisou a alinha vermelha, por isso foi armadilhado e esmagado.

Dominique Strauss-Kahn pode ser inocente, vitima de uma conspiração para difama-lo e tira-lo do cargo que exercia com brilhantismo e bondade



Dominique Strauss-Kahn se declara inocente de todas as acusações, noticia:

Washington – Ex-Diretor do FMI Dominique Strauss-Kahn se declarou inocente de todas as acusações contra ele depois que ele foi acusado de agressão sexual e tentativa de estupro, seu advogado anunciou:

- “Ele não vai se declarar culpado”, disse o advogado William Taylor.

Quando lhe perguntaram se o plano de Strauss-Kahn é rejeitar todas as acusações, o advogado disse: - “Sim, certo”- Taylor recusou fazer mais comentários.

Strauss-Kahn foi obrigado a descer de seu avião no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, um momento antes desse levantar vôo para Paris, foi acusado pela Polícia de tentativa de estupro contra uma arrumadeira no hotel onde tinha ficado.

- “Ele foi preso por suspeita de crimes sexuais, e tentativa de estupro”- disse Paul J. Browne, porta-voz da polícia de Nova York no domingo (15/5).

O porta-voz da polícia de Nova York diz que suposta tentativa de Strauss-Kahn ao estupro da camareira de Hotel [ela tem 32 anos] aconteceu da seguinte forma:

O presidente do FMI estava nu fora do banheiro do hotel [!!!], perseguindo funcionários[!!!] e a arrastou para a cama, no sábado (14/5), hora local.

Quando a camareira foi contra, Strauss-Kahn a puxou para o banheiro, e tentou forçá-la a fazer sexo oral, e a tirar sua roupa.

Felizmente, a mulher conseguiu escapar e denunciou o incidente para os outros funcionários do hotel, que em seguida informaram a polícia local.

No entanto, quando a polícia chegou ao hotel, Strauss-Kahn já tinha saído e estava a caminho do aeroporto.

Ele parece ter saído do hotel as presas”, disse Browne.

Fonte: http://www.channelnewsasia.com/ domingo (15/05/2011).



Nota do Site “Sete Antigos Hepta”:

Olha o absurdo da acusação!: “Estava nu fora do banheiro”, “perseguia os funcionários do hotel assim, nu...”, “pegou a camareira e a arrastou para a cama”, depois ao se negar a transar com ele, Strauss-Kahn a arrastou para o banheiro e a forçou a fazer sexo oral, e tentou tirar a roupa dela...

Bem se tudo isso for verdade, é incrível, por que um homem tão sensato teve um surto tão profundo de loucura?

É um ato tão descontrolado e descuidado que chega a parecer mentira mesmo...

Não digo que ele é inocente, não estudei melhor o caso, mas que é bem suspeito é...




[Atualização em 17/07/2011: Acusação contra ele é falsa, assim como já estava obvio: [Clique Aqui] e [Clique Aqui]

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Dominique Strauss Kahn,Vitima de Conspiração,Illuminatis,banqueiros,conspiração do ouro,grande conspiração do ouro,EUA,tesouro americano,banco,ouro,norte americano,FBI,CIA,casa branca,

terça-feira, 3 de maio de 2011

Osama Bin Laden Morreu em Dezembro de 2001 - Mas antes deu declarações de que não teve nada a ver com os Ataques de 11 de Setembro de 2001

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]


Livro “Osama Bin Laden: Dead or alive?” (Osama Bin Laden Vivo ou Morto?) de David Ray Griffin, o autor explica que Bin Laden morreu em dezembro de 2001, apenas 2 meses depois dos ataques de 11 de Setembro. (compre o livro AQUI)

Notícia: “Em 1 de maio de 2011, (dez anos desde os atentados do 11 de setembro), o Presidente Barack Obama anunciou pela televisão que Osama bin Laden havia sido morto durante uma operação militar estadunidense em Abbottabad no Paquistão. Seu corpo teria ficado sob a custódia dos Estados Unidos e, após passar por rituais tradicionais islâmicos, teria sido sepultado no mar”.

Minha Resposta: Eu fico estupefado com tanta mentira do governo dos EUA. Dá até vergonha alheira ver os repórteres repetindo as desculpas esfarrapadas. Osama Bin Laden Morto agora? SÓ AGORA?? Ele já está morto desde 2001! Fez declarações que não havia feito os atentados de 11 de Setembro, e ai calaram a boca dele para sempre... fotos de Bin Laden morto são montagem de fotoshop.

Suposta foto de Osama Bin Laden morto em 2011 é fotoshop grosseiro

Alguns levantaram questões tais como: - “por que não pegaram o Osama e o levaram para um tribunal?”- (ótima pergunta!) - Ai vem o exército dos EUA e diz que foi por causa do governo do Paquistão, isto é, os EUA ficaram com medo [?!] da reação do Paquistão e resolveram garantir a morte do Osama logo, pois o Paquistão poderia “agir para solta-lo” (Hã?!...). 

Quem é o Paquistão perante os EUA? Um pais desértico, pobre, com 210 milhões de habitantes que mal consegue garantir uma vida digna para seu povo vai enfrentar a maior super potência mundial (econômica e militar) por causa de um terrorista?

Em vez de trazerem o corpo para os EUA resolveram lançá-lo no mar, por... por... - “respeito as crenças islâmicas”- (Hã?!...2).

A elite dominante tira o povo como retardados mesmo... (e eles/elas até que tem razão). Eles nem se esforçam para mentir, (criando uma estória melhor), o Bush e companhia devem estar até com dor de barriga de tanto rir. O que eu não entendo é por que eles não guardaram o corpo do verdadeiro Osama, morto desde 2001, para apresentá-lo agora?

Eu, no mínimo faria isso, mas a elite que domina o mundo acham que a humanidade (num geral), é tão burra que nem precisam ter esse trabalho.

Acho até que fazem de pirraça mesmo, mentem descaradamente para depois ficar rindo por trás das câmeras da reação abobalhada do povo alienado que acredita em todas as fantasias que eles inventam, sem nem pensar duas vezes.

É triste, uma humilhação, é também um recado para as pessoas conscientes da verdade, pois apesar de milhões saberem da realidade dos fatos não podem fazer absolutamente nada, apenas lamentar... Os que estão no topo da Pirâmide não tem nada a temer, estão muito seguros lá.


- “O Osama já tá morto a tanto tempo que até já reencarnou... é tanta mentira grosseira que as pessoas ficam atordoadas, não acreditam que possam mentir tanto, e essa é a genialidade da coisa. “É tão absurdo, que só pode ser verdade! - Mas é mentira...

Fatos e Fontes provam que Osama Bin Laden já estava morto desde dezembro de 2001:

Um morto é continuamente mantido “vivo” para que exista um bode expiatório necessário, justificando a interminável “Guerra contra o Terror”. Osama Bin Laden morreu a 16 de dezembro de 2001 no Afeganistão, provavelmente de problemas renais e hepáticos que o atormentavam há anos [talvez foi assassinato, isso segundo a ex-primeira ministra do Paquistão Benazir Bhutto, que também foi assassinada por revelar isso...].

Ele tinha hepatite C e tinha que ser internado frequentemente para se submeter a uma hemodiálise. Sua última foto, tirada em 6 de dezembro de 2001, mostra um homem bastante envelhecido por uma grave enfermidade.

Última foto de Osama Bin Laden do dia 06 de Dezembro de 2001

Segundo os especialistas da CIA, Bin Laden precisava naquela época de uma hemodiálise a cada três dias e eles disseram: “Claro que é muito difícil quando precisa-se fugir de um local para outro e ainda, como seria possível por em operação um equipamento transportável pelos seus esconderijos nas montanhas?”.

Jornal Egípcio noticiou o velório e enterro de Osama Bin Laden!
Jornal al-Wafs, quarta-feira, 26 de dezembro de 2001, Vol 15 Nº 4633, notícia sobre a morte de Bin Laden e enterro há 10 dias em Islamabad no Paquistão

Há muitas provas e indícios que apontam para o fato de Bin Laden já estar morto há muito tempo. A seguir o relato sobre seu enterro, publicado a 26 de dezembro de 2001 em um jornal egípcio.

Tradução do Artigo:

Um importante oficial do movimento afegão Talibã anunciou ontem a morte de Osama Bin Laden, o líder da organização Al-Qaeda. Ele disse, Bin Laden sofre graves complicações no pulmão e faleceu serenamente de morte natural”.

O oficial, que exigiu anonimato, disse ao jornal “The Observer of Pakistan”, que ele próprio estava presente ao enterro e ele tinha olhado sua face antes do enterro em Tora Borá, há 10 dias.

Disse ainda que 30 companheiros de sua Al-Qaeda estavam no enterro, assim como membros de sua família e alguns amigos do Talibã. Na cerimônia de encerramento para o descanso final, foi realizada uma salva de tiros. 

O oficial ainda disse que seria difícil achar o local exato da cova, pois de acordo com a tradição Wahhabista nenhuma marcação indica o local. Ele salienta, seria improvável que os militares americanos encontrassem um dia uma única pista de Bin Laden”.

Osama Bin Laden muito doente, e governo dos EUA sabia disso:

Que Bin Laden estava muito enfermo e necessitava constantemente de tratamento e hemodiálise, isso é mostrado em diversos artigos sobre diversas estadias em hospitais durante seu último ano de vida. Por exemplo, a 04 de julho de 2001, Bin Laden foi tratado no hospital norte-americano de Dubai com medidas emergenciais e com um aparelho de hemodiálise (fonte jornal britânico The Guardian, veja abaixo).

Noticia: Cia Agent Alleged to have met Bin Laden in July French report claims terrorist leader stayed in Dubai hospital
(Tradução: Agente da Cia supostamente se encontrou com Bin Laden em Julho de 2001 - Relatório francês afirma que líder terrorista ficou num hospital de Dubai)
Veja as páginas da reportagem completa no fim do artigo, dessa e de outras

Durante este tratamento, ele recebeu no hospital a visita do chefe local da CIA e eles conversaram amistosamente. Afinal, Bin Laden fora um agente da CIA na guerra contra os soviéticos no Afeganistão e operou sob o codinome “Tim Osman”.

Justamente um dia antes do 11 de Setembro de 2001, Bin Laden foi ao hospital militar em Rawalpindi Pakistan, para se submeter a uma nova diálise. Soldados paquistaneses escoltavam Bin Laden e substituíram os funcionários da clínica por pessoas de confiança (CBS).


Não é interessante que justamente no dia do grande ataque terrorista contra a América do Norte, Bin Laden estivesse sob custódia dos militares paquistaneses e justamente na semana anterior e na semana posterior, o chefe do serviço secreto paquistanês ISI, General Mahmood Ahmed, esteve em Washington e conversou no Pentágono com o National Security Council, depois com o diretor da CIA Tenet, com pessoas da Casa Branca e com Marc Grossman, Vice-Secretário de Estado para assuntos políticos (Karachi news).


Isso significa que todas as partes sabiam onde Bin Laden se encontrava, e caso os norte-americanos realmente fossem da opinião que Bin Laden era o autor dos ataques, então ele seria entregue sem resistência e eles poderiam tê-lo prendido imediatamente no leito do hospital. Mas nada parecido aconteceu. Eles deixaram-no voltar para o Afeganistão após seu tratamento, aonde então veio a falecer algumas semanas mais tarde.

Este comportamento prova para qualquer pessoa normal que Bin Laden nada tem a ver com o 11 de Setembro e ainda prova que eles criaram na mídia mundial um bode-expiatório como organizador dos ataques e 'super-terrorista'. Tudo isso é uma gigantesca mentira.

A 17 de setembro de 2001 (apenas 6 dias depois dos ataques ao WTC), a emissora de TV Al Jazeera veiculou uma notícia onde Bin Laden disse que ele nada tinha a ver com o 11 de Setembro.

Dizeres Dele: - “O governo dos EUA me culpa continuamente por cada um dos ataques. Eu gostaria de assegurar ao mundo, eu não planejei estes ataques, que parecem ter sido planejados por outras pessoas por motivos pessoais. Eu vivo no emirado islâmico do Afeganistão e sigo as regras de seus governantes. Os governantes atuais não me permitiria executar tal operação” - Fonte da informação: (CNN) (Obs. página está fora do ar atualmente, mas fomos mais espertos e fizemos print da notícia):

Bin Laden says he wasn't behind attacks
(Bin Laden diz que não está por trás de ataques)

Outra prova que Bin Laden nada tem a ver com o 11/9, é a notícia que Bin Laden alugou um avião, o qual levou para fora do país todos os membros de sua família reunidos por todo os EUA, apenas alguns dias depois dos ataques em Nova York, a 19 de Setembro de 2001.

Em 19 de Setembro de 2001 Osama fretou avião Boeing 727 (200 passageiros) para retirar todos os membros de sua família dos EUA, voo foi autorizado sem reservas

Embora houvesse neste momento uma completa proibição para trânsito aéreo nos EUA, este vôo foi autorizado expressamente pela Casa Branca. Nenhum membro da família de Bin Laden ou outros cidadãos sauditas foram interrogados ou controlados antes da decolagem.

O governo norte-americano afirma que 17 dos 19 terroristas são originários da Arábia Saudita e justamente quando cidadãos deste país queriam deixar os EUA e ainda pertenciam à família Bin Laden, eles tiveram a permissão expressa de Bush para partir com este avião. (people.com.cn).

A 12 de Setembro de 2001, o embaixador do Talibã no Afeganistão declarou a respeito de Bin Laden:
- “Caso as provas nos sejam apresentadas, então nós iremos apurá-las. Então nós iremos discutir uma extradição” - (The Hindu).

Alguns dias depois, o embaixador disse ainda: “Nossa posição é esta, se os EUA têm provas, nós estamos dispostos a levar Bin Laden aos tribunais segundo estas provas” - (CBS).

Estas provas nunca foram disponibilizadas pelo governo dos EUA por motivos óbvios. A 23 de setembro de 2001, o então ministro do exterior norte-americano, Colin Powell se contradisse em tom bem marcante, o governo iria publicar em breve os documentos das forças de segurança que provariam a culpa de Bin Laden - (Seattle).

Estas provas nunca foram apresentadas, seis anos após os atentados, e o mundo espera ainda hoje por elas. A última emissão para seus comandados no Afeganistão [de Osama] foi anunciada pelo serviço secreto norte-americano a 15 de dezembro de 2001, no dia seguinte ele morre.

Desde então ninguém ouviu sua voz em alguma rádio ou telefone, embora toda comunicação do mundo seja vigiada pela NSA. Se ele ainda vivesse, [Bin Laden] então ele teria que se comunicar por algum meio e então teria sido detectado (Telegraph).

Este também é o motivo do porquê o FBI não colocá-lo na lista de procurados. Questionado por que ele não é procurado pelo FBI por causa do 11/9, veio a resposta: “Nós não temos qualquer prova que Bin Laden tenha algo a ver com o 11 de Setembro” - [Alles].

Mas eles não apenas não têm qualquer prova de sua autoria, como eles sabem também que ele morreu, por que eles devem então procurá-lo? Além disso, não é possível que os maiores serviços secretos do mundo, a CIA, NSA, MI6, Scotland Yard, etc.. com seus recursos ilimitados e um orçamento acima de 50 bilhões de dólares anuais e, sobretudo, os demais serviços secretos aliados por todo o globo, assim como todo o aparato militar norte-americano com centenas de milhares de soldados que vasculharam cada quilômetro quadrado do Afeganistão, e todos aos quais for prometido a recompensa de 25 milhões de dólares, não estejam na condição de encontrar Bin Laden nestes lendários seis anos.

ex-primeira ministra do Paquistão Benazir Bhutto que disse que Osama foi morto em 2001, depois disso ela mesma foi assassinada

Não se trata aqui de um fracasso total, caso contrário o presidente teria que demitir todo serviço secreto e comando militar por incompetência, e não é porque Bin Laden seja tão esperto e se esconde bem, mas eles não o encontram, pois Bin Laden já está morto há muito tempo - e eles sabem disso.

Uma pequena piada en passant, 25 milhões parece ser muita coisa para Bin Laden, mas a transferência do jogador de Baseball Alex Rodriguez custou cerca de 252 milhões em 2001... Tudo isso é um grande teatro e um show para manter a opinião pública na órbita de mal artificial. Se ele for declarado oficialmente como falecido, então desaba todo o castelo de cartas e o motivo para o prosseguimento da “Guerra contra o Terror”.

Eles não teriam mais um inimigo contra o qual poderiam combater, que torne possível fazer guerra, suprimir a liberdade dos cidadãos, reforçar o Estado policial, garantir seus gigantescos orçamentos e possibilitar um enorme lucro aos conglomerados armamentistas. As medidas bélicas e de segurança são os maiores negócios que existem, ou seja, o “Terror” nunca pode parar, nunca pode haver paz, deve ser mantida a crença neste fantasma o máximo possível.

(Obs. O autor desse texto não leva em conta uma coisa ainda mais importante, o conceito do -“inimigo necessário”- que os EUA precisa para se manter unido. Pois, uma vez que não exista mais “inimigos em comum” que ameacem os States, estes mesmos estados passarão a reivindicar independência de Washington, D.C. iniciando um processo de deterioração e desmontagem dessa superpotência que coloca “ordem” no mundo. Os estados vão se dividir, virando pequenos países fracos e conflitantes entre eles. Não vamos esquecer que já houve uma guerra civil lá que durou 4 anos e matou mais de 800 mil pessoas).

EUA já mergulhou numa guerra civil generalizada, e isso foi durante a revolução industrial, eles se mataram mesmo, mais de 800 mil pessoas. Estados do Sul queriam se separar do Norte, essa tendência separatista ainda existe hoje, Texas, Califórnia são os estados que mais causam problemas nesse sentido

Também não é digno de nota, que o presidente Bush tenha dito sobre Bin Laden em uma entrevista à imprensa, a 13 de março de 2001, perguntado por jornalistas: “Eu não sei onde ele está. E para ser sincero, eu não tenho qualquer interesse nele” - ou seja, a procura por ele é irrelevante, (WH).

Está claro também, quem iria se interessar por alguém que já morreu e o verdadeiro objetivo era mesmo preparar a invasão do Iraque, esta criminosa guerra de agressão com motivos inventados (SPIN) ao povo americano, embora ele tenha admitido que nem Saddam Hussein tenha algo com o 11 de Setembro, nem exista qualquer ligação de Saddam com Bin Laden, (BBC).

Bin Laden e sua suposta rede de terror Al-Qaeda  sempre são lembrados na ocasião oportuna por Bush, Blair e todos políticos europeus, quando eles querem colocar as pessoas em um estado de medo e pânico, quando eles querem novamente nos restringir a liberdade.

Seguem algumas frases de pessoas que confirmam a morte de Bin Laden:
Morreu apenas 3 meses depois do 11 de Setembro de 2001

- O presidente paquistanês Musharraf: “Eu acredito que muito provavelmente Bin Laden está morto, pois ele não poderia ser continuamente tratado de sua insuficiência renal”. (CNN)

- O presidente afegão Karsai: “Osama Bin Laden está provavelmente morto, mas o antigo chefe talibã Mullah Omar está ainda vivo”. (CNN)

- O diretor do departamento anti-terror do FBI, Dale Watson: “Eu acredito que Bin Laden esteja morto”. (BBC)

O chefe-redator da londrina Arab News Magazine: “Nós publicamos o último desejo de Bin Laden que foi escrito no final de 2001 e mostrá-lo deitado prestes a morrer ou já morto”. (CNN)

O serviço secreto israelense: “Nós não vemos Bin Laden como um perigo e ele não está em nossa lista” (Janes) e ainda “Bin Laden morreu provavelmente na ocasião dos ataques dos norte-americanos em dezembro de 2001. O aparecimento de novas notícias e fotos são provavelmente uma fabricação”.

A CIA anunciou a 3 de julho de 2006, segundo o New York Times, que ela dispensou o departamento que se ocupava com Bin Laden. A missão da unidade denominada “Alec Station” foi encerrada no último ano e os agentes incumbidos com novas missões na luta contra o terror.

O Vídeo falso de Osama Bin Laden

Nos últimos anos apareceram alguns vídeos de Bin Laden, mas foram desvendados pelos especialistas como falsificações. Na verdade nem é preciso ser um perito para ver imediatamente que trata-se de um ator que representa Bin Laden.

Estes vídeos aparecem justamente quando a população norte-americana está diante de alguma decisão importante. É assim que três dias antes das eleições para presidente a 30 de outubro de 2004, apareceu um vídeo desta natureza. (BBC)

Quem se aproveitou da mensagem terrorista do falso Bin Laden, colocando medo nos eleitores. Bush naturalmente, ele foi eleito!

O “novo” Bin Laden

À esquerda vemos o verdadeiro Bin Laden e à direita, o falso, que nos é mostrado em vídeos desde 2002. A diferença é tamanha que qualquer comentário adicional é supérfluo...

Novas declarações sobre a morte de Bin Laden
Entrevista com ex-primeira ministra do Paquistão Benazir Bhutto em 02 de Novembro de 2007

A 02 de Novembro de 2007, o conhecido jornalista britânico David Frost entrevistou na TV Al-Jazeera a antiga chefe de governo e líder da oposição do Paquistão, Benazir Bhutto, que há pouco tempo foi assassinada por um disparo de pistola pelas costas.

A senhora Bhutto faz uma declaração nesta oportunidade que confirma meu artigo acima até momento. Ela disse, Osama Bin Laden está morto, e foi assassinado por Ahmed Omar Saeed Sheik.

Esta declaração de uma pessoa que possui informações do serviço secreto confirma que Bin Laden já está morto há muito tempo e os políticos do ocidente, como Bush e Schäuble, o mantêm vivo artificialmente como fantasma, como imagem do inimigo e vigarista, para justificar suas medidas anti-terror e guerras.

Se ele morreu de sua deficiência renal, como os membros do talibã dizem, para transformá-lo em herói, ou ele foi assassinado pelos seus próprios companheiros, não tem importância. Importante é que ele está morto e já faz muito tempo. Aliás, esta sensacional declaração de Bhutto, que revela a farsa desta “Guerra contra o Terror”, foi completamente boicotada pela mídia do Ocidente e este trecho da entrevista foi cortado.

Com isso está provado que a grande mídia é cúmplice na propagação da mentira sobre Bin Laden e seu papel como líder terrorista. Ele não existe mais e todas suas mensagens, que sempre aparecem de tempos em tempos, são falsificações!

A 02 de outubro de 2008, o antigo diretor da CIA, Robert Baer declarou a uma rádio: - “Mas é claro que Bin Laden está morto!” - O presidente paquistanês Asif Ali Zardafi declarou a 27 de abril de 2007 sobre Bin Laden: - “Nosso reconhecimento acredita que ele esteja morto”. (Ria Novosti)

Professor David Ray Griffin apresenta minuciosamente em seu livro “Osama Bin Laden: Dead or alive?”, que Bin Laden está morto desde dezembro de 2001. Até o Bild Zeitung reportou a esse respeito.

Texto acima é de autoria de Alles Schall, norte Americano e foi traduzido para o português. Originalmente publicado em 25 de Maio de 2007.

Diálogo entre um repórter britânico chamado David Frost e a ex-primeira ministra do Paquistão Benazir Bhutto em 02 de Novembro de 2007, onde ela declara que Osama foi assassinato por um tal de “Omar Sheikh” desde 2001.

Lembrando que ela mesma foi morta em 27 de dezembro de 2007 [Clique Aqui] provavelmente pelos agentes dos EUA.

Benazir Bhutto morta pelo Establishment dos EUA por 'falar demais'

- Repórter britânico David Frost: Houve um relatório que disse que tinha planejado com o Presidente Musharraf para escrever uma carta para ser enviado no caso de sua morte por assassinato instando-o a investigar certos indivíduos em seu governo. Isso é verdade?

- Benazir Bhutto: Sim, é verdade que eu escrevi ao general Musharraf, recebi a informação do general Musharraf que um país amigo tinha passado para eles a informação que eu poderia ser atacada por uma gangue do senhor da guerra afegão Baitullah Mehsud, ou por Hamza Bin Laden o filho de Osama bin Laden ou pelo Taleban paquistanês em Islamabad ou por um grupo em Karachi, então, mandei de volta uma carta dizendo que, enquanto estes grupos pode ser usado, eu pensei que era mais importante ir atrás do povo que os apoiaram, que organizou os quem poderia ser o financiadores ou os organizadores do financiamento para esses grupos e eu nomeei três indivíduos que eu pensava que eram os simpatizantes.

Agora eu entendo que eu poderia estar errada e minhas suspeitas poderiam ser deslocada, mas estas são as pessoas, eu suspeito, que querem parar a restauração da democracia eles querem parar o meu regresso porque sabem que em 1993 quando o Paquistão estava à beira de ser declarado um estado terrorista parei o aumento do terrorismo e eles sabem que eu posso fazer isso de novo então eu sinto que essas são as forças que realmente querem parar, e não apenas a mim, mas o processo democrático. Mas a vontade do povo vai triunfar...

- Repórter britânico David Frost: E em termos dessas três pessoas que você mencionou eram membros ou associados com o governo?

- Benazir Bhutto: Sim, bem um deles é uma figura muito fundamental na segurança, ele é um ex-oficial militar ele é alguém que tinha relações com a Muhammad Jesha um dos grupos banidos com Maulana Azhar que estava em uma prisão indiana por decapitar três turistas britânicos e três turistas americanos e ele também tinha relações com Omar Sheikh o homem que assassinou OSAMA BIN LADEN.

Agora eu sei que ter relações com as pessoas não significa necessariamente evidência direta mas também sei que a segurança interna está em total colapso no Paquistão e que a segurança interna não pode estar assim em colapso se não fosse a conivência de alguns... tudo para que se volte o aumento dos militantes e a militância.

Não são apenas as nossas áreas tribais que estão fora de nosso controle, mas mesmo a bela Vale de Swat está agora sob semi-domínio de islâmicos radicais.

Então eu gostaria de ver um aparte inquérito policial levar assistido por Scotland Yard ou o FBI entrar, use a sua forense e explicação científica para descobrir não só os autores, mas dos financiadores e os organizadores deste crime hediondo que matou 158 pessoas inocentes.

Veja Também: [11 de Setembro] - [Engenheiros WTC] - [Pessoas WTC] - [Osama Bin Laden]

Prints dos diversos artigos bombásticos para garantir que não sumirão da Web:



















Fontes: (as dezenas de links estão no corpo do artigo)

- Principal insider do governo dos EUA: Bin Laden morreu em 2001, 11/9 Uma falsa bandeira: http://www.prisonplanet.com/top-us-government-insider-bin-laden-died-in-2001-911-a-false-flag.html


- 18 anos das mentiras, insultos e negligências de 11 de setembro de Donald Trump. Da mentira 'muçulmana aplaudida' às reivindicações de caridade, o Novayorkino tem uma enorme história de indiferença e desprezo pelo dia mais sombrio da história de sua cidade: https://www.thedailybeast.com/15-years-of-donald-trumps-911-lies-insults-and-slights?ref=scroll

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Osama Bin Laden, Morreu, foi morto, Ataques de 11 de Setembro de 2001, WTC, World Trade Center, NY, Nova York, Twin Towers, Torres Gêmeas, 11 de Setembro, Osama, Bush,família Bush,Bin Laden,11 de setembro, Ataques de 11 de Setembro de 2001, Bin Laden, bush, família Bush, foi morto, morreu, nova york, NY, Osama, osama bin laden, Torres Gêmeas, Twin Towers, World Trade Center, WTC, 

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. (Bruno Guerreiro de Moraes)