domingo, 8 de agosto de 2010

Faixa de Buracos - Rastro de Veiculo ET no solo de Nazca no Peru - Band of Holes - Inexplicável

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Conhece as Linhas de Nazca do Peru? Não? Então [Clique Aqui]

Mistério da Faixa de Buracos em Pisco Valley, no deserto da Bolívia - Band of Holes:

Mas vamos falar nesse artigo sobre o que foi apelidado de “Band of Holes” [Faixa de Buracos], são milhares e milhares de buracos feitos na encosta de um monte num vale perto da cidade de Pisco, no Peru chamado Cajamarquilla, no Brasil também temos algo parecido, [Clique Aqui].


Faixa de Buracos, no Peru, mistério fantástico, uma das maiores evidencias sobre a atividade extraterrestre no nosso planeta

Esses buracos é como se fosse uma impressão de veiculo, tipo uma máquina, trator, ou robô que passou por ali há muito tempo atrás. Não há exatamente uma datação especifica que conte a idade dessas impressões, mas certamente tem milhares de anos. São tão antigos quanto as Linhas de Nazca, e foram alvos de veneração pela população local (aliás ainda é alvo de veneração). Todos os buracos são exatamente do mesmo tamanho, com a mesma profundidade, variando pouco. É realmente como se fosse impressões feitas por esteiras de um trator, ou veiculo parecido que passou por ali.

Assim com as esteiras de um trator fazem marcas no solo, a 'faixa de buracos' do vale Cajamarquilla parecem ser marcas de um veiculo muito grande e pesado, similar há um trator

Mas os incas possuíam Tratores há milhares de anos atrás? Tratores Gigantescos que escalam montanhas? Com milhares de toneladas? Está é uma prova sem paralelos que coloca os pseudocéticos numa situação realmente muito difícil! O tal veiculo que passou por ali devia ser enorme, e muito pesado. No mínimo o tamanho de uma casa de classe média. Andou pelo solo pedregoso e desértico por 1,450 quilômetros [um quilometro e 450 metros] o diâmetro da faixa é de 20 metros e ele fez cerca de 6 mil e 900 orifícios no solo de pedra, lembrando que se trata da encosta de uma montanha.


Marcas no solo pedregoso se entendem por um quilometro e 450 metros

Pessoas andam em meio aos orifícios misteriosos no solo do Peru

Sua origem remonta aos tempos antigos e permanecem um mistério muito similar aos de suas vizinhas tais como as Linhas de Nazca, a cidade de Machu Picchu, cidade de Tiwanaku, Ollantaytambo, Sacsayhuaman, etc... mesmo a população local [descendentes dos incas] não sabem quem fez a 'Faixa' e por que... Eles mesmos não sabiam que era uma “Faixa”, só ficaram sabendo quando aviões fotografaram do Céu.

A “Faixa”, vista do chão, milhares de buracos como se fossem impressos por máquina, um veiculo que passou por ali 

Esse mesmo povo não sabe dizer quem fez as Linhas de Nazca, só sabem que é um lugar “sagrado”, onde os deuses um dia pisaram. É muito obvio que se trata de marcas feitas por um veiculo misterioso, quaisquer 'explicações' convencionais caem no completo descredito, de forma alguma explicam o fenômeno. Agora que veiculo era esse e de quem era? Só podemos especular que se trata de visitas de extraterrestres, não há outra explicação possível. Pois tanto as Linhas de Nazca como a “Faixa de Buracos” estão ali desde antes dos Incas surgirem (já que seus descendentes não sabem dizer quem as fez). Então faz mais de 3 mil anos. Quer ver a Faixa de Buracos pelo Google Earth? Não sabe o que é isso? [Clique Aqui]. Aqui estão as especificações exatas, ache você mesmo no Google Earth as marcas do veiculo extraterrestre no solo da cordilheira dos Andes:

[Dica: Pesquise inicialmente no Goolge Earth por "Pisco, Peru"]


Artigo com boas informações - Insólito: Band of Holes - Fonte AQUI

Pensar no Peru e em algo insólito significa: Nazca, com o seu conjunto de geoglifos localizados em pleno deserto e designados como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1994. Pode haver alguma coisa ainda mais insólita? Pode. Cerca de 220 quilômetros mais a Norte, no mesmo planalto onde surge Nazca, há uma estrutura artificial muito curiosa, cujos construtores são desconhecidos, tais como as suas finalidades. Band of Holes, O nome inglês diz tudo: "Banda de Buracos". E basicamente é isso: um conjunto de buracos. A particularidade está no facto destes buracos estarem dispostos geometricamente e de estenderem-se ininterruptamente ao longo de várias milhas. Perto do Val de Pisco, numa planície chamada Cajamarquilla, existem milhares de buracos escavados na rocha dura, colocados de forma linear ao longo dum terreno irregular. Ninguém faz ideia de quem os cavou ou da razão pela qual foram feitos. Até a existência da Band of Holes foi notada só quando a área começou a ser observada do céu.

No total, existem mais de 7.000 buracos, escavados de forma regular numa faixa de terreno com orientação Norte-Sul: podem ter uma profundidade que varia de alguns centímetros até 2 metros. Algumas secções apresentam buracos com uma precisão rígida e perfeita. A extensão da estrutura, que parte do fundo do vale e segue a encosta dum monte, ultrapassa o quilômetro.

Por quem e porque foram feitos este buracos? Como afirmado: não há respostas. Os arqueólogos convencionais têm tentado explicar de todas as formas possíveis a faixa, mas sem muito sucesso. Alguns sugerem que os buracos servem para preservar o trigo. Mas havia outras maneiras de guardar as colheitas, muito mais simples; e nenhum resto de trigo foi encontrado. Outros sugerem umas possíveis sepulturas vertical. Mas também neste caso nada de ossos, artefactos, restos, inscrições ou jóias. E não há sinais de coberturas nem de algo que pudesse identificar os ocupantes. Erich von Daniken, um dos pioneiros da Teoria antigo astronauta, inspeccionou pessoalmente o local há alguns anos e no seu relatório mostra que a Band of Holes é uma sequência de oito furos que ocupam 24 metros de largura; procedia do fundo do Vale de Pisco, subindo a encosta duma montanha, até desaparecer. Segundo von Daniken, a sequência faz lembrar os traços deixados por algum tipo de máquinas de mineração, equipamentos usados para mover-se ao longo do terreno metodicamente, para testar a geologia do local.

Mas é claro que estamos perante hipóteses não sufragadas por algumas provas, como as anteriores. É interessante notar que, na parte do território que fica a leste da faixa de buracos, existem formações semelhantes a ruínas, como se aí tivesse havido um antigo assentamento. A distância é mínima: poucas centenas de metros entre a Band of Holes e as supostas ruínas. Mas, por enquanto, isso é tudo o que pode ser dito acerca destes misteriosos lugares. A Band of Holes é visível nas mapas de Google Earth, mas a resolução é melhor nos mapas da Microsoft, no portal Bing. Em ambos os casos, as coordenadas são as seguintes: 13° 42′ 59.9″ S, 75° 52′ 28.46″ W para 13° 42′ 20″ S, 75° 52′ 28.46″ W As alegadas ruínas são visíveis nestas coordenadas: 13° 42′ 36.80″ S , 75° 51′ 4.07″ W

Galeria de Fotos - A Faixa de Buracos:

Notem, os buracos são exatamente iguais e basicamente com a mesma profundidade e largura, feito então por algum tipo de pneu ou esteira tipo de trator, por veiculo desconhecido

Usando o Google Earth podemos ver a faixa a partir do espaço, clique na imagem para ampliá-la

Nessa sem o destaque com cor [Obs. clique nas imagens para vê-las ampliadas]

O local exato onde a faixa fica no mapa, use o Google Earth e veja por si mesmo

Ruínas de uma cidade próxima, certamente uma cidade inca que por causa das Linhas de Nazca e da "Faixa" se estabeleceram ali, afinal era um lugar onde os deuses estiveram

Aqui ruínas de Machu Picchu, como podem ver são bem similares se vistas do espaço



Visão mais ampla de onde a faixa se encontra, note que tem plantações próxima dali

A Faixa feita por veiculo dos "deuses" os extraterrestres



Mais de 1 Quilômetro e 450 metros de extenção

E eis os responsáveis pelas marcas! Esses Ets... nem para dar uma ajudinha aqui em baixo! Poderiam, sei lá, deixar aqui uma máquina de replicar alimentos... Kkkk!! 





















Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza

Tags: As Linhas de Nazca, Band of Holes, Erich Von Däniken, faixa de buracos, geóglifos, Incas, Linhas de Nazca, Mistério Fantástico, Peru, 

3 comentários:

Marciano disse...

Não acredito em Deuses astronautas,masacredito que nós ,humanos,já fomos desenvolvidos tecnologicamenteedevidoa algum cataclisma voltamos a estaca zero, foi tipo um fim do mundo e ali naquele lugar deve ter sido o único lugar disponivel no planeta para quem sobrou se estabelecer.

Roder disse...

Verdade! Custava nos ajudar? Rsrs! Mas não, pelo que vejo só querem mesmo nos usar! Mas valeu pela postagem! Muito boa essa matéria! Mais uma evidência que definitivamente prova a existência de alguma tecnologia avançada no passado em "nosso" planeta.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Insólito: Band of Holes: http://blogoosfero.cc/informacaoincorrecta/blog/insolito-band-of-holes Pensar no Peru e em algo insólito significa: Nazca, com o seu conjunto de geoglifos localizados em pleno deserto e designados como Património Mundial pela UNESCO em 1994. Pode haver alguma coisa ainda mais insólita? Pode. Cerca de 220 quilómetros mais a Norte, no mesmo planalto onde surge Nazca, há uma estrutura artificial muito curiosa, cujos construtores são desconhecidos, tais como as suas finalidades. Band of Holes, O nome inglês diz tudo: "Banda de Buracos". E basicamente é isso: um conjunto de buracos.

A particularidade está no facto destes buracos estarem dispostos geometricamente e de estenderem-se ininterruptamente ao longo de várias milhas. Perto do Val de Pisco, numa planície chamada Cajamarquilla, existem milhares de buracos escavados na rocha dura, colocados de forma linear ao longo dum terreno irregular. Ninguém faz ideia de quem os cavou ou da razão pela qual foram feitos. Até a existência da Band of Holes foi notada só quando a área começou a ser observada do céu.

No total, existem mais de 7.000 buracos, escavados de forma regular numa faixa de terreno com orientação Norte-Sul: podem ter uma profundidade que varia de alguns centímetros até 2 metros. Algumas secções apresentam buracos com uma precisão rígida e perfeita. A extensão da estrutura, que parte do fundo do vale e segue a encosta dum monte, ultrapassa o quilómetro.

Por quem e porque foram feitos este buracos? Como afirmado: não há respostas. Os arqueólogos convencionais têm tentado explicar de todas as formas possíveis a faixa, mas sem muito sucesso. Alguns sugerem que os buracos servem para preservar o trigo. Mas havia outras maneiras de guardar as colheitas, muito mais simples; e nenhum resto de trigo foi encontrado.

Outros sugerem umas possíveis sepulturas vertical. Mas também neste caso nada de ossos, artefactos, restos, inscrições ou jóias. E não há sinais de coberturas nem de algo que pudesse identificar os ocupantes. Erich von Daniken, um dos pioneiros da Teoria antigo astronauta, inspeccionou pessoalmente o local há alguns anos e no seu relatório mostra que a Band of Holes é uma sequência de oito furos que ocupam 24 metros de largura; procedia do fundo do Vale de Pisco, subindo a encosta duma montanha, até desaparecer. Segundo von Daniken, a sequência faz lembrar os traços deixados por algum tipo de máquinas de mineração, equipamentos usados para mover-se ao longo do terreno metodicamente, para testar a geologia do local.

Mas é claro que estamos perante hipóteses não sufragadas por algumas provas, como as anteriores. É interessante notar que, na parte do território que fica a leste da faixa de buracos, existem formações semelhantes a ruínas, como se aí tivesse havido um antigo assentamento.
A distância é mínima: poucas centenas de metros entre a Band of Holes e as supostas ruínas. Mas, por enquanto, isso é tudo o que pode ser dito acerca destes misteriosos lugares. A Band of Holes é visível nas mapas de Google Earth, mas a resolução é melhor nos mapas da Microsoft, no portal Bing. Em ambos os casos, as coordenadas são as seguintes:
de 13° 42′ 59.9″ S, 75° 52′ 28.46″ W para 13° 42′ 20″ S, 75° 52′ 28.46″ W

As alegadas ruínas são visíveis nestas coordenadas: 13° 42′ 36.80″ S , 75° 51′ 4.07″ W

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]