domingo, 2 de maio de 2010

Hitler - Sociedade Vril - A Ordem que o Ajudou - Ocultismo Nazista

Parte [1] do Artigo, Clique Aqui

A sociedade Vril era uma ordem ocultista que pratica a comunicação com as almas desencarnadas. 

Veja o Documentário completo, apesar de dividido em varias partes no Youtube, aqui ele passará como se fosse apenas um de longa duração:

Lista de Reprodução, [Clique Aqui]

Vril – O Poder da Raça Vindoura’ de E. BULWER-LYTTON, ficção baseada em escritos de ordens ocultistas, principalmente da Sociedade Teosófica de Blavatsky

Se trata de uma organização de médiuns que se comunicam com entidades extracorpóreas (como acontece no Espiritismo de Allan Kardec) mas no caso da sociedade Vril, a intenção principal era se comunicar com as almas de alto nível (antigos deuses das religiões antigas) e com os seres extraterrestres. Segundo as investigações dos pesquisadores de sociedades secretas, foi graças à sociedade Vril que a tecnologia nazista (alemã) superou tanto a de outros países, as idéias sobre as inovações tecnológicas vinham das entidades que se comunicavam com os médiuns da ordem Vril.

Planta de disco voador psicografado pelos médiuns da sociedade Vril


Jan Udo Holey, vulgo *Jan Van Helsing [pseudônimo usado na época que lançou o livro] escreve o seguinte sobre a Sociedade Vril em seu livro: “As sociedades Secretas e seu poder no século XX”, faça o download gratuito do livro completo, [Clique Aqui] - “À primeira vista, a Sociedade Vril não deveria fazer parte de nosso assunto, que realça mais a política, mas ela é uma das sociedades secretas das mais interessantes com o jamais existiu. É por isso que precisamos absolutamente mencioná-la. Não existe nenhum livro na Alemanha sobre essa Sociedade Vril e qualquer documento que poderia relacionar-se com esse nome, ou mesmo lembrar esse nome, foi muito bem subtraído pelos Aliados. Mas como podeis ver, não foi tudo que desapareceu. E sinto um prazer todo particular em revelar aqui esse tema ao leitor. Com efeito, ireis verificar quais são os meios influentes não alemães que fazem questão de ocultar a verdade aos alemães. Karl Haushofer fundou, antes de 1919, uma segunda ordem, os “Irmãos da Luz” que tomou, mais tarde, o nome de “Sociedade Vril”.


Nesta se encontravam também “Os Mestres da Pedra Negra” (DHVSS), uma nova fundação dos templários oriundos da ordem Germânica de 1917, e os Cavaleiros Negros do Sol Negro, elite da Sociedade Thule e das SS” - Leia o restante no livro de Udo, faça o Download gratuito.

Outro projeto de disco voador nazista


                      Notas colocadas no Vídeo por mim                  

Nota 1]:
Atenção! Esse trecho de documentário é do Canal por assinatura Discovery Channel, esse canal é extremamente tendencioso para o materialismo/ateísmo/reducionismo, por isso ele distorceu varias informações a favor dos dogmas dessa religião.

Nota 2]:
Por isso eu vou apresentar varias notas corretivas durante o vídeo.

Nota 3]:
Na verdade não se tratava de simples "Orgias", mas sim de Tantrismo, uma técnica da tradição do Yoga que visa ativar a Kundalini, berço de todos os potenciais psíquicos.

Tantra, o sexo a favor da ativação dos poderes psíquicos, uma ciência com mais de 5 mil anos de desenvolvimento


Nota 4]:
Sólidos”, porém bem distorcidos a favor do puro materialismo

Nota 5]:
Não há nada de “intangível” nessa força apelidada de “Vril” pelos alemães, pois se trata do CHI ou Prana das tradições do oriente, no ocidente é chamada de ectoplasma, o ectoplasma é uma substancia bio-elétrica que pode ser usada para provocar fenômenos dos mais variados e ainda por cima materializar objetos e almas.

Nota 6]:
Veja o nome do Livro desse cara:
"Storm Troopers of Satan"
Traduzindo:
"Os Soldados da Tempestade de Satan!" (Risos), o Sr. Michael Fitzgerald deve se tratar de um evangélico fundamentalista, por isso nada confiável. Grande Discovery! (Risos) Tendenciosidade até o talo!

Nota 7]:
Mas é claro, ela de fato fornece poderes psíquicos reais.

Nota 8]:
Sim isso, eram técnicas de Yoga, tipo respiração, mantras, visualização, acesso a memórias de vidas passadas

Nota 9]:
Essa é a parte mais revoltante do vídeo, extremamente distorcido! A tal da “Magia Sexual” é o Tantra! Segundo os mestres do Yoga, o Tantra é a forma mais rápida e poderosa de ativar a kundalini, a kundalini é a chave para a obtenção dos potencias psíquicos, sem a ativação da kundalini, não há como possuir poder psíquico.

O tantra é a arte de usar a atividade sexual para ativar o Chakra Raiz, que é onde está a porta para a Kundalini.

Tantra é as técnicas de Yoga usadas para tornar o ato sexual um motor para a ativação da kundalini

Nota 10]:
Vejam o absurdo! O “respeitável” Canal Discovery Channel colocou um bando de pastores de igreja para dar opinião nesse assunto! (Risos), é rir para não chorar! Um bando de ignorantes que nunca leram um livro sobre meditação e Yoga!

Nota 11]:
Sim logicamente, pois desde a antiguidade os “deuses” pedem sacrifícios de animais e humanos, inclusive aquele citado na bíblia como o “Deus Hebreu”. Esses “deuses” fazem pactos em troca de sangue, e de fato prestam serviços espirituais em troca de sacrifícios de animais, se a coisa sacrificada era um ser humano, então ainda melhor. Isso claro tratasse de magia negra, então podemos dizer que os Judeus são Magos Negros.

Nota 12]:
Sim, a energia vital do corpo da vitima [humana ou animal] é usada pelas almas [parte da energia] para provocar algum efeito físico.
Para as almas interferirem no mundo material, se faz necessário que elas se "revistam" de energia vital de corpos físicos.
As crianças, em particular, tem muita energiavital [ectoplasma] por isso são ideais, já um adulto já gastou parte dessa energia com os anos.

Nota 13]:
Essa parte do vídeo é hilária, totalmente materialista e ignorante, o conceito geral que os membros da sociedade Vril usavam era proveniente do Ocultismo e das artes místicas do extremo Oriente, essas artes saíram de países multimilenares, tais como Índia, China, Babilônia, Egito, etc... O nome Vril foi inspirado na ficção, mas tudo o que essa sociedade realmente era veio de tradições antigas, de tratados de Magia e invocação de entidades da idade média.

Nazistas aproveitaram vários princípios Hindus e Budistas com a intenção de ativar seus poderes internos

Nota 14]:
Ficção baseada em artes reais, o autor deve ter pesquisado sobre as praticas ocultistas e então criou a ficção baseado nessas pesquisas, o que os alemães fizeram foi simplesmente ir atrás das fontes usadas pelo autor e então estudar essas artes a sério. É como eu fazer um livro de ficção baseado na cultura do Tibete, não é uma história real, mas é baseada em fatos reais, que podem ser pesquisados e analisados a sério depois, quantas pessoas viajaram para o Tibete, ou deram atenção ao budismo depois de ver o filme, o Pequeno Buda?

Nota 15]:
Sim, apesar de ficção é baseado em fatos reais, o grupo dos MO-PAI da tradição taoísta possuem poderes psíquicos reais, comprovados cientificamente, se quiserem ver um exemplo [Clique Aqui!]

Nota 16]:
Logicamente que não né Discovery Channel! Ele foi baseado em ciência empírica, comprovada por diversos experimentos, é a ciência oculta que até hoje é praticada pela Elite do Planeta, e de fato serviu para dominar o mundo, se trata dos Illuminati, [Clique Aqui!]

Illuminatis dominam o mundo

Nota 17]:
Que afirmação estúpida! Não é “apenas ficção” é real, se trata de ocultismo, praticas taoístas e de Yoga, isso tudo é realidade, e pode ser pesquisado para se comprovar.

Pesquisem no Google por: Yoga Tântrico, Taoísmo, Budismo, Mestres imortais, Chakras, Kundalini, Iniciações ocultistas.

E vão ver por si mesmos. Apenas o nome Vril é que foi retirado do livro.

Fim das Notas

Os alemães tencionavam se converterem em Deuses, usando da sabedoria do extremo oriente e comunicação com as entidades de outros mundos



Voltar para a Parte [1] do Artigo, Clique Aqui


Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Um comentário:

Jonas Vicente disse...

Cara amigo não trata-se apenas de prana como você mesmo disse, porém, do pra prana dos pranas, do vyria, isto é, do sêmen. Acredito, todavia não posso precisar que vril, trata-se apenas de uma forma mais confortável para língua alemã do original Vyria em sânscrito. Se observar com cuidado, perceberá que não é estranho que fossem praticantes de tantra, tendo em vista a explanação que fiz, fazendo referência ao sêmen.

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. (Bruno Guerreiro de Moraes)