sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Carta de Gilberto Geraldo Garbi - Intelectualzinho não tão inteligente assim...

Mais sobre o assunto - José Serra - Entrega do patrimônio publico a preço de Banana vai voltar se eleito - privatizações: [Clique Aqui- José Serra Biografia Completa - Candidato a Presidência 2010: [Clique Aqui] - Protestos Contra a Copa [Clique Aqui]. Recebi essa carta por email, e dei uma resposta a pessoa que me enviou, depois pesquisei na WEB e vi que dezenas de sites estão reproduzindo a carta, a grande maioria deles apoiando o autor da mesma. Bem dessa vez porém ela vai ser criticada como merece, a critica vai ser curta e grossa...

[sofista+pregando2.jpg]

A primeira coisa a dizer, como é mais do que obvio, a carta se trata de uma jogada política, é apenas alguém da oposição criando intriga. Já que Gilberto Geraldo Garbi é partidário de Fernando Henrique Cardoso, trabalhou no governo do tucano e por isso tem motivos de sobra para ter magoa de Lula e seus aliados, já que demitiram ele... não é um texto imparcial, seu discurso tem segundas, terceiras e quartas intenções.

Minha Critica a Carta:

Li a carta inteira, e quem lê até tem a impressão que o governo Fernando Henrique Cardoso [FHC] foi perfeito, maravilhoso e honrado! E que lógico... levou o Brasil as alturas entre as nações! Mas toda essa discussão infrutífera sobre política, políticos, e blá,blá,blá... como sempre não vai nós levar a nada, o que realmente importa é saber onde e como governa o verdadeiro poder. Me refiro a Elite Negra, os donos dos bancos e das Multinacionais, estes sim GOVERNAM já o Lula, Fernando Henrique e outros... bem esses apenas tentam sobreviver... Esse Gilberto não é tão inteligente, é um idiota se não reconhece e não vê o verdadeiro governo. Ou então ele FAZ PARTE DESSE GOVERNO, e agora usa de Sofisma para criar neurose e controvérsia entre as pessoas, uma estratégia bem antiga e conhecida usada desde o tempo da Babilônia para desestabilizar um governo do bem. Ele me parece apenas um sofista que usa da técnica de retórica sofisticada (chamada em filosofia de pernóstica, erística), e por tanto tenta convencer as pessoas a aceitar uma idéia sem nexo usando de ataques Ad hominem, Erísticas, Argumentum ad verecundiampalavras elaboradas, porém destituídas de razão. O cara é por tanto um falso sábio, um ilusionista do saber. Se trata de um hábil enganador que tenta encantar as massas embaralhando as informações, fazendo falsas acusações e distorcendo os fatos a favor de sua retórica maliciosa. Para se precaverem contra esse tipo de ardil, devem estudar filosofia, e reconhecer quem são os verdadeiros governantes da Terra, um bom começo é assistir a esse documentário:

Apelo Final - Acorde para a Realidade:
(Veja todas as partes, Clique Aqui)

Gilberto Geraldo Garbi é um agitador assalariado, pau mandado da elite governante que morre de ódio pelo "analfabeto" ter se tornado o melhor presidente que o brasil teve em todos os tempos. Agora, como fizeram com a CPMF, tentam criar lobby e fazer a cabeça do povo pobre e mal preparado pela educação precária que deram nas escolas. Sobre sofistas veja essa pagina: [Clique Aqui].

Artigos Relacionados:


Lula lamenta o fim da CPMF - Ricos ganharam, os pobres ficaram mais pobres: [Clique Aqui]

Lei do Tempo Máximo em Fila de Banco - Exija seu direito! - Lei nº 13.948/2005: [Clique Aqui]



Agora leiam a carta do Sofista, e vejam se eu não tenho razão:

Ps. depois de lerem a "cartinha" sofistica do intelectualzinho, leiam a biografia do Serra, candidato da oposição, logo abaixo, ela fundamenta o que estamos afirmando aqui, os Tucanos são servos descarados dos poderosos da Elite [menos de 1% da população do País], se Lula e Dilma servem a Elite governante, então eles sabem disfarçar melhor. Então nesse caso prefiro eles, são melhores atores...


Carta de Gilberto Geraldo Garbi para Lula.

Quem é ele?:

Gilberto Geraldo Garbi foi um dos alunos classificados a seu tempo como UM DOS MELHORES ALUNOS DE MATEMÁTICA que já haviam adentrado o ITA, entre outras honrarias que recebeu daquela instituição. Depois de graduado, desenvolveu carreira na TELEPAR, onde chegou a Diretor Técnico e Diretor Presidente, sendo depois Presidente da TELEBRAS sendo, depois, presidente da NEC, tudo isso no Governo FHC, atualmente está fora do governo, e carrega muitas magoas...

A CAMINHO DOS 99,9999995%
(Por: Gilberto Geraldo Garbi)

Há poucos dias, a imprensa anunciou amplamente que, segundo as últimas pesquisas de opinião, Lula bateu de novo seus recordes anteriores de popularidade e chegou a 84% de avaliação positiva. É, realmente, algo nunca antes visto nesse país e eu fiquei me perguntando o que poderemos esperar das próximas consultas populares. Lembro-me de que quando Lula chegou aos 70% achei que ele jamais bateria Hitler, a quem, em seu auge, a cultíssima Alemanha chegara a conceder 82% de aprovação. Mas eu estava enganado: nosso operário-presidente já deixou para trás o psicopata de bigodinho e hoje só deve estar perdendo para Fidel Castro e para aquele tiranete caricato da Coréia do Norte, cujo nome jamais me interessei em guardar. Mas Lula tem uma vantagem sobre os dois ditadores: aqui as pesquisas refletem verdadeiramente o que o povo pensa, enquanto em Cuba e na Coréia do Norte as pesquisas de opinião lembram o que se dizia dos plebiscitos portugueses durante a ditadura lusitana: SIM, Salazar fica; NÃO, Salazar não sai; brancos e nulos sendo contados a favor do governo. (Quem nunca ouviu falar em Salazar, por favor, pergunte a um parente com mais de 60).

Portanto, a popularidade de Lula ainda tem espaço para crescer, para empregar essa expressão surrada e pedante, mas adorada pelos economistas. E faltam apenas cerca de 16% para que Lula possa, com suas habituais presunção e imodéstia, anunciar ao mundo que obteve a unanimidade dos brasileiros em torno de seu nome, superando até Jesus Cristo ou outras celebridades menores que jamais conseguiram livrar-se de alguma oposição. Sim, faltam apenas 16% mas eu tenho uma péssima notícia a dar a seu hipertrofiado ego: pode tirar o cavalinho da chuva, cumpanhero, porque de 99,9999995% você não passa. Como você não é muito chegado em Aritmética, exceto nos cálculos rudimentares dos percentuais sobre os orçamentos dos ministérios que você entrega aos partidos que constituem sua base de sustentação no Congresso, explico melhor: o Brasil tem 200.000.000 de habitantes, um dos quais sou eu. Represento, portanto, 1 em 200.000.000, ou seja, 0,0000005% enquanto os demais brasileiros totalizam os restantes 99,9999995%.

Esses, talvez, você possa conquistar, em todo ou em parte. Mas meus humildes 0,0000005% você jamais terá porque não há força neste ou em outros mundos, nem todo o dinheiro com que você tem comprado votos e apoios nos aterros sanitários da política brasileira, não há, repito, força capaz de mudar minha convicção de que você foi o pior dentre todos os presidentes que tive a infelicidade de ver comandando o Brasil em meus 65 anos de vida. E minha convicção fundamenta-se em um fato simples: desde minha adolescência, quando comecei a me dar conta das desgraças brasileiras e a identificar suas causas, convenci-me de que na raiz de tudo está a mentalidade dominante no Brasil, essa mentalidade dos que valorizam a esperteza e o sucesso a qualquer custo; dos que detestam o trabalho e o estudo; dos que buscam o acesso ao patrimônio público para proveito pessoal; dos que almejam os cabides de emprego, as sinecuras e os cargos fantasmas; dos que criam infindáveis dinastias nepotistas nos órgãos públicos; dos que desprezam a justiça desde que a injustiça lhes seja vantajosa; dos que só reclamam dos privilégios por não estar incluídos entre os privilegiados; dos que enriquecem através dos negócios sujos com o Estado; dos que vendem seus votos por uma camiseta, um sanduíche ou, como agora, uma bolsa família; dos que são de tal forma ignorantes e alienados que se deixam iludir pelas prostitutas da política e beijam-lhes as mãos por receber de volta algumas migalhas do muito que lhes vem sendo roubado desde as origens dos tempos; dos que são incapazes de discernir, comover-se e indignar-se diante de infâmias.

Antes e depois de mim, muitos outros brasileiros, incomparavelmente melhores e mais lúcidos, chegaram à mesma conclusão e, embora sejamos minoria, sinto-me feliz e honrado por estar ao lado de Rui Barbosa. Já ouviu falar nele? Como você nunca lê, eu quase iria sugerir-lhe que pedisse a algum de seus incontáveis assessores que lhe falasse alguma coisa sobre a Oração aos Moços... Mas, esqueça... Se você souber o que ele, em 1922, disse de políticos como você e dos que fazem parte de sua base de sustentação, terá azia até o final da vida. Pense a maioria o que quiser, diga a maioria o que disser, não mudarei minha convicção de que este País só deixará de ser o que é uma terra onde as riquezas produzidas pelo suor da parte honesta e trabalhadora é saqueada pelos parasitas do Estado e pelos ladrões privados eternamente impunes quando a mentalidade da população e de seus representantes for profundamente mudada. Mudada pela educação, pela perseverança, pela punição aos maus, pela recompensa aos bons, pelo exemplo dos governantes. E você Lula, teve uma oportunidade única de dar início à mudança dessa mentalidade, embalado que estava com uma vitória popular que poderia fazer com que o Congresso se curvasse diante de sua autoridade moral, se você a tivesse.

Você teve a oportunidade de tornar-se nossa tão esperada âncora moral, esta sim, nunca antes vista nesse País. Mas não, você preferiu o caminho mais fácil e batido das práticas populistas e coronelistas de sempre, da compra de tudo e de todos. Infelizmente para o Brasil, mas felizmente para os objetivos pessoais seus e de seu grupo, você estava certo: para que se esforçar, escorado apenas em princípios de decência, se muito mais rápido e eficiente é comprar o que for necessário, nessa terra onde quase tudo está à venda? Eu não o considero inteligente, no nobre sentido da palavra, porque uma pessoa verdadeiramente inteligente, depois de chegar aonde você chegou, partindo de onde você partiu, não chafurdaria nesse lamaçal em que você e sua malta alegremente surfam, nem se entregaria a seu permanente êxtase de vaidade e auto-idolatria. Mas reconheço em você uma esperteza excepcional: nunca antes nesse País um presidente explorou tão bem, em proveito próprio e de seu bando, as piores qualidades da massa brasileira e de seus representantes. Esse é seu legado maior, e de longa duração: o de haver escancarado a lúgubre realidade de que o Brasil continua o mesmo que Darwin encontrou quando passou por essas plagas em 1832 e anotou em seu diário: Aqui todos são subornáveis. Você destruiu as ilusões de quem achava que havíamos evoluído em nossa mentalidade e matou as esperanças dos que ainda acreditavam poder ver um Brasil decente antes de morrer.

Você não inventou a corrupção brasileira, mas fez dela um maquiavélico instrumento de poder, tornando-a generalizada e fazendo-a permear até os últimos níveis da Administração. O Brasil, sob você, vive um quadro que em medicina se chamaria de septicemia corruptiva. Peça ao Marco Aurélio para lhe explicar o que é isso. Você é o sonho de consumo da banda podre desse País, o exemplo que os funcionários corruptos do Brasil sempre esperaram para poder dar, sem temores, plena vazão a seus instintos. Você faz da mentira e da demagogia seu principal veículo de comunicação com a massa. A propósito, o que é que você sente, todos os dias, ao olhar-se no espelho e lembrar-se do que diz nos palanques? Você sente orgulho em subestimar a inteligência da maioria e ver que vale a pena? Você mentiu quando disse haver recebido como herança maldita a política econômica de seu antecessor, a mesma política que você manteve integralmente e que fez a economia brasileira prosperar. Você mentiu ao dizer que não sabia do Mensalão. Mentiu quando disse que seu filho enriqueceu através do trabalho. Mentiu sobre os milhões que a Ong 13, de sua filha, recebeu sem prestar contas. Mentiu ao afastar Dirceu, Palocci, Gushiken e outros cumpanheros pegos em flagrante. Mente quando, para cada platéia, fala coisas diferentes, escolhidas sob medida para agradá-las. Mentiu, mente e mentirá em qualquer situação que lhe convenha.

Por falar em Ongs, você comprou a esquerda festiva, aquela que odeia o trabalho e vive do trabalho de outros, dando-lhe bilhões de reais através de Ongs que nada fazem, a não ser refestelar-se em dinheiro público, viajar, acampar, discursar contra os exploradores do povo e desperdiçar os recursos que tanta falta fazem aos hospitais. Você não moveu uma palha, em seis anos de presidência, para modificar as leis odiosas que protegem criminosos de todos os tipos neste País sedento de Justiça e encharcado pelas lágrimas dos familiares de tantas vítimas. Jamais sua base no Congresso preocupou-se em fechar ao menos as mais gritantes brechas legais pelas quais os criminosos endinheirados conseguem sempre permanecer impunes, rindo-se de todos nós. Ao contrário, o Supremo, onde você tem grande influência, por haver indicado um bom número de Ministros, acaba de julgar que mesmo os condenados em segunda instância podem permanecer em liberdade, até que todas as apelações, recursos e embargos sejam julgados, o que, no Brasil, leva décadas. Isso significa, em poucas palavras, que os criminosos com dinheiro suficiente para pagar os famosos e caros criminalistas brasileiros podem dormir sossegados, porque jamais irão para a cadeia.

Estivesse o Supremo julgando algo que interessasse a seu grupo ou a suas inclinações ideológicas, certamente você teria se empenhado de corpo e alma. Aliás, Lula, você nunca teve ideais, apenas ambições... Você jamais foi inspirado por qualquer anseio de Justiça. Todas as suas ações, ao longo da vida, foram motivadas por rancores, invejas, sede pessoal de poder e irrefreável necessidade de ser adorado e ter seu ego adulado. Seu desprezo por aquilo que as pessoas honradas consideram Justiça manifesta-se o tempo todo: quando você celeremente despachou para Cuba alguns pobres desertores que aqui buscavam a liberdade; quando você deu asilo a assassinos terroristas da esquerda radical; quando você se aliou à escória do Congresso, aquela mesma contra quem você vociferava no passado; quando concedeu aumentos nababescos a categorias de funcionários públicos já regiamente pagos, às custas dos impostos arrancados do couro de quem trabalha arduamente e ganha pouco; quando você aumentou abusivamente as despesas de custeio, sabendo que pouquíssimo da arrecadação sobraria para os investimentos de que tanto carece a população; quando você despreza o mérito e privilegia o compadrio e o populismo; e vai por aí.... Justiça, ora a Justiça, é o que você pensa...

Você tem dividido a nação, jogando regiões contra regiões, classes contra classes e raças contra raças, para tirar proveito das desavenças que fomenta. Aliás, se você estivesse realmente interessado, como deveria, em dar aos pobres, negros e outros excluídos as mesmas oportunidades que têm os filhos dos ricos, teria se empenhado a fundo na melhoria da saúde e do ensino públicos. Mas você, no íntimo, despreza o ensino, a educação e a cultura, porque conseguiu tudo o que queria, mesmo sendo inculto e vulgar. Além disso, melhorar a educação toma um tempo enorme e dá muito trabalho, não é mesmo? E se há coisa que você e o Partido dos Trabalhadores definitivamente detestam é o trabalho: então, muito mais fácil é o atalho das cotas, mesmo que elas criem hostilidades entres as cores, que seus critérios sejam burlados o tempo todo e que filhos de negros milionários possam valer-se delas. A Imprensa faz-lhe pouca oposição porque você a calou, manipulando as verbas publicitárias, pressionando-a economicamente e perseguindo jornalistas. O que houve entre o BNDES e as redes de televisão?

O que você mandou fazer a Arnaldo Jabor, a Boris Casoy, a Salete Lemos? Essa técnica de comprar ou perseguir é muito eficaz. Pablo Escobar usou-a com muito sucesso na Colômbia, quando dava a seus eventuais opositores as opções: O plata, o plomo. Peça ao Marco Aurélio para traduzir. Ele fala bem o Espanhol. Você pode desdenhar tudo aquilo que aqui foi dito, como desdenha a todos que não o bajulem. Afinal, se você não é o maior estadista do planeta, se seu governo não é maravilhoso, como explicar tamanha popularidade? É fácil: políticos, sindicatos, imprensa, ONGs, movimentos sociais, funcionários públicos, miseráveis, você comprou com dinheiro, bolsas, cotas, cargos e medidas demagógicas. Muita gente que trabalha, mas desconhece o que se passa nas entranhas de seu governo, satisfez-se com o pouco mais de dinheiro que passou a ganhar, em conseqüência do modesto crescimento econômico que foi plantado anteriormente, mas que caiu em seu colo. Tudo, então, pode se resumir ao dinheiro e grande parte da população parece estar disposta a ignorar os princípios da honradez e da honestidade e a relevar as mentiras, a corrupção, os desperdícios, os abusos e as injustiças que marcam seu governo em troca do prato de lentilhas da melhoria econômica. É esse, em síntese, o triste retrato do Brasil de hoje. E, como se diz na França:  l´argent n´est tout que dans les siècles où les hommes ne sont rien. Você não entendeu, não é mesmo? Então pergunte a Marta. Ela adora Paris e há um bom tempo o estamos sustentando, seu gigolô franco-argentino!

Gilberto Geraldo Garbi


Agora acompanhem a biografia do chefe desse intelectualzinho:


Biografia Completa de Zé Serra:

José Serra tem 68 anos é paulista, filho único de italianos. Seu pai era um bem sucedido comerciante no ramo de frutas. José Serra foi criado em uma ampla e confortável casa na Mooca, São Paulo. Quando Serra tinha 11 anos, sua família mudou para uma luxuosa casa em São Paulo na Rua Antônio de Gouveia Giudice, no bairro nobre de Alto Pinheiros. Imóvel não era problema para a rica família Serra, que passava férias no Rio. Um dos espaçosos apartamentos foi cedido para Serra utilizar, exclusivamente, como esconderijo seguro para os grupo terrorista Ação Popular do qual foi um dos fundadores, que pouco tempo depois viriam a praticar atentados, roubar e seqüestrar. Serra, neste período, ajudou a fundar a Ação Popular (grupo radical e adepto da luta armada que explodiu o aeroporto de Guararapes em 25/07/1966). Quando presidente da UNE vivia encangado na barra da calça de Jango. Aos 18 anos, Serra ingressou no curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, o qual nunca concluiu. Com o golpe militar de 1964, ele exilou-se na Bolívia, no Uruguai e, em seguida, no Chile, onde fez o “Curso de Economia” da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), de 1965 a 1966, especializando-se em planejamento industrial.

Apenas 2 (dois) anos de curso! Quer dizer, não é um curso superior formal. Depois disso, fez mestrado em Economia pela Universidade do Chile (1968), da qual foi professor entre 1968 e 1973. Em 1974, fez Mestrado e Doutorado em Ciências Econômicas na Universidade Cornell, nos Estados Unidos, sem nunca ter concluído uma faculdade. Como foi possível isso? No Chile e nos EUA não é exigido curso superior para fazer pós-graduação, o que não é permitido aqui no Brasil. Além disso, os cursos de pós-graduação que Serra cursou na Cornell (com que dinheiro não sei, porque são caríssimos) não são “strictu senso“ mas “lato senso“ como os fornecidos pela rede privada aqui no Brasil. Em suma: não valem nada em termos acadêmicos. Serra permaneceu 13 anos longe do Brasil. Autoexilando-se (ou melhor, fugindo) no Chile, junto com FHC ao invés de lutar pelo povo contra a ditadura. Na volta ao Brasil, logo locupletou-se com as elites brasileiras. Em 1978, Serra iniciou a sua carreira política, que este ano completa 32 anos.


Teve sua candidatura a deputado impugnada, pois estava com os direitos políticos suspensos devido à explosão do aeroporto de Guararapes. Foi admitido como editorialista do jornal que também apoiou a ditadura (Folha de São Paulo). Em 1983, Serra iniciou, efetivamente, a sua carreira como gestor, assumindo a Secretária de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, quando fez um péssimo trabalho. Braço direito do governador Montoro, não conseguiu sequer arrumar as finanças do Estado, sucateando ainda mais a Educação e a Saúde. Em 1986, Serra foi eleito deputado constituinte, e teve um dos piores desempenhos, como pode-se conferir abaixo:

a) votou contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas;

b) votou contra garantias ao trabalhador de estabilidade no emprego;

c) votou contra a implantação de Comissão de Fábrica nas indústrias;

d) votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo;

e) negou seu voto pelo direito de greve;

f) negou seu voto pelo abono de férias de 1/3 do salário;

g) negou seu voto pelo aviso prévio porcional;

h) negou seu voto pela estabilidade do dirigente sindical;

i) negou seu voto para garantir 30 dias de aviso prévio;

j) negou seu voto pela garantia do salário mínimo real;


Fonte: DIAP — “Quem foi quem na Constituinte”; pág. 621.


Serra foi um dos fundadores do PSDB, em 1988. Foi derrotado por Luiz Erundina, (á época do PT), nas eleições para prefeito de São Paulo. Em 1990, foi reeleito deputado federal quando teve novamente péssimo mandato. Em 1994, Serra foi um dos grandes apoiadores do Plano de Privatização de Fernando Henrique Cardoso, deixando um rastro de enormes prejuízos para o povo brasileiro:

· 166 empresas privatizadas entre 1990 e 1999;

· 546 mil postos de trabalho extintos diretamente;

· 17,1% dos 3,2 milhões de empregos formais perdidos na década.

(Fontes: Pochmann, Márcio. A década dos mitos. São Paulo, Editora Contexto, 2001. Biondi, Aloysio. O Brasil privatizado. São Paulo, Editora Perseu Abramo, 2001).

Depois foi eleito senador por São Paulo, em seguida, assumiu o Ministério do Planejamento, onde por pura incompetência deixou o país à mercê de um racionamento durante o famoso “apagão” no governo FHC que durou oito meses. Em 1998, José Serra assumiu o Ministério da Saúde. Junto com FHC, zerou o investimento na área de saneamento, o que causou a propagação de várias doenças no país. Além disso, José Serra demitiu seis mil mata-mosquitos contratados para eliminar os focos do Aedes Aegypti. Dos R$ 81 milhões gastos em publicidade do seu ministério em 2001, apenas R$ 3 milhões foram utilizados em campanhas educativas de combate à doença. O resultado desta política criminosa se fez sentir no Rio de Janeiro que, entre janeiro e maio de 2002, registrou 207.521 casos da dengue e a morte de 63 pessoas. Em 2002, Serra candidatou-se à Presidência, sendo derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno. Em 2004, Serra elegeu-se Prefeito de São Paulo e prejudicou sua já arranhada imagem ao mentir para o povo de São Paulo quando no debate da Band, diante de Boris Casoy, afirmou que em caso de não cumprir a promessa, que seus eleitores nunca mais votassem nele.


Disse ainda que “embora alguns candidatos adversários gostem de dizer que eu sairei candidato à presidência da República ou ao governo do estado, eu assumo esse compromisso, meu propósito, minha determinação é governar São Paulo por quatro anos”. Deu sua palavra em rede nacional e depois voltou atrás, mentindo para o povo. Em 2006, Serra elegeu-se Governador de São Paulo (confirmando que mentira mesmo ao povo), cargo que exerceu até o último dia 31 de março de 2010. O governo foi marcado pela tragédia no Metrô e o escândalo no Caso Alstom. É o candidato natural da oposição à Presidência da República. Oposição esta composta pelo PSDB (partido à qual pertence o chefe do mensalão mineiro, Eduardo Azeredo e Yeda Crusius, governadora do RS, envolvida em um escândalo no Detran daquele estado).


Ainda possui aliança com o DEM [antigo PFL do ACM] (partido do mensalão do DF no qual o ex-governador e principal operador do esquema, José Roberto Arruda, iria ser o candidato à vice de José Serra).




Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

32 comentários:

Manuela disse...

O engraçado é que esse rapaz ao final da carta faz um elogio ao "CONFIÁVEL" jornalista Boris Casoy, aquele mesmo que fez comentários maldosos sobre a classe social dos garis.


Ele pode entender muito da matemática. Mas da política, receio que é um zero a esquerda.

Lula deve ter comprado também Obama, o "Le Monde", o Forum Economico Mundial, o "El pais",
a Universidade Hebraica de Jerusalém e diversos outros que lhe deram premios e honrarias. Realmente esses míseros 6% da população estão tão desesperados a ponto de inventar mentiras pra tentar se promoverem. Que bom que comigo, que sou 0,0000005 da populaçao, mas que humildemente faço parte dos 84%, essa não colou.

DILMA 2010

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Concordo com você Manuela,o Geraldo Garbi é só um "pau mandado", um moleque de recados que tá fazendo o trabalho sujo.

É obvio que isso é uma estratégia de campanha política lançada pelo PSDB para enganar alguns tolos. Mas as pessoas bem informadas não caem nessas arapucas.

Abraço e é Dilma para presidente!

Elton Vinicius - Americana/SP disse...

Bom...se vcs querem votar na Dilma q votem...se querem mais 4 anos de "boom de crescimento", pac 45, pac 46..votem...
se vcs querem outra enganadora e metida como o lula..votem...

só concordo com tudo que o Gilberto escreveu...

SERRA 2010!!!!!

Elton Vinicius - Americana/SP disse...

ah...e tem mais...

se vcs acreditam tanto assim no lula..bom vcs acreditam num político q utiliza uma prática muita "nova" na política, a política do pão e circo, é tão nova q os ditadores romanos utilizavam há 2000 anos atrás...

vcs viram q coloquei ditadores...e o lula..é um ditador..velado..mas é..

e a política do pão e circo dele é facílimo de comparar:
há 2000 anos o pão era a própria comida distribuída, hoje, é o bolsa família...
há 2000 anos o circo eram as lutas entre gladiadores para divertir a população e desviar a sua atenção dos principais problemas romanos da época, hoje é a copa do mundo e as olímpiadas...q também são utilizadas para divertir, desviar a atenção e tentar levar às pessoas ignorantes desse país q ele (lula) transformou isso aqui num país de primeiro mundo, como eu Graças a Deus estou fora dos 84% q aprovam ele, sou mais um junto com o Gilberto para aumentar a soma de não aprovantes, a desaprovação do lula chegará a 0,0000010%..ainda bem!!!

só um insano para defender e lutar tanto para copa e olímpiadas no brasil..sendo q temos 1.000.000 de coisas no mínimo mais importantes para se preocupar..

mas ainda assim, vcs acreditam, boa sorte a vcs..e q votem em peso na dilma...

SERRA 2010!!!!

Léo disse...

Devemos tudar filosofia (!?!?!) para entender os verdadeiros donos da Terra (!?!?! ???

Multinacionais ?!?! Que carro você tem? Um Gurgel? Que computador você usa? Um Cobra 200? Duvido muito.

Obama, Le Monde, El pais, etc, etc comprados pelo Lula? Duvido muito também. Mas eles também não estão reconhecendo essa ignóbil criatura como grande líder do povo. Estão interessados em diplomacia e tratados comerciais. Muita ingenuidade achar que eles estão reconhecendo-o pelo que ele fez ou é.

Rebata a carta com fatos e parem de atacar o autor. Desqualificar o autor é golpe para quem não tem argumentos para a discussão. Se conseguirem fatos para desqualificar a MENSAGEM, sua crítica é válida. Se for para dizer que outros são tolos por não pensarem igual a você, então o tolo é você achando que encher linguiça numa crítica torna-a inteligente.

Talvez Serra 2010 e NUNCA Dilma seja o ano, eleição ou cargo que for.

Flw.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Putz!! Eu falo sobre sofisma, e vem um outro tendencioso partidário da oposição lançar erísticas e falácias.

Léo, vai fazer panfletagem em outra freguesia vai, não to afim de perder tempo com retóricas enganosas, falácias intencionais e discursos da controvérsia.

Se eu achasse graça em perder meu tempo assim, teria em tornado político e nesse momento estaria me candidatando a presidente do brasil.

Você só quer garantir sua vaga em algum cargo publico.

Marilda disse...

Uma coisa é certa: esse Gilberto Garbi é da curriola de FHC e usufruiu muito do poder, tanto que foi presidente da Telebrás, até o presidente Lula entrar em cena. É, o ressentimento é grande...

Fernanda Villas disse...

O Geraldo é a nova "Regina Duarte" daquela época ridícula do "eu tenho medo..." (campanha LulaxFHC) , um pau mandado do FHC. Ele que tenha cuidado pq a Regina Duarte só fez despencar depois daquela palhaçada.

Anônimo disse...

Neste mundo globalizado, as pessoas que tem pouca informacao u pouca visao do maior, acham que ter carro e computador importado 'e ter sucumbido ao outro lado... Houve um tempo em que os da esquerda queriam viver mel e com parcos recursos para nao assumir que queriam algo melhor e se igualar -a burguesis.. Que termo mais fora de moda,nao/ Hoje os PTistas todos se lambuzam com o mel que antes era objeto de repudio(ocultamente desejado). VERGONHA "E DEFENDER ESTES SUPOSTOS IDEALISTAS DO BEM QUE FAZEM MUITO PIOR QUE SEUS ANTECESSORES.Sem querer defender x ou y, o importante 'e estar alerta para os lobos com pele de cordeiro..FORA LULA E SUA CORJA ! SERRA? nao sei....
Angela Machado

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Tsk, tsk, tsk... esses revoltados da elite...

Anônimo, você discursa no deserto, Dilma já tá com 55% das intenções de voto.

Hoje dia 01/09/2010

Lamento por você...

PTpereira disse...

Quem é esse "LULA"????
DILMA...quem?????
Esses só existem na mídia!!!!!
Não saem da TV!!!!!!!!!!!!!!

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

-“Esses elitistas... (Risos), apesar de toda a critica, toda a chacota, todas as acusações sofísticas, o Lula ta indo em frente, passando por cima dos adversários como se fosse um rolo compressor! Vai eleger a sua sucessora, e daqui a 4 anos vai voltar, para a ira dos metidos a “Elite” (Risos)” [Bruno G. Moraes]

Gustavo disse...

Incrível! Por que escrever um texto e depois dizer que não gosta de perde tempo com política? não entendo isso Bruno. Uma pessoa que não aceita críticas também não merece faze-las. Parem com esse fanatismo político. O que importa não é competir e sim cooperar. Quando se competi não há uma real evolução.
Realmente não gosto de como o texto do Gilberto está escrito, parece aquelas correntes de e-mail que 99,9999995% delas são falsas, se não, 100%. Voltando à política. O Lula no plano econômico deu continuidade ao plano real, coisa que ele dizia que não faria. Alias, muitas coisas ele disse que não faria, mas fez. E a Dilma, sem comentários, fala com orgulho da época de guerrilheira sendo que o que ela realmente queria era implantar uma ditadura comunista. Nada contra o comunismo, as teorias marxistas são ótimas, já os marxistas ainda são péssimos. Abraço à todos.

Anônimo disse...

Olá Bruno,
Sim concordo com você! Precisamos estudar Filosofia para poder entender além das letras. Mas não posso compreender que um bom filósofo dê uma ótima aula de Filosofia tenha se aproveitado e seguido as mesmas intenções de nosso caro Gilberto Geraldo Garbi... por trás das letras...

Anônimo disse...

Parte 1:

Repassem a mensagem ao máximo de seus contatos:



Olá Meus Caros Colegas este é o nosso José Serra, que quer ser presidente...



Biografia completa de Zé Serra:

José Serra tem 68 anos é paulista, filho único de italianos. Seu pai era um bem sucedido comerciante no ramo de frutas. José Serra foi criado em uma ampla e confortável casa na Mooca, São Paulo.

Quando Serra tinha 11 anos, sua família mudou para uma luxuosa casa em São Paulo na Rua Antônio de Gouveia Giudice, no bairro nobre de Alto Pinheiros.

Imóvel não era problema para a rica família Serra, que passava férias no Rio.
Um dos espaçosos apartamentos foi cedido para Serra utilizar, exclusivamente, como esconderijo seguro para os grupo terrorista Ação Popular do qual foi um dos fundadores, que pouco tempo depois viriam a praticar atentados, roubar e seqüestrar.

Serra, neste período, ajudou a fundar a Ação Popular (grupo radical e adepto da luta armada que explodiu o aeroporto de Guararapes em 25/07/1966).

Quando presidente da UNE vivia encangado na barra da calça de Jango.

Aos 18 anos, Serra ingressou no curso de Engenharia Civil da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, o qual nunca concluiu.

Com o golpe militar de 1964, ele exilou-se na Bolívia, no Uruguai e, em seguida, no Chile, onde fez o “Curso de Economia” da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), de 1965 a 1966, especializando-se em planejamento industrial.

Apenas 2 (dois) anos de curso!

Quer dizer, não é um curso superior formal.

Depois disso, fez mestrado em Economia pela Universidade do Chile (1968), da qual foi professor entre 1968 e 1973.

Em 1974, fez Mestrado e Doutorado em Ciências Econômicas na Universidade Cornell, nos Estados Unidos, sem nunca ter concluído uma faculdade.

Como foi possível isso?

No Chile e nos EUA não é exigido curso superior para fazer pós-graduação, o que não é permitido aqui no Brasil.

Anônimo disse...

Parte 2:

Além disso, os cursos de pós-graduação que Serra cursou na Cornell (com que dinheiro não sei, porque são caríssimos) não são “strictu senso“ mas “lato senso“ como os fornecidos pela rede privada aqui no Brasil.

Em suma: não valem nada em termos acadêmicos.

Serra permaneceu 13 anos longe do Brasil.

Autoexilando-se (ou melhor, fugindo) no Chile, junto com FHC ao invés de lutar pelo povo contra a ditadura.

Na volta ao Brasil, logo locupletou-se com as elites brasileiras.

Em 1978, Serra iniciou a sua carreira política, que este ano completa 32 anos.

Teve sua candidatura a deputado impugnada, pois estava com os direitos políticos suspensos devido à explosão do aeroporto de Guararapes.

Foi admitido como editorialista do jornal que também apoiou a ditadura (Folha de São Paulo).

Em 1983, Serra iniciou, efetivamente, a sua carreira como gestor, assumindo a Secretária de Economia e Planejamento do Estado de São Paulo, quando fez um péssimo trabalho.

Braço direito do governador Montoro, não conseguiu sequer arrumar as finanças do Estado, sucateando ainda mais a Educação e a Saúde.


Em 1986, Serra foi eleito deputado constituinte, e teve um dos piores desempenhos, como pode-se conferir abaixo:

a) votou contra a redução da jornada de trabalho para 40 horas;

b) votou contra garantias ao trabalhador de estabilidade no emprego;

c) votou contra a implantação de Comissão de Fábrica nas indústrias;

d) votou contra o monopólio nacional da distribuição do petróleo;

e) negou seu voto pelo direito de greve;

f) negou seu voto pelo abono de férias de 1/3 do salário;

g) negou seu voto pelo aviso prévio porcional;

h) negou seu voto pela estabilidade do dirigente sindical;

i) negou seu voto para garantir 30 dias de aviso prévio;

j) negou seu voto pela garantia do salário mínimo real;

Fonte: DIAP — “Quem foi quem na Constituinte”;pág. 621.

Serra foi um dos fundadores do PSDB, em 1988.

Foi derrotado por Luiz Erundina, (á época do PT), nas eleições para prefeito de São Paulo.

Em 1990, foi reeleito deputado federal quando teve novamente péssimo mandato.

Em 1994, Serra foi um dos grandes apoiadores do Plano de Privatização de Fernando Henrique Cardoso, deixando um rastro de enormes prejuízos para o povo brasileiro:

· 166 empresas privatizadas entre 1990 e 1999;

· 546 mil postos de trabalho extintos diretamente;

· 17,1% dos 3,2 milhões de empregos formais perdidos na década.

(Fontes: Pochmann, Márcio. A década dos mitos. São Paulo, Editora Contexto, 2001. Biondi, Aloysio. O Brasil privatizado. São Paulo, Editora Perseu Abramo, 2001)

Depois foi eleito senador por São Paulo, em seguida, assumiu o Ministério do Planejamento, onde por pura incompetência deixou o país à mercê de um racionamento durante o famoso “apagão” no governo FHC que durou oito meses.

Em 1998, José Serra assumiu o Ministério da Saúde.

Anônimo disse...

Parte 3 [Final]:

Junto com FHC, zerou o investimento na área de saneamento, o que causou a propagação de várias doenças no país.

Além disso, José Serra demitiu seis mil mata-mosquitos contratados para eliminar os focos do Aedes Aegypti.

Dos R$ 81 milhões gastos em publicidade do seu ministério em 2001, apenas R$ 3 milhões foram utilizados em campanhas educativas de combate à doença.

O resultado desta política criminosa se fez sentir no Rio de Janeiro que, entre janeiro e maio de 2002, registrou 207.521 casos da dengue e a morte de 63 pessoas.

Em 2002, Serra candidatou-se à Presidência, sendo derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno.

Em 2004, Serra elegeu-se Prefeito de São Paulo e prejudicou sua já arranhada imagem ao mentir para o povo de São Paulo quando no debate da Band, diante de Boris Casoy, afirmou que em caso de não cumprir a promessa, que seus eleitores nunca mais votassem nele.

Disse ainda que “embora alguns candidatos adversários gostem de dizer que eu sairei candidato à presidência da República ou ao governo do estado, eu assumo esse compromisso, meu propósito, minha determinação é governar São Paulo por quatro anos”.

Deu sua palavra em rede nacional e depois voltou atrás, mentindo para o povo.

Em 2006, Serra elegeu-se Governador de São Paulo (confirmando que mentira mesmo ao povo), cargo que exerceu até o último dia 31 de março de 2010.

O governo foi marcado pela tragédia no Metrô e o escândalo no Caso Alstom.

É o candidato natural da oposição à Presidência da República.

Oposição esta composta pelo PSDB (partido à qual pertence o chefe do mensalão mineiro, Eduardo Azeredo e Yeda Crusius, governadora do RS, envolvida em um escândalo no Detran daquele estado).

Ainda possui aliança com o DEM (partido do mensalão do DF no qual o ex-governador e principal operador do esquema, José Roberto Arruda, iria ser o candiato à vice de José Serra).

Anônimo disse...

Sabe o que eu acho, depois de ler, ouvir, ver e sentir tudo o que se fala sobre os que lambem as botas do Lula e os que chutam a bunda dos que lambem as botas do Lula? Que vocês são todos iguais, que no fundo gostariam de estar se locupletando com o dinheiro público porque pensariam exatamente como todos os que estão "lá" pensam: se eu não roubar, vem outro e rouba. Então vou roubar também. Fazem críticas, análises, frescuras, mas o que todo mundo quer, no fundo, é seu lugarzinho ao sol e os bolsos cheios de dinheiro, seja qual for o partido no poder. Se der aumento para os assalariados, para os professores, para os aposentados, vai ser amado, se não der, vai ser odiado. Se prejudicar esta ou aquela categoria, da mesma forma! Se der bolsa-miséria ou qualquer nome que isto tenha vai ter aprovação de 70% do Zé povinho. Então, parem com esta frescura de ficar criticando, enganando, mentindo em nome de princípios relevantes que o que vocês todos querem, e eu também, é ter uma vida mais fácil. A diferença é o histórico de cada um. Se eu me dei bem na época do FHC, vou odiar o Lula, e vice-e-versa. Bem simples assim! Somos todos interessados em nos dar bem. Seja com que partido for, é da nossa índole. E todos, absolutamente todos os políticos tem seus erros e acertos. Uns mais, outros menos. Como todos nós simples mortais. É do ser humano discordar. Seja no futebol, seja na religião, seja na política. Parem de gastar palavras e admitam: todos somos corruptíveis, apenas muda o tipo de moeda.

Ricardo disse...

Além de petista encruado você também faz censura no seu blog, seu Bruno? Ou você tem medo de verdades? Bem, censura é uma coisa que o PT faz bem, vejam os casos da Heloisa Helena, o Babá, a Luciana Genro, não é mesmo? Coloque os meus posts no ar ou vou achar que o que você faz bem mesmo é criticar e criticar e criticar quem pensa diferente de você! Até bem normal para um petista radical e antiquado.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Ricardo, você não deve bater bem da cabeça, o site é meu, eu promovo o que eu quiser, e depois terei de aguentar as conseqüências.

Duvido muito que sites de Tucanos vão deixar eu comentar usando do texto "Biografia do Serra", eles lá certamente vão me censurar.

Aqui o site está claramente do lado de Lula e seus colaboradores, e não vamos divulgar coisas que os desabone, os sites de Tucanos e Companhia já fazem isso, e muito bem obrigado...

Então nós estamos de um lado, e eles do outro. Quer falar mal do Lula, Dilma, Marta, etc...? Então vai nos sites de Tucanos e apoiantes e faça lá sua criticas, ali certamente vai poder exercer seu "direito de expressão", que há meu ver, ao se abusar vira "direito de escraxação".

Abraço...

Ricardo disse...

Apenas para completar, sr. Bruno: eu li e gostei do seu post sobre o Serra e para provar minha isenção e lhe afirmar que gosto de enxergar todos os lados, estou enviando a todo meu mail list. É justo. Não gosto do PT e de sua forma de fazer política, mas não sou cego. É óbvio que existe corrupção em todos os partidos. Eu mesmo tenho conhecidos políticos que metem a mão descaradamente. "Meter a mão" é um mal do brasileiro. A Lei de Gerson criada, sem querer, mas genialmente por um publicitário, foi a coisa mais clara e verdadeira que se detectou sobre nós: todos queremos ganhar, acima de valores morais e sociais. O brasileiro ainda escolhe políticos pela premissa de que "rouba mas pelo menos faz alguma coisa pelo povo". Distorções? Claro, mas este é o nosso DNA. Abraço.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

(Risos), Ricardo, você fala, fala,fala... mas no final não diz nada! (Risos).

Não vou perder meu precioso tempo te respondendo, não sou pago para isso.

Eu te sugestiono que vá a um site Tucano e poste lá seus discursos, sugestiono ainda que se candidate, acredito que poderá se tornar um novo "Éneas", um falastrão que diz uma montanha de besteiras sem qualquer chance de se tornarem reais.

Diego disse...

Citação a Elton Vinicius - Americana/SP


Muito bem, palmas para você!



Você tem o direito de voto, então use-o e guarde para você mesmo!


Sinceramente tenho dó de sua pessoa, mas cada um cada um!!!



Onde um evento do tamanho da copa do mundo e dos jogos olimpicos não são importantes para o Brasil? Só se for para o seu Brasil, totalmente colorido com carro zero na garagem, boa eduação para seus filhos e famíliares, boa comida na mesa e um bom emprego... Assim fica fácil rescusar "Esmolas" como é a copa do mundo que o "escravo Metalurgico" correu atras para trazer isso para cá, alias você deve estar ja bem acostumado a "peões" trabalharem para você, pois esta critica só pode ter partido de uma pessoa "rica" que sabe que o LULA não governa para os ricos, então votar no partido dele seria atirar na própria cabeça!!! Mas se tudo que falei aqui for mentira e você for um "pobretão" mais pobre que eu ainda, ai ficou mais feio ainda, pois você alem de viver num "castelo que não tem" ainda gospe no prato que comeu comprado com seu "Bolsa Familia"! Quem for rico que vote no Serra, eu que ja fui pobre e agora sou de classe "quase média" (obrigado padrinho LULA) voto no PT até quando estiver no caixão! Pois sem ele não teria nem minha casa, meu carro e nem minha moto! Não vou voltar a éra de que o rico fica tranquilo e cada vez mais rico e o pobre fica jogado na sarjeta e esquecido cada vez mais pobre! Desejo boa sore a todos nesta eleição e não se deixem influenciar por aumento no salario minimo e aumento no beneficio do INSS e mais disso e daquilo, para conseguir isso o Brasil vai se enfiar novamente nas dividas externas, ai não tera mais jeito mesmo... Abraços a todos e "boa sorte" caso o Serra ganhe!

Sandra disse...

Bom dia,

Muito bom o debate de idéias, mas o fato Bruno é que lamentavelmente o PT é tudo de ruim que dizem e um pouco mais. Eu "queria" muito que o Brasil dos sonhos acontecesse e acreditava que seria possível vir pelas mãos do Lula, porém isso não aconteceu e não vai acontecer nunca, nem com Lula, nem com Dilma, nem com essa turma "metida" a intelectuais. E, não é o caso falar bem ou mal do Serra e de seus partidários que também não acredito. O fato é que, infelizmente, a turma do PT é vagabunda mesmo, corrupta e é pior do que qualquer outro grupo que já surgiu neste País, porque engana o povo de forma avassaladora. Fez com que acreditasse que seria possível uma mudança, eu também acreditei. A mudança veio prá pior. Os números que o governo atual apresenta são falsos, da economia, do nível de pobreza e desemprego, tudo é manipulado. Quando esse País acordar não sei o que vai acontecer.
A questão é que o Brasil precisa urgentemente de uma limpeza política e de uma nova liderança, capaz de promover o que o País precisa.
Abraços a todos, porque sei que no fundo todos são brasileiros e torcem pelo melhor.
Sandra

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Vejam que vergonha, Fundamentalistas Cristãos Fanáticos apóiam José Serra.

O 'Apostolo' Valdemiro Santiago [o da bíblia de 900 Reais] está com ele:

http://www.youtube.com/watch?v=kDT4a-Uglu0

Se o Serra ganhar a constituição Laica do Brasil vai ser substituída pela Bíblia, uma trágica volta a Idade Média.

DEUS TENHA PIEDADE DE NÓS!!!

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre corrupção... tive uma conversa com uma moça por MSN ontem e já pensando em exibir aqui no site argumentei com calma e profundidade, vou trazer o trecho em que comento sobre o assunto:

Ela:

Quem votou no tiririca, fez isso pq ja ta de saco cheio mesmo...eu acho o tiririca uma pessoa boa, naum vejo nada de ruim nele se eleger, mas o povo jã ta cansado de tanta roiubalhera então quem sabe um palhaço de verdade possa fazer algo

Minha resposta:

Falam das "robalheiras", mas esse é um dos pontos chaves que fazem eu ficar do lado do PT (eu era mais para o PSDB) pois se ouve muitos escandalos de corrupção no governo Lula é por que este PERMITIU A POLICIA FEDERAL TRABALHAR E DESMONTAR ESSES ESQUEMAS, sendo que nos governos dos diplomados e bem educados representantes da Elite a policia não podia investigar a corrupção, ela corria solta impunemente.

As corrupções acontecidas nos governos Sarney, Itamar Franco,FHC, ficaram todas ocultas e nunca chegou a imprensa por que a policia federal não podia agir, não tinha suporte e nem carta branca para achar os corruptos.

Fica então essa ilusão de que aconteceu "poucos casos" de corrupção no governo FHC, mas não é isso.

Na verdade não foram investigados e por isso ficaram impunes grande parte dos esquemas de corrupção derrubados no governo Lula já tinham 10, 15, 20 anos! Desde o governo Sarney até FHC!

Então foi por essas e outras que considerei o governo Lula realmente como o melhor de todos os tempos, e quero que esse combate a corrupção continue, se o Serra ganhar os escandalos de corrupção vão acabar não por que o pessoal do PSDB, DEM, etc... são santos, mas sim por que eles vão "desligar" a policia federal.

Ela:

Ja viu tropa de elite 2?
Diz que mostra muito os esquemas de corrupção.

Minha Resposta:

Já vi sim, achei interessante (não uma maravilha...) e é incrivel que um filme desse seja feito com apoio do governo, se o PSDB estivesse governando, duvido muito que teriam apoiado o projeto.

Como os corruptos vão deixar seus esquemas serem escancarados no cinema? Nunca né?

É por isso que a Elite tá desesperada, querem por que querem colocar o Serra lá, para desmontar toda essa maquina contra a corrupção que o Lula montou.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

- José Serra Finge Agressão - Era Apenas uma Bola de Papel - Record News:
http://www.youtube.com/watch?v=hpgTsgpSPic

- José Serra MENTE sobre agressão no Rio,era apenas uma inofensiva bola de papel:
http://www.youtube.com/watch?v=fQNdGniZ1eM

"Gente que Mente" - José Serra, sobre ele mesmo...

Gilda disse...

Bruno adorei sua página. Recebi em meu email a carta do Gilberto e logo suspeitei se tratar de um embuste. Pesquisei na internet para saber quem era o sujeitinho e caí na sua página. Muito perspicaz sua fala e pertinente também. As pessoas não se dão ao trabalho de obter informações sobre quem espalha comentários na web. Adorei!!! Gostei da biografia do Serra também. Essa eu ainda não conhecia. A verdadeira ficha deste pedante...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Os fundamentalistas cristãos Silas Malafaia [http://nanieateologia.blogspot.com/2010/10/silas-malafaia-apoia-serra-no-segundo.html ] e o ‘Apostolo’ Valdemiro Santiago [ http://www.youtube.com/watch?v=kDT4a-Uglu0 ] Apóiam José Serra


Eles dois mais outros radicais apóiam Serra para presidente. Nesse domingo vote Dilma, para que a Idade Média não volte. Não deixe que um livro velho de mais de 2 mil anos seja a nova constituição brasileira.
Vergonha isso, o Serra fala, sem pestanejar, em defender dogmas e costumes religiosos retrógados de mais de 2 mil anos, isso depois de todo o avanço cientifico e filosófico que desenvolvemos.
Cadê a inteligência dele? Careca da idade da pedra...
Ele está se aliando com o que há de mais nojento e retrógado no cristianismo, as pessoas mais radicais e desprezíveis estão com ele.
Deus nos ajude, que o Serra não vença a eleição! Tá amarrado em nome de Dilma!!! Sangue de Lula tem poder!!!!
- “Todas as religiões foram criadas pelo homem. Deus? Se existe, deve estar rindo da estupidez de suas criaturas” [Bruno G. Moraes]

Pagina Índice, tudo sobre Religião
http://seteantigoshepta.blogspot.com/2010/05/pagina-indice-tudo-sobre-religiao.html

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

José Serra disse que teve “Tonturas e Náuseas” por causa de uma bolinha de papel! Nem o Pinóquio teria coragem de dizer isso...

Dossiê “Bolinha de Papel”, a fraude estúpida de Serra para tentar ganhar as eleições:

José Serra MENTE sobre agressão no Rio,era apenas uma inofensiva bola de papel
http://www.youtube.com/watch?v=fQNdGniZ1eM

José Serra Finge Agressão - Rede Globo - JN - Perito - Record News
http://www.youtube.com/watch?v=hpgTsgpSPic

"Segunda Agressão" a José Serra é forjada pela Rede Globo, Jornal Nacional engana telespectadores:
http://www.youtube.com/watch?v=9NLzAYYr-ao

Benedito Ap. da Silva (Benê) disse...

Entrei nessa página só hoje, porque recebi o artigo desse Garbi e também procurando de quem se tratava cai noutros sites e aqui. Gostei. Nos meus 60 anos, eu que comecei a trabalhar desde os 9 anos na roça, depois aos 12 numa gráfica, eu que já votei no Quércia, Covas, FHC, nunca vivi ótimas melhoras como no governo do Lula e Dilma, e mesmo sendo filiado ao PMDB desde que era MDB, porque gostava do saudoso Ulisses Guimarães, nunca vivi e vi um governo que olha para o povão como o Lula e Dilma. Sei do que falo pois trabalho desde os 9 anos.

Anônimo disse...

Não quero aqui declarar apoio a partido A ou B. Penso que religião, política e futebol não se discutem. Tratam-se de opiniões e sentimentos particulares que devem ser compartilhados com seus iguais.

Não defendo o Sr. Garbi, mas acho extremamente válido refletir sobre:
- Um governante governa: sozinho ou como uma equipe montada por ele?
- Como um grande governante de faz: assumindo um cargo de grande responsabilidade de imediato ou fazendo uma trajetória pública?
- Como um governante adquire conhecimento sobre todos assuntos que dependem de sua decisão: com estudo e experiência profissional ou por iluminação divina?

Agora, vamos olhar o momento atual do Brasil... Estamos indo às ruas brigar por R$0,20 na passagem de ônibus, contra a Copa do Mundo, contra as Olimpíadas, a favor de "rolezinhos", por moradia custeada pelo governo, dentre outros temas. Vamos lá:
- R$0,20 na passagem de ônibus: o problema é o aumento ou a qualidade do transporte público, ou capilaridade de meios mais eficientes, ou a nossa educação e respeito com os demais usuários? Será que estamos na direção certa?
- Contra a Copa do Mundo: num momento, comemoramos a escolha do Brasil como sede da Copa, em outro estamos vandalizando sob a bandeira do "somos contra". Isso lhe parece correto? Ou só descobrimos agora, depois de estádios prontos e investimentos em mobilidade mal feitos, que teríamos que investir para realizar o evento?
- Contra as Olimpíadas: vale a mesma análise feita com relação à Copa.
- A favor de "rolezinho": eu não me lembro de ter ido a shopping center acompanhado de 100 "amigos" meus e aproveitado para correr pelos corredores, entrar nas lojas, pegar alguns "suvenirs". Alguns de vocês já fizeram algo parecido? Sendo proprietário de uma loja saqueada, você seria um defensor desse tipo de evento? Estando acompanhado de seus filhos pequenos, você aconselharia a eles fazer parte desse grupo?
- Moradia custeada pelo governo: Bom, já ganho bolsa família, vale leite, vale gás, catraca livre e mereço moradia de graça... afinal, sou filho de pai rico, né!?

Enquanto, continuarmos vendo e vivendo política como se fosse uma conversa sobre a vida do vizinho, seremos apenas bonecos na mão de pessoas que legislarão em benefício próprio.

Parabéns A TODOS nós por estarmos tão longe de sermos UMA NAÇÃO!!!

Sabedoria, Força e União!

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]