quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Alguns Esclarecimentos Sobre: Viagem Astral, Plano Astral, Desdobramento, Consciência fora do Corpo

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Pessoa perguntou sobre viagem astral, plano astral e consciência fora do corpo:

Pessoa: Eu fiquei pensando nas pessoas que vivem saindo fora do corpo e vão ajudar os que estão no umbral, o que dizer dessas pessoas? Elas realmente estão prestando ajuda a alguém ou isso não passa de uma ilusão criada pela própria mente da pessoa?

Resposta: Não posso dizer que é apenas "imaginação" ou esquizofrenia. Eu creio que na verdade é real sim, pode se tratar de grupos de pessoas que estão de fato emprestando a sua energia do corpo de carne e osso para ajudar almas que estão atoladas em densas camadas do astral inferior. A nossa carga energética (de quem está encarnado) é próxima da carga predominante no plano astral inferior, que é uma frequência da matéria mais próxima da nossa própria (dos encarnados). Por isso faz todo o sentido para mim. Esses aliás são conceitos divulgados pelos espiritas e eu concordo com eles. Quero ainda deixar claro que tenho lá as minhas críticas quanto ao espiritismo de Kardec, mas não considero ele todo errado. Ele, assim como as várias crenças religiosas, tem acertos e erros, conceitos corretos e outros incorretos, sendo que no caso do Espiritismo há mais acertos e coisas verdadeiras do que tem no cristianismo das igrejas. O espiritismo de Kardec é cristianismo, porém melhorado. Mas ainda longe de ser perfeito.

Pessoa: Penso nisso e me vem muitas questões, mas tem uma aqui que eu realmente gostaria de saber, por que a maioria só projeta no plano astral? Dificilmente alguém diz ter se projetado no plano mental? E o que dizer a respeito do tal plano mental? Será que realmente existe?

Resposta: Primeiro é preciso saber o que é "plano astral", e toda essa estória de 'Terceira dimensão', eu pessoalmente não reconheço esses conceitos confusos. O que existe de fato é as muitas frequências da matéria do universo, que são como as frequências de rádio ou televisão, cada "canal" tem a sua "banda", e todas existem ao mesmo tempo, e ocupam o mesmo espaço. Se você se liga no canal "tal" todos os outros canais ficarão "invisíveis" para você. Mas isso não quer dizer que eles deixaram de existir, eles estão lá ainda, é apenas você que não está na mesma frequência que eles, e por isso eles parecem 'invisíveis'. No caso da TV você troca de canal e pode ver a programação do outro passando, ele não deixou de existir, é você que estava cego(a) para ele.

Então esse é o meu conceito, isso de "plano astral" e "terceira dimensão" é uma ideia dos terráqueos e os extraterrestres não reconhecem isso, (estou respondendo me baseando nas memórias ativadas por meio do ‘Salto’ inclusive memórias de pessoas que viveram em outros planetas) por que nós encarnados estaríamos na terceira dimensão? Será que, em termos de Universo, nós na verdade estamos na frequência 578? Ou na 2.960? Ou ainda na 10.345.567? Quantas camadas frequenciais tem o Universo?

Sobre "plano mental" eu nunca entendi e nem reconheço esse conceito, aliás podemos considerar que o nosso mundo, (com as formas materiais) é um plano "mental" afinal a mente trabalha com imagens, cores, sons, texturas... o que seria afinal o “Plano Mental”? Como assim? Você tem mente e sabe como se processa seus pensamentos. É por meio de imagens, formas, cores, sons etc... a mente processa o que percebemos com os sentidos que possuímos, então nós somos seres mentais... Certo?

Pessoa: Por outro lado no que as projeções astrais podem ser uteis a alguém?

Resposta: Na verdade todas as pessoas fazem “viagem astral” todos se projetam fora do corpo. A diferença para esses praticantes de desdobramento astral é que eles(as) se projetam e depois lembram de suas aventuras (ou desventuras) em outras camadas da consciência. Se projetar e lembrar depois o que ocorreu fora do corpo parece não ter muita utilidade não, todos os que dizem fazer viagem astral (leia-se, lembrar do que ocorreu fora do corpo, pois o problema é lembrar, e não o ‘fazer’, pois todos na verdade já fazem) nunca trouxeram de lá, do outro lado, uma ideia brilhante para criar uma nova invenção, nem fórmula para curar alguma doença, nem ideias filosóficas revolucionárias.

Tudo isso é trazido a Terra por pessoas que geralmente não lembram de suas aventuras no plano astral, e no máximo tem uma leve intuição, que talvez seja fruto de aventuras no astral, mas não lembram claramente o que ocorreu. As pessoas além disso são sugestionadas por desencarnados e seres de outras frequências da matéria do Universo, por isso não podemos ter certeza sobre as “vantagens” de lembrar o que ocorre fora do corpo físico. Lembrar o que ocorreu fora do corpo serve basicamente para a pessoa ficar ciente que a consciência sobrevive a morte do corpo de carne e osso.

Lembrar o que você faz, ou deixa de fazer, no plano astral é interessante, mas dizer que isso vai te trazer enormes vantagens? Fantásticas Percepções? Extraordinários Resultados? Não... ao que tudo indica não, pois pessoas que dizem serem capazes de lembrar perfeitamente o que ocorreu fora do corpo nunca apresentaram nenhuma ideia espetacular ou muito revolucionária, nunca resolveram nenhum problema insolúvel. Por isso não sei se vale muito a pena se esforçar tanto para conseguir lembrar de suas aventuras fora do corpo, você sai de um plano de ilusão e alienação (plano material) e vai para outro plano de ilusão e alienação (mundo das almas), então não adianta muita coisa... 

Na verdade acho até que piora a situação, é ilusão em dose dupla e deixa tudo ainda mais confuso do que já é. Exemplo: Você se projeta e lá no plano das almas vê um ser com aparência de 'Jesus', (essa aparência clássica como é retratado) mas na verdade não é Jesus, é uma alma maldosa querendo te enganar. Mas a pessoa acredita piamente, pois “o viu no plano das almas”, e mesmo que diversos cientistas, arqueólogos, historiadores digam que não há qualquer evidência cientifica da existência de Jesus, (nem mesmo sabemos qual é sua verdadeira aparência, pois na verdade ele nunca existiu) você vai contestar, pois “sabe” que Jesus existe, ele está lá no plano das almas, você "viu"... mas as almas podem moldar qualquer forma que quiser, seja de Jesus, seja do suposto “demônio” seja de qualquer outra figura religiosa ou não. O plano das almas desencarnadas é o Mundo das Profundas Ilusões.

Citação - Não se colhe uma flor no plano astral, sem que esta não venha com uma serpente enrolada no seu caule. A região astral, o mundo psíquico das percepções super-sensuais e das visões ilusórias - o mundo dos médiuns - é a grande “serpente astral” de Éliphas Lévi. Nenhuma flor colhida nesse mundo foi alguma vez trazida para a Terra sem que não viesse junto uma serpente enroscada na haste. É o mundo da grande ilusão, da mentira e da enganação. Nada ali é realmente fidedigno, tudo é passível de fraude, ilusão, invenção, equívocos, e erros grosseiros de interpretação, praticamente nada pode ser aproveitado. [Livro - A VOZ DO SILÊNCIO - por Helena Petrovna Blavatsky]. (Bruno GM: Eu concordo com a Blavatsky sobre esse assunto, apesar de não concordar em outros pontos abordados por ela, mas como tudo na vida, ela acerta em varias questões, e erra em outras). Algumas ponderações sobre ela, clique aqui.

Pessoa: Seu post me fez questionar tudo a respeito disso! Obrigada por tá sempre me ajudando a entender dessas coisas que eu não entendo, em meio a tanta desinformação, é muito difícil saber o que é verdade e o que é mentira ou distorcido/equivocado.

Resposta: Ok, e quando você for iniciada no “Salto” poderá ver por si mesma, e não terá que acreditar em mim apenas por Fé. Abraço.

(Obs. o Post do qual ela se refere é esse: Magia Negra - Rei Salomão - Lúcifer - Hierarquia Angelical - Baal - Moloch - Sociedades Secretas - Ocultismo. Para acessar [Clique Aqui].


Na cena amparadores intervém para fazer a pessoa encarnada realizar o desdobramento astral consciente. Se desdobrar todo mundo já faz toda vez que dorme, mas lembrar o que acontece no plano das almas é a questão... O mundo das almas é tão cheio de alienações, enganos e equívocos como o mundo material. Aliás o mundo material (dos encarnados) é a sombra refletida do plano das almas.

(Atualização 29/09/2017): Pessoa - Gostei de sua explicação, lembra que uma vez comentei que eu saia fora do corpo quando criança? Isso durou até a pré-adolescência, e nesse meio de tempo eu cheguei a prestar ajuda por lá, e quando me deparei com o seu post, fiquei a me questionar, será que realmente ajudei os espíritos por lá? Será que foi real? E fiquei na dúvida pois já havia visto explicações no espiritismo, mas como ele tem muita desinformação, não dava para confiar apenas no que ele (Doutrina do Espiritismo) diz, então achei melhor pedir sua opinião.

Lendo a sua explicação a respeito das frequências de matéria do Universo pensei nas dimensões, talvez o que existe sejam infinitas dimensões paralelas certo? Não isso de “Terceira Dimensão”, “Quarta Dimensão”, “Quinta Dimensão”, etc... mas infinitas, uma vez que existem inúmeras frequências de matéria.

Eu consegui entender a inutilidade da projeção astral (Obs. Na inutilidade de lembrar o que ocorre durante o desdobramento). Parece mais algo para colocar a gente em furada do que ajudar-nos a crescer como pessoa, amadurecer. Eu já vi muitos dizerem que ajuda a conscientizar-nos da realidade a nossa volta, ajuda a amadurecer, ficarmos melhores como pessoa, etc... mas tô vendo agora que não é bem assim, eles estão escondendo os podres disso! Há um ponto aqui que acho importante a gente conversar, por que os projetores se veem tão envolvidos no plano astral? Por exemplo: um projetor astral que finalmente quer parar de se projetar e também quer parar de lembrar do que ocorreu, eu já notei que há pessoas que não querem, nem sempre estão dispostas a sair e mesmo assim, parecem forçadas a irem para lá?

Me lembro de um amigo que eu tinha anos atrás, ele nem sempre tava disposto a ir lá no umbral socorrer os espíritos, queria ficar de boa, sem projetar mas acabava indo por obrigação, até por que os tais ‘amigos espirituais’ dele já o preparava para ir, sem nem mesmo respeitar o fato de que ele não tava querendo ir, ele não falava nada pra mim, mas eu saquei que ia por obrigação. Eu sei que é um tema que dá vazão a muitas questões, por isso coloquei aqui as que realmente gostaria de entender melhor!

Resposta: Sobre essa situação onde o seu amigo era ‘obrigado’ a ir no umbral ajudar as almas, talvez o motivo de não respeitarem a vontade dele seja por que ele está devendo... Ele pode ser alguém com muitas pendências, pode ter cometido muitos crimes em vidas anteriores e por isso está sob regime de condicional, obrigado a colaborar senão... sofrerá as consequências de seus atos. Um típico caso de compensar o mal com o bem.

Pessoa: Oi Bruno eu vi o post, e gostei que vc publicou, pois tem muitas pessoas que tem essas dúvidas que eu tenho, outras se encontram completamente ignorantes, sem nada saber a respeito dos perigos que envolvem a projeção astral. Já vi muita gente alienada que nega a admitir que existem perigos em estar no plano astral, já vi pessoas que se deram muito mal por lá, saíram prejudicadas, outras acabaram atraindo espíritos inferiores que jamais desejariam encontrar, ou até mesmo sofrer perseguição deles! Quem sabe se soubessem dessas informações antes de entrar de cabeça no plano astral, desistiriam de entrar numa roubada dessas, as chances de estarem sendo enganadas é muito maior, é um mundo que meche muito com a mente, eu já vi muitos que além de estarem alienados, estavam também tendendo a insanidade, a depressão, loucura... já notei que há pessoas nesse meio que aparentam estarem equilibradas, mas no fundo sofrem sim de desequilíbrio emocional, e ir pra lá não melhora isso, na verdade piora! Talvez o sonho seja mais proveitoso do que a própria projeção. Esse meu amigo ele me falava que tinha muito medo até de morrer, pois já sabia que iria ter que deparar com inimigos cruéis, que o perseguiam... faz sentido isso que você disse.

Pessoa (outra, não é a mesma que respondi até aqui): Oi, Bruno! Tudo bem? Já faz um bom tempo que não conversamos. Estive lendo alguns dos seus últimos posts e constatei com bastante satisfação que sua linha de estudo, a científica, continua a mesma. E suas conclusões são fruto de alguém que quer conhecer a verdade, doa a quem doer. É bom sempre estar voltando a ler e reler seus posts com seus comentários, pois essa experiência, por assim chamá-la, que estamos vivendo neste planeta nos puxa constantemente para o mundo das ilusões/alienação. Foi excelente seu comentário sobre ‘viagem astral’ pois até nessas saídas do corpo, que todos fazemos, como você bem disse, durante o sono, somos levados a reafirmar o engano, me referindo aos que vivem no engano... se tem alguma utilidade é apenas para a pessoa ficar ciente que a consciência sobrevive fora matéria.

Resposta: Sim, reforçando esse ponto, a viagem astral serve mais para alienar do que para esclarecer, pois a pessoa que acredita muito em Jesus vai, por uma questão de vibração/compatibilidade, interagir mais com almas alienadas (como ela própria) e com ambientes compatíveis com suas aspirações fantasiosas do que com a verdade dos fatos.

No plano astral dificilmente se tem contato com algo verdadeiro, fidedigno ou sólido. Nada ali pode ser levado a sério. Ali é o último lugar onde deve ser procurada a verdade dos fatos. Quem acredita em Maomé, vai ver Maomé, quem acredita em Krishna, vai ver Krishna, e assim por diante. Mas vai ser verdade? Não... vai ser uma miragem, uma enganação, almas alienadas e tolas guiando almas alienadas e tolas.

Lembrar das ocorrências fora do corpo é a questão, pois sair do Corpo todos saem quando dormem

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Viagem astral, plano astral, desdobramento astral, consciência fora, do corpo, Pessoa perguntou, sobre, viagem astral, plano astral, consciência fora do corpo, vida após a morte, mundo das almas, espíritos, almas, mente, Consciência, fora do Corpo,

2 comentários:

Anônimo disse...

O plano astral num é o plano pra onde a gente vai depois de morrer ? Se aquilo lá é essa bosta toda qu foi dita aqui então o nosso plano material é muito melhor e é superior. Então morrer é realmente se deparar com essa angústia toda e os vivos é que tem a possibilidade de ser felizes aqui na matéria. Tuso cinforme já sabemos...

Anônimo disse...

Melhor sair do corpo consciente do que inconsciente.......
Simples assim

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. (Bruno Guerreiro de Moraes)