sábado, 12 de abril de 2014

Ciúmes Prova de Amor? Ou Prova de Insegurança, Ódio, Orgulho e Egoísmo do Ser Humano? - Crimes

“Não se pode colher rosas sem temer os espinhos, nem desfrutar uma bela esposa sem o risco dos cornos” (Benjamin Franklin, cientista, diplomata, inventor, um dos líderes da Revolução Americana, fundador dos EUA, membro da Royal Society)

“Os ciúmes, (acima de tudo), é arrogância. Um orgulho descabido e abusado...” [Bruno GM]

Documentário - Ciúmes - Instinto Maldito - Crimes - Índice da Maldade - Paraíso Transformado em Inferno:
 

O ciúmes é um instinto puramente animal que o ser humano trás do seu lado selvagem, e lamentavelmente ele é incentivando pela sociedade, desde tempos imemoriais, e mesmo hoje em dia é muito defendido. Sobre Sexualidade Humana [Clique Aqui] - Sobre Instintos Puramente Animais [Clique Aqui] - Imagens de Crimes Hediondos cometidos por Ciúmes [Clique Aqui]

Crimes cometidos por Ciúmes, instinto maldito, amor ou posse, crimes passionais, crimes hediondos:

Na imagem Daniella Perez brutalmente assassinada por causa de ciúmes por Guilherme de Pádua e por sua esposa Paula Nogueira Thomaz, ambos evangélicos

O Ciúmes é um sentimento asqueroso que nada tem a ver com amor, afeição, ou carinho.... ele na verdade é um instinto básico que o corpo humano trás de seu lado animal/irracional, outros instintos animais que o ser humano trás é: instinto de roubar, instinto de estuprar, instinto da violência/raiva, instinto da acomodação/zona de conforto (que é a responsável pelo pseudocetismo, sofisma, negação, resistência ao novo), instinto de mentir/enganar, instinto da promiscuidade (esse claro não é exatamente ruim, mas ele se confronta diretamente com o instinto do ciúmes!). Todos esses instintos tem lá a sua utilidade se usados com moderação, mas por norma, são combatidos, criticados, proibidos, evitados, menos o ciúmes... O ciúmes, muito pelo contrario, é exaltado e ovacionado! Quem não sente ciúmes é por que não 'ama de verdade'... Os instintos animais que o ser humano carrega na sua genética são toda a fonte do 'Mal' que existe na humanidade, tudo que há de mais ruim no ser humano vem do seu lado animal, [Clique Aqui] e isso podemos comprovar todos os dias, é só abrir no jornal na página policial... noticiários policiais são recheados com centenas de casos escabrosos diariamente, crimes hediondos, atrocidades sem fim, todos cometidos por pessoas que não conseguiram ter controle sob seus instintos básicos. E de todos, o ciúmes é o instinto criminoso que a maioria defende, e por causa dele os crimes de assassinato e agressões mais perturbadores são cometidos,  um terço de todos os assassinatos é cometido por causa de ciumes. Argumentam ser ele "Prova de Amor", as pessoas dizem - "Se não tiver ciúmes, então não ama de verdade" - Mas seria mesmo o ciúmes "prova de amor?".

Poço de Desgraças - Buraco Negro de Crimes - A Miséria de Bilhões!

Rihanna, briga por causa de ciúmes resultou em espancamento da cantora por Chris Brown

Quando eu era mais jovem, tive ciúmes... e desde então comecei a me questionar:  'Que sentimento tão negro, medonho, sanguinolento, estúpido, era esse que acomete a todas as pessoas?' O ciúmes é mesmo pura desgraça... consiste em uma pessoa não querer que seu ser 'amado', [seja romântico, seja filhos, amigos, parentes, etc...] tenha relacionamentos com outras pessoas. Então isso é prova que a pessoa que alimenta o ciúmes ama de verdade? Não... absolutamente não... meditando melhor sobre o assunto eu fui entendendo do que realmente se trata, e o amor está muito longe de fazer parte do termo ciúmes. A pessoa ciumenta na verdade está defendendo o seu orgulho, egoísmo, pose, prepotência, ganância, mesquinharia. Pois amor não tem nada a ver com ciúmes, o amor liberta, quem ama de verdade quer o bem estar da pessoa amada, quer a pessoa amada feliz, realizada, entusiasmada, saudável. Então se a pessoa amada ficar mais feliz por ter muitos amigos/amigas, ou até um ou mais relacionamentos amorosos (no caso de casais), então a lógica do amor é deixar livre! Incentivar, apoiar, e dizer - 'Se isso te faz mais feliz, tudo bem!' - Isso é amor de verdade... mas ai você pergunta - "e tenho de aceitar perder o ser amado?" - bem... não há uma necessidade imperiosa de "perder o ser amado", por que na verdade você não está perdendo nada... ele nunca foi seu... Lógico que pode ser acertado um acordo, se falarmos de amor romântico. Então uma relação aberta seria uma boa solução? Melhor que ficar 'sem' não é verdade?

Já a lógica do ciúmes é bem diferente... a pessoa ciumenta não acha nada legal que seu ser 'amado', (leia-se seu escravo/escrava) fique por ai amando outros/outras, sendo feliz longe dele, não gosta do entusiasmo, nem da liberdade, odeia ver o seu ser 'amado' sorrindo para outros/outras, dando atenção para outras pessoas... Isso é amor? As pessoas ciumentas agem assim por que estão completamente entregues ao orgulho, a ganância, ao egoísmo, a mesquinharia, essas pessoas alimentam um conceito simplesmente insano, a de que a pessoa com quem tem relacionamento é propriedade delas, e no caso dos relacionamentos amorosos, é propriedade exclusiva! Então para essas pessoas, quando começam um relacionamento é como se tivessem comprado o outro(a), e esse outro passa a ser uma mera propriedade, tal como uma camisa, sapato, ou um veiculo. Aquela pessoa 'amada' não tem direitos, liberdades nem individualidades. Se tornou uma "coisa", e essa coisa é de uso total e exclusivo do conjugue, eles(as) dizem 'É minha propriedade agora'.

A pessoa ciumenta não tem qualquer respeito pela amada/amado, na verdade tem,  isso sim, um total despeito, 'aquilo ali é meu'  dizem os ciumentos, que tratam o conjugue como se fosse um cachorro, ou coisa menor. Brigas, crimes, assassinatos cometidos por ciúmes é prova de como baixa e rasteira é aquela pessoa que alimenta o instinto do ciúmes, pois o ciúmes é um dos mais baixos, e asquerosos instintos animais. No mundo animal, no mundo dos irracionais ele tem até alguma utilidade pratica, que é mesmo bem básica, e até vergonhosa... quando o animal copula ele tem o instinto genético de tentar garantir que o filhote resultante seja dele, e não de outro macho (isso dando exemplo masculino), então o macho 'segura' a fêmea, e briga com os outros machos, para não permitir que ela seja fecundada por outro. Vemos isso com muita clareza no caso dos cães. Qualquer pessoa que já presenciou a cena de uma matinha de cães cercando uma cadela no cio, sabe bem o que estou falando, o cachorro que consegue a copula permanece 'preso' a fêmea por algum tempo, inclusive sendo mordido pelos outros cães, tudo para garantir que seu sêmen fecunde, e assim a sua genética seja passada a frente. Um instinto bastante baixo correto? Pense na cena... é realmente patético, pois então, a pessoa que se entrega ao ciúmes está fazendo exatamente a mesma coisa! Literalmente!

Então as pessoas ciumentas não tem nada de inteligente, elas tem isso sim, um QI muito baixo, e por isso se deixam levar por impulsos meramente animais, e algumas até a via dos fatos, matam, ferem, destroem, em nome de um instinto simplesmente baixo, vil e vergonhoso. Pessoas assim, sejam homens, ou mulheres, não passam de animais em forma de humanos, são cachorros em forma humana. Mas por que as mulheres na caso dos humanos também sentem ciúmes? O motivo é obvio, se o macho que a semeou, sair por ai semeando outras fêmeas, então quem vai dar guarita, proteção, fornecer comida,  a ela e aos filhos? O ciúmes no caso é então um dos mecanismos de auto-preservação, mas entendeu bem o que eu disse? É um instinto de auto-preservação, não tem nada a ver com amor... Mas claro, não podemos esquecer que esse instinto é meio que sem necessidade real no mundo moderno, já que existe todos os meios anticoncepcionais, fora claro que com a emancipação das mulheres isso de ter um macho exclusivamente dedicado a ela, que a sustenta, a mantém, está fora de moda e necessidade. Mas apesar dessas questões obvias, homens e mulheres no mundo todo continuam a se entregar ao ciúmes, sem pensar duas vezes, sem meditar sobre o assunto, sem nem saber do que se trata. Quantas BILHÕES de vidas já foram arruinadas por esse impulso puramente animal, em todo mundo, e em todos os tempos? Certamente os cadáveres superam largamente as mortes provocadas por todas as guerras que já foram travadas juntas. Como eu disse no começo do artigo, eu quando mais jovem, senti ciúmes, e verifiquei que era um sentimento simplesmente asqueroso, pois me fazia ter um ódio profundo, sanguinolento, assassino mesmo, por outro homem simplesmente por esse ter a "possibilidade" de "roubar" a moça 'amada' de mim... Note a sentença absurda!

Eu me peguei sentindo isso, e então racionalizei: - 'Mas por que tanto ódio por fulano? O que ele fez para mim? Ele é uma pessoa boa até onde sei... ele é cordial, e amigo, mas agora quero matá-lo?' - tudo por que eu poderia 'perder' a 'amada' para ele... mas ela nem é minha! Como posso alegar pose sobre outro ser humano? Meditei, meditei., e percebi como era injusto esse tipo de raciocínio, realmente muito insano. Ao concluir que é muito insano, comecei a pensar como eu poderia anular isso em mim. E o entendimento que cheguei é o seguinte: não dá para eliminar isso 100% assim como as outras tendências instintivas, por que isso é inerente ao ser humano, está na genética, vem do lado animal, e não dá para arrancar esse lado animal, como se faria com um câncer, se fosse possível, eu já teria feito. O que dá para fazer é não alimentá-lo... eu explico. Isso de sentir ciúmes é como uma nuvem que passa... é impossível impedir que o ciúmes apareça, pode ter certeza, eu já tentei... ainda hoje em dia, sinto ciúmes, porém o que ocorre agora, é que eu não o alimento, eu me pego sentindo ciúmes, e imediatamente mudo o foco, lembro que a pessoa, ou coisa da minha adoração, não é minha de fato, que tem os seus direitos, o livre arbítrio, não está presa a mim, e nunca estará! Ela é dela mesma, e de mais ninguém, isso é equivalente a "deixar a nuvem negra passar", e ai o Sol volta a brilhar, mas se você alimentar, então essa nuvem vai virar uma tempestade, e essa tempestade poderá virar um tufão, e quem sabe até um furacão, e é nessa que a sua vida, e de outras pessoas, poderão ser arruinadas para sempre por um motivo torpe.

Confesso que isso foi difícil no inicio, pois era um costume, e assim como todos os costumes, você geralmente o executa, sem pensar, fica no automático. Mas insistindo com o exercício, um novo costume foi sendo criado... e ai cada vez foi ficando mais fácil, e mais fácil, até que hoje eu tenho um belo costume, o de não sentir ciúmes, e na pior das hipóteses, não alimentá-lo. Um ótimo livro que poderá ajudar na meta de eliminar o ciúmes da sua mente, é o livro intitulado 'O Caibalion' [Clique Aqui], que é um tratado sobre lei do mentalismo, mas também de auto-ajuda, pois no final, depois de discorrer sobre os conceitos fundamentais do universo, ele explica como controlar os pensamentos negativos, combatendo-os com os positivos. Aquele entendimento mais transcendental que o livro discorre ajuda muito, pois você passa a ter conceitos mais profundos e largos sobre a vida, o ser humano e o propósito do universo, assim consegue enxergar com clareza como esse sentimento baixo, vil, grotesco chamado ciúmes é tão triste e medíocre perante os mistérios inexpugnáveis do universo. Foi assim que eu me tornei uma pessoa bem controlada, tanto o ciúmes, como outras tendências sombrias do corpo humano foram domadas, e são agora bem comportadas em mim, eu estudei bem os instintos e impulsos animais que o ser humano trás, e assim como fazemos com animais, eu os domei. 

Como eu me entristeço sempre ao ver nos telejornais, revistas, jornais impressos, as noticias sobre crimes, e mais crimes hediondos sendo cometidos em nome do ciúmes, resolvi escrever esse artigo relatando a minha opinião e caminho que fiz para resolver isso em mim, atualmente estou tão bem controlado quando ao ciúmes que chego a ser defensor de pontos de vistas polêmicos, tais como a relação aberta, casamento aberto, ménage, etc... Eu entendo e compreendo que o ser humano é promíscuo por natureza, assim como a maioria dos mamíferos, e ir contra essa tendência é como tentar nadar contra a maré de um grande rio, é impossível, e no final vai cansar e ser arrastado pelas águas, (é o que acontece a todos, principalmente aos homens que não conseguem se contentar com apenas uma parceira sexual, a maioria sempre acaba traindo), então o melhor seria seguir o caminho do meio, apreciar com moderação, não exagerar, nem de um lado, nem do outro, moderação sempre. 

Claro que você não precisa concordar com o que digo, mas vá exercitando o principio, dome os sentimentos, dome bem o ciúmes, e o prenda bem num canto escuro e profundo da sua mente, onde ninguém pode percebê-lo, e depois pense melhor sobre como deve viver seus relacionamentos, de um modo muito mais feliz, justo, e satisfatório. Abaixo segue um longo debate que tive há anos atrás numa pagina do facebook, os nomes das pessoas envolvidas foi editado, e boa parte do texto também, só deixei o que realmente importa. O que eu tinha para falar sobre ciúmes já disse até esse ponto da página, o debate exibido a partir de agora é um aprofundamento do caso, então se achar que precisa se deter mais no tema, segue maiores esclarecimentos.

- 'O ciúmes,  acima de tudo, é arrogância, um orgulho descabido e abusado...' - [Bruno G. Moraes]

Ciúmes - 5 DICAS PARA ACABAR COM O CIÚMES - Com Dora Figueiredo:

Meu Comentário: Ótimo vídeo, curto e didático, se expressa muito bem, parabéns Dora Figueiredo. Eu tenho uma página no meu site sobre o ciúmes, é só pesquisar no google por: “Ciúmes Prova de Amor? Ou Prova do Ódio, Orgulho e Egoísmo do Ser Humano?-  Crimes”,  Abraço!

Comentário de Ankaniz:  eu sou dona do meu namorado sim, e deixo claro no contrato, se não for assim, prefiro ficar sozinha.

Minha Resposta: Ótimo Ankanis se você deixa isso claro antes de começar uma relação e a outra pessoa concorda com esse relacionamento doentio, ok. Foi uma escolha consciente, e espero que os dois se deem muito mal, para aprender apanhando sobre como o ciúmes é uma GRANDE MERDA. Mas o chato mesmo é a pessoa não revelar que é cimenta, e depois de meses de relação mostrar as 'garrinhas' ai sim é pura sacanagem. Abraço!

Comentário de Bruno Ferreira: Então se ninguém é de ninguém a traição é certa, eu acho que quando tu entra em um relacionamento a coisa é séria, tipo se a guria ficava de abraço com os amigos delas quando vcs namorarem o certo é ela parar se não fica feio e chato.  E se a pessoa quer te trair ela vai ou seja não namore nunca. Espero sua opinião Dora bjs

Minha Resposta: Antes de começar o relacionamento se AVISAR a pessoa que ela (ou ele) vai te pertencer, vai ser o seu cachorro, muito bem amarrado e obediente na coleira, e essa pessoa aceitar, ok. Afinal tem louco(a) para tudo. E vivam INfelizes para sempre! É só o que eu digo...

Comentário de Lucas Garcia: Ciúmes prova que você gosta de você! Ninguém é dono de ninguém, porque ninguém aqui é cachorro para ser dono, mais... se seu namorado ficar abraçando uma menina, ou ficar com gracinha essas coisas tal, se ia gostar? Ciúmes é bom, mais não muito.

Minha Resposta: Ciúmes nunca é bom, é sempre uma MERDA, mas se quer ter relacionamento de ciúmes, fique à vontade, combine com a pessoa isso antes de firmar compromisso, e boa sorte, vai precisar.

Debate sobre Ciúmes - Um Instinto Maldito do Ser Humano - A Desgraça de Bilhões...

Uma moça amiga postou no perfil dela uma imagem com homens musculosos sem camisa, eu então brinquei postando - "Eca, que nojo... (nome da amiga) por favor né? Tenha piedade dos meus olhos..." - Nisso um amigo postou em seguida - "O Bruno tem razão. Ele gosta de morenas como a Kate Perry nem por isso ele posta fotos de morenas de sutiã" - E depois - "E o maridão se ver isso vai ficar uma fera hein" - Eu então respondi - "Eu estou brincando com ela (nome do amigo), deixa ela postar o que bem desejar, sua critica é boba" - Depois prossegui - "Ciúmes é uma abominação, odeio gente ciumenta, e essas regras cristãs de relacionamento" - A Moça postou - "Meu marido admira a beleza das mulheres também... ficaria preocupada se não admirasse né...kkkk" -  Eu respondi - "Sim, direitos iguais, se nós homens pode, por que elas não podem? De qualquer modo acho idiota as regras de relacionamento ditado pela religião judaico/cristã, essas regras de fidelidade, de você ter de ser "da outra pessoa", etc... as pessoas rejeitam a religião, mas continuam a seguir as regras dela... Tem lógica? O Ciúmes é instinto puramente animal do ser humano, assim como o impulso de roubar. 

O instinto do roubo é rejeitado pela sociedade, mas o ciúmes é exaltado. Isso é insano, o ciúmes é asqueroso, e responsável por milhões de crimes hediondos, por toda a historia da humanidade" - Nisso uma outra amiga, vamos chamá-la de LC, postou - "Maravilhosos... Apesar que o meu mesmo depois do casamento continua saradão assim...rs,rs,rs...Tenho ciúmes não, já passei por cada uma...Só que se puser a mão, o coro come!! KKKKK...O ciúmes foi gerado como forma de protecionismo... Como muitas outras coisas, mas como sempre o ser humano exagera levando ao limite seus sentimentos e fazendo disto motivo para matar alguém... Tudo pode existir, desde que se tenha um controle para não virar absurdo... Não sou exclusivamente ciumenta não gosto de baixaria e amo o respeito... Homem casado e mulher casada foram feitos para se respeitar.... Senão vira baderna e me irrita profundamente ter que colocar "moças indecentes" para correr... Acho que a palavra de ordem é respeito! Que hoje em dia já não anda mais tendo... Enfim... Ciúmes longe de mim, só que tbm não vou compartilhar o meu marido com várias mulheres por causa disto né??!! Cada um com suas filosofias...;-);-)" - Ai respondi - "Que isso LC tem de saber dividir com a próxima, para de ser tão egoísta... sua chata! Combina com ele assim - "Oh você pode dar uns pegas com outras moças, mas terá de aceitar eu ser PEGADA por outros machos, ok?" - Pronto! Problema resolvido, ele fica contente, você também, e as amantes e os amantes também! Rsrsrs!" -  Faça AMOR, não faça guerra. Ninguém é de ninguém, todos são de si mesmos. Se acertar isso com seu macho, não vai ser "falta de respeito", nem "traição", pois foi combinado. E ciúmes não é humano, ciúmes é instinto puramente animal, é nosso lado irracional, ciúmes não tem lógica alguma. Veja documentário sobre os extintos sexuais humanos [Clique Aqui], Uma moça postou lá:  Vc esta errada. Isso não tem nada haver com homem decidido e nem dele amá-la . Ciúmes nada tem haver com amor, e sim com posse . 

O homem se considera dono da mulher e disso vem o ciúme. Quando a pessoa ama de verdade , não deseja o mal da pessoa amada , mesmo que ela o traia. Quando uma pessoa realmente ama e é traída, ela abandona esta pessoa, para ela ser feliz com outra pessoa. Como dizia Raul Seixas. O Amor verdadeiro só se cria em liberdade. Ciúmes não é amor, Ciúmes é posse. Mas eu não chamei vc de corno. Pelo contrario.Vc sofre de síndrome de Otelo.Vc já leu a história de Otelo? Ele matou a esposa por uma traição que ela nunca cometeu.Vc nem me conhece e me chama de vagabunda, isso mostra uma predisposição ao ódio motivada pelo ciúme. Vc ameaçou matar uma pessoa por algo que nem existe. Sua história amorosa é previsível, ou vc vai acabar matando sua mulher por um motivo fútil,ou vai ter um divorcio muito estressante. A cadeia esta cheia de iguais a vc. Vc é neurótico. Eu tenho todos os telefones de meus vizinhos e meus vizinhos tem meu telefone. Para o caso de um assalto a residência. Agora se um vizinho meu arrumar uma namorada com o mesmo nome que o meu, e acidentalmente enviar um SMS a ela, e vir para meu celular e meu marido tomar sua atitude,esta feita a tragédia.Vc sofre de síndrome de Otelo. Esse é pior tipo de corno que existe. É aquele que pensa que é, sem nunca ter sido, e acaba levando a mulher a procurar outro" -

Nisso a amiga inicial, que postou a fotos dos homens, vamos chamá-la de SG postou - "Concordo com tudo isso... acho que realmente toda essa história de monogamia complicou mais que ajudou, porém, tendo em vista o sistema cultural vigente pode ser algo muito complicado. As mulheres engravidam aí querem fazer pé de meia, aí querem pensão... ou se apaixonam e se tornam possessivas, fazem macumba, kkkk...se em dois uma relação já é complexa.... imagina com um monte de gente. Se fossem todas inteligentes, cabeça no lugar... não haveria problema mesmo" - Eu respondi - "Pois é minha cara amiga SG, seria necessário testar, eu tenho a cabeça bem no lugar, o meu respeito é pelo SER HUMANO, não por regras religiosas, sociais [que são inspiradas pelas religiosas], e por instintos puramente animais que habita o interior de nossa consciência por ocuparmos esse corpo. Eu respeito a PESSOA não meu ego, meu egoísmo, meu orgulho de "macho". Considero que a outra pessoa tem seus direitos, é dona de seu nariz, e nunca jamais consideraria uma mulher como uma posse minha, ela não é "minha", ela não é objeto sem alma e sem mente que me "pertence", no máximo vai ser uma companheira, uma amiga intima, e teremos negócios juntos. Mas jamais um objeto exclusivo para meu uso. As pessoas MUITAS VEZES MATAM A OUTRA por que ela está na mão de outro "dono", isso é puro egoísmo, orgulho e ego ferido, não é amor, é ódio e ganância desmedida. Ciúmes deveria ser condenado assim como o roubo, que é outro instinto do ser humano, o ciúmes deveria ser motivo para colocar na cadeia. E as Cadeias do mundo todo lotariam com bilhões, e seria bom que assim fosse... Claro que tem de haver um acordo mínimo, para organizar uma relação poligâmica, senão vira bagunça mesmo. 

Mas isso é simples e fácil. O que não é fácil, e o ciúmes que transforma o paraíso no inferno, e termina muitas vezes em DESGRAÇA completa e total. E nessa as mulheres são as que vão geralmente para o Caixão..." - LC respondeu -  "Bruno tudo o que vc diz e o que pensa sob os tais lances religiosos... Para mim pode muito bem serem resolvidos com o verdadeiro amor... Porque eu respeito o ser humano tbm... respeito as diferenças... Mas não é por causa disto que vou partir por fazer o que me contraria... Mesmo que eu tenha apagado da minha memória, mesmo que eu tenha me reciclado 1 milhão de vezes... Eu consegui me livrar de coisas que até deus duvida com o meu processo vc sabe do que estou falando! Equilíbrio e amor verdadeiro é tudo... Se vc quer ter 10 mulheres e elas por sua vez querem ter 10 homens ou mulheres cada uma... È uma relação que vc escolheu para vc! Vc pode não gostar de maçã, o outro pode não gostar de pêra... Mas convivem em harmonia mesmo assim... Faça o que tu queres pois é tudo da lei!! Se vc acha que sendo assim é bom para vc... Eu aceito!! Vc não vai deixar de ser meu amigo, não vai deixar de ser um grande camarada porque quer ter um relacionamento dito diferente... Mas por sua vez eu não sou obrigada a aceitar para mim esta realidade... Se um mata o outro em seus relacionamentos é porque não sabem escolher... Escolha é tudo! Quando comecei meu relacionamento todos achavam estranho... Porque ele é um rapaz simples... 

Digamos! Nada a ver com o francês. Já foi tachado muitas vezes até por familiares meus... No entanto é quem cuida de mim, quem me quer bem, quem se preocupa com o meu bem estar e a gente se dá muito mas muito bem! Se eu tivesse escolhido um "mauricinho" qualquer, de repente já teria até morrido... Do que adianta beleza, fama, posses se as pessoas trocam o verdadeiro sentido da palavra amor... Quando houver AMOR de verdade, aquele vindo do quarto chakra, ai sim as coisas poderão melhorar... Mas enquanto o amor estiver sendo produzido com o primeiro chakra e ajudado com a potência do terceiro... Por aqui continuamos na mesma... E sob o comando de um deus machista que designou esta raça para ser escrava sob o comando de "Crescei-vos e multiplicai-vos..." O amor é algo muito além do que as pessoas procuram e as mulheres que encontram caixão por causa disto apenas estão colaborando para o sistema... Sou do princípio que diz: "Se está ruim mude!" Muitas mulheres vão para o caixão porque são idiotas...Se empolgam com o sexo apenas...Só sexo!! Vc sabe muito bem que nossa realidade é baseada em dois princípios SEXO E DINHEIRO... Sabe muito bem que os chakras mais dominantes nesta realidade são o primeiro e o terceiro... Sexo e poder!! 

Sabe tbm que a maioria das pessoas se deixam levar pela programação vigente neste plano se deixando iludir... Pois bem, é a ilusão que as levam para o caixão... A ilusão de que serão amadas... Elas buscam o amor e encontram porrada...Vc sabe sobre a profunda carência emocional desta realidade e o quanto ela assola muito mais o mundo feminino do que o masculino e vc tbm sabe o porque tbm. As pessoas estão buscando o amor pelo lado contrário... E repito: NÃO TENHO PRECONCEITO BASEADOS NA CULTURA CATÓLICA CRISTÃO... Vc possui suas filosofias e eu as minhas... Pois bem: "FAÇA O QUE TU QUERES POIS È TUDO DA LEI".  Beijão e um fraternal abraço..." - Respondi - "LC eu posso amar verdadeiramente 100 mulheres tranquilamente! (Risos), até 1000! Kkkkkkkk!!! Entenda, não é falta de amor verdadeiro, mas sim EXCESSO DE AMOR VERDADEIRO!"   Veja bem... pergunte a um bandido se roubar é errado, ele vai desfilar centenas e centenas de motivos para dizer que ele está certo, que fez por que precisava, por que não tinha esperança, etc... Os cultivadores do ciúmes vão fazer a mesma coisa, vão se defender usando de sofismas, das mais diversas e criativas, mas a verdade,  a verdade... minha cara amiga, é que os fatos provam que o ciúmes é uma DESGRAÇA, ele acaba com os relacionamentos, o 'amor verdadeiro' é ESMAGADO, PISADO, CUSPIDO E ESTRAÇALHADO, LITERALMENTE... ciúmes é um instinto asqueroso, puramente animal, e NÃO TEM NADA A VER COM AMOR. Ele tem a ver com ódio, egoísmo, possessão, ego inferior. 

Ciúmes é o lado animal, estúpido e insano do ser humano. Um terço de todos os ASSASSINATOS que são cometidos no mundo é por causa do ciúmes, a DESGRAÇA SEM FIM cai principalmente na cabeça das mulheres que são DESTROÇADAS desde tempos imemoriais. O ciúmes, repito, não tem lógica, nem razão alguma para o gênero humano. O ciúmes sim é freqüência do chakra base [sexual] e do plexo solar [poder], pois se trata de DESEJO DE EXCLUSIVIDADE SOBRE A PARCEIRA(O) SEXUAL, E ORGULHO FERIDO pela parceira(o) "ousar" ir para a cama com outra pessoa. Desculpe amiga, mas está completamente enganada, é justamente ao contrario do que disse. Se puder veja o documentário que explica como funciona a sexualidade humana, no fim eles falam do ciúmes, e suas DESGRAÇAS INFINITAS, INACABÁVEIS, A RUÍNA COMPLETA E TOTAL do ser humano, que faz pessoas comuns, normais, virarem verdadeiros PSICOPATAS SANGUINOLENTOS, ASSASSINOS CRUÉIS E ENSANDECIDOS. “As mulheres deveriam ser as ultimas a defender o ciúmes, pois são elas que geralmente são massacradas por causa dele”  [Bruno G. Moraes]. SG replicou - "Mas é como eu te falei...hoje em dia sexo pode ser usando como uma arma...podem por fotos suas na internet, vídeos....te difamar, enfim....a idéia é óbvia e esta certa, mas a sociedade vive alienada a isso.....então é um território que deve ser explorado com muito cuidado senão se torna um campo minado" nisso outra amiga, vamos chamá-la de MH postou - "Agora, se eu tivesse o azar de ter um namorado que falasse pelos cotovelos (*****) e Deus existisse eu lhe pediria que por favor lhe concedesse urgente 1.000.000 de gurias para ele ir transar logo com elas e parar de encher o saco que eu não agüento mais...!!! CALA A BOCA E VAI TRANSAR, seu débil mental!!! 

Quem é que vai se importar? pow... (hihihihi, saiu até em forma de verso), desculpa ae galera, mas não deu pra segurar, rssss. A LC voltou postando - "CIÚMES....? QUEM? EU?  Eu jurei que não ia mais me meter nessas discussões, mesmo porque, ando em outra sintonia... Mas, vamos lá... Ficam me tentando com esses papos... Bem, o caso é que...  "O homem é atraído (e traído) pelo que vê ao passo que a mulher é atraída (e traída também) pelo que ouve, isto é, se o cara fala aquelas multi asneiras, burradas mesmo, logo ela se desinteressa, pode ter ele a barriga de tanquinho que quiser, não segura não!!! E daí, por outro lado, a mulher que ama muito o dinheiro, não vê barriga, nem bafo nem coisa nenhuma, afinal, ela já está com o tesouro da vida dela na mão: um ultramoderno carro brilhante e luxuoso e as chaves de um “New AP” todinho montado só pra ela de frente pro mar.... 

Não é só o amor que é cego!!!! Mas... e sempre tem um “mas” para felicidade de todos, tem as que não se ligam em dinheiro, aquelas que tem “outras prioridades”, então podemos concluir que cada um é cego para “todo o resto” que não  interessa. E aí voltamos aos homens, se ele é tarado por mulher jovem, bonita, que importa o resto? tipo, um eventual corno do tamanho da Torre Eiffel, não dói nadinha não... Mas o caso é que aí vem a pegadinha... será que só mulher bonita põe os cornos no marido? Claro que não! Pensa bem, você não precisa confiar no outro/outra, apenas desfrute o momento, se está sendo bom, relaxa e desfruta... se você começa a imaginar que está sendo traído/a, você vai pirar, deixar de viver a sua vida, pra entrar no inferno sem direito a ar condicionado, Rsss... E aqui vale aproveitar para falar um pouquinho sobre os ciumentos da vida: saiba que quanto mais ciumenta uma pessoa é, mais ela é inclinada a... t-r-a-i-r!!!! Sim, os ciumentos doentios, aqueles que te perseguem o dia todo e não te dão sossego, esses são os que mais acabam traindo os seus parceiros. E isso faz sentido, pois "quem não deve, não teme".... Por outro lado, se você esconde “coisinhas”, quem lhe garante que o outro/outra também não esconde “coisinhas” de você?????"  É uma piada, mas é assim mesmo!!!!  *trechos de um artigo da revista Contigo.

Imagens "engraçadinhas" sobre o ciúmes, as pessoas levam na brincadeira, mas as funerárias... essas lucram horrores!


















Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Ciúmes, Prova de Amor, Prova do Ódio, Orgulho,Egoísmo,Ser Humano,discussão,debate,sobre ciúmes,filosofia,relação aberta, swing,troca de casais,instinto humano,defeito humano,pecado,sociedade,relacionamentos,Índice da Maldade, Ciúmes, A Desgraça da Humanidade,Ciúmes Prova de Amor? Ou Prova de Insegurança?, relacionamento, Crime por causa de Ciúmes, quadro adolescentes tentam matar outra e a tortura brutalmente,

17 comentários:

SphinxRock07 disse...

Excelente artigo. Esclareceu uma dúvida minha. Ciúme é sinônimo de fraqueza. Mulheres não gostam de homens ciumentos, pois isso demonstra falta de auto-confiança, e logo ela o vê como um homem fraco. Gosto do seu blog pois você explica as coisas de forma clara, diferente de muitos textos. Queria aproveitar Bruno e te fazer uma pergunta: Como posso perdoar a mim mesmo. Tipo, eu faço algo errado, reconheço o erro, peço desculpas a quem foi prejudicado, entretanto, fico me martirizando por isso sempre. Isso é falta de amor próprio?

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Não adianta "pedir perdão", ou "se perdoar", tem de compensar o seu mal com o bem. Você fica se remoendo muito provavelmente por que fez o mal feito, e não compensou, acha que apenas pedir perdão e tá tudo resolvido? Nada disso, você gerou uma divida, e terá de compensar. E claro, tem de se vigiar, para não cometer novas injustiças, novas maldades.

Compense seu mal, e sua consciência vai ficar aliviada.

SphinxRock07 disse...

Obrigado cara! Valeu. Parabéns pelo Blog.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Pessoa por email:

Bruno, concordo contigo. O ciúme é um sentimento muito primitivo. Sentimento de posse, realmente, não pode estar contido no amor.
Acho engraçado quando um casal cerceia a liberdade um do outro em virtude do zelo que cultiva, contudo, maqueiam o sentimento possessivo. Isto é muito pertinente, talvez, ao reconhecimento da própria incapacidade em manter o interesse do outro de forma espontânea. É mais fácil manter uma pressão poética do tipo "quem ama, cuida", em vez de revelar as próprias limitação. Quando um ciumento questionado sobre seu ciúme, a resposta invariavelmente é: " ...porque eu amo" e raramente: "...porque tenho medo de perdê-lo (a)". Pensam, ou agem como se pensassem que, se derem liberdade, é possível que o outro não volte ao descobrir que além do limiar da infidelidade também há prazer rsss. Às vezes penso que, ser liberal, até pode ser um diferencial positivo, revela muita maturidade. Te falo isso, porque eu e a C., mantemos um relacionamento bem tranquilo, esse tipo de cobrança não existe. Familiares e amigos sempre nos questionam rss. E achamos estranho o questionamento pois para nós é muito natural rss. A cada dia chegamos a conclusão de que não estamos juntos por nos sentirmos completar um ao outro, mas sim por estarmos dispostos a compartilhar o que cada um aprendeu sobre si mesmo. Não procuramos o que está fora, mas sim o q está dentro. Penso que, aqui é que toda a desilusão (amoroso, religiosa etc) é fomentada - buscar sempre fora -, determinando a auto-insuficiência. E quando encontra, se sente proprietário, contraditoriamente, do que julga efêmero pela própria condição. A reflexão é: "medo de perder o quê, se não somos dono de nada, a não ser de si mesmo".
Abraço,
E bom seminário.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Minha Resposta a pessoa acima:

Sim muito bom pensamento, isso de ciumes é devastador quando a pessoa não ama a si mesmo.

Ama a mãe, ama o pai, ama os irmãos, os amigos, a namorada/namorado, etc... mas esquece de amar a pessoa mais importante, Você Mesmo.

Quando as duas namoradas que morou comigo se foram, minha dor de perda foi curta, logo me recuperei... falta de amor? Ou excesso de amor? entendo que é excesso, pois além de amar a mim mesmo, amo as duas, e por isso se ficaram infelizes ao meu lado, então tudo bem, as deixei ir sem o menor drama, por que seriam mais felizes assim.

Tenho amizade com as duas, e as duas quiseram voltar meses mais tarde, mas o motivo de eu não te-las já de volta é longo e complexo, teria de te contar muita coisa antes para entender.

Mas posso dizer que isso de não ser ciumento FUNCIONA, como as duas são jovens, logo elas viram como é ter relacionamento possessivo com outros, e se arrependeram de me largar. Kkkkk!!!!

Mas eu montarei um harém e em breve irei acudi-las de novo, além de agregar outras, Rsrsrsrsrs!!!

abraço.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 1: CIÚMES DOENTIOS PODEM SER SINAL DE SÍNDROME DE OTELO
17 Novembro, 2014 por ZAP, http://zap.aeiou.pt/ciumes-doentios-podem-ser-sinal-de-sindrome-de-otelo-48843

“A mulher mais ciumenta do mundo” foi notícia nos jornais britânicos na semana passada por submeter o marido a testes com um detetor de mentiras todas as vezes que chegava a casa.

Os ciúmes de Debbi Wood, de 31 anos, são patológicos, tendo sido diagnosticada com “síndrome de Otelo“.

O nome é inspirado na famosa obra de Shakespeare, “Otelo”, na qual o personagem principal, possuído por ciúmes doentios, mata a esposa, Desdémona.

As pessoas que têm síndrome de Otelo sofrem com o delírio de que os parceiros ou parceiras são infiéis.

“A pessoa fica obcecada com a ideia de traição e infidelidade e tenta fazer de tudo para encontrar provas que mostrem que está certa”, explicou à BBC o psiquiatra Walter Ghedin.

“Por exemplo, ela tenta coscuvilhar o computador ou o telemóvel do parceiro ou mostra-se violenta, humilhando o outro.”

Casos extremos

Em casos extremos, a pessoa que sofre com este transtorno pode chegar a matar o objeto dos seus ciúmes.

“Quando se chega ao homicídio é porque existe outro tipo de personalidade patológica, que se desenvolve a partir de uma paranóia ou um ciúme delirante”, diz o especialista.

Segundo Ghedin, há casos em que os ciúmes são reforçados pela influência de terceiros, lembrando desde logo a obra de Shakespeare, onde Iago ajuda a convencer Otelo de que Desdémona seria infiel.

“As pessoas ciumentas podem ser influenciadas pelas opiniões dos outros, ou até pelos meios de comunicação”, diz o psiquiatra.

Segundo o especialista, a melhor forma de tratar a síndrome de Otelo é procurar ajuda o quanto antes e perceber as causas do problema.

A psicoterapia seria uma grande ajuda e, nos casos extremos, recomenda-se medicação.

“Em alguns pacientes a ideia de infidelidade é tão forte, tão recorrente no pensamento, que altera as relações com outras pessoas. Nesses casos, a medicação pode atenuar a intensidade dessa ideia fixa”, diz Ghedin.

Tipos de ciúmes

Os ciúmes só são considerados um distúrbio psiquiátrico quando dominam as pessoas e alteram drasticamente as suas vidas.

Segundo Ghedin, há quatro tipos de ciúmes:

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 2: CIÚMES DOENTIOS PODEM SER SINAL DE SÍNDROME DE OTELO
17 Novembro, 2014 por ZAP, http://zap.aeiou.pt/ciumes-doentios-podem-ser-sinal-de-sindrome-de-otelo-48843


Reação emocional normal: trata-se de um sentimento transitório, que não condiciona a vida de quem o sente;
Reação emocional desmedida: afeta sobretudo as relações amorosas. Pode ou não ter sido precedida de situações de infidelidade;
Ciúme como traço distinto da personalidade: típico dos que têm personalidade desconfiada. Os ciúmes afetam todas as áreas da vida de uma pessoa: família, amor e relações de trabalho. Em geral é característico de pessoas calculistas, que veem ameaças onde elas não existem e estão convencidas de que seu ponto de vista é uma verdade indiscutível. Está ligado ao chamado Transtorno Paranóico de Personalidade;
Síndrome de Otelo: como dito anteriormente, um distúrbio caracterizado por pensamentos delirantes de ciúme. O delírio que alimenta os ciúmes pode ser parte de um transtorno crónico ou paranóia, mas também pode indicar um quadro de demência por deterioração do córtex cerebral ou de alcoolismo crónico.
Homens

A síndrome de Otelo é mais comum em homens do que em mulheres. Segundo Ghedin, isso acontece por razões psicológicas e culturais.

No homem, “o apego real e simbólico à figura da mãe” atuaria inconscientemente gerando sentimentos ambivalentes de amor e ódio com relação a outras mulheres.

No que diz respeito à influência da cultura, segundo o psiquiatra, o problema é que em muitas sociedades ainda é forte a ideia de poder e dominação dos homens sobre as mulheres.

Como resultado, alguns homens esperam que as suas companheiras se submetam às suas regras e qualquer conduta de autonomia é vista como suspeita.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 1: Moça Morta por ex-namorado Avisava e Pedia ajuda há 2 meses para todo mundo, ninguém fez nada... foi assassinada e ele ainda pode ficar com o corpo dela por 2 dias: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/11/disse-que-ia-me-matar-esquartejar-relatou-dancarina-morta-em-sp.html

Artigo:

05/11/2015 12h47 - Atualizado em 05/11/2015 13h08
'Disse que ia me matar, esquartejar', relatou dançarina morta em São Paulo
Em mensagem de voz à família, Ana Carolina falou de ameaças de ex.
Ela foi encontrada morta em seu apartamento nesta quarta, na Zona Sul.

A dançarina cearense Ana Carolina de Souza Vieira, de 30 anos, encontrada morta na manhã desta quarta-feira (4) no apartamento em que morava, na Zona Sul de São Paulo, havia mandado mensagens para a família pelo celular alertando sobre ameaças de morte vindas do ex-namorado. "Ele disse que ia me matar, que ia me esquartejar”, disse a vítima em uma gravação.
Em outras mensagens, Ana Carolina chora ao falar que vinha sendo perseguida. "Não aguento mais o Anderson me ligando, cara, ai meu Deus. Isso é uma tortura. Eu não sei mais o que fazer, eu não sei mais pra quem pedir", disse em outra mensagem.
O ex-namorado Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, foi preso nesta quarta e confessou o crime. Ele alega ter matado a modelo depois de uma briga. Levado inicialmente ao 91 DP, já foi transferido nesta quinta-feira (5) para o Centro de Detenção Provisória de Pinheiros.
Ele morava em Fortaleza, de onde viajou de avião para a capital paulista na sexta-feira (30), e insistia em encontrar a vítima. O medo da dançarina encontrar com o ex é revelado por mensagens de Whatsapp no grupo da família, ao qual o G1 teve acesso.

Confissão
Anderson confessou à polícia que matou a dançarina na noite de segunda-feira (2) e ficou dois dias com a ex-namorada morta. Ao G1, ele revelou que maquiou o rosto e penteou o cabelo dela após o crime.
Ele chegou a São Paulo na sexta-feira e foi direto para o prédio de Ana Carolina. Segundo a polícia, ele chegou a entrar no condomínio, mas foi retirado do local pelos zeladores atendendo a um pedido da dançarina, que foi orientada pela família a proibir a entrada dele.
Na última segunda, no entanto, ela permitiu que o ex-namorado subisse após ele insistir muito.

Ameaças
Em uma das mensagens que o G1 teve acesso, uma das tias pediu para que a sobrinha tomasse cuidado ao sair do prédio. Carol, como a dançarina era chamada pelos parentes, tranquilizou a família dizendo que já tinha proibido que ele entrasse no prédio.
Uma amiga de infância da dançarina disse ao G1 que Ana Carolina tinha revelado várias vezes ameaças feitas pelo ex-namorado. Ela pediu para não ser identificada. "Conversei com ela pela última vez no domingo (1º), mas agora não sei se era ela que estava respondendo ou ele. Mandei mensagem para ela hoje [quarta-feira] e a mensagem foi visualizada, só que ela já estava morta". A polícia informou que o ex-namorado foi preso com o celular da vítima.

A tia de Ana Carolina disse que não gostava do ex-namorado da sobrinha e que ele já tinha invadido a casa da mãe da dançarina e cuspido na cara dela. "Ele já tinha feito várias ameaças, isso ela contou por mensagem. Ela falou que não queria mais ele. Ela veio embora para São Paulo e ele veio atrás para matar", disse Margarida Ferreira.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 2: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/11/disse-que-ia-me-matar-esquartejar-relatou-dancarina-morta-em-sp.html

Ciúmes:

Anderson confessou à polícia ter matado a bailarina por ciúmes. Preso no 95º Distrito Policial (Cohab Heliópolis), na capital paulista, Anderson disse que estrangulou a ex-namorada e contou ainda que tomou veneno de rato para morrer abraçado com ela.
Formado em administração, ele vai responder por homicídio e ocultação de cadáver. Em entrevista exclusiva ao G1, Anderson deu detalhes do crime e sobre como tentou se matar depois de ter assassinado Ana Carolina. (veja no vídeo abaixo)
"Estrangulei com minhas próprias mãos. Comprei chumbinho, veneno de rato, porque eu queria morrer abraçado com ela. Fiquei com ela morta dois dias", disse Anderson.
Segundo ele, o casal teve uma discussão na segunda-feira. "Ela foi pra cozinha e disse pra eu não mexer no celular dela. Eu mexi e vi umas fotos, umas mensagens de Whatsapp e não gostei. Fiquei com ciúmes".

Ana Carolina teria reclamado da atitude de Anderson. "Ela disse que eu era muito invasivo e começamos a discutir. Ela me arranhou e, como sou mais forte, inverti a situação. A gente estava na cama. Ela morreu estrangulada. Tentei reanimar, mas não tinha mais jeito."
Anderson afirma que, então, comprou veneno para se matar. "Comprei chumbinho, veneno de rato, porque eu queria morrer abraçado com ela". Ele diz que ficou dois dias com o corpo de Ana Carolina no apartamento, "esperando o veneno fazer efeito".
Com o tempo, o cheiro começou a incomodar os vizinhos. "Coloquei incenso porque tinha recebido uma ligação do porteiro falando do mau cheiro. Queria esconder o cheiro."
Em sua página no Facebook, Anderson postou momentos antes de ser preso a seguinte frase: "Deus tenha misericórdia de nossas almas. Adeus a todos." Na rede social, ele afirma ser gerente de uma paleteria mexicana em Fortaleza.

Bailarina tentou vaga no Faustão
O irmão da vitima, Igor Vieira, diz que soube da morte da irmã por um tio que mora em São Paulo. Ele e os pais irão viajar para São Paulo na noite desta quarta-feira. Igor confirmou que a irmã participou em junho deste ano do concurso “Bailarina do Faustão”.
"Ela estava em São Paulo há pouco mais de um ano, tentando a vida como modelo", disse Margarida de Souza Barbosa, tia de Ana Carolina.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

No FaceBook

Fernando De Castro Leonhardt: Muitos matam "por amor". Eles sequer suspeitam o que seja isso. O que eles sentem são paixões animais com uma dose de tesão, misturada com baixa auto-estima e sentimento de posse. Faça um favor à si mesmo (a). Fique sozinho (a) e consiga chegar até o fim da vida sem ser assassinado por psicopatas como este.

Bruno:

Ele é um psicopata, todas as mulheres deveriam estudar e saber o que é isso, e verificar logo no primeiro mês se o namorado que arranjou é um, Documentário: https://www.facebook.com/bruno.g.demoraes/videos/10207284211687255/?l=7172162775672795436

Estudem o caso Maniaco do Parque: https://pt.wikipedia.org/wiki/Man%C3%ADaco_do_Parque

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sargento da PM mata ex-namorada e é flagrado por câmera de vigilância em MG, http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2015/10/27/sargento-da-pm-mata-ex-namorada-e-e-flagrado-por-camera-de-vigilancia-em-mg.htm Artigo: A educadora infantil Veridiana Rodrigues Carneiro, 36, foi morta pelo sargento da Polícia Militar de Minas Gerais Clóvis Durade Cândido, 46. O crime ocorreu às 10h50 desta terça-feira (27) em uma movimentada avenida do bairro Santa Mônica, em Uberlândia (a 537 km de Belo Horizonte), e foi registrado pelas câmeras de vigilância instaladas na via.

O vídeo detalha o homicídio. Cândido perseguiu Veridiana, sua ex-namorada, com uma pistola .40 na mão, a mesma que usava na corporação. Ela tentou fugir, mas foi atingida por dez tiros nas costas, que perfuraram o peito da educadora. Veridiana foi socorrida, mas morreu a caminho do pronto-socorro da Universidade Federal de Uberlândia.

Segundo testemunhas, o sargento saiu caminhando do local e parou em um bar próximo à casa dele, a 20 quadras de distância do crime. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais da PM e do Corpo de Bombeiros acompanharam a ocorrência. Cândido tentou resistir à prisão, dizendo que era PM, mas um dos policiais o convenceu a se entregar. Ele depôs na Delegacia de Polícia Civil da cidade e seria encaminhado para o 32º Batalhão de Policia Militar, onde ficará preso.

Veridiana era educadora infantil da rede municipal de educação e trabalhava em uma escola do bairro Tibery, em Uberlândia. O sargento, segundo a assessoria de imprensa da corporação, estava havia 20 anos na PM e integrava a banda de música. Não havia registros de desvio de conduta. O UOL tentou contato com as famílias da vítima e do sargento, mas até o momento não obteve sucesso.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Adolescentes torturam e ameaçam de morte outra menor de idade em GO, https://www.youtube.com/watch?v=bZSASZi1VKA Publicado em 04 de out de 2016

Quatro adolescentes, com idades entre 13 e 16 anos, foram apreendidas suspeitas de agredir e torturar outra menor, de 14, em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com a Polícia Civil, elas confessaram o ato infracional. A vítima levou socos, pauladas e foi esfaqueda (veja no vídeo acima).
O caso aconteceu na última quinta-feira (29). A vítima afirmou, em entrevista à TV Anhanguera, que foi chamada por uma das menores para uma conversa. No local, foi atacada.

“Elas me chamaram até a casa delas e, chegando lá, elas começaram a me bater, me amarraram, me mostraram onde eu iria ser enterrada. Nisso, me deram uma facada e me colocaram na cova. Quando elas iam me dar a última facada eu consegui fugir”, afirmou.
A vítima acredita que foi agredida e torturada por “inveja e ciúmes”. “Elas me falaram que era muito por causa de inveja, pois eu estava preparando a minha festa de aniversário. E eu chamei o ex-namorado de uma delas para me ajudar, pois ele trabalha com eventos e podia me ajudar com a liberação da festa. Aí ela [ex-namorada] ficou com um pouco de ciúmes”, relatou.
A adolescente agredida e torturada foi socorrida a um hospital na cidade e liberada após atendimento médico. Ela levou mais de 30 pontos por causa das facadas e ficou com marcas de hematomas em todo o corpo. “Eu pensei que ia morrer”, afirmou a menor.

Investigação
A Polícia Militar informou que teve ciência do caso ainda na quinta-feira. Na ocasião, foram iniciadas buscas pelas menores suspeitas pelo ato infracional.
“Tivemos o conhecimento deste crime bárbaro e iniciamos as buscas pelo local. Durante três dias a PM trabalhou incansavelmente na busca e apreensão das menores, no caso, foi configurada a apreensão delas na tarde de sexta-feira (30) e na noite de sábado (1º). Elas fugiram e ficaram assim por um período rápido, mas foram feitas várias diligências, que tiveram êxito em localizá-las”, contou o tenente Alcides Moreno.
Após serem apreendidas, as adolescentes foram levadas para a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). A delegada Renata Vieira, responsável pelo caso, explicou que, em função da gravidade do caso, as suspeitas foram presas em flagrante mesmo no período eleitoral. “As quatro menores infratoras confessaram, com riqueza de detalhes, a prática desse ato infracional. Inclusive, nós decidimos fazer o auto de apreensão em flagrante em virtude da gravidade da situação. Foi um trabalho intenso que a Polícia Militar desenvolveu para localizar essas meninas e nós finalizamos com a apreensão delas”, explicou. A delegada disse ainda que as quatro adolescentes seguem apreendidas, na tarde desta segunda-feira (3), à disposição do Poder Judiciário. “Elas confessaram tudo”, ressaltou

edsonjnovaes disse...

Para sua apreciação, disponível 15 DE FEVEREIRO DE 2017, PONTO DE VISTA DO AMOR em:

https://edsonjnovaes.wordpress.com/

Muito bom seu trabalho.

Abraços.

Edson Novaes

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

01- COLABORADORES MÔNICA MONTONE, O tabu da monogamia: http://www.contioutra.com/o-tabu-da-monogamia/

O medo de ser trocado, abandonado, o medo de a cara-metade encontrar alguém mais interessante e saltar de banda ainda parece ser o motor da monogamia nos dias de hoje.

Em uma entrevista para o portal Uol, a psicanalista Regina Navarro propõe a seguinte reflexão acerca da monogamia ao falar sobre seu “O livro do amor” (Editora Best Seller):

“A exclusividade sexual é a grande preocupação de homens e mulheres. Mas ninguém deveria se preocupar se o parceiro transa com outra pessoa. Homens e mulheres só deveriam se preocupar em responder a duas perguntas: Sinto-me amado(a)? Sinto-me desejado(a)? Se a resposta for ‘sim’ para as duas, o que o outro faz quando não está comigo não me diz respeito. Sem dúvida as pessoas viveriam bem mais satisfeitas”.

Trata-se de um pensamento bastante lúcido. Uma pena não termos, ainda, aparato emocional para vivenciarmos o amor de maneira livre, natural e espontânea como ela sugere.

Fato: não temos como controlar o desejo do outro! E caso nosso parceiro sinta desejo por outra pessoa isso não quer dizer necessariamente que ele não nos ame.

Quem foi que associou o amor à exclusividade?

A História dá conta de que a monogamia foi inventada por questões patrimoniais: os homens precisavam ter a certeza de que seus filhos eram herdeiros legítimos. A Igreja Católica apenas consolidou, tempos depois, essa necessidade social, associando a não exclusividade matrimonial ao pecado.

Na teoria é fácil, né? Porém, na prática, não resolve muita coisa ter esse tipo de informação.

Na realidade não suportamos nem mesmo a ideia de que o nosso par possa olhar para o lado quando estamos num restaurante, que dirá que tenha outro parceiro.

Mas de onde vem isso? Imagino que seja do medo do abandono! O amor nada tem a ver com isso.

Nem mesmo Jean Paul Sartre e Simone de Beauvoir, casal mais conhecido por manter “um relacionamento aberto” numa época extremamente conservadora, conseguiram viver essa experiência sem sofrimento. Beauvoir era uma escritora autobiográfica e em seu livro “A mulher desiludida”, por exemplo, fica exposta toda a angústia que ela sentia quando Sartre (no livro, André) se enroscava com outra pessoa.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

02- COLABORADORES MÔNICA MONTONE, O tabu da monogamia: http://www.contioutra.com/o-tabu-da-monogamia/ Pesquisas apontam que nunca se traiu tanto. Homens e mulheres. Isso não quer dizer que não traíssem antes, quer dizer apenas que antes não confessavam. No entanto, a culpa é quase sempre um elemento presente, são raras as pessoas que traem sem sentir que estão cometendo algum delito.

Às vezes uma relação leal é muito mais satisfatória que uma relação fiel. Muitos casais fiéis são desleais: agridem uns aos outros, não se ajudam mutuamente, só pensam nas próprias necessidades, ridicularizam-se em público. Ao passo que alguns casais infiéis (como Sartre e a Simone) são extremamente leais e companheiros até o fim.

Segundo Regina Navarro “na segunda metade do século 21, provavelmente, as pessoas viverão o amor e o sexo bem melhor do que vivem hoje”. O medo de ser trocado, abandonado, o medo de a cara-metade encontrar alguém mais interessante e saltar de banda ainda parece ser o motor da monogamia nos dias de hoje, pois a monogamia nos oferece a falsa ilusão de que estamos protegidos, seguros e que não seremos abandonados. Ela não está relacionada ao amor. Até porque o amor pode acabar e se acabar seremos abandonados da mesma forma.

A gasolina desse motor? Ao que tudo indica, é o desejo de ser único e absoluto.

Ora, se a vida às vezes não colabora; se não conseguimos a posição que desejamos no mercado de trabalho, se não conseguimos ser os queridinhos da família, se nos deparamos com nossas falhas o tempo todo, o amor do outro surge para nos redimir, nos tornar únicos, especiais, essenciais. O amor do outro acaba se transformando numa ilha onde aportamos os pés cansados de caminhar na dura realidade.

Mas quem é que pode assegurar, com a régua da certeza em punho, que não é possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo?

Há alguns anos, o cineasta João Jardim apresentou uma série interessantíssima no canal GNT (disponível no NET NOW), chamada “Amores Livres”, onde discute o tema. Trata-se do registro (e de depoimentos) de pessoas que vivem o amor de maneira espontânea, libertária, pessoas que experimentam o Poliamor. Quem poderá assegurar que não se trata de amor verdadeiro o que eles experimentam? Eu, particularmente, ao assistir a série, pensei: “Que galera mais evoluída”!

Ocorre que, quando a farinha é pouca o nosso pirão vem primeiro. Padecemos de uma carência de afeto e de uma necessidade de amor primordial que não nos permite sequer sonhar com a possibilidade de dividir nossa farinha, digo, parceiro-que-nos-ama com outra pessoa.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

03 - COLABORADORES MÔNICA MONTONE, O tabu da monogamia:

Já vi inúmeros casais que se amavam profundamente destruídos porque uma das partes descobriu “a traição” do outro. Pessoas que se davam bem, divertiam-se juntas, eram companheiras. Pessoas que deram cartão vermelho para seus pares e depois passaram praticamente uma vida inteira chorando e lamentando a perda.

Se ambos queriam continuar juntos, se ambos se amavam, por que não?

Claro que não estou me referindo aos safados e safadas de plantão – que são comprometidos (as), porém agem como se não fossem; que espalham sorrisos e cantadas para qualquer maldito (a) e se deitam com o primeiro peixe que cai na rede. Estes (as), talvez, não amem nem eles (as) mesmos (as), quanto mais uma ou duas pessoas ao mesmo tempo.

Em sua entrevista, Navarro também propõe outra reflexão interessante:

“A busca da individualidade caracteriza a época em que vivemos; nunca homens e mulheres se aventuraram com tanta coragem em busca de novas descobertas, só que, desta vez, para dentro de si mesmos. Cada um quer saber quais são suas possibilidades, desenvolver seu potencial. O amor romântico propõe o oposto disso, pois prega a fusão de duas pessoas. Ele então começa a deixar de ser atraente. Ao sair de cena está levando sua principal característica: a exigência de exclusividade. Sem a ideia de encontrar alguém que te complete, abre-se um espaço para outros tipos de relacionamento, com a possibilidade de amar mais de uma pessoa de cada vez”.

Talvez os nossos netos e bisnetos consigam vivenciar o amor de maneira mais natural e com menos sofrimento. Nós (ou será que estou falando de mim?) infelizmente ainda estamos encharcados dos códigos sociais que nos foram impostos e dificilmente quebraremos esse paradigma; não sem sofrimento. Mas isso, claro, não nos impede de refletir sobre o assunto sem temê-lo.

Torço para que um dia consigamos, finalmente, morder a maçã de Raul Seixas; para que entendamos de uma vez por todas que “o amor só dura em liberdade, o ciúme é só vaidade”…

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

O Cumulo do Ciúmes, parece piada: Achando que era atriz pornô, homem bate na mulher, que cai de prédio: http://www.radardabahia.com.br/noticia/25457,achando-que-era-atriz-porn-homem-bate-na-mulher-que-cai-de-prdio.html

- Confundida com atriz pornô, mulher que pulou de prédio para fugir do namorado pode ficar paraplégica - Jornal O Popular
Veja mais em: http://www.opopular.com.br/editorias/cidade/confundida-com-atriz-porn%C3%B4-mulher-que-pulou-de-pr%C3%A9dio-para-fugir-do-namorado-pode-ficar-parapl%C3%A9gica-1.1286929

GoogleAnalytics

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]