domingo, 16 de fevereiro de 2014

Filme "As Aventuras de Pi" - Exemplo de Fé e Espiritualidade? - Religião New Age

Você Sabe o que é "O Salto Quântico Genético"? [Clique Aqui]

Paginas Relacionadas:
Jesus Cristo Nunca Existiu? [Clique Aqui] - Iniciação o Salto Quântico Vs. Os dogmas dos New Age Gnósticos [Clique Aqui] - Fraternidade Branca - Mestres Ascensos - Apenas mais Alienação... [Clique Aqui] -  Matias De Stefano - Criança Índigo? - Ser Iluminado? - Guru/Mestre da Nova Era? [Clique Aqui

As Aventuras de Pi, filme mostra como se deve ter Fé em Deus?

Eu já ouço falar do Filme "As aventuras de Pi" desde que ele estava no cinema, mas nunca pude ir ver, as pessoas que o indicam a mim, na sua maioria adeptos da religião New Age, fazem comentários tais como: "lindo filme, fala de espiritualidade e paz!" - "Filme sobre como ter muita fé em deus, uma historia linda de vitoria da espiritualidade!", "exemplo a ser seguido!", "mostra como a fé, quando seguida, leva sempre a vitoria!", "uma lição de Fé!", "a vitoria da espiritualidade sob o Ego!", e outras afirmativas equivocadas. Agora finalmente eu o assisti, e conclui que não é nada do que falam... As pessoas simplesmente assistem o filme, e não entendem, não prestam atenção no real recado que a obra passa. No filme um indiano fica a deriva no mar por mais de 227 dias, tendo como companhia alguns animais, que acabam morrendo no começo, só restando um tigre adulto macho. A estória é tremendamente fantasiosa, quem assistir o filme vai perceber isso claramente. Porém no final a verdadeira historia é contada.

A verdadeira historia é muito triste e trágica, depois do naufrágio 4 pessoas se salvaram no bote salva vidas. O cozinheiro um homem cruel e psicopata, um marinheiro vegetariano budista, a mãe de Pi, uma senhora de uns 50 anos, e o próprio Pi um jovem de apenas 17 anos. O Marinheiro budista caiu de uma altura muito alta, e quebrou a perna, e estava muito mal, e doente, tendo febre, etc... ai o cozinheiro, achando que ele iria morrer mesmo, pediu a mãe de Pi e ao próprio Pi para segurar o marinheiro, por que ele iria fazer uma compressa e colocar na perna quebrada, mas em vez disso, ele esfaqueou o marinheiro varias vezes, para matá-lo de vez e assim poder usar seu corpo como isca para pegar peixes. Pi  e a mãe ficaram horrorizados, criticaram o cozinheiro, mas esse não deu a mínima. Passado alguns dias, o cozinheiro começou a bater em Pi por ele ter deixado uma tartaruga escapar. Nisso a mãe vem defende-lo, e durante a briga o cozinheiro a mata a facadas também, e a joga no mar para os tubarões. Pi então espera ele dormir, e o mata, ficando sozinho no bote, até este ir parar na costa do México 227 dias depois do naufrágio. A estória dos animais, e toda aquela confusão com o tigre,  é apenas uma fantasia de Pi, baseada na historia real, para amenizar, para não admitir o que realmente tinha acontecido.

Filme mostra como temos de ter fé em deus, que no final dá tudo certo? Mostra exemplo de controle do Ego inferior, representado pelo Tigre?

Tanto que ele diz no final, -- “o que preferem? A dura realidade dos fatos, mas que de qualquer modo não se pode provar, ou a 'bela' historia envolvendo os animais, o que não se pode provar de qualquer modo?”-- O que há de “bonito” no filme? Onde está a “Lição de Fé” que ele trás? Onde houve algum milagre que justifique “acreditar em Deus, confiar, ter muita fé?”, onde está o “premio”, de ter muita fé? A historia é trágica, é uma desgraça completa, se prova alguma coisa é a de que deus é econômico com os milagres. Primeiro a família de indianos vai à falência e por isso tem de vender os animais e procurar outro rumo para as suas vidas. Na viagem para o Canadá o Navio afunda por causa de grandes ondas de uma tempestade, animais, e todas as pessoas do navio morrem afogadas, restando apenas 4, onde 3 são brutalmente assassinados, restando apenas o jovem de 17 anos que então chega na costa do México levado pelas correntes marinhas. Não vi onde ouve uma interferência divina, milagrosa, maravilhosa que provou que deus existe e que tudo é muito “maravilhoso”. O filme então na verdade fala de fuga da realidade, de alienação. Mostra como o personagem principal, extremamente religioso,[acredita nas três piores religiões que existem, cristianismo, islamismo e hinduísmo] amenizou a realidade, se entregando a um conto de fantasia para não admitir os fatos tristes que aconteceram, ele se esconde atrás de 'justificativas' religiosas para não reconhecer a desgraça completa que é esse mundo em que vivemos.

A moral da historia é que as religiões não servem para nada mesmo, só servem para as pessoas ficarem anestesiadas/dopadas, e não enxergar claramente o que REALMENTE  acontece a sua volta. A crença religiosa, a “” serve apenas para achar desculpas esfarrapadas para justificar, o injustificável. - “A Religião é o Ópio da Humanidade”- [Karl Marx, filósofo, historiador e teórico político]. Esse filme é muito parecido com o “A Vida é Bela” de Roberto Benigni, onde um menino de apenas 5 para 6 anos fica num campo de concentração junto com o Pai, e o pai para não ter de dizer a verdade sobre o que ocorre ali, passa a mentir sistematicamente, dizendo que tudo o que ocorre ali é apenas um "grande jogo", mas que no final, os mais perseverantes vão ganhar um grande premio. Então o que estamos vendo aqui, e em todas essas obras que defendem a fuga da realidade é uma filosofia infantil que diz basicamente para a gente não reconhecer a realidade como ela realmente é, mas sim fazer vista grosa, fantasiar, criar justificativas retóricas para seguir numa falsa “paz interior”, que é baseada em pura ilusão dos contos de fadas da religião. A "paz" que essa pseudo-filosofia defende é a mesma “paz” que uma pessoa gravemente ferida tem, depois de ser anestesiada. Por acaso a anestesia vai resolver alguma coisa referente ao ferimento? Não... uma operação sim. 

A vida é bela, outro filme que fala sobre fuga da realidade, e ilusões danosas

Mas o que a filosofia new age e das religiões num geral defendem, é apenas usar a anestesia a vida toda, até que a morte chegue. É fuga da realidade, em vez de se admitir a situação real, e assim fazer algo concreto para mudá-la. Não sou adepto dessa filosofia, o trabalho que exerço, a "Iniciação o 'Salto' [Clique Aqui]" é autoconhecimento completo, e devastador. Não estou interessado em eternizar erros, nem reformar equívocos. O que queremos é acordar as pessoas para reconhecerem o que está acontecendo de fato, para mudar esses fatos, concretamente, e não apenas se esconder debaixo do lençol, achando com isso que já tá tudo resolvido.


Conclusão Final -  O filme trata apenas da historia fantasiosa, criada pelo personagem principal baseada em contos religiosos para não admitir a realidade dos acontecimentos. Não é um conto místico incrível, que encerra uma grande lição, é isso sim um conto delirante, de uma pessoa que teima em não aceitar a triste realidade, e assim foge para as ilusões... nada mais, nada menos...

O engraçado é verificar centenas de sites, tanto brasileiros, como estrangeiros, falando sobre os 'princípios da criação', sobre como a universo é criado por deus, de como tudo está no seu devido lugar, pelo amor do criador, sobre como as cenas psicodélicas mostra princípios da cabala, da matemática, da física quântica, do Big Bang, da sinfonia das esferas, etc, etc, etc...

Essa gente toda não entende que na verdade tudo isso é usado pelo personagem principal como FUGA DA REALIDADE, ele usa esses "maravilhosos princípios", para não enxergar o obvio, a grande tragédia e desgraça de sua vida. Todos esses princípios místicos, religiosos, esotéricos são apenas Ópio usado pelo personagem para não reconhecer a triste verdade. Em vez de se afogar em álcool, ele se afoga em ilusões religiosas e místicas. Dopado pelas belas palavras, pela miragem das ilusões.

Tags: Filme,as Aventuras de Pi,Exemplo de Fé,Espiritualidade,Religião,new Age,índia, hippies, nova era,fé,fé verdadeira,confiança em deus,jesus,

9 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom! Doa a quem doer! (Marco Túlio)

SphinxRock07 disse...

Desde que o mundo é mundo, os fracos perecem. Independente de termos, computadores, iPhones, tablets, carros que andam sozinhos, enfim, mil coisas, o que prevalece é a lei da selva. No dia-a-dia, é um querendo devorar o outro, isso é fato. Iludido é quem pensa que não. Depois de refletir cheguei a conclusão que aqui é o Planeta Prisão que tanto vc fala.

Thiago Nascimento disse...

Com certeza aqui é o planeta prisao mesmo, tudo o que esta acontecendo nesse mundo essas guerras, violencia, fome, miséria, e as pessoas preferem acreditar que merecem isso que deus sabe o que faz, e nao querem enxergar a verdadeira realidade.

Danielle Barros disse...

'o universo de cada um se resume ao tamanho de seu saber'

Einstein



Thiago Nascimento disse...

Olha so Bruno, deus nao salvou esse casal na sua propria casa uma igreja e permitindo essa brutalidade em um lugar que nao deveria existir o mal, interesaante e tragico ao mesmo tempo
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,homem-mata-ex-e-seu-companheiro-e-fere-3-em-batizado-em-guarulhos,1131031,0.htm

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Realidade imitando a "arte", no ultimo dia 30 do 07 de 2014 um Menino de 11 anos, muito piralhento, e ingenuo como qualquer criança dessa idade, teve se braço quase decepado por um tigre. Assim como iria acontecer no Filme, as Aventuras de Pi, mas no filme o pai de Pi inteligente, e sensato, impede o filho tolo de achar que pode acariciar um tigre só por que ele "parece" bonzinho, ou fofo.

Já na triste realidade o Pai do Menino do braço decepado é também um grande tolo, e deixou o filho brincar e importunar os animais extremamente perigosos a vontade, e numa "distração" o menino colocou todo o braço para dentro da Jaula do Tigre, e como consequência natural, teve ele decepado pelo animal.

Não sei qual a crença do Pai, ou do menino, mas esse é mais um exemplo de uma pessoa que não foi salva pelo Salvador "Jesus", aquele que não salva ninguém...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Nessa pagina ( http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/sobre-salto-quantico-genetico-helio.html ) uma pessoa postou:


Parabéns Bruno. Muito bom o Post. Uma discussão destas é muito válida. Eu já tomei deste veneno... Vivi em um mundo de fantasias, do puro new age, espiritismo, Seicho-no-ie, livro conversando com Deus, Hélio Couto, etc... E onde cheguei? A lugar nenhum... Mais de 10 anos, estudando e praticando fielmente essas doutrinas com muita fé, e nada! Até que resolvi procurar a verdade lógica e simples, e inevitavelmente conheci o site do Bruno. Não posso afirmar nada ainda com mais certeza, mas desconfio que, ou eu me torno um Deus ou apodreço neste cativeiro flutuante chamado Planeta Terra. Hoje eu to me dando bem financeiramente, mas esse “milagre” aconteceu unica e exclusivamente porque trabalho agora em 3 empregos, e fico desde manhã até praticamente o final da noite no batente. Infelizmente não foi porque eu "amei", porque “positivei”, porque “mentalizei”, porque Jesus me salvou, porque paguei dizimo, porque li a bíblia, porque doei abnegadamente ou porque mudei de realidade como num passe de mágica. Foi simplesmente porque percebi que vivemos em uma sociedade capitalista e resolvi cobrar dinheiro por todo o serviço que faço. Estranho que quando eu seguia o que esses “iluminados” diziam para fazer, eu sempre estive péssimo financeiramente. Portanto, eu suponho que o pensamento racional e lógico, embasado em fatos exaustivamente comprovados pode ser um caminho muito mais pratico e promissor com resultados muito melhores do que acreditar em fantasias religiosas e supostos livros sagrados com seus salvadores imaginários e suas promessas vazias...

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

01: Respondendo a uma pessoa por email:

Essa sua pergunta foi muito parecida com a anterior, lembra dela:

Pessoa: Obrigado, por responder. Esclareceu muito minha dúvida.

Posso lhe perguntar uma última coisa? Eu vivo em constante mudança de pensamento no seguinte caso, ou opto por meditar, praticar Yoga ficar todo Zen, agradecendo por tudo e focando no bem e no amor. Buscando o Despertar Espiritual. Porém, às vezes, eu acho que ficar assim todo Zen e agradecido por tudo sem reclamar, é uma forma de mantar o gado manso. Mesmo que essa atitude melhore nosso dia, pois vemos a vida fluindo mais tranquilamente, e as coisas dando certo, eu fico com o pé atrás. E então saio desse resumo e volto pro pensamento Fuck the System, no e estilo Tyler Durden do Clube da Luta, mais anárquico, se me entende. Fico nesse vai e vêm sem rumo, sem saber qual o caminho que devemos seguir. Pode me tirar essa dúvida?


Respondi: Isso é simples de resolver, você deve seguir a caminho do meio, nem de mais, nem de menos, seja bom, mas seja justo. Eu por exemplo, o que faço? Eu me mantenho na maior parte do tempo bem Zen, compreensivo e bondoso, mas tem vezes que infelizmente essa atitude pacifica não resolve, então entro em "modo de Batalha" por assim dizer. Mas apenas o suficiente para resolver a encrenca, e seguir em frente. Esse estado "modo de batalha" é necessário infelizmente, mas pode ficar lá desligado por muito tempo, só é preciso usá-lo em ocasiões especiais.


Agora respondendo muito resumidamente a sua atual pergunta:


Pessoa: Se possível, poderia responder uma questão que me "corrói por dentro": Sabemos que a meditação traz felicidade e harmonia de viver. Sinto-me cheio de compaixão e paciência com o próximo e com o mundo. Sei que isso é benéfico, sem dúvidas. Mas, assim, como a Yoga, esse estado de relaxamento e de sentir-se bem com tudo e com todos provocado pela meditação e Yoga, não seria perigoso para a sociedade, pois ficamos menos agressivos e combativos contra o Sistema, o governo, as injustiças sociais, aos nossos escravizadores e etc.



R: Pois é eu digo muito nos seminários que isso de meditação, paz profunda, estados alterados provocados pela meditação é muito parecido com a maconha. Deixa a pessoa calminha, calminha, mas quando o efeito passa, ai precisa fumar mais uma dose. E no que a vida realmente muda durante o transe? Sua conta enche de dinheiro sozinha? As crianças famintas da África param de sentir fome? Os animais predadores para de caçar as suas presas. Não.... tudo permanece da mesma forma, é só a pessoa em "transe" que se desliga desse inferno aqui chamado Terra, mas ela não vai para outro lugar melhor, ela fica apenas anestesiada. É isso, meditação para a "paz profunda" é como anestesia, não resolve nada, mas te deixa "livre" momentaneamente pelo tempo que durar o efeito da substancia química.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

02: Pessoa: Sempre retorno para a prática meditação, pois nos faz sentir bem, mas algo dentro de mim, como se fosse minha intuição, continua a me cutucar com esse aviso de que a meditação está deixando a sociedade ainda mais zumbizada vivendo na paz e amor, e não combatendo as injustiças desse Planeta Prisão.

R: Combater injustiças do planeta prisão? E como pretende fazer isso? Quais recursos possui? Pelo menos possui alguma capacidade paranormal? É rico? É super forte? Então se não tem nada disso, o melhor que faz é ficar quieto no seu canto, cuidando da sua vida, e procurando não se meter em encrenca.

Nunca viu essa página né?: John Chang - Poderes Psíquicos Reais - Cientificamente Provados - Mestre do Chikung - Nei Qi Gong - Monge Shaolin, http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/01/john-chang-poderes-psquicos-reais.html


Pessoa: Uma outra questão que tenho, e acho que tem a ver com o que disse acima, é sobre os mantras. Existem mantras que despertam vários poderes como clarividência, clariaudiência, desdobramento, lembrança de vidas passadas. Será que a meditação do pensar em nada e focar na respiração não é pra tirarmos o foco da meditação de mantras e assim continuamos na paz e no amor e continuamos presos ao mundo material, uma vez que a meditação dos mantras poderia mostrar-nos o verdadeiro mundo que vivemos. Pode responder essa questão?

R: Exato, eu concordo com isso essa meditação que apenas visa a "paz profunda" mesmo que um monte de fezes esteja sendo jogada na sua cabeça é pura alienação, é como eu disse, não passa de anestesia, a anestesia cura o ferimento? Não né? Apenas "desliga a dor" mas resolver não resolve nada, leia sobre John Chang e esses chineses praticantes do Chikung, isso sim é legal e vale a pena praticar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]