quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Jesus Cristo Nunca Existiu, ele é uma Fraude! Ficção! - Série de Artigos - Parte 10: Jesus é o DIABO!

Você Sabe o que é “O Salto Quântico Genético”? [Clique Aqui]

Paginas Índice:  [Todos os Artigos Contra a Religião] - [Índice  Jesus Uma Fraude!] - [Índice: Os Segredos da Bíblia]

Veja Todos os Capítulos: [Jesus Histórico?] - [Crestus o Messias dos Essênios] - [Flávio Josefo, Tácito e Plínio] - [Inteiramente Inventado] - [Incoerências da Bíblia] - [Plágio das Mitologias] - [Um Plágio Oriental] - [Cópia e Cola] - [Nunca esteve aqui] - [Jesus é o DIABO]

- “Nós não queremos ser indelicados, mas temos que ser factuais. Não queremos magoar os sentimentos de ninguém, mas queremos ser academicamente corretos naquilo que compreendemos e sabemos ser verdadeiro. O cristianismo não é baseado em verdades. Consideramos que o cristianismo foi somente uma história romana, desenvolvida politicamente”- (Jordan Maxwell, pesquisador escritor, denunciador das conspirações mundiais).

Cristianismo é coisa do DIABO! Jesus é o DIABO!!


Anônimo escreveu em uma página aqui da série:

Ótimo artigo li as 9 partes. Se fosse para acreditar em um diabo, seria o Deus bíblico, e o Cristianismo de um modo geral. Sempre dizem que o diabo sempre vem com boas intenções, se disfarça e blá blá blá, mas sua intenção verdadeira é propagar o mal, e é exatamente isso que acontece no Cristianismo. Basta ler o Antigo Testamento e ver que o tal Deus, se diz bondoso, caridoso, prometendo mundos e fundos, mas na realidade o que acontece nos textos são verdadeiros derramamentos de sangue não é mesmo?

E mais, isso acontece de forma real, afinal, as Igrejas sempre veem com boas intenções, mas desde a idade de média o que se viu foi sempre desgraça e infortúnio, ou seja, tudo é muito bonito e bem intencionado mas a verdade é uma só: Desgraça! Portanto se for acreditar no diabo, pode ter certeza, que ele existe exatamente como pregam os cristãos, mas esqueceram de mencionar que esse "diabo" é,  e está dentro de todas as Igrejas, dentro da bíblia, e seus representantes são demoníacos, o próprio "deus" deles é o Diabo tão temido! De boas intenções o inferno está cheio... é esse o proverbio, certo?

Jesus e a Guerra

No entanto, Jesus, o mesmo Jesus que mandou dar a outra face, no Novo Testamento, também tem momentos de furor, como em Mateus 10:34:  - “Não penseis que vim estabelecer paz na terra; vim estabelecer, não a paz mas a espada. Pois vim causar divisão; o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe. Deveras, os inimigos do homem serão pessoas de sua própria família. Quem tiver maior afeição pelo pai ou pela mãe maior que por mim, não é digno de mim; e quem tiver maior afeição pelo filho ou pela filha que por mim não é digno de mim” -

Jesus Cristo tinha razão, pois desde a criação do Cristianismo, só houve divisão, dentro da própria religião. Há sempre brigas entre católicos e protestantes em defesa de sua fé, sempre um acusando o outro, causando brigas sangrentas e mortes como aquela da Irlanda. Nada mais do que disputa de poder. Aliás, foi por isso que o Protestantismo deu certo, pois a Igreja detinha poder e muita riqueza, como terras principalmente, o que fez com que muitos reis apoiassem Martinho Lutero em sua empreitada. Ao longo dos séculos, não se vê no Cristianismo salvação, como Jesus mesmo disse, ele não veio trazer a paz. Portanto, que seja feita a Guerra. Só não vê quem não quer...

VC ESTÁ COBERTO DE RAZÃO!

Pessoa por e-mail: Olá Bruno, venho te parabenizar pelo site que desmarcara as religiões. Seu texto é muito claro quando diz que as religiões são a forma mais inteligente de dominar as pessoas, transformando-as mesmo em "cordeirinhos" do sistema. Olha, mas eu acho impossível conseguir alertar esses religiosos porque são pessoas que preferem se acomodar com o que lhes foi passado na infância e de nada adianta argumentar com essa gente, por isso eu acho desgastante tentar convencê-las. Eu, se tivesse um site ou publicação como a sua me recusaria a ficar debatendo e vc viu que as pessoas rogam pragas mesmo kkkk. Elas são más mesmo... Então, vc deveria responder somente aqueles que concordam com seu ponto de vista e que querem obter mais informações, para os críticos, nem responda. Acho que não vale a pena o desgaste. Ah e eles gostam disso mesmo de bate-boca de polêmica, eles sabem que estão errados, mas são conformados, não enxergam a vida deles sem a muleta que é a religião. Mas prossiga publicando as verdades, vc sempre terá seu público e apoiadores. Muito obrigado.

Resposta - Bruno Guerreiro de Moraes:

Ok, obrigado pela opinião, porém eu penso de outra forma, isso de ter de dizer o obvio é necessário, sempre as pessoas esclarecidas precisam bater na mesma tecla pois se aqueles que sabem a verdade, se omitem, então torne-se responsáveis se a ignorância se alastrar ainda mais. Ao não dizer nada, ao não dividir o conhecimento adquirido, então tornamo-nos negligentes e responsáveis pela miséria de pessoas inocentes que por motivo de pura falta de informação acabam caindo na ladainha das religiões de massa.

Eu me lembro de como eu era um tolo como todos os outros, aprendi desde a infância que “era assim” e quando me deparei perante os críticos tive uma primeira impressão ruim, fui humilhado (pois foi pessoalmente, e não online) mas depois para piorar eu tive de admitir que eles tinham razão, e que eu era mesmo um “otário”, mas eu não era “otário” por que queira, eu o era por que ninguém teve a bondade até aquele momento de me dizer o obvio, de apontar o que estava na frente do meu nariz mas que eu não enxergava por conta de toda a sofisma, retórica e enganação que é jogada na nossa frente, pelos padres e pastores, pela mídia comprometida com tal, ou qual religião e pelos repetidores, as pessoas comuns e humildes que assim como eu, também eram vítimas dessa lavagem cerebral maciçamente aplicada há mais de 2 mil anos no ocidente.

Hoje agradeço aos críticos que de forma acida e desagradável me fez abrir os olhos para o obvio e me obrigar a pesquisar até ver por mim mesmo que de fato estavam certos... Assim considero que muitos dos cristãos que me amaldiçoa em nome de Jesus, ou de qualquer outro personagem de ficção religioso, vão ainda me agradecer, olhar para trás e dizer, “É, ele tem mesmo razão...”, e vão agradecer aos céus ainda por essa “humilhação” ter sido online, em vez de pessoalmente.

Assim seguirei esclarecendo, e sempre batendo na mesma tecla, quantas vezes for preciso, bilhões de vezes se for o caso, até que essa escuridão trazida pelas religiões deixe de existir. Por falta de tentar é que não vai ser, de qualquer modo a minha consciência estará limpa. Não amargarei remorsos por dizer a verdade, mesmo que a maioria não goste, a verdade dói e a mentira mais ainda... 

Jesus, e a presença EU SOU... 

Pessoa por Facebook M.V.N.V.,:  Olá Bruno, respeito o seu ponto de vista e não estou debatendo, apenas gostaria que me esclarecesse o seguinte, por favor: Você afirma ser jesus uma farsa em sua totalidade, da mesma forma você vê Buda também e outros Mestres? Eu acredito que a forma que Ele foi usado ou transmitido pela Igreja Católica, o Vaticano, obedecendo as leis do Rei Constantino e as evangélicas que são nada mais que ramificações da mesma, é onde encontra o erro. Eu creio na existência de homens mais sábios e iluminados que a humanidade, estiveram aqui sim, só que isso foi transmitido de forma errada e com objetivos escusos. Acredito na Presença EU SOU que segundo a Bíblia, foi ensinada por Ele no Novo Testamento e consta na Bíblia em Êxodo 3 v 13 ao 15 o nome de Deus que segundo a Bíblia foi ensinado por Ele e hoje lemos a respeito de Sanit Germain que também ensina o EU SOU, diante disso, se for possível, gostaria que me esclarecesse, ou se você acredita nessa Presença? De repente poderia pulicar alguma matéria sobre esse assunto que seria muito esclarecedora, por favor..!! Obrigado..!!

Resposta Bruno GM:

Você não leu as páginas “Jesus Cristo Nunca Existiu, ele é uma Fraude! Ficção!” né? Sugiro que leia todas as partes, são mais de 9 páginas mais as outras antigas que somam mais de 15, [Clique Aqui]  

Pergunta se existiu pessoas sabias, “iluminadas” no passado? Claro que sim, aliás existe hoje em dia! Aliás eu me considero um iluminado! Kkkkk!!! Mas os mitos das religiões foram enormemente exagerados a ponto de se transformarem em Contos de Fadas. Eu acredito que Budha também é uma figura mitológica, o budha histórico não era tudo isso que hoje a tradição fala. Sobre o EU SOU isso é um conhecimento muito antigo que vem desde que o primeiro ser inteligente foi inserido aqui nesse planeta, esse conhecimento não vem de um suposto Jesus, nem de um suposto Budha, nem de um suposto qualquer coisa, esse conhecimento vem de raças extraterrestres com milhões e até Bilhões de anos de existência no universo, quando eles construíram o planeta Terra e passaram trabalhar aqui, a ideia do EU SOU já era comentada entre eles, e quer dizer simplesmente “Deus em Nós”, uma verdade obvia e simples do universo, nós mesmos somos o DEUS. Por que mentir e dizer que foi o suposto “Jesus” que informou isso a humanidade pela primeira vez? Isso não é verdade, isso é uma mentira deslavada e sem vergonha, e eu não vou colaborar com a mentira, com a enganação, com a fraude que é o Cristianismo e seus agregados.

Respeitar o Cristianismo? Respeitar a Religião dos outros??

Pessoa no Facebook - E.A.P.,:  Eu acho que o grande mal não é o cristianismo.... mas a ignorância da sua aplicação. Não confundir cristianismo com catolicismo. O homem da idade média era realmente limitado em todos os seus princípios e com certeza a aplicação do cristianismo seguia o mesmo padrão.

Resposta: sugiro que leia toda a nossa longa série que fala sobre o cristianismo, e Jesus, já são 10 capítulos, essa é a parte 01:  [Clique Aqui]. Apesar de longa, é bastante interessante, e vale a pena verificar para quem é interessado em saber a verdade, a realidade nua e crua e sem amenizações.

E.A.P.,:  Já vi várias teses a respeito, não sou católico,

R: Ok, mas mesmo assim sugiro que dê uma atenção especial a essa longa série onde foi reunida uma grande e esclarecedora quantidade de informações que derruba de uma forma mais completa essa hipótese de Jesus, o tal salvador que não salva ninguém.

E.A.P.,:   para mim pouco importa o Jesus histórico, para mim o que importa é Cristo, que é a manifestação de Deus em cada um,

R: Você não se importa com o tal “jesus” ótimo! Eu também não, isso de usar o termo “cristo” é um erro que não vou cometer, e vou procurar informar a todos para não usá-lo, pois o termo nasce do nome de Crestos, um messias apocalíptico que teve algum destaque depois de Israel ter sido destruída no ano de 70 d.C. ele e seus seguidores vindos de Alexandria no Egito aprontaram vários ataques terroristas em Roma, na tola e infrutífera tentativa de “destruir o Império Romano com o poder do deus de Israel”, atuaram pouco tempo, e logo foram perseguidos e mortos, o Deus de Israel mais uma vez não atuou para salvar seu povo escolhido.

Mas na nova religião New Age nascida dos escritos de Madame Blavatsky os supostos escritos psicografados criaram essa moda de dizer que a palavra “Cristo” se refere a divindade em nós, e que “Cristo” é um título, ou termo que se refere a um iluminado. Eu discordo... e digo que tanto a palavra Jesus, como a palavra Cristo deve ser abandonadas já que foram desvirtuadas, sempre que se fala hoje em “Jesus” se refere a cristianismo, sempre que se fala de “Cristo” se refere a cristianismo. 
Assim como as palavras Machismo e Feminismo, a palavra Cristo foi desvirtuada, ela mudou de significado e passou a ser sinônimo de religião Cristã, ponto final, isso claro se ela significou mesmo “deus em nós” algum dia.

E.A.P.,:  acredito nas minhas experiências e no que eu sinto e que não pode ser provado, aliás nem tudo pode ser provado é muito particular e é para cada um de acordo com seu cabedal ,então é uma discussão infrutífera que procura desfazer crenças...rs

R: Esse seu argumento eu considero como retórica da controversa, uma sofisma, então as suas experiências pessoais te levam a crer que a verdade sobre o personagem de ficção não pode ser dito, por que simplesmente não é do seu gosto? A verdade histórica e arqueológica é clara, e não a dúvidas, Jesus nunca existiu, o cristianismo num geral não passa de conto de fadas, inventado inicialmente por Roma. Mas por causa de suas “experiências pessoais” nós devemos simplesmente ignorar a realidade dos fatos, e fingir que isso tudo não passa de uma fraude? Para mim isso não é argumento, é isso sim Sofisma da pior espécie.

E.A.P.,:   ora , deixar de acreditar em uma para começar a acreditar em outra é trocar 6 por meia dúzia...ouça a voz interna e seu coração, só isso.

R: ?????

E.A.P.,:  SomOS DEUSES em DEUS e é de acordo com o que acreditamos....por isso temos que respeitar a crença das pessoas por mais absurda que sejam....

R: Discordo, não vou respeitar conto de fadas, não vou respeitar mentiras, não vou respeitar esquizofrenias, não vou respeitar insanidades, não vou respeitar fantasias infantis, não vou respeitar inverdades. Eu respeito a metodologia cientifica, a verdade dos fatos, as evidencias verificáveis, a história comprovada por evidencias, e não por imaginações de supostos médiuns que na sua maioria infelizmente não passam de esquizofrênicos delirantes.

E.A.P.,:   são passagens que as pessoas querem experimentar e tem que ser respeitada sabendo que a verdade mais cedo ou mais tarde aparece

R: Sim, a verdade mais tarde ou mais cedo prevalecerá, e esse momento é agora! Por que esperar mais? Por que fazer amanhã, se podemos fazer Hoje? Chega de alimentar ignorância, chega de alimentar escuridão, não respeitarei a crença das crianças no Papai Noel, nem a crença dos adultos em Jesus, o Salvador que não salva ninguém, nem a si mesmo Salvou. Por que tenho de respeitar estórias da carochinha?

E.A.P.,:   São experiências que as pessoas escolhem passar para promover sua própria evolução e descortinar de verdades a seu tempo, respeitemos.

R: Discordo, são experiências infelizes que as pessoas acabam passando justamente por que outras pessoas mais esclarecidas resolvem não fazer nada... resolvem não compartilhar o seu conhecimento, resolvem virar as costas aos seus semelhantes e deixá-los nas mãos de aproveitadores, de espalhadores de mentiras, de fraudes de ignorância supersticiosas. Enquanto você e outros New Ages seguem comodamente sem se importarem com a verdade dos fatos, com a verdade “inconveniente” milhões e até bilhões são explorados e feitos de idiotas, passam a vida acreditando em contos de fadas e ao desencarnarem pagam pela ignorância, não por culpa deles(as) mas por culpa de pessoas preguiçosas e egoístas que em vez de informar, esclarecer, ensinar, preferem ficar sentados no sofá assistindo futebol, novela...

Eu não seguirei essa filosofia do “menos esforço”, eu farei a minha parte, e minha consciência estará limpa. Não respeitarei a escuridão da enganação e da mentira. E esses princípios budistas de “não intervenção” para mim não passa de pura sabotagem.


E.A.P.,:  Já que vc se deu e se dá o trabalho de salvar a humanidade de Jesus o suposto engano,

R: Eu me dei, e continuo me dando o trabalho de salvar quem eu puder da escuridão da ignorância, das superstições religiosas, das esquizofrenias de supostos “médiuns” que na verdade não passam de delirantes. O tal do “Jesus” é apenas a figura mitológica mais destacada do atual cenário religioso da sociedade ocidental, e tem sido assim há 1.700 anos desde que Constantino criou o cristianismo a partir da seita apocalíptica dos Essênios e da figura de seu maior expoente o terrorista assassino Crestos que promovia ataques terroristas em Roma tais como queimar casas, comércios, roubos, protestos violentos, sequestros. É por essas e outras que mais tarde o imperador Nero culpou os “cristãos” pelo incêndio em Roma, e os jogou todos para os leões devorarem, por que já havia histórico desse tipo de comportamento por parte dos “cristãos”, seguidores de Crestos.

E.A.P.,:   sugiro que vc também dispenda um pouco de energia a Maomé, Buda, dentre tantos outros...rs

R: Eu estou no ocidente, num pais cujo monopólio religioso é do cristianismo, por isso vou me dedicar a derrubar toda a mentira do cristianismo, por que é isso que é relevante aqui nesse país. Budha, Maomé, Krishina, etc... são figuras mitológicas irrelevantes aqui no cenário desse país monopolizado pelo cristianismo de várias vertentes.

E.A.P.,:     e depois que derrubar todos fique no lugar deles já que vc realiza um grande feito para humanidade no sentido de esclarecer a todos.....rs

R: Bem... aqui falamos de Ego ferido, de pessoa orgulhosa que não quer admitir que está errado, e defendendo ignorância. De pessoas assim não espero nada, e você como todos os outros orgulhosos tem a reação esperada e muito previsível, vai destilar veneno, ódio, desfilar ofensas, até se cansar e ir embora lamber as feridas no Ego. O que posso dizer? Só lamento...

E.A.P.,:  realmente acho que vc não está fazendo nada além de desrespeitar a crença das pessoas....vc só fala com quem já professa a mesma doutrina que vc....ou seja....ser mais realista do que o rei....kkkkk, E hoje em dia tem muitos....rs

R: Já disse, não vou respeitar mentiras, fraudes e superstições esquizofrênicas, se não gosta disso, problema é seu, não meu... não vejo motivos lógicos para respeitar contos de fadas.

E.A.P.,:   E naqueles pontos de interrogação acima...eu falo que trocar seis por meia dúzia é deixar de acreditar em Jesus para começar a viajar na maionese de vidas passadas...desbloqueios e outros mistiscismos que também não se pode provar,

R: Comparar a crença em Jesus com vidas passadas? Uma coisa tão bem comprovada e re-comprovada diversas vezes pela ciência? Pelas evidencias históricas, arqueológicas, com provas empíricas incontestáveis? As evidencias que a reencarnação acontece já são tantas que se acumulam até a altura das nuvens. Veja abaixo páginas com documentários explicativos. Já Jesus... já o cristianismo num geral... não há uma prova sequer que tenha existido! Toda a bíblia, e Jesus, é conto de fadas para fazer adulto dormir. Se trata de superstições dos antigos. Sobre o “Salto” veja abaixo link da página de depoimentos abertos, e verifique se “não há provas” mesmo.

- Vidas Passadas Provadas Cientificamente - Terapia de Vidas Passadas – Regressão:

- Vidas Passadas - Prova Científica - Regressão - Reencarnação - Provada – Ciência:

- Vidas Passadas - Rede Globo, Reportagem do Fantástico Sobre Regressão - Provas Cientificas: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/09/vidas-passadas-rede-globo-reportagem-do.html

- Depoimentos e Referencias de Pessoas que já Fizeram a "Iniciação o Salto Quântico Genético": http://cienciahepta.blogspot.com.br/2009/05/depoimentos-e-referencias-de-pessoas.html

E.A.P.,:   as pessoas viajam à vontade....recordando o que já não importa mais....e que não faz nenhuma diferença na minha opinião.....que é muito diferente da sua ....mas respeito a sua ....e respeite a minha.

R: O benefício da pessoa passar pelo Salto Quântico Genético, [Terapia de vidas passadas Especial], é apagar imprints e implantes, evitando assim os SetBacks. Se não sabe o que estes termos significa, então leia a nossa Apostila Informativa online, que tem 4 partes: http://osaltociencia.blogspot.com.br/2008/12/seminrios-o-salto-muito-alm-da-zona.html  eu sou obrigado a perdoar a sua truculência por que você não sabe do que se trata. Por isso estude antes de criticar.

E.A.P.,:  temos que caminhar para frente e ensinar as pessoas a e superar sempre atentos no glorioso agora... viver o agora não o passado que tráz apenas sofrimento e nem o futuro....apenas o agora.

R: Para evitar os SetBacks é preciso lembrar, compreender, e então apagar, para que as repetições similares não continue a acontecer na atual vida, nem nas próximas. Para saber, quem é você de fato, de onde veio, por que está aqui, o que é esse mundo, por que e para que, ele é desse jeito, etc... é necessário lembrar de suas experiências anteriores há essa atual encarnação,  só lembrando poderá saber o que de fato ocorre nesse mundo, e então poderá fazer algo a respeito. Enquanto estiver sofrendo de amnesia, enquanto estiver perdido, sendo levado como uma folha pelo vento, nunca poderá decidir o seu destino, e ficará condenado a essa escravidão por tempo indeterminado, ou até a sua destruição final.

Enquanto não lembrar quem de fato é, será enganado por mentiras, iludido por promessas vazias, terá esperanças fúteis, e pagará pela ignorância com o sofrimento.

- “Quem é o mais sábio, oh oráculo? (pergunta Sócrates) - Tu é o mais sábio, já lhe disse... (responde o oráculo) - Só sei que nada sei! (responde Sócrates) - Disse bem Sócrates! Dentre todos que vêm aqui é o primeiro que tem noção de que não sabe nada. Antes de nascer tua memória foi reiniciada, e teu roteiro programado. Enganado você foi, repetidamente... lembra-te de quem tu é, e entenderá o que faz aqui, o que é aqui, e para onde está indo...”

- “Quem quer que se esqueça do passado está fadado a repeti-lo...” (constatação de todos os que realizam o ‘Salto’).


Madre Tereza, o Anjo do Inferno [Clique Aqui]:


O jogo todo da igreja católica com a madre Tereza é simples de entender, ela em nome dos miseráveis do mundo todo pede doações, assim milhões de pessoas doam dinheiro, comovidas pelo sofrimento dos miseráveis, esses milhões e até bilhões doados em vez de irem para a ajuda aos pobres é desviado e mandado para sustentar o luxo e opulência da igreja! Isso mesmo que você leu! O dinheiro é ROUBADO o que deveria ser usado para amenizar a miséria e sofrimento, como por exemplo criar hospitais, comprar alimentos, roupas, etc... para os miseráveis que morrem de fome no mundo todo é mandado para o Vaticano para alimentar as mesas fartas dos arcebispos, padres e do Papa. O dinheiro que deveria ser usado para os pobres, é usado para dar sobrevida a religião católica, construindo mosteiros, monastérios de freiras, exaltando assim a religião católica. Quem sabe né? Sem a Madre Tereza e suas missionarias da “caridade” a igreja católica já teria fechado as portas, ela teria declarado falência e o mundo já estaria livre dessa instituição inútil e fraudulenta que é a Igreja, e o cristianismo num geral estaria já bem mais enfraquecido. Então a Madre Tereza é mesmo um “Anjo do Inferno” (por tanto um Demônio), usou a miséria para roubar descaradamente dos doadores os recursos que então mandou para o Vaticano, dando sobrevida a religião cristã de cunho Católico, exaltando e fortalecendo uma religião que no tempo dela já estava moribunda. Desgraça pouca é bobagem! E eis um exemplo de como o Diabo se disfarça de devota “humilde” engana os incautos, e promove o mal. Os cristãos que tanto temem o Diabo na verdade o estão idolatrando, é para o Diabo que eles rezam! Kkkk!! É rir para não chorar, e eu não acredito nem em Jesus imagine se vou acreditar em Diabo, mas é irônico verificar esse fato é bem como eles dizem mesmo que seria o comportamento e a esperteza do tal do Satanás.

Assim como Krishna Jesus é apenas fantasia, não passa de ilusão, um conto de fadas para fazer adulto dormir

Veja Todos os Capítulos: [Jesus Histórico?] - [Crestus o Messias dos Essênios] - [Flávio Josefo, Tácito e Plínio] - [Inteiramente Inventado] - [Incoerências da Bíblia] - [Plágio das Mitologias] - [Um Plágio Oriental] - [Cópia e Cola] - [Nunca esteve aqui] - [Jesus é o DIABO]


Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza... 

Tags: Jesus cristo, jesus cósmico, cristo, consciência crística, mestres ascensos, fraternidade branca, mestre, mestre jesus, buda, budha, budismo, coisa do satanás, diabólico, é todo o mal, infernal, jesus cósmico, jesus cristo, Jesus é o diabo, maldade, mestre, Mestre Jesus, o mal, o satanás é jesus, pura maldade, satânico,relatos de uma alma, dorita moraes barros, carmen viana, carmen beatriz viana, livro,

9 comentários:

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Chucholla: Lúcifer sempre será luz . No princípio absoluto de tudo, o Rei Lúcifer (criado por deus) era um anjo lindo, cheio de virtudes e sabedoria, o primeiro e único filho do Criador, designado e preparado para assumir tudo com seu pai. Em um determinado momento, uma coluna da luz mais intensa, desce dos céus! Era Lúcifer, o anjo caído, descido para reinar. Quanto a estas afirmações não há dúvida, tampouco são novidades, porém, o que sempre tentam ocultar, são os verdadeiros motivos que levaram o Criador a dar a Terra por governo ao Grande Rei Lúcifer. Entre tantas leviandades que falam sobre o Grande Rei, um dos maiores absurdos é a afirmação de que Lúcifer e o Criador são inimigos e que esta hostilidade foi iniciada em uma luta do bem contra o mal e por isto Ele foi expulso do lar de seu pai. A primeira coisa a ser sabida é que, em tempo algum, o Criador e Lúcifer foram, são ou serão inimigos. Mesmo em reinos distantes e com divergências de opinião, ambos continuam com a mesma cumplicidade que sempre tiveram, afinal nunca deixarão de ser pai e filho, e se tanto ódio houvesse, antes mesmo que Lúcifer descesse, seu pai já O teria eliminado. A própria Bíblia nos relata que Lúcifer chega ao Criador a qualquer momento que lhe aprouver (Livro de Jó) afirmando, pelo lado branco, que ambos nunca deixaram de ter contato. Lúcifer quer que sejamos independentes e nos mostra que a força está dentro de cada um, basta ter coragem de tirar a venda dos olhos e enxergar o poder que se tem dentro de si. Buscou sempre a justiça e a igualdade entre todos, sendo assim considerado rebelde, abdicando da beleza, poder, sabedoria e benesses inerentes ao reinado que herdaria, sendo renegado e lutando pela liberdade e sabedoria de todos. A Ele então foi designada a Terra para que dela cuidasse, tendo plena liberdade e consentimento de seu pai para tal feito. Sejamos coerentes: como um Ser tão especial ao Criador pode ser tão ruim quanto querem nos incutir? A aniquilação já não teria sido consumada se fosse da vontade do Criador? Nossa intenção não é converter ninguém ao luciferianismo, mas sim quebrarmos as barreiras que existem acerca deste assunto, e fazer que se aja com coerência quando se tratar de Lúcifer.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Parte 02:

[24/8 17:32] Chucholla: LÚCIFER Podemos e até devemos eliminar radicalmente todos os agregados psíquicos subjetivos, tenebrosos e perversos que levamos dentro. Entretanto, é inquestionável que jamais poderíamos dissolver, em nós mesmos, a sombra do Logos íntimo. Resulta a todas as luzes claro e evidente que Lúcifer é a antítese do Demiurgo Criador, sua sombra viva, projetada no fundo profundo do microcosmos homem. Lúcifer é o guardião da porta e das chaves do santuário, para que não penetrem nele senão os ungidos que possuem o segredo de Hermes. E já que escrevemos este tão aborrecível nome para os ouvidos piedosos do vulgo, necessário seria consignar também que o Lúcifer esotérico da doutrina arcaica é totalmente o contrário do que os teólogos, como o famoso Desmouss-Eaux e o Marquês de Mirville supõem equivocadamente, pois é a alegoria do bem, o símbolo do mais alto sacrifício (Christos-Lúcifer) dos gnósticos e o deus da sabedoria sob infinitos nomes. Luz e sombra, misteriosa simbiose do Logos Solar, unidade múltipla perfeita, INRI é Lúcifer. Ensinamento Gnóstico [24/8 17:32] Chucholla: O Auto-conhecimento é a única chave para a perfeição, portanto aprenda a se conhecer, somente através da identificação de suas próprias limitações você aprenderá a transcender todas as suas imperfeições. Jamais minta para você mesmo, pois a auto- ilusão é o maior de todos os perigos. Busque permanecer desperto e consciente, pois num mundo de sonhadores, os despertos são Deuses. No entanto, oculte sua verdadeira natureza, seja como um lobo disfarçado de ovelha, só assim você poderá caçar livremente em meio ao rebanho dos adormecidos. As sociedades são formadas quando pessoas fracas se unem, criam leis e regras para se protegerem contra os fortes. Todos os que conquistaram o poder, em algum momento de sua existência foram considerados inimigos públicos. Não se preocupe se você vier a ser considerado assim por seus inimigos!

Anônimo disse...

Tem um trecho que foi dito que Catolicismo não é Cristianismo! Ora, é sim. Esse papo provém sempre daqueles que tentam reformular, repaginar a religião, seja evangélico, New Age, Os Sem Igreja, enfim diversos sub-grupos.
Na missa o padre sempre fala do evangelho e se tem a tal da hóstia, representando a "última ceia", fora a imagem exaustiva de Jesus pregado na Cruz. Ou seja é cristianismo. Claro que isso não quer dizer que Jesus existiu ou algo assim.
O que quero dizer é que essa tentativa de encontrar outros significados, prova mais uma vez que "verdade" só tem MENTIRAS.
Cada denominação tem uma verdade a ser dita para os cristãos adormecidos.
Tem aquelas que dizem que pode beber, outras não! Umas que pode sexo antes do casamento, outras não! Evangélicos dizem que Católicos adoram Imagens. Católicos dizem que evangélicos se separaram da "unidade", apesar que isso nunca de fato ocorreu no cristianismo,serem unidos. Ortodoxos são idênticos a Igreja Católica, porém discordam do papa. Enfim, são inúmeros os exemplos.
Portanto não há como realmente acreditar em algo que não existe nem dentro do seu circulo, a coerência. É só divergência e mais divergência, como então vem quererem "salvar a humanidade"?
Mas existe o grande problema: A CRENÇA!
Por mais que se prove que o Cristianismo não serve pra nada, a crença não deixa que se mude a opinião e que se abra oportunidade do diálogo!
É assim que são todos os Crentes. Uma pena. Pena, porque conheço e tenho parentes e amigos que são Crentes, quando digo crente é católico e evangélico, e que são boas pessoas, mas que infelizmente seguem nesse pensamento que não leva nada pra frente, ao contrário, quanto mais é fanático, mais destrói. Pode observar que geralmente o mais "infeliz" e "desgraçado", é o que mais tem a tal Fé em Cristo. Então eu pergunto, cadê esse Cristo que não salva esse "fiel" e lhe dê um pouco de dignidade e acabe com o seus sofrimentos? Ah é, ele não existe, não pode ajudar.

Obrigado!

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a visão dos Judeus quanto aos “Demônios” – Parte 01: http://www.coisasjudaicas.com/2011/03/demonios-na-crenca-judaica.html

De fato, nem os cristãos compreendem como é que um anjo de D’us tentou e seduziu outros a desobedecer ao próprio D’us. E esta idéia é completamente contrária a tudo o que o Judaísmo ensina! Nós estudiosos das Escrituras Hebraicas, rejeitamos esta teoria de forma plena. O que é que, então, o Judaísmo explica com relação ao Satán?

Para começar, a palavra hebraica שטן “Satán” significa literalmente “Inibidor/ Evitador/ Impossibilitador”. Inibir quer dizer, tentar impedir alguém de realizar algo. Disso aprendemos que D’us foi quem criou as diversas dificuldades, obstáculos da vida; os quais temos que enfrentar neste mundo, exatemente para nos conduzir a auto-superação, e para nos levar ao progresso. Satán é o responsável por tornar as coisas difíceis, por desafiar e assim colaborar para que tenhamos a chance de vencer a nós mesmos; para passarmos no teste. Satán é um Maláh (por hora, entenderemos como Anjo) cujo propósito é especificado por D’us.

A “tentação” existe dentro nós, por intermédio dos dois instintos que D’us mesmo criou no homem, tanto o inclinando ao bem como ao mal. O mais importante, é que somente esta habilidade de escolha absoluta torna possível que façamos o bem e o mal, com total e absoluta decisão pessoal. Temos a plena capacidade de recusar fazer o mal. Esta é a noção exata de que temos o direito que escolher tanto o bem como o mal.

A habilidade de escolher entre o bem e o mal é o que nos garante a noção de livre arbítrio. Portanto, para nos induzir a escolher o bem é que HaShem nos oferece o bem no mundo vindouro, e para que mereçamos isso, é preciso que algo nos iniba, algo que tente nos impedir e que tenhamos que superar. Satán, portanto é nossa inclinação ao mal (Ietzer Hará). E a inclinação ao mal tenta nos impedir de fazer o bem, pois HaShem tem ordenado a ela fazer exatamente isso. Porquê? Para nos garantir livre arbítrio. Para que nossa escolha pelo bem seja sempre voluntária. Cada um de nós, todos os dias luta contra seu mau instinto. Todos temos várias tentações que se manifestam durante o dia.

A habilidade de escolha entre o bem e o mal nos garante a liberdade. E assim como no exemplo de Iáacov (Jacó), temos a capacidade de vencer até mesmo os Malahím (entendamos como anjos por enquanto) se assim nos prepararmos. Porquê? Porque temos livre arbítrio. Portanto, o Talmud nos ensina que os homens são, neste sentido, mais importantes que os anjos, pois nós podemos lutar com qualquer anjo e até vencê-lo. Um anjo não pode mudar a nossa vontade.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a visão dos Judeus quanto aos “Demônios” – Parte 02: http://www.coisasjudaicas.com/2011/03/demonios-na-crenca-judaica.html
O Satán não é – como pensam os cristãos – um anjo rebelde. Tal coisa é simplesmente impossível. Os anjos são seres de matéria elevada e sagrada porque foram criados desta forma, assim como os animais são animais porque foram criados desta maneira; os anjos estão constantemente contemplando a irradiação de HaShem por toda parte. Agora, acaso uma pessoa poderia estar no mar sem se molhar? Do mesmo modo um anjo não pode evitar a Divina Presença e por isso, não consegue deixar de ser sagrado. A santidade de toda criação, de todo o universo é contemplada de foram elevada pelos seres que são neste sentido, elevados; e por isso eles não podem parar de servir ao ETERNO, nem podem escolher não fazê-lo. Eles não possuem o livre arbítrio. Não podem contemplar outra coisa senão o ETERNO diante de si.

Além disso, seres humanos tem o mal instinto para tentá-los. Mas “anjos” não tem agentes que possam tentá-los… Afinal, quem seria o Satán do próprio Satán? Um ultra Satán? A verdade é que o Satán tem uma missão a cumprir como todo e qualquer “anjo”. E “anjos” não possuem livre arbítrio para escolher suas missões. Eles são apenas reflexos da vontade de D’us, no sistema em que foram criados para propósitos específicos.

Um homem certa vez, veio até um grande rabino, muito preocupado. Ele disse ao rabino: “Por favor, faça uma oração à Hashem para que remova minha má inclinação. Eu cometo muitos pecados e eu desejo parar!” O rabino respondeu: “Mas então, qual será o seu propósito no mundo quando você não mais tiver má inclinação? Se o seu propósito é viver para vencer sua má natureza?! Foi para isso que você foi criado! HaShem já tem bastantes anjos nos céus! Ele não precisa de mais. Ele te criou humano, para que você progrida na senda da justiça”.

Seres humanos podem melhorar a si mesmos, e este é seu propósito no mundo. Os “anjos”, não podem melhorar nem progredir, assim como os animais não progridem moralmente. Este não é, sequer, o propósito da sua existência. Por isso, anjos são descritos como seres constantemente, “em pé diante de HaShem”. Eles não podem fazer melhor que isso, não podem se elevar nem se diminuir. Eles então são descritos como estáticos: Seres sem personalidade. É sobre isso que Ieheskél (Ezequiel) estava falando quando disse:

5 E no meio da chama algo que se assemelhava a quatro [tipos de] animais do campo; e sua aparência parecia com a de seres humanos,

ו וְאַרְבָּעָה פָנִים, לְאֶחָת; וְאַרְבַּע כְּנָפַיִם, לְאַחַת לָהֶם

6 mas cada um tinha quatro rostos, e quatro asas,

ז וְרַגְלֵיהֶם, רֶגֶל יְשָׁרָה; וְכַף רַגְלֵיהֶם, כְּכַף רֶגֶל עֵגֶל, וְנֹצְצִים, כְּעֵין נְחֹשֶׁת קָלָל.

7 seus pés eram retos e suas plantas eram como as das patas de um bezerro, e brilhavam como a cor do cobre polido.

ח וידו (וִידֵי) אָדָם, מִתַּחַת כַּנְפֵיהֶם, עַל, אַרְבַּעַת רִבְעֵיהֶם; וּפְנֵיהֶם וְכַנְפֵיהֶם, לְאַרְבַּעְתָּם

8 Sob suas asas tinhas mãos humanas nos quatro lados,

ט חֹבְרֹת אִשָּׁה אֶל-אֲחוֹתָהּ, כַּנְפֵיהֶם: לֹא-יִסַּבּוּ בְלֶכְתָּן, אִישׁ אֶל-עֵבֶר פָּנָיו יֵלֵכוּ

9 e elas estavam unidas entre si. Quanto aos rostos, estes não se viravam quando os seres caminhavam, voltados sempre para frente.

י וּדְמוּת פְּנֵיהֶם, פְּנֵי אָדָם, וּפְנֵי אַרְיֵה אֶל-הַיָּמִין לְאַרְבַּעְתָּם, וּפְנֵי-שׁוֹר מֵהַשְּׂמֹאול לְאַרְבַּעְתָּן; וּפְנֵי-נֶשֶׁר, לְאַרְבַּעְתָּן

10 Tinham a aparência do rosto de um homem, e os quatro tinham a aparência de um leão do lado direito, de um touro do lado esquerdo, mas tinham também a cara de uma águia
Estes seres com aparência humana e animal descreve a missão destes anjos entre os homens, exatamente como a missão dos animais; servir aos propósitos do ser racional, o ser humano. O profeta Ieshaiáhu (Isaías); quando descrevendo suas visões celestiais, disse que “Acima [para atendê-los], se postavam Sefarins…” (Ieshaiah 6:2). Ora os Serafins são os “anjos” elevados e considerados superiores. E eles são descritos como parados em pé, no nível que HaShem lhes determinou.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a visão dos Judeus quanto aos “Demônios” – Parte 03: http://www.coisasjudaicas.com/2011/03/demonios-na-crenca-judaica.html

Seres humanos são completamente diferentes. Humanos podem melhorar-se e elevar-se. E por isso o profeta Zehariáh disse ao Sumo Sacerdote, “Assim disse o ETERNO dos Exércitos: Se andares no Meu Caminho e cumprires Meus Mandamentos, praticares justiça em Minha casa e Guardares os Meus pátios, darei a ti livre acesso entre os ["anjos"] que estão à nossa volta”. (Zehariah 3:7) .

Em outras palavras, Hashem estava dizendo que prometia ao Sacerdote a existência no mundo vindouro, em meio aos justos que lá estavam e que neste próximo mundo, eles caminharão entre os que estão à nossa volta [parados], ou seja, “anjos”. E do mesmo modo que anjos são seres perpetuamente estacionados, nós somos os que nos movemos rumo a um estágio mais elevado. E nosso propósito é especialmente, mover-nos rumo ao progresso moral e espiritual.

Como nós poderemos fazer isso? Sendo constantemente teimosos em procurar vencer nossa má inclinação. Em observar os Mandamentos de D’us. Portanto é preciso revisar os conceitos de muitos sobre o que as Escrituras Ensinam sobre o Satán. Satán não é, e nem poderia ser um anjo caído. Satan é apenas um anjo com um trabalho que para nós é desafiador. Satán não tem um reino paralelo. Satán não está competindo com D’us nem está atrapalhando a criação. Ele sequer se satisfaz quando a pessoa se deixa vencer pela má inclinação. Ele sequer decide suas próprias missões. Satán é um anjo que nos impõe desafios, ao mando de D’us; um anjo que não permite que enganemos a nós mesmos com falsa modéstia ou hipocrisia moral; um anjo que traz a punição divina ao homem; que executa a correção do Criador. Satán não tem aparência maquiavélica, nem chifres, nem pele vermelha, nem rabo, nem mora em chamas, nem mesmo se veste de terno e gravata!

Satán é uma força, impessoal, enviada para nos desafiar, uma prova, uma avaliação que temos que superar para provar nosso valor, nossa real escolha. Satán pode ser percebido por meio de um desejo impróprio dentro de você. Claro, não existem coisas criadas justamente para nos fazer errar. Nós é que escolhemos errar. A possibilidade do erro faz-nos sentir a necessidade de melhora e nos induz ao progresso para o qual fomos criados. Mas tudo depende das escolhas que fazemos. O Satan executa sua missão de se opor a nós, por meio das coisas que nós mesmos valorizamos no mundo.

Então, se uma pessoa vem ao seu encontro e lhe oferece um objeto roubado por um preço insignificante, por exemplo; esta pessoa não é o Satán e nem está sendo “usada” pelo Satan. Esta pessoa é uma que não resistiu a sua própria má inclinação, e não resistindo à oposição do Satán, e por fim decidiu fazer o mal.

Não foi obrigada a isso, mas foi desafiada nas suas convicções morais e testada em sua fé na justiça e no bem. Se esta pessoa falhou e não passou na prova, esta pessoa que cometeu o pecado, quer cometer outro; como dizem os sábios, a recompensa de um pecado é outro pecado, e agora seria a sua vez de escolher.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a visão dos Judeus quanto aos “Demônios” – Parte 04: http://www.coisasjudaicas.com/2011/03/demonios-na-crenca-judaica.html
Como pecou, esta pessoa estará melhor internamente se convencer a si mesma, de que o pecado é algo normal que todos fazem. Se você tratar esta situação como normal, é reflexo da sua decisão, e a forma como tal erro se apresenta em sua mente, e conseqüentemente o resultado da sua escolha também.

Todo ser humano deve tentar vencer o mal que há em si. E muita gente tenta fazer prevalecer sua idéia para aliviar a si mesma da culpa. Ninguém quer pecar sozinho. E pode até ser que a pessoa queira cometer um crime com sua ajuda! Ou talvez a pessoa tenha a satisfação de ver que não está só no erro, ou de ver você contradizer suas convicções; o que seria uma pessoa muito perturbada; porém muito freqüente em nossa sociedade. A pessoa pode ter mil motivações ao pecado. Do mesmo modo, a figura da serpente no Éden, não se referia ao Satán; a quem os cristãos gostam de atribuir. Cobras não são diabos! São apenas cobras, répteis e nada mais. É apenas uma figuração da própria tentação humana, desenvolvida na mente do primeiro homem e da primeira mulher, motivada pela curiosidade e devaneios de ambos.

E como uma pessoa deve evitar sucumbir quando for testada pelo Satán enviado sob ordem de D’us? Vivendo uma vida de Torá, uma vida de acordo com a Lei Eterna. Isso envolve uma séria de fatores que trabalham juntos. Posso até mencionar alguns:
Estudar a Torá diariamente, melhorando tanto quantitativamente quanto qualitativamente seus estudos, sua busca por conhecimentos.
Ser humilde e aceitar instrução dos sábios que receberam e preservam a Sagrada Tradição até hoje.
Procurar desenvolver suas qualificações morais.
Exercitar a introspecção, e o auto desenvolvimento na observância dos Mandamentos.
É impossível classificar tais conselhos por ordem de importância, e isso dependerá do nível moral e urgência de cada pessoa.

Nenhum de nós é capaz de destruir o Satán. O que nós devemos fazer é usar a oportunidade do desafio para vencer a nós mesmos, procurando compreender onde o Satan foi enviado a servir-nos de opositor, sabendo então que é exatamente nesta determinada qualidade que devemos agora nos superar. O Talmud nos instrui que a nossa Inclinação ao Mal constantemente tenta nos destruir espiritualmente, e HaShem constamente nos ajuda a vencer nossas fraquezas, pelo simples fato de lutarmos pelo bem. Quando este mundo terminar, no mundo vindouro, o julgamento da história acontecerá. Após isso, a função do Satan estará cumprida neste mundo. Ele não mais precisará guiar as pessoas rumo ao progresso por intermédio das dificuldades que impõe, pois atingiremos o nível desejado por HaShem para este mundo. Uma vez terminado o julgamento, não precisaremos mais da expiação da morte, e conseqüentemente o Satán não mais será o agente da morte biológica, nem um opositor frente à escolha humana. Satán terá então a sua existência anulada, pois atingirá o propósito para o qual foi criado.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Sobre a visão dos Judeus quanto aos “Demônios” - Parte 05: http://www.coisasjudaicas.com/2011/03/demonios-na-crenca-judaica.html
E isso não será uma injustiça com o Satan. Será como desligar uma máquina por não mais precisar usá-la. Acaso alguém choraria por desligar sua TV por não querer mais assisti-la? Do mesmo modo que máquinas, “anjos” não são seres conscientes, como nós humanos somos; não possuem nem emoções nem desejos. Eles apenas existem para seguir as instruções de HaShem e é exatamente isso que fazem. Nisso, eles se assemelham aos animais e por isso nas visões, são comparados como tais. Portanto, Satan foi criado para nos desafiar e nós podemos escolher vencer todos os desafios e conseqüentemente, vencer a nós mesmos, ou não. Mas, não foi sem propósito que todo ser foi criado. Sejam os animais ou os anjos! Quando nós lutamos contra nós mesmos, controlando-nos e aprendendo a superação, nós somos recompensados e juntamente conosco o Satan que cumpriu sua missão. A recompensa do Satan é a própria continuidade da sua existência! Que por fim atingirá seu ápice e será anulada quando não for mais necessária.

Traduzido do texto em Inglês por Alberto Bentzion. Escrito por Mordechai Housman

Fonte: Arca de Noé; Anjos; sem vontade própria

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Luciana Valente: Li uma resposta sua q fala sobre Crestos,cristianismo,desde uns tempos,q venho desconfiando,e até achava q estava ficando louca,ou pensava ,será q sou atéia? pensava :será q jesus é o próprio diabo?....começo agora a desconfiar q meus pensamentos não queriam me enganar...é assustador...porém uma espécie de entusiasmo me invadiu...será q estou começando a me libertar dessa escravidão?q pena que não posso sair falando para os outros...obrigada...continuarei estudando..

Bruno Guerreiro de Moraes: Ok, isso de falar que Jesus é o Diabo é uma brincadeira baseada no "modus operante" do suposto diabo segundo os religiosos, mas na verdade o tal Jesus nunca existiu, ele foi criado a partir da figura de Crestos, uma figura obscura que atuou em Roma e Alexandria nos idos de 50 d.C

Se puder leia toda a série sobre o assunto "Jesus" que tenho no site, o conjunto das evidências e bem convincente.

Luciana Valente: Ok,como disse continuarei estudando!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]