sábado, 27 de setembro de 2014

Marina Silva - Pela Defesa dos Interesses de Banqueiros e dos Pastores Evangélicos - Fanática Religiosa

Assuntos Relacionados:

 - Aécio Neves Falou e Disse: "MEU GOVERNO VAI SER IMPOPULAR!" - PSDB - Tucano - Eleições 2014 – Presidente - [Clique Aqui]
- O PIBinho* é culpa dos bancos! Claramente os bancos estão Sabotando a Economia Brasileira [Produto Interno Bruto (PIB)] - Eleições 2014 - [Clique Aqui]
- Aécio Neves Corrupção - Corrupto - Denuncias - Roubo - PSDB - Escanda-los - Mentiras - Eleições 2014 - Presidente - [Clique Aqui]

Segue Abaixo Reunião de Textos que Revela quem realmente é Marina Silva, candidata a presidente da Republica. Uma fanática religiosa, defensora de banqueiros e Super Ricos. Mais Abaixo Imagens que dizem mais do que mil Palavras...

Marina Silva, grande mídia de propriedade de Banqueiros e Super Ricos num geral apoia em peso Marina Presidente! Ricos querem Marina presidente! Elite quer Marina no poder para barrar investigações contra a corrupção em todo o Brasil. PT deixa a policia investigar e prender ricos corruptos, e eles estão PUTOS com isso... Banqueira dona do Banco Itaú apoio incondicionalmente Marina Silva. Marina Pela Defesa dos Interesses dos Banqueiros e Pastores Evangélicos!

Paginas Relacionadas:

- Pastor Silas Malafaia Manda... Marina Silva obedece! Uma Presidenta Religiosa!! [Clique Aqui]
- Marina Silva, RINDO A TOA! Desgraça de uns... OPORTUNIDADE para outros! É prá Glorificar de Pé Igreja! [Clique Aqui]
- O PIBinho* é culpa dos bancos! Claramente os bancos estão Sabotando a Economia Brasileira [Produto Interno Bruto (PIB)] - Eleições 2014 [Clique Aqui]
- Marina Silva - Defesa dos Interesses das Igrejas e dos Banqueiros - Ironia e Desonestidade [Clique Aqui]

Militante do PSB contesta as “verdades” de Marina Silva - Fonte - [Clique Aqui]

Candidata Marina Silva, meu nome é Gustavo Castañon. Sou, entre outras coisas, filiado há mais de dez anos ao PSB, partido que hoje a senhora usa para se candidatar, professor na Universidade Federal de Juiz de Fora e um cristão convicto, como acredito que a Senhora também seja, do seu jeito. Investida de seu eterno papel de vítima, sua campanha lançou um site na internet chamado “Marina de Verdade” (com V maiúsculo mesmo) para combater supostas “mentiras” espalhadas contra a senhora na internet. Vou aqui responder uma a uma as afirmações de seus marqueteiros no site citado, oferecendo os links de fontes das minhas afirmações.

Por Gustavo Castañon

A VERDADE SOBRE A “MARINA DE VERDADE”

1 - Não Marina, você não sofre preconceito por ser evangélica.

Você é que acredita que todos aqueles que não compartilham de suas crenças queimarão eternamente no fogo do inferno. É o que está claramente descrito no credo (credo 14) de sua agremiação religiosa. Que nome podemos dar a isso? Certamente é um nome mais assustador do que intolerância ou preconceito. Talvez essa seja a origem de seu maniqueísmo, já que separa o mundo entre os bons, que apoiarão seu possível governo, e os maus, que lhe fariam oposição, como eu. O seu problema não é ser protestante. É ser da Assembleia de Deus, associação pentecostal de vários ramos que interpreta literalmente o Antigo Testamento, e que tem entre seus pastores Marcos Feliciano, que vende curas a paraplégicos, e Silas Malafaia, este homem que hoje defende a “cura gay” à teologia da prosperidade e vende bênçãos de Deus. Eu me pergunto: o que alguém que faz parte de uma organização que faz comércio com a palavra de Cristo é capaz de fazer na vida política? Qual o nível de inteligência que pode possuir alguém que faz interpretações tão rasteiras do significado da Bíblia? Essas são perguntas legítimas que as pessoas se fazem, e não por preconceito, mas por conceito.

2 - Não Marina, o Estado Laico deve intervir nas práticas religiosas quando são fora da lei.

Se uma religião resolve reinstituir o sacrifício de virgens dos Astecas ou a amputação de clitóris comum em alguns países muçulmanos hoje, o estado tem que observar inerte essas práticas em nome da liberdade religiosa e do laicismo? Não, candidata. Nenhuma organização está acima da lei num Estado Laico.

3 - Não Marina, você não é moderna, você é uma fundamentalista mesmo.

O fundamentalismo religioso não é a negação do Estado Laico, essa é só uma espécie de fundamentalismo, o teocrático. O fundamentalismo se caracteriza pela crença de que algum texto ou preceito religioso seja infalível, e deva ser interpretado literalmente, tanto em suas afirmações históricas como comportamentais ou doutrinárias. E o ataque ao Estado Laico pode vir também pela incorporação de leis, que desrespeitem as minorias religiosas ou não religiosas, impondo um valor comportamental de determinada religião a todos os cidadãos. Isso faz da senhora uma fundamentalista (Assembleista) que compartilha das crenças de Feliciano e Malafaia, e uma adversária, se não do Estado Laico, do laicismo que deveria orientar todas as nossas leis, pois defende plebiscitos sobre esses temas para impor a vontade das maiorias religiosas sobre as minorias em questões comportamentais.

4 - Não Marina, você sempre foi, sim, contra o casamento gay.

Você agora diz que está sofrendo ataques mentirosos na internet sobre o tema, mas sempre se colocou abertamente contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, defendendo somente a união civil nesse caso. E não adianta simular que o que o movimento gay está reivindicando casamento religioso. O casamento é também uma instituição civil. Você só defende união de bens, sem todos os outros direitos que o casamento confere às pessoas. O vídeo acima e mais esse vídeo aqui provam esse fato de conhecimento público. PS: Hoje, dia 29/08/2014, ao lançar seu programa de governo, a candidata mudou uma posição defendida por toda vida, faltando um mês para a eleição. Por que?

5 - Realmente Marina, você não é petista.

Você abandonou o partido que ajudou inestimavelmente a construir sua vida política, ao qual você deve todos os mandatos e o único cargo que ocupou até hoje, porque não tinha espaço para sua candidatura à presidência. Hoje, você busca se associar, sem qualquer pudor ou remorso, a inimigos ideológicos históricos do partido, repetindo as práticas que supostamente condena no PT e chama de “velha política”. Só que faz isso somente para chegar ao poder e construindo um projeto oposto àquilo a que defendeu durante toda a vida.

6 - Realmente Marina, você não é tucana. Mas sua equipe econômica é.

Sua equipe econômica conta com André Lara Resende e Eduardo Giannetti, ex-integrantes da equipe econômica do governo FHC, além de seu coordenador Walter Feldman, que fez toda sua história no PSDB. Suas propostas econômicas são as mesmas do PSDB. Agora, de fato, o que nem o PSDB jamais teve coragem de ter é uma banqueira como porta voz de sua política econômica… Você não quer alianças com governos atuais de nenhuma agremiação, como o de Alckmin, exatamente para manter sua imagem de anti-tudo-o-que-está-aí. Mas não se sente constrangida em ter o vice de Alckmin na coordenação financeira de sua campanha, nem de convidar o “bom” representante de sua “nova política” José Serra para seu governo…

7 - Não Marina. Você defendeu, sim, Marcos Feliciano.

Você afirmou que ele era perseguido na CDH não por causa de suas posições políticas, mas por ser evangélico. Disse que isso era insuflar o preconceito religioso. Não, candidata. Você está falando de seu companheiro de Assembleia de Deus, um homem processado por estelionato, que pede senha de cartão de crédito de seus fiéis, que pega dinheiro de paraplégico prometendo cura milagrosa, que defende que os gays são doentes e os descendentes de africanos amaldiçoados. Recentemente, esse homem que você afirma ser vítima do mesmo preconceito que você sofreria, afirmou à revista Veja: - “Eu não disse que os africanos são todos amaldiçoados. Até porque o continente africano é grande demais. Não tem só negros, a África do Sul tem brancos” -  Ao usar essa estratégia de defesa pra ele e para você, você reforça os preconceitos da sociedade e o comportamento de grande parte dos pentecostais de blindar qualquer satanás que clame “Senhor, Senhor” em suas Igrejas.

8 - Não Marina. Você não é só financiada por banqueiros. Eles coordenam seu programa!

Neca Setúbal, herdeira do Itaú, não é só sua doadora como pessoa física. Ela é a coordenadora de seu programa de governo e sua porta-voz, e já declarou que você se comprometeu a dar “independência” (do povo e do governo) ao Banco Central, que fixa os juros que remunera os rendimentos dela. Da mesma forma, o banqueiro André Lara Resende, um dos responsáveis pelo confisco da poupança na era Collor e assessor especial de FHC, é o formulador de sua política econômica.

9 - Não Marina, você é desagregadora e vilipendia a classe política. Seu governo será “O” caos...

Você é divisionista e maniqueísta e implodiu meu partido em uma semana de candidatura. Vai deixar seus escombros para trás quando chegar ao poder, como sabemos e já anunciou, para delírio daqueles que criminalizam a política. Seu partido é nanico, e se não o criar com distribuição de cargos, continuará nanico. Com a oposição certa do PT, terá que governar com a mídia e os bancos, que cobrarão o apoio com juros. Precisará do PMDB, que você acusa de fisiologismo, e do PSDB e o DEM, que lhe exigirão não só cargos, empresas públicas e ministérios, mas também a volta das privatizações. A única base congressual que lhe será fiel é a bancada evangélica, que cobrará seu preço com sua pauta de controle dos costumes e seu fisiologismo extremo. Resultado, você vai entregar a alguém o trabalho sujo do fisiologismo ou mergulhará o país no caos.

10 - Não Marina, seu marido foi sim acusado de contrabando de madeira.

E não só isso, foi acusado pelo TCU de doação de madeira clandestina. A senhora usou sua força política de Ministra para impedir que o caso fosse investigado, como sempre fazem na “velha política”. Mais tarde o MP arquivou, como fazem com todas as denúncias contra membros da oposição. Mais uma vez, fato bem comum na “velha política”. Nada é investigado...

11 - Não Marina, Chico Mendes não era da elite. A elite é que o matou.

Em mais uma tergiversação semântica demagógica, num vilipêndio à memória de seu companheiro, a senhora tomou o termo “elite” pelo sentido de elite moral, para acusar de “divisionismo” os que lutam contra a elite econômica brasileira. Essa mesma elite que mantém o Brasil como um dos dez países mais desiguais do mundo e que hoje está acastelada no seu programa de governo e campanha. Seu discurso despolitizante busca mascarar a terrível e perversa divisão de classes no Brasil e é um insulto aos seus ex companheiros de luta. Seu uso demonstra bem à qual elite você serve hoje, e nós dois sabemos que não é à elite moral. A elite moral desse país está lutando contra a elite econômica para diminuir nossa terrível e cruel desigualdade social. E você, Marina, não é mais parte dela.
Por: Gustavo Arja Castañon é doutor em psicologia e professor de filosofia da Universidade Federal de Juiz de Fora. Colabora com o “Quem tem medo da democracia?”, onde mantém a coluna “Non abbiate paura“.

Fonte: Quem tem medo da democracia?


FIESP troca PSDB por Marina do PSBFonte - [Clique Aqui


Nada mais sintomático do que aquela instituição cujo ex-presidente, Mário Amato, chegou a declarar que - “Se Lula for eleito, 800 mil empresários deixarão o País” - Lula venceu e o número de empresários aumentou. Só “saíram” aqueles que Gilmar Mendes concedeu habeas corpus… Agora, mais uma vez aquela entidade empresarial, para se opor à candidata dos trabalhadores apoia a candidata do agronegócio e dos banqueiros. Na Classe A+ Marina tem 100%, desde os donos das velhas mídias, aos banqueiros e agora os empresários da FIESP. O apoio escancarado da Rede Globo, sabe se lá a troco de quê, também não deve ser desprezado sobre o que poderia significar um governo Marina. A Globo já saudou, em editorial, a chegada da ditadura. Ela, se isso lhe fosse proveitoso, também saudaria a eleição de Marina, não só em editorial, mas em suas contas bancárias. Ingmar Bergman fez um filme primoroso para explicar a ascensão do nazismo: “O ovo da serpente”. 

A trajetória e a retórica entre Marina e Hitler se assemelham. Nada dos outros presta, por todos os lugares por onde passa faz terra arrasada, e se a$$oCIA ao que há de mais atrasado. A retórica do ovo por quem mora na Av. Paulista em apartamento cedido por empresário do agronegócio, já condenado por trabalho escravo, é um acidente. Prometer Banco Central independente por que o Banco Itaú a banca não é outra coisa que senão a promessa de desmatamento das ideias e dos ideais. Ao abandonar o Acre colhe dos acreanos uma forte rejeição nas urnas. Não é também sintomático que o irmão de Darli Alves da Silva, que matou Chico Mendes, apoie Marina, e que a filha de Chico Mendes não vote em Marina?! Por que nos Estados natais de Marina e Aécio os rejeitem eleitoralmente? Por que Silas Malafaia manda mais em Marina que nos próprios negócios de sua igreja? Por que, para Marina, é mais fácil explicar o que acontece na Petrobrás mas tão difícil de explicar as 100 viagens no jatinho fantasma do PS(d)B e do Eduardo Campos… 

Por que Marina ser arvora em ser o “novo na política” mas se cerca do que há de mais atrasado, desde Heráclito Fortes, famiglia Bornhausen, Silas Malafaia, Pedro Simon, Ana Amélia Lemos, Marcos Feliciano… O pior de um ser humano e renegar suas origens, esquecer de seu passado, e se bandear de mala e cuia para os lados dos maiores responsáveis pelos atrasos do Brasil! Por que Marina só condena o partido dos trabalhadores, mas não condena a FEBRABAN, a UDR, o agronegócio, a CIA e os Grupos Mafio-Midiáticos. Por que Marina sempre vai com as outras?! Por que quanto maior é o tempo de exposição Marina só aumenta em rejeição? Por que Marina sempre volta atrás no que diz, como num samba do crioulo doido? Oremos, porque, diante destes apoios, se Marina ganhar o trabalhar escravo vai ser seu lema de governo! Presidente da Fiesp diz que Marina é ‘boa opção para o Brasil’, em entrevista ao SBT, Steinbruch afirma que - “Dilma é centralizadora e fechada em si mesma”.

DE SÃO PAULO

O empresário Benjamin Steinbruch, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), considera a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, "uma boa opção para o Brasil andar para a frente." Já a presidente Dilma Rousseff, que busca a reeleição pelo PT, é classificada por ele de centralizadora, "fechada em si mesma" e alguém que "se distancia da realidade" As opiniões de Steinbruch foram manifestadas em entrevista ao SBT que foi ao ar nesta terça-feira (23). Foi a segunda manifestação de um empresário de peso favorável a Marina em menos de um mês. O primeiro foi o banqueiro Roberto Setubal, que disse ver "com naturalidade" a eleição de Marina, durante a festa de 90 anos do Itaú Unibanco. Ao avaliar as chances dos principais candidatos à Presidência, Steinbruch disse que Dilma é favorita "por ser presidente e ter a máquina do governo à sua disposição". Sobre a candidata do PSB, afirmou que tem "substância" e é "consistente", por ter resistido a "12 minutos de bombardeio do PT, mais 6 minutos de bombardeio do PSDB e se defendeu com 2 minutos do PSB [no horário eleitoral de rádio e TV]". 

O empresário não mostrou muita fé numa reação do senador Aécio Neves (PSDB), terceiro colocado nas pesquisas de intenção de votos. "Tinha uma boa oportunidade. Foi atropelado, como todos, por uma onda. Ainda não terminou, vamos ver qual é o final da história." Dono da siderúrgica CSN e colunista da Folha, Steinbruch fez várias críticas ao governo durante a entrevista. Disse que a gestão petista gasta dinheiro de forma desordenada, vai mal na condução da economia e não tem política industrial. Steinbruch disse também que o país está à beira de uma recessão, com desemprego crescente, e criticou a atuação da Receita Federal, que na sua visão aplicaria autuações desproporcionais às empresas.

ATRITOS

O empresário discute com o fisco uma atuação de R$ 4 bilhões aplicada à CSN, por supostamente ter deixado de pagar impostos sobre os ganhos na venda de parte de uma mineradora em 2008. A siderúrgica recorreu. Sobre Dilma, afirmou que a presidente "trabalha duro, quer acertar". Mas que por ser muito "dura com as pessoas, inibe aqueles que a cercam de falar a verdade ou de levar os problemas". Steinbruch e Dilma já tiveram atritos por causa da Transnordestina, ferrovia de 1.700 quilômetros projetada para começar no sertão do Piauí e cortar três Estados até chegar ao litoral de Ceará e Pernambuco. Dona da concessão, a CSN atrasou a obra e irritou Dilma, que enxergava na demora uma tentativa de pressionar o governo a rever pontos do contrato. No ano passado, o governo fez concessões e a operação ficou mais parecida com o que a CSN pedia.


Mídia adota estratégia para tornar Marina à coitadinha do Brasil! Fonte - [Clique Aqui
sábado, 13 de setembro de 2014

Veja, Folha, Globo, os grandalhões da mídia, aparentemente resignados que o seu candidato dos sonhos, Aécio Neves, não tem chances de ir ao segundo turno (e mesmo se fosse, perderia fácil), iniciaram uma nova estratégia. Pintar Marina Silva como uma coitadinha, uma vítima...

E o PT - e os blogueiros, claro, esses lobos malvados – como um vilão do mal que tenta “destruir” sua imagem de ‘santa’. A ideia partiu da própria Marina. Ela não deu um pio contra as ameaças do Pastor Malafaia. Horas depois do pastor, hoje o principal símbolo da homofobia no país, agredir-lhe violentamente no Twitter, Marina Silva veio à público dizer que o capítulo de seu programa que trazia referências à política LGBT tinha sido um “erro processual de editoração”. Erro processual de editoração…

Em seguida, o coordenador do setor LGBT de sua campanha pediu as contas e saiu. O Pastor Malafaia, então, aderiu entusiasticamente à sua campanha, tecendo elogios à Marina e gabando-se de sua vitória. Desde então, Malafaia, sentindo-se fortalecido, intensificou seus impropérios contra o que chama de “ativismo gay” e contra Dilma e o PT. Nem Dilma, nem o PT, nem os ativistas LGBT, porém, vieram à público “chorar” e lamentar estarem sendo perseguidos por Malafaia... Para Marina, contudo, o vilão é o PT, o partido no qual militou por mais de 20 anos, e que foi responsável por tudo que ela conquistou na vida. Marina elegeu-se como a senadora mais jovem do país, em 1994, com recursos financeiros, partidários e humanos do PT. Lula a nomeou ministra de Estado em 2003, por ser então um importante quadro petista. Seu guru, Chico Mendes, foi fundador do PT no Acre e candidato a deputado estadual pelo partido. E agora, aí está Marina... Posando de coitadinha injustiçada na Folha, no Globo e na Veja.

E tudo porque, tadinha, 83% dos recursos (R$ 1 milhão) que abasteceram o Instituto Marina vieram de Neca Setúbal, herdeira do Itaú, que hoje é coordenadora de seu programa de governo. Só porque, pobrezinha, vive num apartamento pertencente a um dono de postos de gasolina e de fazendas no Mato Grosso e Pará. Só porque, ó vida, andou “algumas poucas vezes” (para lembrar a expressão usada por Aécio quando confessou ter usado, ilegalmente, o aeroporto de Claudio) no jatinho sem dono do PSB. Quanta injustiça! Quanta difamação! A nova injustiçada da sociedade vem recebendo manifestações comovidas de solidariedade de Reinaldo Azevedo, Demétrio, Merval Pereira, Roberto Freire, Marcos Feliciano e… Silas Malafaia.

Sobre Fanatismo Religioso de Marina Silva:

“Não me sinto confortável em ter como presidente uma pessoa que acredita concretamente que o Universo foi criado em sete dias há apenas 4.000 anos, aproximadamente. Pois, para isso, é preciso ignorar a montanha de dados cientificamente incontornáveis e todo o patrimônio intelectual que a humanidade acumulou durante séculos. Percebo no fundamentalista cristão uma arrogância incomensurável, que apenas pode ser entendida como uma perversão intelectual, que não pode deixar de impor tendências cujos limites são imprevisíveis. A ciência reconhece que o cidadão pode atuar de maneira coerente em um campo, ser mesmo genial, enquanto em outras áreas do comportamento mostra-se incapaz, por vezes incontrolável. Ou seja, pior ainda. O fundamentalismo de Marina Silva não decorre da ignorância, mas de um defeito de percepção. Os especialistas chamam essa condição de desordem do desenvolvimento neural. Essa é a razão por que espero que Marina não ganhe esta eleição”. Por: Rogério Cezar de Cerqueira Leite, físico e professor Emérito da Unicamp.

Imagens que diz mais do que Mil palavras








































Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Marina Silva,marina,psb,Defesa dos Interesses, de Banqueiros, e dos Pastores ,Evangélicos,Fanática Religiosa,banqueira,bancos,banco central,grande mídia,revista veja,elite apoia marina presidente,silas malafaia,marcos Feliciano,

Um comentário:

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

David_Bohr:

Tomando como referência o grande ESTADISTA Getúlio Vargas. . .Vejamos as opções:*Aécio Neves: Descarado. Aliás, trata-se de um trapasseiro, que tentou passar por uma Blitz, vindo das "baladas cariocas" altas horas da madrugada, com uma CARTEIRA de motorista VENCIDA! Pergunta: O Brasil precisa de um ESTADISTA ou deum MOLEQUE? ?**Marina Silva: Discurso sem nenhum comoonente político, sempre toca do na mesma tecla, que qualquer pessoa de bom senso sempre concordará: "Defesa do meio ambiente" é mais fácil entender a natureza dela usando a Filosofia do Pensador Grego Sócrates: "DIZ-ME COM QUEM ANDAS, QUE TE DIREI QUEM ÉS"! Marina anda com vermes como ANDRÉ LARA RESENDE (a podridão em estado puro); Benjamin Stainbrush (15min pro almoço do seu operariado, com uma mão na máquina e a outra num sanduíche, e outros desse "quilate", como BANQUEIROS, etc. etc.***Dilma, até a presente data, ninguém me provou que é desonesta.Votarei nela!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]