segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Sobrenatural - Menino é Atropelado e não Sofre Nada - Chikung - Paranormal - Mistério

Você Sabe o que é "O Salto Quântico Genético"? [Clique Aqui]

Veja o Vídeo, o Menino de 5 anos é atropelado junto com a Avó, as rodas do carro passam pelo rosto dele, ele é esfregado na calçada mas nada acontece!:


Depois de violentamente atropelado o menino João Pedro Nascimento, de 5 anos, se levanta como se nada tivesse acontecido, ele não sofreu nada, avô Vilma Theodoro do Nascimento de 56 anos menos atingida ficou desmaiada...

Ele deve ter vocação para desenvolver potenciais como os praticados pelos Monges Shaolin, Veja exemplos:

- Monge Shaolin Yi Long demonstra todo o poder das técnicas e resistência superiores dos misteriosos Monges Shaolin: youtube.com/watch?v=82ZkM-wGuko / - Sobre os mistérios: youtube.com/watch?v=zBP9RexKcbs / - Derrotando um Brasileiro: youtube.com/watch?v=l0naYIKzZ-0

Saiba mais Sobre Chikung da Camisa de Ferro, clique nos links:

- Chi Kung da Camisa de Ferro, Super Poderes Reais, [Clique Aqui], [Clique Aqui] e [Clique Aqui também].

Seqüência de Imagens espantosa, João Pedro Nascimento, 5 anos e Vilma Theodoro do Nascimento, 56 anos, Super Resistência, Sobrenatural

Noticia Publicado em 22/01/2014

Incrível - carro passa por cima de criança, que se levanta ilesa, Câmeras de segurança de um comércio registraram o momento em que um menino de 5 anos e a avó, de 64, são atropelados por um carro, na terça-feira (21), em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Duas rodas do VW Gol passam sobre a criança, que se levanta e, caminhando, vai ajudar a mulher. Encaminhados ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), as vítimas passaram por duas séries de exames. Segundo a unidade, o menino recebeu alta médica na noite do mesmo dia. Já a idosa foi liberada às 11 horas desta quarta-feira (22). Avó e neto estão em casa, sem terem sofrido uma única lesão com gravidade.

O atropelamento foi causado por outro acidente, que também é flagrado pelas imagens. Em um cruzamento, um Honda Fit bate em um Chevrolet Celta e, em seguida, colide com o VW Gol, que estava estacionado. Com o impacto da colisão, o carro atingido atropelou a idosa e o neto. A dupla caminhava pela rua e, ao ver que o VW Gol foi atingido, tentou subir para a calçada. No entanto, eles não foram rápidos o suficiente e foram atropelados. Pessoas que passavam pela rua ajudaram as vítimas. Segundo o condutor do Celta, o Honda Fit trafegava em alta velocidade, - "Acho que se ele estive há 40km/h dava para ele ter parado" - , afirma o representante comercial João Birajara Camargo. O motorista que teria causado o acidente nega que trafegava em alta velocidade. "Na hora, não prestei atenção, mas acredito que não estava correndo", justificou o representante comercial Henrique Araújo. A Secretaria de Trânsito de Anápolis informou que vai sinalizar o trecho até o final da semana.

Por G1 - Reportagem:

22/01/2014 20h05 - Atualizado em 22/01/2014 20h08 

Menino atropelado em GO diz que se levantou rápido preocupado com avó Também atingida, mulher fala que eles nasceram de novo: 'Foi um milagre'. Vídeo mostra carro passando por cima do garoto, que se feriu levemente. O menino João Pedro Nascimento, 5 anos, afirma que se levantou rápido após ser atropelado por estar muito preocupado com a avó, a dona de casa Vilma Theodoro do Nascimento, 56 anos, também atingida no acidente ocorrido em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Eles tiveram apenas ferimentos leves e já estão em casa. No acidente, as duas rodas do carro passaram por cima do garoto, que ficou de pé logo em seguida (veja vídeo abaixo).“Eu achei que minha avó tinha quebrado a coluna e mais algumas coisas”, contou em entrevista à TV Anhanguera. A avó disse que os dois “nasceram de novo”. "Foi um milagre. Tenho certeza que a mão de Deus nos pegou e salvou", afirmou em entrevista ao G1. Ela e o neto já estão em casa e, segundo Vilma, o menino brinca com os amigos. “Está uma festa por aqui. Muita gente veio nos visitar e comemorar a nossa volta. Meu netinho está todo feliz os paparicos que está recebendo. Nem parece que ele foi atropelado”, relata a dona de casa.  

O acidente aconteceu na tarde de terça-feira (21). Câmeras de segurança de uma casa registraram o atropelamento, que foi provocado por uma colisão. No cruzamento da Avenida Bernardo Sayão com Rua Uruana, na Vila Jaiara, um Honda Fit bateu em um Chevrolet Celta e, em seguida, colidiu com o VW Gol, que estava estacionado. Com o impacto da colisão, o carro atingido atropelou a idosa e o neto. O dono da residência onde as câmeras estão instaladas, o autônomo Iron de Silva Machado, 41 anos, disse ao G1 que não estava em casa no momento do acidente, mas assim que soube do ocorrido, checou as gravações. “Quando assisti, vi que tudo o que aconteceu estava registrado. Por sorte, eles escaparam”, afirmou.  A dona de casa lembra que tinha buscado o neto na creche, que fica a poucos metros do local do acidente, quando viu a colisão no cruzamento. “Foi tudo muito rápido, mas a gente atravessava a rua e, assim que percebi, tentei correr para a calçada. Infelizmente, o carro [VW Gol] que estava estacionado foi atingido e veio para cima da gente. Só depois que já estava no chão foi que vi que tínhamos sido atropelados”, conta. Os dois foram encaminhados ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), onde passaram por duas séries de exames. Segundo a unidade, ambos tiveram apenas escoriações leves. O menino recebeu alta médica na noite do mesmo dia. 

Já a avó foi liberada às 11h desta quarta-feira. Vilma, que nasceu no Paraná e mora em Anápolis há 23 anos, disse que ainda não acredita que ela e o neto sofreram apenas ferimentos leves. “Vi que o carro passou por cima dele, que levantou e veio na minha direção. Mas quando percebi que saía sangue pela boca, orelha e nariz, achei que o crânio dele tinha sido esmagado. Só fiquei tranquila depois que os exames disseram que foi tudo superficial", conta. A mulher sofreu ferimentos nos pés e pernas e um corte superficial na cabeça. "Não estou conseguindo pisar direito no chão, mas também não houve fraturas. Realmente a situação toda foi incrível”, contou. Para ela, após o susto, o momento agora é de celebração. “Eu morri de medo do que poderia ter acontecido, ainda mais porque meu neto estava sob minha responsabilidade. Mas Deus nos ajudou e felizmente estamos bem”, concluiu. Sinalização Os motoristas que se envolveram no acidente reclamam da falta de sinalização do local. Segundo o condutor do Celta, o Honda Fit trafegava em alta velocidade. “Estava correndo muito. Acho que se ele estivesse a uns 40 km/h, dava para ele ter parado”, afirma o representante comercial João Birajara Camargo.  O motorista que teria causado o acidente nega que trafegava em alta velocidade. “Na hora, não prestei atenção, mas acredito que não estava correndo”, justificou o representante comercial Henrique Araújo.  A Secretaria de Trânsito de Anápolis informou que vai sinalizar o trecho até o final da semana.


Reações - FaceBook:


Pessoa no Face:  Eu sabia que esse vídeo ia se mostrado aqui após a reportagem do fantástico ontem. Cada um a sua forma, levantando as explicações para o inexplicável, mas vamos ler o que dizem a respeito antes de chegar a uma conclusão.

Bruno Guerreiro de Moraes: Sim, se ficar sabendo de alguma explicação que não inclua uma super resistência natural do menino que deve ter vocação para o chikung, poste aqui, e vamos ver se faz sentido. A cabeça dele foi arrastada pela roda do carro na calçada, e no mínimo o rosto dele era para estar todo ralado, em carne viva. Mas não foi o caso.

Pessoa no Face:  Eu vi a cena Bruno, assisti ao vídeo , só não vi explicações vinda com comprovações. Vejo que dentro de cada filosofia sustentada, as pessoas definem seus pontos de vistas através daquilo que sabem e que conhecem e tentam explicar o ocorrido. Uns falam de Deus, outros de crenças e os Jumpers sobre armadura, mas sem prova. Dentro do culto a pessoa por exemplo que foram baleadas inúmeras vezes e estão de pé e bem. E afirmam terem tido o corpo fechado através de rituais. O que é uma outra explicação plausível, para quem de fato conhece o processo e sabe como ele realmente funciona bem, contudo, o menino ai em questão, dificilmente passou por algum ritual, seja ele o salto ou místico o que abre a possibilidade de ter mais variáveis dessa questão do que se supõem até agora.

Bruno Guerreiro de Moraes: sim, ele não passou pelo salto, então acho que é um caso de vocação para chikung, ou mesmo interferência espiritual, muito forte, muito poderosa.

Pessoa no Face: Sim. Existe variáveis que ainda não foram se quer apresentadas, por isso , vou ficar observando e lendo.. Quem sabe uma nova explicação interessante surge.

Sobrenatural, Menino Atropelado não sofre nada:

Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

Tags: Sobrenatural,Menino é Atropelado,Sofre Nada,chikung,Mistério,menino atropelado por carro, com avô,gol branco atropela, menino sai ileso,carro passa por cima,não acontece nada,menino sobrevive a atropelamento,

4 comentários:

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Noticias parte 1: http://g1.globo.com/goias/noticia/2014/01/homem-viu-menino-ser-atropelado-e-se-levantar-ileso-foi-um-milagre.html

23/01/2014 09h52 - Atualizado em 23/01/2014 09h55
Homem viu menino ser atropelado e se levantar ileso: 'Foi um milagre'
Vídeo mostra quando criança de 5 anos e avó são atropeladas, em Goiás.
Carro passou duas vezes por cima do garoto, que se feriu levemente.
Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
37 comentários

O auxiliar de cozinha Elias Ferreira presenciou o atropelamento do menino João Pedro Nascimento, 5 anos, e da avó, a dona de casa Vilma Theodoro do Nascimento, 56 anos, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. No acidente, as duas rodas do carro passaram por cima do garoto, que ficou de pé logo em seguida (veja vídeo ao lado). O auxiliar conta que ficou impressionado com a cena: “Nunca tinha visto um acidente deste. Foi um milagre o que aconteceu”.
O acidente aconteceu na tarde de terça-feira (21). Câmeras de segurança de uma casa registraram o atropelamento, que foi provocado por uma colisão. No cruzamento da Avenida Bernardo Sayão com Rua Uruana, na Vila Jaiara, um Honda Fit bate em um Chevrolet Celta e, em seguida, colide com o VW Gol, que estava estacionado. Com o impacto da colisão, o carro atingido atropelou a idosa e o neto.
saiba mais
• Menino atropelado em GO diz que se levantou rápido preocupado com avó
• Em acidente, carro passa por cima de criança, que se levanta ilesa; assista
• Carro bate em dois veículos e causa atropelamento de idosa e criança
A dupla caminhava pela rua e, ao ver que o VW Gol foi atingido, tentou subir para a calçada. No entanto, eles não foram rápidos o suficiente e foram atropelados. Pessoas que passavam pela rua ajudaram as vítimas.
Os dois foram encaminhados ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), onde passaram por duas séries de exames. Segundo a unidade, ambos tiveram apenas escoriações leves. O menino recebeu alta médica na noite do mesmo dia. Já a avó foi liberada às 11h de quarta-feira (22). Ela sofreu ferimentos nos pés e pernas e um corte superficial na cabeça.
Um dia após o acidente, o menino contou que se levantou porque estava preocupado com a avó. “Eu achei que minha avó tinha quebrado a coluna e mais algumas coisas”, disse João Pedro.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Noticias parte 2:

Vilma, que nasceu no Paraná e mora em Anápolis há 23 anos, disse que ainda não acredita que ela e o neto sofreram apenas ferimentos leves. “Vi que o carro passou por cima dele, que levantou e veio na minha direção. Mas quando percebi que saía sangue pela boca, orelha e nariz, achei que o crânio dele tinha sido esmagado. Só fiquei tranquila depois que os exames disseram que foi tudo superficial", conta.
Para a dona de casa, os dois “nasceram de novo”. "Foi um milagre. Tenho certeza que a mão de Deus nos pegou e salvou", afirmou em entrevista ao G1. Ela e o neto já estão em casa e, segundo Vilma, o menino brinca com os amigos. “Está uma festa por aqui. Muita gente veio nos visitar e comemorar a nossa volta. Meu netinho está todo feliz os paparicos que está recebendo. Nem parece que ele foi atropelado”, relata a dona de casa. Roda do carro passou por cima do menino duas vezes, em Anápolis (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

________________________________________
http://g1.globo.com/goias/transito/noticia/2014/01/menino-atropelado-em-go-diz-que-se-levantou-rapido-preocupado-com-avo.html

22/01/2014 20h05 - Atualizado em 22/01/2014 20h08
Menino atropelado em GO diz que se levantou rápido preocupado com avó
Também atingida, mulher fala que eles nasceram de novo: 'Foi um milagre'.
Vídeo mostra carro passando por cima do garoto, que se feriu levemente.
Fernanda BorgesDo G1 GO
361 comentários
Vilma e João Pedro passam bem após acidente e já estão em casa (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
O menino João Pedro Nascimento, 5 anos, afirma que se levantou rápido após ser atropelado por estar muito preocupado com a avó, a dona de casa Vilma Theodoro do Nascimento, 56 anos, também atingida no acidente ocorrido em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Eles tiveram apenas ferimentos leves e já estão em casa. No acidente, as duas rodas do carro passaram por cima do garoto, que ficou de pé logo em seguida (veja vídeo abaixo).“Eu achei que minha avó tinha quebrado a coluna e mais algumas coisas”, contou em entrevista à TV Anhanguera.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Noticias parte 3:

A avó disse que os dois “nasceram de novo”. "Foi um milagre. Tenho certeza que a mão de Deus nos pegou e salvou", afirmou em entrevista ao G1. Ela e o neto já estão em casa e, segundo Vilma, o menino brinca com os amigos. “Está uma festa por aqui. Muita gente veio nos visitar e comemorar a nossa volta. Meu netinho está todo feliz os paparicos que está recebendo. Nem parece que ele foi atropelado”, relata a dona de casa.

O acidente aconteceu na tarde de terça-feira (21). Câmeras de segurança de uma casa registraram o atropelamento, que foi provocado por uma colisão. No cruzamento da Avenida Bernardo Sayão com Rua Uruana, na Vila Jaiara, um Honda Fit bateu em um Chevrolet Celta e, em seguida, colidiu com o VW Gol, que estava estacionado. Com o impacto da colisão, o carro atingido atropelou a idosa e o neto.
saiba mais
• Em acidente, carro passa por cima de criança, que se levanta ilesa; assista
• Carro bate em dois veículos e causa atropelamento de idosa e criança
O dono da residência onde as câmeras estão instaladas, o autônomo Iron de Silva Machado, 41 anos, disse ao G1 que não estava em casa no momento do acidente, mas assim que soube do ocorrido, checou as gravações. “Quando assisti, vi que tudo o que aconteceu estava registrado. Por sorte, eles escaparam”, afirmou.

A dona de casa lembra que tinha buscado o neto na creche, que fica a poucos metros do local do acidente, quando viu a colisão no cruzamento. “Foi tudo muito rápido, mas a gente atravessava a rua e, assim que percebi, tentei correr para a calçada. Infelizmente, o carro [VW Gol] que estava estacionado foi atingido e veio para cima da gente. Só depois que já estava no chão foi que vi que tínhamos sido atropelados”, conta.
Criança machucou a orelha e ficou com hematoma
no queixo (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Os dois foram encaminhados ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), onde passaram por duas séries de exames. Segundo a unidade, ambos tiveram apenas escoriações leves. O menino recebeu alta médica na noite do mesmo dia. Já a avó foi liberada às 11h desta quarta-feira.
Vilma, que nasceu no Paraná e mora em Anápolis há 23 anos, disse que ainda não acredita que ela e o neto sofreram apenas ferimentos leves. “Vi que o carro passou por cima dele, que levantou e veio na minha direção. Mas quando percebi que saía sangue pela boca, orelha e nariz, achei que o crânio dele tinha sido esmagado. Só fiquei tranquila depois que os exames disseram que foi tudo superficial", conta.

A mulher sofreu ferimentos nos pés e pernas e um corte superficial na cabeça. "Não estou conseguindo pisar direito no chão, mas também não houve fraturas. Realmente a situação toda foi incrível”, contou. Para ela, após o susto, o momento agora é de celebração. “Eu morri de medo do que poderia ter acontecido, ainda mais porque meu neto estava sob minha responsabilidade. Mas Deus nos ajudou e felizmente estamos bem”, concluiu.
Sinalização
Os motoristas que se envolveram no acidente reclamam da falta de sinalização do local. Segundo o condutor do Celta, o Honda Fit trafegava em alta velocidade. “Estava correndo muito. Acho que se ele estivesse a uns 40 km/h, dava para ele ter parado”, afirma o representante comercial João Birajara Camargo.

O motorista que teria causado o acidente nega que trafegava em alta velocidade. “Na hora, não prestei atenção, mas acredito que não estava correndo”, justificou o representante comercial Henrique Araújo.

A Secretaria de Trânsito de Anápolis informou que vai sinalizar o trecho até o final da semana.

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

no Isso é Bizarro:

Esse caso foi tão foda que eu tive que interromper minhas férias e postar pra vocês. Câmeras de segurança de um comércio registraram o momento em que um menino de 5 anos e a avó, de 56, foram atropelados por um carro, na terça-feira (21), em Anápolis, a 55 km de Goiânia (onde moro). Duas rodas do VW Gol passam sobre a criança, que se levanta e, caminhando, vai ajudar a mulher. VIIIIIIISHHHH, TOMA ESSA CHUCK NORRIS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

O que Está Acontecendo?

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma Super Potencia do Universo Local”. [Bruno Guerreiro de Moraes]