terça-feira, 17 de abril de 2012

Edelarzil Munhóz - Vulgo “mulher do algodão” - [3 de 5] - Paranormal Materializadora - Realidade Fantástica

Veja Todas as Partes do Artigo - Clique nos Links: [Parte 1] - [Parte 2] - [Parte 3] - [Parte 4] - [Parte 5]

“Para os que querem acreditar, nenhuma prova é necessária, para os que não querem, nenhuma será suficiente” [ditado popular]
Endereço e meios de contato com ela [Clique Aqui] - Edelarzil Vs. Quevedo [Clique Aqui]

Quarta Visita - Dia 16 de Novembro de 2011

Essa, como podem ver pela data, foi logo em seguida à ultima, isso por que fui atender dois iniciados no ‘Salto’ e comentei sobre as minhas ‘aventuras’, os dois estavam de férias, e ficaram muito interessados, e o Altair [que é de SC] não tinha voltado ainda, também estava de férias, e resolveu ficar mais alguns dias em SP capital. 

Cachimbo de "Preto Velho" se materializou para mim

Um dos iniciados não pode ir, vamos chamá-lo aqui de Luiz, ele tinha tempo, mas não dinheiro para custear viagem, hotel, etc... mas me pediu para 'tirar' por ele.

Nesta quarta viagem fui de carro, com esses dois iniciados no ‘Salto’, o Altair e o Carlos Eduardo. A viagem foi sem novidades, ficamos no hotel Firenze de Votuporanga [Clique Aqui] e no dia seguinte fomos atendidos.

Durante as materializações das outras pessoas, uma que me chamou atenção foi a de um homem, de uns 40 ou 50 anos, para ele se materializou uma cabra preta morta inteira! Isso mesmo que você leu, uma cabra preta inteira saiu daquele algodão. 

Era uma cabra filhote, mas mesmo assim grande, foi então a materialização mais horrível de todas, se bem que a que vou relatar a seguir, chega bem perto dessa, eu não tirei fotos dessa cabra por que estava aguardando minha vez, eu não poderia sair da sala, depois quando fui para o local onde as pessoas abrem as sacolas, o tal homem já tinha partido, uma pena...

Carne Podre, Moscas e Baratas Vivas: o dia, parece, esta ‘inspirativo’, eu fiquei por ultimo na minha pequena turma de 3, os dois foram antes de mim, eu iria pedir novamente por mim, pedir por mais duas pessoas e finalmente para o Luiz, as materializações para mim foram dentro do normal, exceto por três baratinhas que surgiram, uma delas tentou subir pelo braço da Edelarzil, que a matou, e as outras duas foram presas em chumaços de algodão, eu as vi mais tarde quando abri as sacolas, eu matei uma e a outra fugiu, já para as outras pessoas foi tranqüilo, apenas velas, pequenos objetos, nada demais, porém  quando chegou a vez de materializar para o Luiz, derrepente subiu um cheiro de carniça forte que tomou todo o recinto. 

O pouco algodão que tinha na peneira ficou endurecido, com aspecto escuro. A Edelarzil e seu filho comentou que era por que a energia negativa era muito forte, ela preferiu então jogar fora o algodão endurecido e pegar uma peneira cheia, com algodão novo.

Colocou a peneira nova, e começou a se concentrar [ela coloca as duas mãos no algodão, e invoca a ajuda dos guias], ai o cheiro de carniça subiu novamente.     

A primeira materialização para ele foi uma carne mole, que parecia ser um coração ou fígado [não deu para entender exatamente o que era], essa carne mole estava completamente tomada por vermes vivos... sim, fervilhava de vermes! A Edelarzil até gemeu de nojo, pois como já dito, ela não tem controle sobre o que aparece. 

O cheiro de carniça ficou mais forte, as pessoas atrás, que estavam esperando, começaram a comentar do forte cheiro. Foi ai que começou a aparecer moscas, dezenas de moscas varejeiras surgiram em segundos, e vinham de “lugar nenhum”, esse foi um fato inédito até então, nas minhas primeiras visitas, nunca tinha visto mosca alguma ali, mesmo sendo um lugar rural, com animais freqüentando, não notei mosca alguma em toda a propriedade.

Agora, do nada surge dezenas delas. A Edelarzil continuou materializando para o Luiz, surgiu então mais dois pés de cabra preta, também tomados por vermes, e fedendo a carniça. 

E mais moscas apareciam, quando ela finalmente terminou, havia tantas moscas que ela começou a espantar, eu comentei com ela que achava aquilo estranho, ela disse então que as moscas estavam se materializando também. Concordei, e fiquei espantado, estava sendo testemunha de um fato surpreendente.

Nesse lugar, exatamente nesse da foto, baratas vivas, moscas, vermes vivos, etc... apareceram miraculosamente, agora dá até para considerar historias como as 10 pragas do Egito

Sai do recinto e fui abrir as coisas, eu infelizmente teria de tirar fotos de tais nojeiras. Essas fotos poderão ver abaixo, mas como são muito nauseantes, eu vou postar apenas os links que levam a elas, assim só clique no link se tiver estomago, estou avisando, são bem desagradáveis as imagens. 

Prosseguindo, eu fui abrindo a sacola com as coisas dele [Luiz], e ai mais e mais moscas começaram a surgir! Do nada, mais moscas se materializaram. 

Assim como na Estoria bíblica, moscas se materializaram do nada, o conto bíblico eu não sei se aconteceu, creio que não, mas posso testemunhar que diante da Edelarzil sim, o fenômeno foi real
   
Isso foi inédito, mesmo depois de ter saído da presença dela, as moscas continuavam a se materializar. Quando finalmente tirei fotos de tudo, o que não levou nem 5 minutos, havia um enxame de moscas a minha volta! (Risos), jogando por baixo, devia ter pelo menos umas 100 ou 150

As pessoas que estavam no recinto até saíram para fora, o fenômeno foi surpreendente. Eu com as minhas mãos cheias de sujeira dos objetos que tinha manipulado, não pude pegar a câmera para filmar, chamei o Altair e fizemos esse primeiro vídeo abaixo, [nota, nesse primeiro vídeo não está na mesa a carne podre, eu a havia colocado dentro do saco novamente, por que estava enojando as outras pessoas] após ele desligar a câmera, mais moscas surgiram. Houve então um momento de 'Pico', era como uma nuvem de moscas, eu quis filmar esse momento. Mas ele, Altair, já tinha saído, o chamei mas ele tinha saído para fora, estava conversando com alguém.     

Eu então comecei a colocar as materializações dentro do saco novamente, por que na hora pensei que deveria guardar tudo, por que estava incomodando as outras pessoas. 

Guardei tudo, mas boa parte das moscas continuaram ali, eu peguei a câmera e fiz o segundo vídeo, onde inclusive uma senhora comenta das moscas.

Vídeo [1]:

Ele [Altair] ficou enojado e logo desligou a câmera, eu peguei a câmera dele e fiz esse segundo vídeo logo em seguida.

Vídeo [2]:

Mas o momento de “pico” não foi registrado, uma pena... só eu estava com “estomago” para querer filmar e tirar fotos de tudo, as outras pessoas só sabiam ficar longe, esperando que eu terminasse. 

Pensando agora, eu acho que deveria ter insistido no registro, deveria, sei lá, ter tirado as coisas do saco novamente e filmado melhor. Mas naquele momento, meu “amor fraternal” pelas pessoas enojadas se sobrepôs a necessidade cientifica. Fica então essa lição...

Mesmo com essa falha de registro, deu para tirar varias fotos, pegar um pouco das moscas em vídeo, então acho que foi uma atuação “razoável”. 

Esse fenômeno parece, foi incomum mesmo para a equipe da Edelarzil, um de seus filhos veio ver o que ocorria, eu comentei com ele que as moscas continuaram a se materializar, e ele ficou impressionado. Então concluímos que o Luiz, tem [ou tinha] sérios problemas. 

Pé de cabra preta quer dizer trabalho de alta magia negra para destruir ou causar grandes danos a pessoa, carne tipo coração ou fígado de boi, quer dizer ‘oferenda para Exú’ isto é, pagamento feito para um espírito das trevas, para fazer algum mal a ele [Luiz], esse ‘mal’ deve ser algo muito ruim, pois é uma oferenda geralmente dada para se cumprir 'trabalho forte', importante. 

Tudo já podre, fedendo, e com vermes vivos, sinal que é magia negra de vidas passadas. Em vidas anteriores ele deve ter irritado alguém muito forte, ou varias pessoas, e por isso está sendo violentamente perseguido. 

O Luiz é um iniciado no ‘Salto’ que tem dificuldades na pratica, ele não pratica, mas sente que precisa de muita ajuda. As materializações que saíram para ele prova que as intuições estão corretas.
 
Fotos da Carniça

Fotos das materializações relatadas, aviso novamente, são muito repugnantes, se não tiver estomago forte, [muito forte], não clique nos links:

Quinta Visita Dia 24 de Janeiro de 2012

A quinta e ultima visita [escrevo isso em 08/04/2012], foi numa terça-feira, e foi no atendimento particular, esse atendimento tem de ser agendado com muita antecedência, eu o havia marcado dia 16 de Novembro, pedi para me encaixar na data mais próxima, e a próxima era 24 de Janeiro de 2012.

A regra é que você só pode ir no atendimento individual, se passar pelo menos uma vez pelo atendimento normal.

Nesse atendimento individual, não há palestra da Edelarzil, ela atende as pessoas pela ordem de inscrição, e como dito acima, se trata de uma consulta que dura 20 minutos onde você poderá falar com ela em particular, então essa paranormal tão potente será “sua” por 20 minutos (Risos)

Nesse tempo poderá fazer perguntas a ela, acredito que mesmo que não queira tirar as cartas, ou jogar os búzios, você poderá gastar esse tempo conversando com ela, e talvez tirando algumas duvidas.

Eu no caso ultrapassei esse tempo, tanto que um dos filhos dela veio ver por que estava demorando comigo. O conteúdo dessa consulta é muito pessoal, e acho, não interessa aos leitores. 

Mas posso dizer que ela disse coisas coerentes, acertou vários aspectos sobre a minha vida, e de fato, mais uma vez, mostrou ser autentica, uma verdadeira paranormal que merece nossa admiração e respeito.

Na consulta individual, a Edelarzil joga as cartas, e os búzios para você, o custo é bem barato 


A Edelarzil é uma paranormal de primeira grandeza, pena ela ser tão tímida, e exageradamente modesta, senão poderia sair pelo mundo mostrando a todos os seus poderes, provando assim a autenticidade dos fenômenos paranormais.

Depois da consulta as pessoas saem e aguardam ela atender a todos, feito isso a turma toda [cerca de 15 ou 20] entram no salão de atendimento para receber suas materializações. Ela não dá palestra no atendimento individual, fala apenas por uns 15 minutos e já começa a materializar. 

Como dito acima, no atendimento individual é cobrado R$120,00 reais, e está incluso 5 materializações. As coisas materializadas para mim foram ‘normais’ exceto por um cachimbo de “preto velho”, que segundo ela, significa trabalho para preto velho contra mim. Eu entendi que é influencia negativa de uma alma antiga, sabia, que por alguma razão está brava comigo, talvez por que fiz algum mal em vidas passadas, ou nessa (Risos).

Essas foram as coisas materializadas para mim, como sempre, "leves", o cachimbo foi a coisa mais surpreendente

Família de Negros

No dia 24 de Janeiro de 2012, na minha quinta visita, um de meus iniciados no ‘Salto’ pediu para eu fazer ‘retiradas’ para ele. No caso esse iniciado é um brasileiro que mora em Londres, na Inglaterra, e veio ao Brasil apenas para fazer a Iniciação o Salto, quando ele ficou sabendo da Edelarzil, e minhas aventuras, se interessou em ir lá, mas não podia ficar mais dias no Brasil para visitá-la.

Ele então me pediu esse favor, e deixou o dinheiro comigo. Mas o que é interessante nesse caso foi um “fenômeno” que aconteceu enquanto eu abria as sacolas das materializações dele e tirava fotos dos objetos.
Ele quando fez o ‘Salto’ se viu como uma mulher negra, que tinha sido uma maga/bruxa/xamã da áfrica no tempo da idade media. 

Ali ela foi iniciada para ser uma líder espiritual da aldeia, mas acabou pendendo para o lado negro. As entidades que a usava eram das trevas, e pediam sacrifícios de animais e de humanos, ela como uma pessoa simples, sem muitos conhecimentos, dava o que as entidades pediam, como muitas ‘mãe de santo’ fazem hoje em dia.

Assim muitos animais e pessoas morreram pelas mãos dela, principalmente jovens mulheres negras. [lembrando que os europeus ainda não tinham intervindo na África nessa época].

Bem... e justamente quando eu estou abrindo as sacolas das materializações para ele, ali naquele pequeno recinto, aparece uma família de negros. Muitos negros, eram pelo menos 5 pessoas, e só eu ali de branco.

A Família tinha vindo em apenas um carro, e uma moça do grupo até puxou conversa comigo, justamente na hora que as coisas materializadas dele estavam expostas. Achei aquilo muito curioso, que “coincidência” né? 

Na hora de fotografar as coisas materializadas para uma pessoa que se viu como uma negra, xamã da áfrica numa vida passada, aparece uma família inteira de negros, todos eles raça pura. Mistérios’ que nem a Edelarzil compreende...   

Pessoa para o qual pedi materializações tinha se visto como uma mulher negra, numa vida passada, na hora de fotografar as materializações, uma família de negros estavam presentes

Historias Fantásticas da Edelarzil

Bem agora que leram sobre os fenômenos que eu presenciei, e por isso posso atestar a veracidade, vou relatar aqui algumas historias que a Edelarzil contou nas palestras que acompanhei. Não sei se as historias são verdadeiras ou não, mas foi ela mesma que relatou, e diante do que pude ver pessoalmente, acredito que essas historias tem boa chance de serem reais sim. Vamos a elas:

O Mago Negro de Ribeirão Preto:

Na minha terceira ida, ela contou essa historia na palestra. Existia um homem que vivia em Ribeirão Preto quando ela era criança, segundo Edelarzil, ele era conhecido como “o Bruxo de Ribeirão Preto”, era então um bruxo tão forte, que podia provocar ataques cardíacos em praticamente qualquer pessoa. 

Existia na época um rumor que praticamente todas as pessoas que morriam de ataque cardíaco em Ribeirão Preto e em cidades vizinhas era por que o “Bruxo de Ribeirão” tinha matado, eram pessoas de todas as idades que morriam, houve um surto de ataques cardíacos na época por toda a região. [se isso for verdade, então o caso pode ser rastreado, precisaria de uma equipe para investigar, arquivos médicos dos hospitais da época tem de ser vistos, jornais antigos tem de ser analisados, infelizmente não tenho condições logísticas e financeiras para fazer tal investigação, quem sabe no futuro?]. 
Segundo a Edelarzil, um mago negro aterrorizava a cidade de Ribeirão Preto quando ela era criança


Ela prosseguiu... o Pai dela respeitava, mas um tio não, esse tio era pseudocético [Clique aqui] e falava que aquilo era só uma monte de bobagens. Dizia ele que no dia que conhecesse esse tal bruxo, iria desafiá-lo, e então provar que ele não era de nada. O pai recomendou ao irmão que não, para ele não fazer isso, mas ele não deu a mínima, e ria da cara do irmão mais sensato. 

Ela disse que passou algumas semanas e o tio teve de ir a Ribeirão Preto para vender algo [não me lembro o que era, acho que era algo que ele produzia], chegou na cidade com a carroça, e teve de fazer uma entrega num estabelecimento, um bar com mercearia, ao chegar lá foi informado que o Bruxo estava ali... [Ps. Acho que ele sempre entregava coisas lá, e deve ter comentado sobre seu ceticismo], ele então viu seus desejos se tornarem realidade.

Cidade de Ribeirão Preto na atualidade 

Avistou o bruxo, que no caso [segundo a Edelarzil] estava bebendo pinga. Chegou então perto e disse - “Ah! Esse é o poderoso bruxo de Ribeirão! O homem que mata todos do coração!” - o bruxo olhou para ele sério, e respondeu calmamente – O que você quer em... o que? – nisso o tio dela já ficou mais contido, e prosseguiu – Ah bem, é que tem ai uns rumores que você consegue matar qualquer pessoa do coração, isso é verdade? – o bruxo respondeu sério – Quer que eu te prove? – o tio dela fingindo coragem respondeu – sim, claro, quero saber se isso é verdade – o bruxo então o convidou para ir para fora, na calçada, e disse – Diga o nome da pessoa que você mais ama, eu vou matá-la agora mesmo, terá sua prova – diante disso o tio se abalou, e disse meio gaguejando – ah sim, a pessoa que eu mais amo.. mas, mas assim, matá-la apenas para dar uma prova do seu poder? – o bruxo já mais relaxado com a reação do até então, ‘ousado’ homem cético, disse – sim, claro... não quer uma prova? Vou te dar... – o tio então respondeu – a bem, eu acho isso exagerado, que tal em vez de ser uma pessoa, for um animal? Eu tenho uma cadela que eu gosto muito, ela tem apenas 4 anos, poderíamos usar ela para o teste? – o bruxo já se divertindo com o abalo do homem “cético” respondeu – ta, ta... que seja, qual o nome dela? – O tio então respondeu [a Edelarzil não se lembrava do nome, usou então “laica”] – o bruxo então foi até uma árvore bem próxima, na calçada, e arrancou uma folha, ele usava um paletó, abriu o Paletó e de dentro de um bolso tirou um pequeno chumaço de agulhas, separou uma, colocou as outras no bolso novamente, e espetou a agulha na folha, enquanto dizia algo como – Lúcifer! Ouça o meu chamado, leve ao fim a vida da cadela “laica”, agora! – ele então soprou na folha, e segundo o tio da Edelarzil a agulha que estava espetada na folha sumiu, ele então olhou para o chão, procurando onde a agulha tinha caído, e o bruxo disse – não se preocupe com a agulha meu amigo, ela agora está espetada no coração da sua cadela, vá para casa conferir... ela já morreu – o tio diante disso se assustou, e saiu correndo. 

Super mago negro, matava com ataque cardíaco qualquer pessoa

Pegou as suas coisas as presas e saiu sem olhar para trás. Chegando em casa, depois de umas três há quatro horas de viagem, foi recepcionado por um dos filhos no portão, que disse – pai, aconteceu uma coisa muito estranha com a nossa cadela “laica”, ela tava dormindo perto de mim e de repente acordou assustada, saiu correndo, pulou e caiu morta no chão – o tio da Edelarzil, ainda descrente, disse a si mesmo – não... deve ser apenas coincidência, isso não pode ser possível – ele foi até o corpo da cadela morta e resolveu abrir o peito para conferir o coração, quando retirou o coração lá estava a agulha, fincada bem no meio...

Ela disse que desde então o tio nunca mais ousou duvidar dessas coisas [paranormalidade] e ficou com tanto medo, que nunca mais quis ver o ‘bruxo de Ribeirão Preto’.

A Edelarzil contou essa historia, para alertar as pessoas ali para que elas não cometessem o mesmo erro do tio, para que fossem mais humildes perante fenômenos assim, pois é muito perigoso ofender pessoas com esses poderes. 

Ficou claro para mim, que o tal “bruxo de Ribeirão” tinha o mesmo poder que ela, ele podia, com a ajuda das entidades, materializar e teleportar objetos físicos, mas no caso ele usou o dom para o “mal”, ela disse que teve a mesma escolha, as entidades das trevas propuseram a ela que trabalhasse com eles, e assim ela ficaria muito rica. Os da “luz” a convidaram a trabalhar com eles, ela resolveu ficar com os da luz. 

Então ela tem o mesmo poder desse mago negro, ela pode, se quiser, matar qualquer pessoa, usando o seu dom para materializar os objetos sólidos, tais como correntes, ossos, vidro, etc... dentro do corpo de quem quiser matar. 

Mas para isso ela precisará da ajuda de alguma entidade que possa direcionar o objeto para o alvo.                               
Interessante né? Eu não sei se a historia é real, foi a Edelarzil quem contou, acredito que ela não mentiria. E outra... acha essa historia fantástica? E que tal a historia de uma mulher que pode materializar dentro do algodão puro, objetos tais como pés de cabra preta, carne podre, baratas, moscas vivas, facas, tesouras, etc...? ‘Fantástico demais’ para ser verdade? 

Mas é, e você pode conferir isso por si mesmo, bastando ir para Votuporanga... eu vi, acontece, ela realmente faz, então por que não seria possível um homem matar, teletransportando uma agulha para o centro do coração das pessoas? Espero um dia confirmar essa historia.

Magia Negra para Matar, Edelarzil também tem capacidade de fazer

                                                         Sonho da Cruz e da Mulher Pecadora:                                                         

Esse é um sonho que a Edelarzil disse que teve quando ainda era adolescente, na época que ainda estava em duvida se iria fazer o trabalho de atender as pessoas, ou se iria ter uma vida comum, ignorando o seu poderoso dom. Então durante esse período de duvidas, sonhou que estava andando morro acima, e perante ela surgiu uma cruz gigantesca, essa cruz representava o sofrimento e punição, pelo qual ela deveria passar, para se redimir. 

Ela mesma não sabe que “pecados” são esses que ela cometeu, mas parece que foram coisas muito tenebrosas, pois a cruz era enorme, era do tamanho de um edifício. Acredito que seja coisas das vidas passadas dela.

Ela então ouviu uma voz que dizia – Essa é sua cruz, tem de carregá-la a vida toda, se o fizer terá se redimido dos seus pecados – a cruz por tanto se trata de uma alegoria para um trabalho muito difícil, complicado que tem de ser feito.

Ela então se revoltou e gritou – Eu não vou carregar cruz alguma! Me nego a fazer isso! – A voz então respondeu – então prefere que eu derrube essa cruz? – ela – Sim, pode derrubar, não quero saber de cruz alguma... – nisso a cruz se racha toda, se quebra na base e cai para trás fazendo um imenso barulho, provocando um pequeno terremoto.

Ela contente, se aproxima dos destroços e observa a destruição, nisso ela vê uma mulher se aproximando, essa mulher está completamente suja, com os dentes podres, com roupas rasgadas, fedendo muito, a mulher está com os cabelos desgrenhados, cheios de piolho, baratas, magra como um esqueleto. Essa mulher então comenta – Ahhh! Ohhh!! Você também não quis carregar a cruz? – Edelarzil responde – é não... – a mulher – é... como eu há séculos atrás... – a Edelarzil entendeu o que aconteceria com ela caso não aceitasse a missão, arregalou os olhos, e começou a pegar os pedaços da cruz para reconstruí-la. Assim o sonho acaba, ela acorda assustada, e diz para si mesma - já me decidi!

Assim como no monumento da "Cruz Caída" de Salvador, a Edelarzil desejou que sua "cruz" fosse derrubada, mas não era um bom negocio 

A Moça Arrogante e Pseudocética

Diz a Edelarzil que num certo dia chegou ali no centro de atendimentos um grupo de 3 moças, elas chegaram num taxi, tinham combinado de irem ver se aquele negocio de “materialização” era verdade. 
Das três moças, duas eram humildes, e estavam ali com verdadeiro espírito cientifico, mas uma veio mais pelo passeio... essa era arrogante e pseudocética, desde o momento que chegou e viu a simplicidade do local, e dos procedimentos, começou a falar. 

Reclamava de tudo, do calor, da precariedade do local, da falta de cadeiras acolchoadas, dos bichos que ficam passeando entre as pessoas [tais como galinhas, cães, cabras], enfim, ela odiou todo o cenário.
Enquanto desfiava o algodão, comentava que aquilo não tinha lógica alguma, que estavam perdendo tempo, que a “veia” ta iludindo todo mundo. Nisso os responsáveis do local perguntaram por que ela tinha vindo, respondeu que estava acompanhando as amigas, as amigas dela comentaram que se soubessem que ela faria aquilo, não teriam vindo com ela.

Apesar de tudo, ela prosseguiu, queria ver como era aquilo de 'materialização'. No discurso da Edelarzil ela falou que achava que tudo aquilo era mentira, ela (Edelarzil) respondeu – bem se acha que é tudo mentira, fique e veja por si mesma, prove que é truque – a moça aceitou o desafio.
Mulher arrogante infernizou a Edelarzil 


Então na vez dela receber as materializações, dentre outras coisas, saiu uma nota de 50 reais. A Edelarzil mostrou a nota e disse – essa nota deve ter sido usada para pagar uma macumba feita para você – a moça riu alto, a Edelarzil prosseguiu – você deve queimar, pois ela está cheia de influencia negativa de ódio e destruição – a moça riu mais alto ainda, e disse – Ah! Até parece que vou queimar dinheiro, eu não sou doida como você! – então dobrou a nota e colocou entre os seios.

A Edelarzil manteve a compostura, sentia que deveria deixar acontecer. As moças então foram embora, pegaram um taxi até uma cidade próxima, onde pegariam um ônibus até SP, segundo o testemunho das duas amigas, elas pediram para a arrogante jogar a nota fora, mas ela se negou, disse que pagaria o taxi com ela. 

Ficou com a nota entre os seios, e ria, falava sobre como tudo aquilo era uma grande palhaçada, e não acreditava como elas [amigas] não perceberam o “charlatanismo” da ‘veia’ expertona. Claro que a arrogante não explicou, onde estava o charlatanismo...

Foi então que no caminho o taxi perdeu o controle, ele capotou varias vezes, o acidente aconteceu a mais de 100 quilômetros por hora, dos 4 ocupantes, 3 sobreviveram, o taxista, as duas amigas humildes. A única morta foi a moça arrogante, morreu com a nota de 50 reais entre os seios...

A Edelarzil contou essa historia para avisar as pessoas, que o trabalho ali é muito sério, que há entidades poderosas e severas cuidando das pessoas, e essa moça infelizmente ofendeu essas entidades, que são boas, porém justas. As entidades deram as provas que ela queria, mas mesmo assim continuou com os  impropérios, mereceu então o fim que teve...

Assim deverá acontecer com todos que agirem da mesma forma. Duvida? Então faça o teste... mas compre o seu caixão antes, para não dar muito trabalho para a sua família (Risos).

Moça arrogante acabou se dando muito mal. Não acreditou na historia? Tudo bem... faça como ela, e veremos o resultado (Risos)

Caso do Menino que engoliu Pregos

Esse caso é contado num dos vídeos que reuni sobre a Edelarzil [Clique Aqui] para assistir.  
         
Caso do militar e o Sapo com o nome dele na boca

Esse é outro caso contado num dos vídeos que reuni sobre a Edelarzil [Clique Aqui] para assistir.

Continua...  

 Veja Todas as Partes do Artigo - Clique nos Links: [Parte 1] - [Parte 2] - [Parte 3] - [Parte 4] - [Parte 5]

5 comentários:

Jonas disse...

Otimo Brunno. Mas achei estranho esta parte em que fala de Lucifer... Ele existe ou não existe? rsrs Eu não vi os videos mas essa de colocar o nome na boca do Sapo aqui na região creio que ja fizeram pra varias pessoas... Abraço

Jonas disse...

Sim Brunno se puder entrar em contato comela e pergunta se ela pode fazer este atendimento a Distancia pra quem não pode ir la tipo tirar um dia sabado ou domingo e fazer isso e materializar e fotografar e mandar para quem pedio seria otimo. Eu moro em outro estado e realmente não tem como eu ir ate são paulo e ir ate onde ela faz isso. Seria bom se pude se pergunte ela se puder... se ela pode fazer abraço

Bruno Guerreiro de Moraes disse...

Jonas, Lúcifer não existe, mas entidades que adotam esse nome para enganar as pessoas mal informadas, sim.

Mais a frente no artigo eu vou comentar sobre essa questão religiosa.

Sobre ela atender a distancia... não, esqueça, isso não é recomendável.

Em outra parte do artigo eu comentei que só quem tem o trabalho de ir lá, gastar o próprio dinheiro, etc.. que "merecerá a graça", essa é a filosofia da entidade misteriosa mentora da Edelarzil, a tal da "Nossa Senhora da Rosário".

Que não é nossa senhora coisa nenhuma, mas adotou a personagem para ser levada a sério, e não ser temida. Mais a frente no artigo vou comentar sobre o assunto.

Então jonas, lamento, mas terá de ir a Votuporanga, se realmente quiser ser ajudado, do contrario não vai merecer auxilio.

Anônimo disse...

As histórias da edelarzil são muito boas servem para reflexão e apendizagem.
A história da moça mostra como os pseudocéticos estão tão presos em seus conceitos bobos que ficam "cegos" (na verdade simplesmente ingnoram os fatos) e são convencidos de que tudo que eles acreditam é a verdade incontestável. É lamentável esse tipo de pessoa...

Anônimo disse...

Caro Amigo Bruno,

nosso amigo Jonas fez a pergunta sobre Lucifer...eu te falo claramente que Lucifer existe,mas que é muito mal interpretado,seja por religiões ou pela biblia,Lucifer é o filho da Luz que vive na nona dimensão abaixo da nossa humana.Ele não é um espirito do mal ou das trevas como dizem...Esses espiritos ou entidades das trevas claros que existem mas não são comandados pelo Senhor Lucifer que se muito precisarmos e clamarmos pelo seu auxilio pode vir para nos ajudar,assim como os Exus que não são entidades do mal e sim que nos ajudam se for de nosso merecimento ao contrário de Kiumbas,Eguns ou outros espiritos e entidades trevosas ou negativas como queira chamar que usam da magia negra,de oferendas ou qualquer outro tipo de coisa ruim para trabalhar fazendo o mal para alguem.

Google+ Badge

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget

Triste Realidade:

- “Lamento, eu lamento muito... mas a maior revelação que o ‘Salto’ trás não é consolador, mas sim perturbador. O Mundo em que estamos é um campo de concentração para extermino de uma super potencia do universo local”. [Bruno G. Moraes]